Jul M

Oi

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

O Tempo Não Para -- Capítulo 2


Com o tempo, todos os finais tristes se tornam alegres. O final triste é só para o autor parar de contar a história. Mas ela continua. Só não é contada.
                              Frase do Filme Vida Comum
Capítulo 2

Bella estava em sua sala, já haviam se passado duas semanas desde a conversa com pai. Sua assistente pessoal Jéssica passava a agenda dela do dia, ela teria duas reunião com duas empresas que queriam contratar o serviço da sua escola.
— Você já os viu? – Jessica perguntou assim que o silencio tomou conta da sala.
— Do que está falando? – Bella perguntou.
— Dos Cullens! Eles já estão de volta à cidade.
— Ainda não tive esse desprazer. – Disse.
— Você ainda está chateada.
— Jéssica, sabe que somo amigas, mas eu não quero falar sobre isso.
— Desculpa! É que você nunca fala sobre isso.
— Se alguém não quer falar sobre algo é sinal que ela quer esquecer.
— Vai fica difícil com eles de volta a cidade.
— Tentarei evitá-los.
— Meio difícil. – Jéssica disse — Eles alugaram o salão principal da escola para uma festa.
— Quem? – Bella perguntou pálida.
— Felix Torrer, ele trabalha para eles.– Jéssica respondeu— Foi ele que alugou o salão.
— Ok Jessica, negócios são negócios.
— Ótimo, por que você também foi convida para festa. Aqui está o convite. – Jessica diz — Na verdade acho que toda cidade foi convidada, ou pelo menos as pessoas importantes da cidade, e agora você tem nome nessa cidade.
— Eu não vou a essa festa! – Bella disse com convicção.
— Ficou louca? É agora que você tem que vir, afinal, acha mesmo que terá outra chance como essa para esfrega na cara da Denali que você tem mais dinheiro que ela.
— Jéssica...
— Não, Bella! Eu odeio essa vadia mais do você, mas eu em seu lugar estaria nessa festa e estaria linda, só para mostra para essa vaca que no final ela acabou sem nada.
— Jéssica... – Bella tentou dizer outra vez, mas foi interrompida.
— Não. Você vai mostra para aquela vaca que agora tem nome e sobrenome. Não era ela que via se vangloriando por ser tão incrivelmente rica? Agora ela é a pobre e não você.
— Ela não é exatamente pobre. – Bella diz.
— Bom,  ela não tem mais dinheiro, depende do dele, todo mundo saber. – Jéssica diz. — E afinal você não precisa fica a festa toda, só precisa esfrega na cara dela o seu poder e depois pode ir embora.
— Do que é essa festa?
— Baile à fantasia, escolha a sua e seja feliz! – Jéssica disse sorrindo — Eu venho de mulher gato.
— Vou ver o que posso fazer. – Bella diz — Quando é a festa?
— Depois de amanhã. – Respondeu.
— O que? Assim tão em cima da hora?
—- Ah dá tempo. Dê uma passadinha no shopping quando sair daqui.
— Jéssica, você é a pior assistente que alguém pode ter!
— Eu sei, e você me adora também.
Ambas sorriram e com isso o clima que era tenso ficou mais relaxado e descontraído.
......................................
Tania estava entediada, afinal, Forks era uma cidade pequena, mas havia mudado nos últimos cinco anos. Havia mais modernidade nela, possuía shopping, novos cinemas, casas noturnas, bares, mas ainda assim nada comparado com a agitação e badalação de NY.
— Estou saindo. Quer alguma coisa Alice? – Jasper perguntou.
— Não, obrigada! – Alice disse sorrindo para marido. – Por favor, não deixe Jake comer doce antes hora do almoço.
— Claro. Vou busca ele na escola e venho direto para casa.
— Ótimo! Quando chegarem almoçamos juntos, acredito que Edward não irar demorar a chegar.
Tania apenas revirou os olhos e saiu da sala indo para seu quarto. Ela sabia que não se encaixava nessa família feliz.
..................................
 Jasper estava saindo do carro e indo em direção à escola do filho quando o avistou de longe. O filho brincava com uma menina de cabelos acobreados e de pele clara. Ele sorria alegremente e a menina também. Jake não era uma criança fácil de fazer amizade, Jasper sabia disso, mesmo sendo criança ele já tinha alguns traumas deixados pela sua antiga vida.
— Olá! – Ele disse para a jovem morena que parecia ser a professora do filho. – Sou Jasper Halle, o pai do Jacob Halle.
— Olá Sr. Halle, sou Ângela, professora do seu filho! – Ela sorriu em gentileza – Vou chama-lo, só um minuto. – Pediu.
Fora questão de segundo, assim que Jake viu o pai saiu correndo e levando a bolsa junto.
— Papai! – Ele disse animado e se jogando no colo de Jasper. — Vem! Vem!  Quero que conheça minha amiguinha nova! – Jake disse animado.
Jasper sorriu pela agitação e animação do menino e o seguiu em direção à menina que estava agora parada os olhando.
— Papai! Papai essa é minha amiga Nessie! – Jake disse.
— Olá Nessie. – Jasper diz — É um prazer conhecer você. Eu sou Jasper Halle, sou o pai do Jake. Você tem lindos olhos.
— Obrigada! – Nessie respondeu sorrindo — Você também é bonito, mas não se parece com Jake. – Observou.
— É que ele é mais bonito. – Jasper diz e pisca para menina que sorri. – Bom, temos que ir Jake, sua mãe já está esperando você para almoço.
— Tudo bem. – Ele diz — Até amanhã Nessie.
— Até Jake! – Ela disse sorrindo e batendo a mãozinha animada.
Quando Jasper pegou as coisas de Jake e seguiu para sair, foi nesse momento que Bella entrou feito furacão.
—- Ângela me desculpa! – Ela disse agitada como sempre— Problemas, uma reunião terminou tarde, e...
— Ei, calma! – Ângela disse – Ainda está no horário.
— Eu vim corredor. – Bella disse — Meu pai me mata se souber que estava dirigindo feito uma louca novamente.
— O xerife é osso duro! – Ângela diz.
— E pior, ele é meu pai! – Bella brinca sorrindo — E não duvide nada dele manda me prender, acredite, ele adoraria fazer isso só para passar mais tempo com a neta. – Ângela gargalhou e então voltou à atenção para Nessie que estava distraída.
— Nessie, sua mãe chegou. – Nessie pegou suas coisas e veio andando.
— Você está atrasada! – Ela disse.
— Eu sei! – Bella disse — Não ganho nem um beijo?
— Vou poder tomar sorvete?
— Depois do almoço. – Bella diz.
— Oba! – Nessie diz pulando, abraçando e a beijando.
— Ok, vamos para casa? Estou caindo de fome. – Bella diz e faz cosquinhas na menina que sorri.
— Até amanhã tia Ângela!
— Até Nessie.
Bella apenas acenou e saiu levando a bolsa da menina e segurando a mão de Nessie.  Bella estava tão distraída que não se deu conta que Jasper estava lá.
.......................................
Estavam todos na mesa. O almoço já estava sendo servido. Jake comia animado, já havia contado para todos na casa que tinha uma nova coleguinha e disse que ela era linda.
— Quem é essa garota? – Edward perguntou — Você a viu Alice?
— Não, foi o Jasper que foi busca ele.
— Ela é linda! – Jasper diz — Não me surpreende dele estar tão animado. A garota é linda, só tem o nome estranho.
— Serio? – Tania diz — O que não é difícil, já que aqui só tem caipira.
—- Qual é o nome dela Jake? – Edward perguntou.
— Nessie! – Ele disse com boca cheia.
— Realmente não é um nome muito comum. – Edward diz.
— É horrível! – Tania disse — Mas o que se pode espera dessa cidade.
— Vocês irão ficar impressionados em saber quem é a mãe dela... – Jasper comenta – Eu Fique surpreso em vê-la lá.
— Quem? – Alice pergunta — Vai dizer que um dos nossos amigos da escola?
— Exato! – Jasper diz.
— Normal. Tania disse — Cidade pequena. Esse é o fim de todos dessa cidade, terminar o colégio, se casar e ter um bando filhos.
— Isso eu não sei dizer. – Jasper diz — Mas posso dizer que o tempo só lhe fez bem!
— Quem é a pessoa? - Alice perguntou — Está me deixando curiosa.
— A Swan! – Jasper diz por fim.
Edward parou a garfada na metade do caminho e congelado como se estivesse lembrando-se de algo. Jasper continue sua fala.
 — Pois é, eu também fique surpreso, ela estava lá. Muito linda e muito bem vestida. Chegou atrasada para buscar a menina, mas parece que ela já é bem conhecida.
— A Swan? – Tania disse sorrindo com descrença — Logo ela que queria ser a mais santa, francamente, acabou assim, aposto que nem foi para faculdade como ela vivia dizendo de boca cheia que seria alguém. Estou vendo, está sendo mais uma infeliz que se afundou de vez nessa cidade de merda.
— Tania! – Edward disse — Poupe o seu veneno.
— O que? Vai defende sua amiga? Logo ela? Você nem teve coragem de convida ela para seu casamento e agora quer defende-la? Francamente! Ela teve ter se casado, Mike, afinal ele era único babaca que caia na conversa dela.
— Perdi a fome! – Disse Edward — Vou volta para o trabalho, até por que trabalho é o que não falta.
— Você podia guardar seu comentário para quem de fato que ouvir! – Alice diz.
— Apenas disse verdade.
— Ninguém lhe perguntou! – Alice rebateu se levantando da mesa e indo atrás do irmão. – Edward, espera!
— Alice, me deixa! – Ele diz.
— Você sabia que isso podia acontecer! – Ela diz.
— Eu sei! – Ele disse parando – Só não pensei que fosse ver com meus próprios olhos.
— Bom, eu acho que vocês precisam conversa. – Alice disse — Vocês sempre foram bons amigos, acredito que amizade de vocês não tenha morrido assim tão fácil, vocês sempre foram inseparáveis.
— Mas o destino nos separou! – Ele disse — Estou indo para empresa, até anoite.
— Até!
..........................................................................
No dia seguinte Edward fora busca Jake na escola. Queria ver de perto a menina, e também queria ver Bella, porém não foi Bella que fora a buscar e sim Charlie. A menina ficava elétrica perto do avô. Ela era linda de verdade, tinha os lindos olhos verdes e os cabelos acobreados, ela realmente tinha pouca coisa de Bella, mas dava para notar em alguns traços que era sua filha.
— Alice como anda os preparativos para a festa de amanhã? –  Edward perguntou.
— Tudo certo! – Disse — Já falei com todos que estão organizando, amanhã estará tudo no ponto.
— Ótimo! Quero fazer uma boa impressão a todos.
— Na verdade você apenas que mostra que tem dinheiro, mais do que todos! – Tania diz.
— Tania querida, já disse para guardar seus comentários para quem deseje ouvir! – Alice diz.
— Será que podemos terminar o jantar em paz? – Jasper perguntou.
— Seria ótimo. – Edward diz — Todos os convites foram entregues?
— Edward, está tudo certo, não precisa se preocupar.
— Tudo bem Alice.
.............................
Bella se olhou mais uma vez no espelho aquela noite. Ela respirou profundamente e então saiu. Nessie ficaria aquela noite com seu avô, afinal, ele não tinha a menor intenção de ir à festa.
Enquanto Bella se dirigia para o local da festa, o próprio local já estava cheio de convidados, alguns não era nem mesmo da cidade, eram futuros sócios, e sócios da empresa do Cullen.
— Você está ótimo de Peter Pan! – Alice disse sorrindo — Só se mantenha calmo, todos aqui nos conhecem e conhecem você.
— Eu sei Alice, mas ainda assim e difícil!
— Entendo irmão, mas tente. – Alice estava vestida fada o que era bem a cara dela. Jasper lhe fazia companhia, estava vestido de Elfo.
— Para uma festa em cidade pequena está em um ótimo nível! – Tania disse se aproximando a loira  estava vestida de Cleópatra.
— Ai Tania, você insiste em nos impor sua presença, já deveria te desistido disso.
— E perder a chance de deixar você e seu irmão irritados? Sem chance! – Tania diz – E além do mais, seu irmão ainda tem excitação por mim, afinal, quando ele quer amor é nos meus braços que ele busca.
— Sua...
— Alice! – Edward a segurou. – Não vale a pena.
— Pelo contrário meu querido, eu sempre valho a penas! – Tania diz e sai sorrindo.


Continua...

6 comentários:

  1. Ansiosa por essa festa, ela com certeza promete.

    ResponderExcluir
  2. Cara... Essa Tania é uma Puta de quinta...

    E tenho certeza que a Nessie é filha do Eddie... Só não sei como ele ainda não percebeu...

    Amando a fic...

    ResponderExcluir
  3. Ansiosa pela festa quero ver o salão fever

    ResponderExcluir
  4. Já amei... Espero que essa Bella não seja como a outra que você terminou, começou com uma Bella forte, determinada e acabou com ela sendo uma boba que aceitou as merdas do Edward. Por favoooor que essa Bella tenha tido relacionamentos depois do Edward e que ela tenha alguém. Amooo histórias assim, que a mulher seja forte e não uma boba que ficou parada no tempo. Amo de mais suas histórias.

    ResponderExcluir