Jul M

Oi

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Capitulo 32


“Como a vida é engraçada, né? Bem na hora que você pensa que está tudo resolvido, bem na hora em que você finalmente começa a planejar alguma coisa de verdade, se empolga e se sente como se soubesse a direção em que está seguindo, o caminho muda, a sinalização muda, o vento sopra na direção contrária, o norte de repente vira sul, o leste vira oeste, e você fica perdido.”
— Simplesmente Acontece

Capítulo 32

Alice cumpriu tudo o que havia prometido a Bella. Interrogou a cunhada durante todo o dia, enquanto estavam na  Faculdade. No final, Bella voltou para casa sozinha, pois Alice iria sair com algumas amigas, segundo ela. Bella sabia que a amiga estava envolvida com umas pessoas, ela suspeitava de quem eles fossem, mas ainda não tinha certeza.
—- Olá! Tem alguém em casa? - Bella chamou ao entrar.
—- Senhora! - Daniele respondeu – O Sr. Cullen saiu, mas disse que há alguns relatórios para você, sobre a sua mesa!
—- Obrigada Danielle! - Bella agradeceu — Vou tomar um banho primeiro, depois vejo isso!
—- Como desejar!
.........................................
Edward estava em seu escritório, Emmett estava com ele novamente. Emmett tinha o seu próprio Cartório, porém ele era sócio de Edward em alguns negócios e até mesmo no escritório. As suas ações eram poucas, mas ainda assim, ele gostava de acompanhar tudo de perto. Edward era o dono majoritário, ele tinha total controle sobre tudo.
—- Deveria ter aproveitado. - Emmett sugeriu.
—- Eu tenho muito trabalho acumulado Emmett. - Edward justificou — Pretendo tirar férias com Isabella e dar a ela uma lua de mel digna, mas primeiro preciso finalizar alguns contratos e negócios, além do mais, Bella tem a Faculdade. Por falar nisso, Alice está prestes a se formar.
—- Bem lembrado... Falando em Alice, eu a vi no sábado em um restaurante... - Emmett comentou.
—- Que mal há nisso?
—- Bom, ela estava com Jasper, filho de Fernandes!
—- Como?
—- Não estou fazendo fofoca... - Emmett resultou — Apenas estou contado o que vi, porque sei que você é muito protetor e nos sabemos quem é Jasper...
—- Eu entendo! - Edward matutou - Eu vou conversar com Alice, não me agrada nada ela estar sendo vista com Jasper. Mesmo ele sendo filho do meu amigo Fernandes, acho que Alice merecia alguém melhor e não um aventureiro.
—- Foi o que pensei! - Emmett assentiu.
—- Quando será o seu casamento?
—- Rosie ainda está organizando as coisas, ela quer um grande evento.
—- Com toda certeza, será! - Edward disse sorrindo conhecendo a noiva do amigo, ele sabia que seria um grande evento — É melhor voltamos ao trabalho, antes que se acumule mais.
.........................................
Bella estava na Biblioteca  trabalhando, desde que ser casou com Edward, ela pediu demissão do antigo emprego e voltou a trabalhar com o agora marido. Ela estava concentrada quando Danielle entrou na sala.
—- Senhora... - Danielle chamou a sua atenção — Tem um jovem querendo falar com você, na verdade...
—- Sou eu! - Jacob disse invadindo a sala mais atrás de Danielle.
—- Desculpe-me, Senhora!
—- Tudo bem, Danielle. - Bella garantiu — Você pode sair agora, eu conheço o jovem, ele é o Sr. Black marido de Nessie.
Danielle fez aquela cara de surpresa, ela conhecia Nessie, a quem  Bella se referia, era amiga de Alice, elas  cresceram juntas. Danielle saiu fechando a porta.
—- O que veio fazer aqui? - Bella perguntou — Veio dá-me parabéns? Ou já veio pedir clemência?
—- Vadia barata! - Jacob urrou entre os dentes — Não pense você que vai conseguir alguma coisa, você ainda é um nada e sempre será um nada.
—- Lamentavelmente, para o seu total desespero, eu sou a mulher de um Cullen... E você sabe o quanto esse nome tem poder nessa cidade.
—- Então imagine você quando ele descobrir o que você fez... Como esteve jogando sujo com ele!
—- Jacob, nós dois sabemos do que eu sou capaz, não queira pagar para ver, não me faça eliminar você antes do tempo.
—- Você não tem poder para isso!
Bella levantou uma sobrancelha, abriu um sorriso de fazer coração parar, já Jacob tinha um olhar de raiva e de quem também não estava disposto a perder.
—- Veio declarar guerra? - Bella pediu — Pois bem, eu aceito! Só não diga que eu não te avisei!
—- Conheço um jeito de derrubar você, e não pense que não farei! - Jacob disse olhando com ódio para ela — Soube que tentou comprar as ações de minha empresa, não pense que conseguirá.
O moreno saiu da sala, por mais que ele odiasse Isabella, ele sempre se sentia abalado perto dela, o problema era que Jacob a tinha em suas mãos, no entanto, ele  a trocou pelo dinheiro e Bella não era o tipo de mulher que aceitava muito bem uma rejeição.
—- Você nem imagina o que tenho para você, meu queridinho...
.............................
Já era noite quando Edward voltou para casa, Alice ainda não estava lá, já era sete da noite quando ele entrou na Biblioteca e viu a sua adorável esposa lendo o que parecia ser documentos.
—- Boa noite! - Ele disse parando encostado à porta.
—- Querido! - Ela disse abrindo um largo sorriso — Senti a sua falta! - Ela fez bico.
—- Também senti a sua!  - Ele disse - Por falar nisso, foi muita.
—- Sério? Mas duvido que tenha sentido mais do que eu! - Ela disse indo em sua direção e abraçando-o pelo pescoço – Senti muitas saudades!
—- Eu também, já disse! - Ele sorriu e fez um carinho no rosto dela, então a beijou nos lábios.
Como todos os beijos dele, tudo começou calmo e então foi perdendo o controle pouco a pouco, em questão de segundos, Edward estava levantando Isabella, à menina passou as pernas em volta de sua cintura, às mãos dele tomaram conta da bunda da esposa, dando um leve apertão, até ele colocá-la sobre a mesa e parar o beijo apenas para mudar de lugar indo, para o pescoço.
—- O seu cheiro é viciante - Ele disse quanto a beijava no pescoço.
Bella tinha a cabeça tombada para trás, um sorriso de prazer nos lábios. Edward seguiu mais alguns minutos com a tortura, até que a menina o afastou e empurrou-o um pouco para longe. Ela saltou da mesa e caminhou um pouco, parando em frente à mesa. A morena usava uma blusa branca, saia preta e saltos altos como sempre, ela sorriu com malícia e então levantou a saia e se curvou dando total acesso ao homem.

A morena sabia como perturbar o maior, Edward, claro, teve uma reação automática àquilo, o seu pau ficou duro como uma rocha,  ele caminhou até ela e com delicadeza, passou a mão pela bunda da moça.
Ele a puxou para cima dele, beijou-a novamente, as mãos dele escorregaram pelas costas da menina, indo parar em sua bunda, onde ele a acariciou, antes de apertar.

Foi algo  rápido, sem preliminares extensivas... Edward se livrou de algumas roupas, então Isabella estava sobre a mesa do escritório, enquanto o seu marido a penetrava com força, intensidade, fazendo com que ela gemesse em seu ouvido e por fim, ambos gozaram e caíram ofegantes.

.................................
Bella estava de quatro sobre a cama, enquanto o marido a penetrava por trás e lhe beijava o pescoço ao mesmo tempo. Os movimentos eram lentos e Bella se movia junto com ele, seguindo o seu ritmo.

Em um movimento rápido, Bella estava sentada no colo de Edward, enquanto ele mantinha o ritmo lento, penetrando-a bem devagar, a sua boca beijava toda a parte possível que ele conseguia alcançar, causando na menina, sensações boas ao ponto de fazê-la gemer alto.

As pernas de Isabella estavam em volta da cintura do marido,  eles estavam deitando na cama. 

Edward metia nela em um ritmo cadente e profundo, ambos estavam prontos para explodir, só foram mais duas investidas dentro dela, para que ela gritasse o nome dele e gozasse no pau do marido, sendo logo acompanhada por ele.
.......................
A morena estava deitada por cima do peito do maior, ele tinha uma ponta do seu cabelo preso em seu dedo.
—- Preciso de sua ajuda! - Edward pediu e Bella levantou a cabeça para olhar para o marido — Você saberia me dizer se Alice está envolvida com alguém?
—- Edward... - Bella calou e mordeu os lábios.
—- Bella, Emmett me disse que viu Alice com Jasper em um restaurante, enquanto estávamos fora em lua de mel.
—- E qual é o problema?
—- Jasper não é a melhor escolha para Alice!
—- Por quê?
— Bella, ele é um galinha, conquistador, não é o tipo de cara que quero perto de minha irmã.
—- Pensei que fossem amigos...
—- Somos, e é por esse motivo que não quero!
—- Não sei, ela não me disse nada! - Bella disse olhando para ele — E mesmo que eu soubesse, teria que ser ela a falar com você e não eu.
—- Sério? Você é minha mulher e me deve fidelidade incontestável! - Edward disse puxando-a e lhe beijando.
— Conversarei com ela  amanhã.
Bella sorriu e voltou a beijar o marido, antes de voltar a se  deitar sobre o peito dele.

Contínua...

Um comentário:

  1. Eu adoro essa história porque é difícil uma que a Bella não seja toda se achando inferior sabe, mas se tiver traição não irei ler mais porque sempre é a Bella a se apaixonar e o Edward o todo poderoso ta chato essa de o Edward não saber o que sente ou ele ama ela ou a antiga noiva e outra Bella tem que dar um jeito logo na Tanya.

    ResponderExcluir