Jul M

Oi

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Segundas Intenções -- Capitulo 53


Aconteça o que acontecer amanhã, ou para o resto da minha vida, agora estou feliz porque te amo.

                          --Frase do Filme Feitiço Do Tempo
Capítulo 53

Bella estava pálida como papel, sentada no sofá, o Detetive Mc Carte interrogava Alice que estava machucada na cama. Thony havia sido levado bem debaixo de seus olhos e ela não pode fazer nada, nem mesmo conseguiu ver a cara do sequestrador, e o pior era que a pessoa invadira a sua casa com tanta facilidade que ninguém conseguiu descrever algo sobre o intento, nem tão pouco conseguiu as câmeras de segurança captar alguma coisa, novamente elas tinham parado de funcionar.
—- Ela me ligou! - Edward gritou — Eu quero o meu filho de volta, aqui e agora.
—- Sr. Cullen se acalme! - O Detetive pediu — Estamos fazendo o melhor que podemos, o único jeito será esperar que eles entrem em contato... isso se entrarem...
—- Eles vão! - Bella afirmou.
—- O quê? – O Detetive e Edward, assim como outros  que estavam na sala, falaram ao mesmo tempo.
—- Bella, o que você sabe? - Edward perguntou e ela tirou do bolso do casaco um bilhete, o qual ela não sabia quem havia colocado ali.
Edward leu o bilhete, depois o Detetive o pegou da mão dele e também o leu.
—- Você sabe quem foi que escreveu isso? - O Detetive pediu — Não aceitaremos tal absurdo!
—- Você não tem voz nisso, será a minha escolha! - Bela disse.
—- Não, você não vai! - Edward disse assustado e nervoso ao mesmo tempo — Você não pode...
Foi quando Alice pegou o bilhete onde dizia... “o jogo é simples, a sua vida pela dele”
—- Não! - Alice gritou — Bella não, eles não faram nada a Thony, ele é só uma criança.
—- Eles farão sim, porque eles me odeiam! - Bela afirmou sorrindo, mas com um sorriso triste, igual aos seus olhos.
—- Não é assim que funciona! – O Detetive disse. Emmett já estava presente ali.
—- Você sabe quem é? - Emmett perguntou.
—- Só conheço uma pessoa que conhece jogar esse jogo tão bem quanto eu! - Bela disse — A única pessoa que me ensinou a jogá-lo.
—- A sua mãe... - Edward sussurrou – Ela não machucaria o próprio neto!
—- Eu não vou pagar para ver! - Ela disse e se levantou — Eu preciso de algo para beber.
—- Não é assim... você não vai aceitar isso!
—- Eu ou Thony! - Ela gritou e virou com raiva para o marido — É o meu filho! É o meu filho, eu não tenho medo de morrer por ele!
Edward ficou sem fala e a morena deixou as lágrimas caírem, então seguiu para a cozinha da casa de Alice. Ninguém foi atrás de Bella, ela precisava ficar sozinha, o fato era que Bella já tinha um seu plano. Ela saiu escondida e foi fácil, pois o Segurança a conhecia e ela simplesmente disse que precisava pegar um pouco de ar, que ela iria dar uma volta. As únicas pessoas que poderiam lhe impedir estavam discutindo na sala de visitas sobre o que fazer entaõ.
....................................................
Daria bastante trabalho encontrar Bella quando todos descobrissem. A jovem tinha começado a sua corrida contra o tempo. Emmett precisou pedir alguns favores e assim conseguiria rastrear o GPS do carro dela, além do celular. Ela estava em um estaleiro próximo a saída da cidade, estava tudo escuro e não havia barulho. Jasper, Emmett e Edward foram com a Polícia, além do Detetive. Quando eles  tentaram fazer a invasão, do lugar tiveram uma surpresa grande. Bella estava caída no chão, debruçada por cima de um corpo chorando, não demorou muito para Edward identificar o corpo, era da mãe dela.
—- Bella! Bella! - Ele disse correndo e pegando a mulher nos braços – Você está bem?
—- Ela está morta... Ela está morta! - Bela disse aos gritos e prantos.
—- Façam um levantamento deste lugar, vejam se ainda existe alguém por aqui. – O Detetive disse – Sra. Cullen, você precisa esclarecer o que aconteceu?
Antes que Bella abrisse a boca, o telefone de Edward tocou, mas uma vez era de um número desconhecido. Ele atendeu, colocando-o na viva voz, fez sinal para que todos ficassem em silêncio.
—- Sr. Cullen! - A voz disse.
—- Cadê o meu filho?
—- Garoto encantador! - Ela disse em deboche — Você não está sabendo jogar o meu jogo, está ficando difícil manter o seu filho vivo.
—- Onde está o meu filho? Me entregue-o, me leve no lugar dele, eu vou sem reclamar, apenas me devolva o meu menino.
—- Seria fácil demais!
—- Por que você quer Bella? - Edward perguntou.
—- Quero que ela jogue também! - A voz disse e todos se olham – Ela conhece esse jogo melhor do que ninguém, e ela saber o que acontece quando jogamos direito, a mamãe dela não soube jogar e nem o namorado babaca dela.
—- Você os matou?
—- Não é assim... Eles se mataram! - Ela afirmou — É simples Cullen, eu digo como se joga e você segue as regras.
—- Então o que você quer que eu faça? - Edward gritou.
—- Mate a sua esposa! - Todos ficaram mudo – Essa é a regra simples. Você a mata e o seu filho volta para casa, você tem 48 horas para fazer a escolha, e acredite, eu estou sendo boazinha.
—- O que vai fazer se eu me recusar?
—- Mandarei a cabeça do seu filho para você, em uma bandeja de prata!
O telefone ficou mudo, todos se entre olharam, Bella estava pensativa, era possível ver o desespero em sua face. A morena estava destruída.
—- Acho que precisamos sair daqui! - Emmett disse olhando para eles.
—- Vamos voltar para casa! - Jasper disse.
—- Vamos ficar de olho, a Polícia vai continuar trabalhando, vamos monitorar o seu celular, Senhor Cullen. Eu estarei em sua casa em poucas horas, para pensarmos no próximo passo.
Ninguém disse algo a mais, apenas seguiram para os seus carros, entraram e partiram.
..............................................................
—- Não. Você não pode fazer isso! - Alice disse e Rosie estava com ela – Que tipo de louco faz uma coisa dessas? Que monstro é esse?
—- Eu não vou fazer isso Alice, vamos achar um jeito!
—- Temos 48 horas para isso? Como vamos fazer se até agora nem a Polícia consegue achar o culpado?
—- Edward é o único jeito!
—- Eu não vou matar você, Bella! - Ele gritou — Eu não posso matar você!
—- Acho melhor todos descansarem! Estamos muito agitados. - Jasper disse — Precisamos pensar com calma. Alice e Rosie levam Bella para tomar um banho, ela estava precisando.
—- Vamos Bella! Você precisa de um banho, além de comer alguma coisa. - Alice disse — Danielle traga alguma coisa para ela comer.
—- Claro Senhora!
As mulheres saíram da sala, deixando os homens sozinhos.
—- O que vamos fazer? 48 horas será pouco tempo! - Emmett disse — Nós precisamos rastrear de onde vem os telefonemas.
—- De algum telefone público! - Edward disse — O pior é que quem está fazendo isso, está sempre a nossa frente.
—- Então nos conhece... - Jasper deduziu.
—-Faz sentindo! - Emmett concordou.
—- Mas quem? Temos vários amigos.
—- Quem dos nossos amigos odeia Bella? - Emmett perguntou – Além do Black?
—- Os Danelli! - Jasper disse chamando a atenção para ele – O quê? Eu sei que Bella deu uma guinada e destruiu os Denali. Kate já comentou isso algumas vezes.
—- Mas como eles fariam isso? - Emmett disse — Kate não é muito esperta e Nessie vive em seu mundinho rosa.
—- Eu acho que Black! - Edward disse — E se for ele, vou matá-lo com as minhas próprias mãos.
—- Precisamos descobrir.
O Detetive fez várias perguntas para Bella, que não soube responder, assim que ele saiu, Alice deu um remédio para Bella tentar dormir, o dia foi bastante tenso e a mãe dela estava morta, alguém matara a mulher e Bella não fazia ideia de quem havia sido.
....................................
Bella dormiu profundamente aquela noite, graças ao remédio que Alice lhe deu. Enquanto ela dormia, Edward e os rapazes quase não pregaram os olhos, tentando achar uma solução para o problema, que ficava maior ainda.
—- Café? - Alice perguntou a Rafael, o hacker estava os ajudando, porém ainda não descobrira algo de concreto.
—- Sim, por favor! - Todos aceitaram.
Bella desceu a escada usando jeans velhos e cabelos presos em um rabo de cavalo. Os olhos inchados, pois foi dormir chorando, mas havia algo diferente nos seus olhos.
—- Bella! - Edward disse se levantando e indo até ela — você está... - Ele não terminou a frase, não fazia sentido naquele momento.
—- Mas vou ficar! - Ela disse — Eu tenho um plano e vou precisar da ajuda de vocês.
Todos olharam para ela, sem entender nada, Bella parecia que estava ficando perturbada com a situação toda, assim como todos ali presentes, o cenário não estava nada legal e as coisa só pioravam.
—- Qual o plano? - Rosie fora a primeira a perguntar e sorri – É bom ter você de volta.
—- Estava precisando voltar! - Bela disse — É um jogo para ela ou ele, quem quer que esteja fazendo isso.
—- Pelo menos é o que diz... - Jasper reflete.
—- Ninguém joga o meu jogo melhor do que eu! - Bela disse - Eu conheço muito bem as regras.
—- O que você quer dizer? - Emmett indaga.
—- O alvo sou eu! - Bela dispara — Não importa de qual forma, mas o final deverá ser com a minha morte. Você, Edward é apenas um pião no meio dessa joga.
—- Onde quer chegar?
—- Vamos matar a rainha! - Todos arregalaram os olhos.
—- Boa ideia! - Rosie disse — O mesmo plano?
Ninguém entendeu nada do que elas falavam, apenas se olharam sem entender
—- Ela ou ele vai ligar novamente! - Bela disse — deixe-me falar com ela.
—- Mas Bella...
—- Calma Edward! - Rosie diz — Bella sabe o que está fazendo.
—- Tudo bem! Vamos esperar a ligação...
—- Depois que eu falar com ela ou ele, direi o que faremos.
Ninguém disse nada, apenas acenaram com a cabeça, o Detetive chegou lá pelas dez para prestar esclarecimentos e tentar colher mais informações, quase meio dia, ele saiu da casa do Cullen, estavam todos na sala. Quando o celular de Edward tocou novamente, de um número desconhecido. Havia uma equipe lá tentando rastrear a chamada. Ele colocou na viva voz, ao atender.
—- Sr. Cullen? - A voz disse.
—- Lamento, é a Sra. Cullen! - Bela disse e todos ficaram calados.
—- O meu jogo não é com você! - Ela diz.
—- Agora é! - Bela rebate.
—- Você não sabe jogar esse jogo!
—- Pelo contrário, é o meu jogo preferido! - Ela diz seca – Onde está o meu filho?
—- Não é com você que quero falar.
—- Tarde demais, já está falando!
—- Passe para o Sr. Cullen.
—- Sabe o que vou fazer quando encontrar você?
—- Você nunca vai me encontrar! - Ela sorriu e Bella suou frio.
—- Vou explodir os seus miolos com uma bala 38! – A voz ficou em silêncio do outro lado da linha — Mas antes, eu vou ter o prazer de quebrar a sua cara, só que dessa vez, será mais divertido do que da primeira vez que fiz isso.
—- Você não sabe quem eu sou. Ninguém sabe!
—- Tem certeza? Olha que posso ser bem mais esperta do que você.
—- Passe para Cullen ou eu mato o seu filho!
—- Como você quiser! E a propósito, a sua escuta não é tão boa assim!
Bella pegou a arma de cima da mesa, o artefato era da Polícia, ela atirou cinco vezes contra a parede estourando os canos do alarme de incêndio da casa. Alice e Rosie gritaram assim como os outros que se assustaram.
—- O próximo será na sua cabeça e então fuja rápido porque eu estou indo atrás de você!
Ante que eles se descem conta, Bella estava correndo para porta, mas dessa vez, Edward não ficara para trás.
—- Bella você não vai sozinha! - Ele gritou.
—- Bella! Os outros vieram atrás.
—- Quem é Bella? Quem é ela? - Rosie perguntou.
—- É a vadia da Nessie Denali. Eu mato essa cadela! - Ela disse entrando no carro, o marido entrando logo atrás — Eu sei onde ela está.
Bella seguiu em direção ao local em que ela sabia que a jovem Denali estaria, e de fato, ela estava. A casa, tipo chalé onde Jacob a levou uma vez. Foi ali que ele contou para ela, que ele era rico e que estava indo morar com o pai. Atrás do carro deles, havia um carro da Polícia e das outras pessoas. Bella saiu do carro correndo, sendo seguida pelo marido, invadindo a casa!
—- Ah! - Bela gritou ao se deparar com o corpo de Jacob no chão, ele estava morto.
—- Minha nossa! - Edward disse, Emmett estava em sua cola, assim como os outros.
Nessie apareceu no topo da escada, ela parecia tão angelical, mas Bella sabia que ela não era um anjo.
—- Aonde está o meu filho?
—- Você é esperta! - Nessie disse — Porém demorou muito.
—- Nessie, o meu filho! Onde ele está? - Edward perguntou.
—- Você só tem que matá-la e eu lhe entregarei o menino!
—- Eu não vou matá-la, a Polícia está aí fora, você vai ser presa. - Ela gargalhou e sorriu diabolicamente.
—- Acha que me importo? Olhe a sua volta! - Ela gritou, foi quando eles encontraram o corpo de Tania — Eu não tenho mais nada a perder!
—- Então entregue o meu filho. - Bela ordenou.
—- Seria fácil demais! Ainda mais para você que me tirou tudo!
—- Eu não fiz nada!
—- Você tinha o amor dele! - Nessie gritou — Eu nunca vi aquilo, até ele dizer. Você era o amor dele, você sempre foi o amor dele.
—-   Eu...
—- Lamenta? Não minta! - Nessie gritou e mostrou a arma que tinha em seu poder — Ele sempre te amou! Eu era apenas a esposa troféu... Você, você foi o grande amor dele, mas não tinha dinheiro, era pobre e vigarista.
—- Nessie solta a arma! - Edward pediu e Emmett reforçou.
—- Você destruiu a minha família, o meu casamento, nada mais justo, eu acabar com você também. Sinto muito Edward, você é um cara legal, mas a sua esposa é uma vadia.
Nessie deu o primeiro disparo, só que foi na parede e todos se abaixaram.
—- Srta. Denali, por favor, mantenha a calma! – O Detetive pediu.
—- Estarei calma quando acabar com ela! - Nessie disse – Vamos Edward, mate-a ou eu a matarei.
Foi nesse momento que um barulho veio do andar de cima, Nessie olhou para lá, depois para Bella.
—- Cretina! - Ela gritou e tentou correr, mas Bella correu para cima dela, a puxando.
—- Rosie, tranca a porta! - Bela gritou.
Foi aí que começou a confusão, Edward correu para cima, assim como Emmett. Bella estava enroscada com Nessie a arma havia caído e com muita luta, ela conseguira pegar a Denali.
—- Você vai me pagar! - Nessie gritou enquanto os dois Policiais a seguravam.
—- Você está presa Srta. Denali! - O Detetive declarou.
 Rosie estava com Thony nos braços, a loira havia escalado a varada da casa e entrado pela janela. Bella havia conversado com ela, na noite passada, antes de cair no sono profundo. Ela tinha uma desconfiança e se fosse verdade, precisaria de ajuda. Rosie era a única que sabia uma parte do plano, e aquela era a parte que ela colocaria em prática, e foi o que ela fez.
Estava todos felizes por terem o menino Thony de volta, que deixaram de lado a louca da Denali.
—- Todos terão que prestar depoimento ainda hoje! – O Detetive disse.
—- Pode deixar, será um prazer colocar um ponto final nisso!
Eles sorriram, foi quando começou o tumulto novamente.
—- Você tirou de mim tudo o que eu amava! - Nessie gritou — Eu vou tirar tudo que você ama!
Nessie tinha nas mãos uma arma que ela tinha pego do Policial que tentava colocá-la no carro, para poder irem para a Delegacia. Ela apontou para Edward e disparou, foram três tiros.
—- Não! - O grito de Bella fora alto e o silêncio tomou conta do lugar, mas logo veio a gritaria.
 O corpo de Bella caiu nos braços do Cullen, a morena estava pálida e nos lábios havia sangue.
—- Não! - Edward gritou segurando-a em seus braços — Não Bella, por favor, não! Por que você fez isso?
Bella foi atingida pelos disparos, a Polícia conseguiu conter Nessie, mas já era tarde, Bella havia se atirado na frente do marido, tomando para si os tiros que seriam para ele.
—- Cuida de Thony! - Ela sussurrou.
—- Não, você vai ficar bem! - Ele disse, já com os olhos cheios de lágrimas. Rosie havia tirado o menino de perto.
—- Eu sempre amei você! - Ela disse e a sua voz estavam cada vez mais fraca.
—- Não! - Ele disse — Não Bella, fica comigo! Pelo Thony, fica...
Emmett já tinha ligado para a emergência e a ambulância já estava a caminho. Mas parecia que levaria uma eternidade, o desespero de seu amigo, era cada vez maior.
—- Não Bella, fica comigo! - Ele disse balançando-a nos seus braços — Você não pode me deixar, eu te amo.
Bella então sorriu bem fracamente para o marido, os olhos estavam turvos e então, eles se fecharam.


Fim 

8 comentários:

  1. Omg! E o epilogo?
    Não pode acabar assim....
    Maldade

    ResponderExcluir
  2. Uau não acredito que término assim 😱

    ResponderExcluir
  3. UAU!
    Você nunca matou a Bella em uma de suas estórias.
    Espero pelo epílogo, mas acho um pouco difícil já que eu também não lembro de você pondo um FIM antes do epílogo.

    Por favor esperamos o EPÍLOGO.
    🙏🏻😔😳

    ResponderExcluir
  4. Omg eu não acredito,vc não tem pena da nossa sanidade mental?
    Como vc acaba com essa fic assim?
    Esperando pelo Epílogo.

    ResponderExcluir
  5. Não faz isso não a mate Bella e Edward São eterno juntos

    ResponderExcluir
  6. Não terminou assim!!!
    Cade o epilogo???
    Meu Deus!!! Que confusão!!!!
    Ela sobreviveu... Ela tem que sobreviver!!!!!!!!
    Não faz isso, por favor!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. jura ela morreu coitado do edward sempre acaba sozinho e de coração partido

    ResponderExcluir
  8. QUE FIC MAIS MARAVILHOSA, AMEI! ESTOU ANSIOSA PELAS PRÓXIMAS, ESPERO QUE ESCREVA A EMPREGADA PQ GOSTEI MTO DA SINOPSE.

    ResponderExcluir