Jul M

Oi

domingo, 30 de abril de 2017

O Tempo Não Para -- Capitulo 11




Você mentiu pra mim me contando uma verdade?
                                     - Piratas do Caribe 4
Capítulo 11

Perdendo a cabeça

Assim dizia o poeta: o amor é para pouco, apenas para aqueles que têm coração forte. Bella parecia acreditar fielmente nisso, já que ela nunca amou ninguém além de Edward. O fato de ele ter sido o primeiro homem em sua vida, o fato de ele ser seu melhor amigo, o fato de ele ter estado sempre ao seu lado, talvez, por tudo isso ela nunca tentou achar em outra pessoa, que não fosse ele, o amor.
Ou talvez fosse o simples fato de que sua história com ele nunca teve um final que a mantinha presa a ele. Ou então, como dizem os poetas, no mundo existe uma alma gêmea para casa pessoa, talvez Edward Cullen fosse a sua alma gêmea.
– Você está com uma cara péssima! – Jéssica comenta ao entrar na sala da amiga e chefe.
– Dor de cabeça! – Bella disse levando a mão à testa – O que temos para hoje?
– Nada demais! – Jéssica disse – Você tem três reuniões, duas sobre patrocínio do próximo musical e uma com novos membros do concelho... Oh, que merda!
– Ótimo! – Bella disse e o sarcasmo era presente – Para quando é minha viagem?
– Próxima semana! Tem certeza que quer ir? Quero dizer, o Emmett pode cuidar disso pessoalmente, ele mora em Nova York!
– Relaxa! – Bella a acalmou – Eu quero ir! Nessie também vai, ela está de férias da escola e prometi leva-la para assistir o musical Frozen!
– Ótimo, a morte é sua! – Jéssica sorriu – Bom, sua primeira reunião será daqui vinte minutos, na sala de vídeo. Está tudo organizado, então acaba com eles!
– Obrigada, Jéssica, pode ir agora! – Bella respondeu simplesmente. Realmente ela não estava com um humor bom.
As duas primeiras reuniões aconteceram rapidamente, eram apenas detalhes bobos, arremates. A escola estava fechando acordos de patrocínio para um novo musical que, assim como os outros, tinha tudo para ser um sucesso.
 A sua última reunião aconteceu às cinco da tarde, Nessie estava com seu pai Emmett, ele a buscou na escola. Bella fora rápida em sua reunião, era sempre bom ter novos parceiros, mas ela ainda era dona de tudo, todo poder ainda era dela. Assim que reunião acabou, Jéssica apareceu na sala.
– Você tem visita em sua sala! – disse rapidamente – E meu horário já terminou, estou indo embora. Boa sorte e boa noite!
Antes mesmo que Bella pudesse perguntar do que se tratava ou quem era a visita, Jéssica já havia sumido. Ela era boa em fazer isso quando queria. Bella estava de mau humor, odiava imprevistos e nesse momento esse visitante era um imprevisto. A escola estava vazia, já eram quase sete da noite então todos já deveriam ter ido.
– Sinto muito pela demora! – ela disse abrindo a porta de sua sala e falando para o visitante misterioso — É que eu estava em uma reunião quando você apareceu...
Bella não terminou de falar, sua voz sumiu assim que ela viu quem estava em sua sala.
Edward Cullen estava sentado em sua cadeira com as mãos sobre a mesa. Bella gelou, sentiu o coração bater lentamente. Enquanto ela estava fora, deu tempo de Edward olhar atentamente cada detalhe da sua sala.
 Sobre sua mesa, havia várias fotos, fotos da Nessie, dela e alguns amigos, foto de Nessie na banheira, dela na escola em seu primeiro dia, dela no parque, dela comendo sorvete, várias fotos espalhadas pela sala. Havia uma foto de Bella e alguns amigos, o cara grandão que Nessie chamou de pai, cujo nome Edward não sabia. Jéssica, a sua secretária, Bella e outra pessoa desconhecida, mas que, por algum motivo, faziam parte de sua vida  e uma foto que poderia ser chamada de foto de família onde Charlie, Nessie e ela estavam juntos.
– O que está fazendo aqui? – a morena perguntou quando conseguiu falar.
– Interessante sua sala... – Edward falou com fingida indiferença segurando uma foto de Nessie onde ela estava vestida de coelhinha. – Você conseguiu afinal... Tem sua própria escola de dança, meus parabéns!
– Você não veio aqui só me dar os parabéns! – disse irritada andando em sua direção e tomando a foto de Nessie, colocando-a de volta ao lugar – O que você quer, Edward?
– Conversar! – respondeu olhando diretamente para Bella. Seu olhar era frio, o olhar que ele usava quando estava com raiva e chateado com algo. Talvez por esse motivo ela sentisse medo.
– Não acho que temos algo a falar! – tentou escapar – Já dissemos tudo que precisávamos dizer.
– Talvez. – ele disse ainda olhando-a daquela maneira que Bella conhecia bem – Senta. – ele disse sucinto, mas Bella sabia que havia uma ordem por trás daquelas palavras frias.
– Você está em minha sala, sentado em minha cadeira! – Ela disse tentando escoar toda tensão que estava sentindo.
– Digamos que isso não é nada comparado ao que você tirou de mim nesses últimos cincos anos! – o ruivo comentou estreitando os olhos para sua adorável amiga – Vamos conversar? – não era bem uma pergunta e Bella sabia.
Ignorando a sensação de raiva e ódio que estava sentindo, ela puxou a cadeira em frente a sua mesa e sentou. Agora eles estavam cara a cara e essa seria a conversa mais longa que eles poderiam ter.
– Não acho...
– O que aconteceu há cinco anos? – ele a interrompeu – Eu me lembro de quase tudo. Lembro-me de você indo me buscar no aeroporto, de chagarmos juntos à festa da Kate. Eu me lembro de ter bebido muito, mas não lembro como saí da festa e tampouco como cheguei à clareira.
- Por que está falando isso? – Bella   disse sentindo um leve arrepio percorrer seu corpo – Por que agora? Por que depois de tanto tempo?
Edward mantinha os olhos sobre uma foto de Nessie onde possivelmente ela tinha apenas alguns meses de vida, estava no colo de Bella usando toca rosa na cabeça e seu nariz estava vermelho, mas de algum modo parecia que ela sorria.
– Eu nunca soube o que aconteceu! – ele disse sem olhar para Bella, ainda olhava para a foto da menina – Eu acordei com uma grande dor de cabeça e forte ressaca. Eu nunca me lembrei de nada, não sabia, você foi embora sem dizer nada. Você me fez pensar que..
– Eu... – Bella começou a falar, mas calou novamente.
– Eu fiquei sabendo pela Kate! – Edward disse – Por ironia do destino a encontrei e, como sempre, ela foi bem falante. Você era o assunto principal, o fato de você ter engravidado logo após tudo acontecer, o modo...
– Edward! – Bella tentou falar, mas ele bateu com as mãos sobre mesa o que a fez tremer da cabeça aos pés.
– Eu não sabia! – ele praticamente que gritou as palavras e sua expressão era de pura agonia – Por que você não me disse? Por que não me fez ver? Por que você deixou que eu ficasse na escuridão?
– Você era meu melhor amigo! – ela gritou de volta e, por mais que estivesse irritada por ele estar fazendo-a sentir-se culpada, um estranho impulso de abraça-lo para tentar afastar toda a dor que via em seus magoados olhos verdes – Eu tentei dizer, mas você me colocou para fora da sua vida!
– Por que não forçou a barra? Por que você não gritou? Por que você não foi atrás?
– Por que você já tinha outros planos e eu não fazia parte deles!
– Você pode falar a verdade? – ele sussurrou – Nessie Swan... Ela tem algum parentesco comigo e minha família?
Mentira tem perna curta e Bella sabia. Ela poderia mentir, mas sabia que só se colocaria em uma confusão ainda maior. Ela conhecia Edward bem o bastante para saber que ele já tinha certeza, ele sabia a verdade ou jamais teria vindo atrás dela, sabia a resposta.
– Você não tinha o direito! – ele se exaltou quando a moça ficou em silêncio, tomou sua falta de resposta como uma confirmação – Você não podia!
– Você estava casado! – Bella gritou e foi a vez dela de socar a mesa – Você foi embora! Saiu daqui sem olhar para trás, o que você esperava?! Que eu te implorasse para voltar?! Lamento Edward Cullen, nunca fiz isso e seria então que eu o faria.
– Ela é minha filha! – ele gritou e afirmar isso com todas as letras e em voz alta inflamou sua raiva por Bella ter escondido esse segredo por todos esses anos.
– O fato de você ter fornecido o esperma não faz de você o pai! – ela cuspiu as palavras e isso só fez aumentar ainda mais a raiva que ele sentia.
– Eu nunca soube! – gritou saindo de seu lugar – Você tinha que ter me dito!
– Eu tentei! – ela respondeu com um sorriso irônico nos lábios – Naquela noite, quando você disse ao seu mordomo para me mandar embora. Sim, eu tentei te dizer a verdade, naquela época, mas você estava mais preocupado em não ficar pobre.
Edward ficou sem reação. Ele se lembrava desse momento, tinha descoberto sobre o testamento e a perda de sua fortuna.
– Você não tinha o direito... – sussurrou com um profundo ressentimento transparecendo em sua voz – Tirou cinco anos da minha vida.
– Não! – Bella disse ficando de pé e olhando-o cara a cara – Você mesmo tirou cinco anos da sua vida. Se te serve de consolo, ela nunca quis saber de você.
Bella estava machucada, mas queria machuca-lo, queria que ele sofresse também, pelo menos um pouco para começar a entender o que ela sofreu. O que ela não esperava era a reação dele. Edward ficou furioso e isso era possível ver em seus olhos e Bella se assustou quando ele a segurou pelos ombros e  sacudiu com um pouco de violência.
– Você nunca disse quem eu era! – vociferou na cara dela – Mentiu para mim e também mentiu para ela.
– Solte-me! – ela disse tentando se desvencilhar de seu aperto – Edward, me solta!
– Não! – ele disse com ódio – Você vai me ouvir! Você vai me ouvir!
– Eu não quero! – respondeu como uma criança mimada – Eu vou bater em você, me solta!
– Solta você?! Você mentiu por todo esse tempo!
– E você não estava nem aí! – disse entre dentes.
– Eu não sabia, caramba! – gritou sacudindo-a mais uma vez – Eu nunca soube que era você naquela noite até que Kate me disse que eu tinha saído da festa com você. Eu nunca achei que fosse você naquela noite.
– Por quê? – ela quis saber – Por que não poderia ser eu?
– Porque você era minha melhor amiga! – ele disse – E eu levei um soco quando tentei te beijar uma vez. Você jurou que nunca cairia nas minhas cantadas baratas, que jamais seria apenas mais uma na minha cama. Como eu podia pensar que era você naquela noite?! Eu estava bêbado!
– Eu também estava, caramba! – ela gritou conseguindo se soltar – Você nunca notou, merda, Edward! Eu sempre gostei de você, que porra! – ela gritou mais alto ainda – Eu odeio você, eu odeio você! – repetiu várias e várias vezes.
– De todas as garotas, você era a única que eu não podia ter... – Edward sussurrou.
– Sai daqui, Edward! – ela disse – Sai da minha vida, some! Você fez isso durante cinco anos, continue fazendo.
– Eu não vou! – ele disse segurando o braço dela novamente – Você pode gritar, xingar,  espernear, mas eu não vou. Você tem algo que me pertence também e eu não vou deixar para trás.
– Fique longe da Nessie! – gritou dando-lhe um tapa certeiro no rosto – Você não é nada para ela e continuará sendo assim, nada!
– Você está totalmente errada! – Edward disse passando a mão pelo rosto onde ela tinha batido. – Até mais, Bella.
– O que? Não! – ela disse andando em sua direção – Você não vai chegar perto da Nessie novamente! – o empurrou pelas costas – Fique longe da minha filha!
– Chega Bella! – ele gritou virando e segurando seus braços, puxando Bella para si. Eles ficaram perto um do outro, perto até demais – Não tenho intenção de ir embora e não tenho intenção de ficar longe, vou recuperar o tempo que perdi.
– Fique longe! – Bella sussurrou tentando parecer firme, mas sua respiração lhe traia fortemente.
– Acredito que não seja bem isso que você quer... – Edward disse – Só para você estar preparada: há outra coisa que eu quero saber, mas isso não é agora!
Antes que Bella entendesse o que estava por trás daquelas palavras, os lábios de Edward tomaram conta dos dela em um beijo rápido e inesperado, 


então ele se afastou e seguiu em direção à porta, apenas para olhar para ela, ainda parada no mesmo lugar.
–Ainda não terminou! – ele disse e saiu, deixando a morena perdida e totalmente atordoada.


Continua...

7 comentários:

  1. maravilhoso ,o que vai acontecer agora .esses dois tem que ficar juntos e viver esse amor.e deixar as magoas do passado. o meu medo é com a Tania. quando ela descobri.

    ResponderExcluir
  2. Omg! O que será que vai acontecer????

    ResponderExcluir
  3. Eita... Louca para saber o que vai acontecer!!!

    ResponderExcluir