Jul M

Oi

terça-feira, 31 de maio de 2016

Capitulo 28


“Você acha que conhece a pessoa, aí você percebe que era tudo fachada.”
— Lex Luthor: Smallville

Capítulo 28

Três dias  foi o que Isabella precisou para se vingar de Tania. Ela não precisou de muito esforço, tinha duas coisas que Isabella aprendera muito bem, trabalhando com Cullen. Não existe melhor negócio, do que sempre investir o seu dinheiro, e a outra é que a Bolsa de Valores seria sempre o melhor negócio.
A morena fez uma busca e conseguiu tudo que queria. Tania tinha todo o seu dinheiro investido na Bolsa. Isabella tinha desviado do Cullen uma boa quantia de dinheiro, ela deu parte para a mãe sumir de sua vida, levando o seu marido bêbado, e com a outra parte, ela fez alguns investimentos. Era assim que ela vinha vivendo, claro que o Sr. Dumom  lhe pagava um bom salário, mas Bella não era uma mulher de pouco, ela sempre queria mais.
Com uma jogada de mestre, ela conseguiu comprar boa parte das ações de Tania, deixando-a apenas com 10% das ações da empresa a qual a loira era dona. Agora ela estava pobre porque os 10% de ações não eram nada comparadas com que a loira tinha antes.
—- Bom dia! - Bella disse ao chegar ao escritório de Dumom.
—- Bella, eu tenho reunião importante em alguns minutos e quero você comigo! - Rafael Dumom exigiu.
—- Claro, estou indo! - Bella seguiu o loiro para sala de reuniões.
Bella ficou pálida quando viu Edward e ao seu lado Kate Denali, além de Tania. Por um momento, ela pensou em voltar e recuar, ela não queria encarar aquilo. Rafael segurou a sua mão e puxou-a mais para perto dele, pensando que ela estivesse passando mal.
—- Você está bem? - Ele perguntou baixo.
—- Sim! - Ela disse respirando.
—- Ótimo! - Ele replicou soltando a morena — Bom dia a todos! Que bom que puderam vir nesse sábado.
—- Eu preciso de respostas! - Tania exigiu arrogante.
—- Sim, Srta. Atle! - Rafael anuiu — Bem, essa é a minha assistente, a melhor de todas, Isabella Swan!
—- Já a conhecemos! - Kate disse — Mas não acho que ela seja tão boa assim, já que o Sr. Cullen a demitiu.
—- Ele não me demitiu! - Bella revidou — Eu pedi demissão!
—- Bom, acho que isso responde a sua pergunta Srta. Denali! - Rafael pontuou — Vejamos o motivo que os trouxe aqui. O Senhor Cullen é o seu representante legal?
—- Na verdade, não! Eu só estou acompanhado-as. Não atendo a esse tipo de caso.
—- Entendo! - Rafael aderiu — Você é especializado em Direito Penal e Criminal. Já teve grandes casos resolvidos. Meus parabéns!
—- Obrigado! - Ele disse, mas os seus olhos estavam na morena que usava um belo vestido preto.

—- Bom Srta. Atle, eu não vejo problema algum aqui. A transação  foi totalmente legal. Você investia na Bolsa, não vejo como possa ser ilegal esse ato.
—- Eu disse isso a ela!
—- Será que ninguém entende que estou sem nada? - Tania gritou — Tudo que era meu simplesmente foi embora. É impossível, mas aconteceu.
—- Tania, você sabia dos riscos quando passou a investir na Bolsa. Não deveria ter investido tudo, apenas parte, a Bolsa é incerta, um movimento errado a tudo acaba.
—- Então é isso? Tudo acabou? - Tania disse surpresa e Isabella a olhava com superioridade — Com apenas 10% de ações eu não posso viver!
—- Srta. Atle tem pessoas que não têm nem metade disso! - Bella pontuou — E conseguem viver muito bem, no entanto, elas têm a força de vontade e garra para trabalhar, talvez devesse começar a pensar seriamente em buscar um emprego.
—- Vadia! - Tania gritou — Você está se divertido com isso tudo! Você é uma cachorra!
Edward segurou a loira que estava bastante alterada, Rafael se colocou na frente de Isabella em um ato para protegê-la.
—- Srta. Atle controle-se ou vou pedir para se retirar.
—- Como alguém pode se deixar levar por alguém como você? - Tania disse com desgosto — Você é baixa, uma vigarista!
—- Tania, por favor! - Edward pediu.
—- Sr. Cullen, lhe peço que leve a sua amiga! - Rafael disse rígido — Ela está ofendendo a minha funcionaria e isso pode lhe gerar um problema bem maior do que só ter perdido as suas ações na Bolsa de Valores.
—- Acho que... - Edward começou a falar.
—- Tire ela daqui! - Tania gritou — Quero terminar essa reunião apenas com você Sr. Dumom.
—- Eu vou para a minha sala! - Bella disse baixo — Acho que não tenho o porquê de ficar aqui mesmo.
—- Tudo bem!
Bella se levantou da mesa e caminhou em direção a saída, deixando para trás todos eles.
.........................
Algumas hora depois, Rafael apareceu em sua sala, ele tinha nas mãos dois copos de café. A morena sorriu e ele entrou.
—- Pelo visto a sua manhã não começou nada bem!
—- Acho que manhã de ninguém! - Bella repate aceitando o café — Então o que aconteceu?
—- Ela tem que aceitar que perdeu tudo! - Rafael contou — A Bolsa é assim mesmo, um dia você tem no outro não! Mau negócio! Ela deveria saber.
—- Lamentável! - Bella anuiu.
—- Poderia ser pior, ela poderia sair sem nada desse investimento.
—- Talvez fosse até bom! - Bella sussurrou, mas Rafael não ouviu.
..................
Emmett tinha ido visitar o amigo, os preparativos para o seu casamento estavam a todo vapor. Edward parecia tenso naquela manhã, como se um furacão tivesse passado em sua sala.
—- Devo ir embora? - Emmett perguntou.
—- Eles estão juntos... - Edward disse e Emmett não entendeu.
—- Quem está junto?
—- Dumom e Isabella!
—- Que bom! Eles formam um casal bonito!
—- Não tem nada de bom nisso! - Edward argumenta contrariado.
—- Então...
—- Como ela pode? Em tão pouco tempo... - Edward questionou mais para si mesmo — Eu achei que ela me amasse...
—- Assim como ela também achou que você a amava! - Emmett rebateu.
—- O que você sabe? - Edward perguntou olhando acusadoramente para o amigo.
—- Ela esteve na minha casa há alguns dias. - Emmett disse — Conversei sobre vocês... Sobre ela ter ido embora sem dizer nada, ela apenas disse que não queria ser magoada e que não sabia lidar com aquele sentimento.
—- E os meus? Ela se perguntou? Ela não sabe como eu me senti! - Edward trasladou.
—- Então por que você não foi atrás dela? - Emmett perguntou — Você sabia onde ela estava... Sabe onde ela estuda. Você a ver praticamente todos os dias... Então por que a deixo ir?
Edward não respondeu a nenhuma das perguntas do amigo, pois nem ele sabia o que tinha acontecido, apenas que tudo parecia estar confuso naquele momento.
—- Ela disse que você e Tania estavam presos no “SE” e ela não iria ficar no meio. - Emmett contou — Talvez ela tenha razão...
Edward olhou o amigo sair e ficou se perguntando o que de fato aconteceu.
.......................
Alice estava no sofá lendo um livro quando Edward chegou, a  menina havia parado de falar com irmão por alguns dias, depois se limitou ao básico.
—- O que aconteceu? - Ela perguntou ao olhar o irmão entrar.
—- Tive um dia ruim! - Ele disse.
—- Ultimamente todos os seus dias estão sendo ruim! - Alice rebateu.
—- Não vamos brigar!
—- Não estou brigando! - Alice disse — Apenas não entendo como você pode Edward... Tania destruiu a sua vida e fez de tudo para te ferrar, no entanto você voltou com ela.
—- Não voltamos! - Edward disse — Tânia tentou me convencer que eu ainda a amava e eu apenas me diverti vendo o seu desespero para provar a sua teoria. Sei que fui cruel, mas às vezes é bom ver o quanto ela é patética.
—- E Isabella, o que você sentiu por ela?
—- Eu queria me casar com ela... - Ele olhou para irmã — Ela me odeia agora, e não posso culpá-la.
—- Você é patético! - Alice disse se levantando — Talvez você devesse ir atrás dela e falar a verdade, e dizer como se sente.
—- E se ela me recusar?
—- A culpa será somente sua por tê-la deixado partir.
Nada foi mais dito, Edward ficou na sala enquanto Alice voltava para o quarto, esperando que irmão tomasse coragem e fosse atrás da morena.
Contínua...



“Se for acender o fósforo, deve se preparar para lidar com as chamas.”

— Lex Luthor: Smallville

quarta-feira, 25 de maio de 2016

capitulo 27



“Perder as coisas faz você gostar delas muito mais do que quando você as tinha.”
— A Escolha
Capítulo 27

De médico e louco todo mundo tem um pouco, mas Rosie sabia que em se tratando de Isabella, ela seria sempre bem mais louca. Naquela noite, Emmett convidou à jovem e o seu novo chefe para jantar em sua casa.
Isabella estava linda, realmente deslumbrante em um vestido com padrão onça que lhe marcava a cintura. Cabelos presos e saltos altos. Ela estava linda e Rosie sabia disso, se havia algo que Rosie sabia muito bem, era que a jovem morena sempre foi linda e incrivelmente desejável. O seu chefe chegou um pouco depois e sozinho. Dumom era um homem muito bonito, cabelos loiros, grandes olhos azuis e um sorriso de parar o trânsito.
—- Emmett! - Ele cumprimentou o homem — A sua noiva é lindíssima!
—- Não tenho duvidas disso! - Emmett disse — Rosie, esse é Rafael Dumom. Ele é um advogado renomado em Nevasca e está tentando a sorte agora aqui na cidade.
—- Bom, espero que você consiga! - Rosie disse sorrindo gentilmente. Bella olhou para loira que estava mudada, em outros tempos, ela teria jogado o seu charme para o belo homem.
—- Bem, pelo menos tenho uma assistente incrivelmente esperta! - Dumom disse sorrindo — E incrivelmente linda!
—- Fico grata pelos elogios! - Bella murmurou.
—- Bem, vamos à mesa! - Emmett os convidou.
Eles conversaram durante algumas horas, o jantar fora servido e todos comeram e beberam bem, até que após o jantar, foram todos para a sala de estar. Emmett se retirou com Dumom para conversar sobre negócios, Rosie ficou na sala com Bella conversando.
—- Não sei como você agüenta! - Rosie disse — Eu amo o meu marido, porém odeio essas reuniões. Elas são tão chatas! - Ela fez uma careta.
—- Se conforme! - Bella disse — Você ainda irá a muitas reuniões assim, a final, você é o troféu de Emmett, você irá para ele poder exibir a bela mulher que tem.
—- Pelo visto está de mau humor! - Rosie disse e sorriu — Sabe que as suas ofensas não me incomodam!
—- Lamento a intenção não era essa! - Bella disse — Espero que eles não demorem. Eu preciso ir para casa, estou cansada!
—- Ultimamente você anda bastante cansada! - Rosie comentou — O que está acontecendo?
—- Nada... - Bella disse rapidamente — Quando é o seu casamento?
—- Ainda não marcamos a data! - Rosie disse feliz — No entanto, ele sempre me apresenta como a sua mulher!
—- Claro que é! - Bella anuiu — Ele anda te comendo todas as noites!
—- Quanto mau humor! - Rosie sussurrou sorrindo — Pelo visto esse seu rompimento foi cruel.  Então é verdade, a grande Isabella Swan, teve o coração laçado pelo intocável Cullen!
—-- Ele não é tão intocável assim! - Bella disse respirando fundo, os passos vindo em direção à sala, colocou fim a conversa das duas amigas.
—- Meus caros, foi um prazer estar com vocês! - Dumom disse --- Bella, se desejar, eu deixo você em casa!
—- Não obrigado! - Bella retrucou — Estou de carro! - E de fato ela estava de carro. Angela havia lhe emprestado o carro hoje para que ela fizesse algumas coisas para o casamento da morena que já estava chegando.
—- Tudo bem! - Dumom disse — Vejo você na segunda no trabalho! Boa noite a todos! Emmett foi um prazer  jantar em sua casa e fazer negócios com você!
—- Igualmente! - Emmett disse acompanhado ele até a porta.
—- Bom, acho que hora de ir! - Bella disse ficando de pé.
—- Bella, você poderia conversar comigo alguns minutos? - Emmett perguntou.
—- Bem, claro! - Ela disse e seguiu o homem até a Biblioteca.
—- Bella, eu sei que não é da minha conta, mas preciso saber...
—- Se não é da sua conta, por que deseja saber?
—- Eu não entendo o porquê de você ter ido embora da casa dos Cullen. - Emmett disse ignorando o comentário da menina — Vocês estavam juntos...
—- Acho que eu pensava isso, também... - Bella disse --- Emmett, você é o marido da minha amiga, tenho um carinho por você, mas não quero falar sobre isso, não me faz bem.
—- Tania é passado! - Emmett disse quando a menina virou aos calcanhares — Acredite, ela não é tão importante para ele como ele acha que seja.
—-  Talvez você esteja enganado! - Ela argumenta.
—- Conheço-o a bem mais tempo do que você. Sei bem o que Tania fez com ele...
—- Mas não foi bastante para ele esquecê-la - Bella rebate — Ele está assombrado pelo “se”, não quero ser parte desse jogo, eu posso me machucar bem mais... Tudo que eu não quero é me magoar, me decepcionar com ele. Seria terrível, eu não sei lidar bem com esse sentimento.
—- Fugir não vai mudar as coisas. - Emmett afirmou.
—- Mas me mantém sóbria! - Bella rebateu.
—- Do que adianta tanta sobriedade quando no final você está vazia?
—- Cala boca! - Ela gritou se virando com raiva. Havia duas coisas que Bella odiava muito, que pessoas se metesse em sua vida, e ouvir conselho dos outros e nesse momento, Emmett estava fazendo as duas coisas — Ele não me amava, e duvido que um dia tenha me amado. Eu era apenas a garota por quem ele tinha uma atração, por quem ele sentia tesão, apenas isso, nunca deixei de ser a sua estagiaria. As suas promessas eram tão falsas quanto o seu amor... É lamentável que eu tenha me deixado iludir tanto, logo eu que sempre... - Ela se calou e olhou para Emmett — Eu preciso ir! Não quero que você me veja chorar e tão pouco sinta pena de mim.
Emmett não entendeu o que a menina quis dizer, mas em cada palavra dela, ele pode notar o tanto de magoa que ela sentia em relação ao Cullen, e o quanto ela esteve envolvida...
....................................
O casamento de Angela estava perfeito. Bella estava linda de madrinha, ao lado dela, estava um amigo de Ben, chamado Erick. A cerimônia foi gloriosa, tudo segundo o combinado e Bella ajudou a amiga em tudo. Ela estava feliz pela amiga, pelo menos, era aquele o sentimento que ela sentia no peito.
Ela sabia que Alice estava na festa acompanhada de Jasper, mas eles não eram os únicos a estarem ali. Nessie, como era chamada, estava lá, assim como Jacob também. Em um determinado momento, Bella estava sozinha em sua mesa, quando Black chegou de mansinho.
—- Lamentável como as coisas terminam... - Jacob disse, puxando uma cadeira e sentando-se à mesa da menina — Pelo visto Cullen descobriu quem você era.
—- Qual é o seu problema? - Bella perguntou — não deveria estar com a sua adorável esposa?
—- Nessie tem ótimas amigas! - Ele diz com sarcasmos — Amigas ricas e de classe, coisa que você não tem!
—- Sério? Você se deu ao trabalho de vir até aqui só pra me dizer isso? Você é patético!
—- O que aconteceu? Cadê todo aquele ódio? - Jacob perguntou — A final, você mais uma vez, foi trocada!
—- Eu não fui trocada! - Bella diz o olhando com raiva.
—- Bem, eu acho que foi! - Jacob disse virando o rosto da morena em direção a Edward Cullen e Tania Atle. — Se isso não é ser trocada, me pergunto o que seria?
—- Como andam os seus negócios? - Bella perguntou dando um sorriso, aquele que faria a espinha de qualquer pessoa congelar.
—- Muito bem, obrigado! - Jacob disse sem entender, mas sabia que Bella não falaria aquilo só por falar.
—- Você já fez o seu show! - Bella o advertiu — Agora se retire de minha mesa, por favor!
—- É sempre um prazer colocar você em seu lugar! - Ele disse tocando o queixo dela com a ponta do dedo — Até mais Isabella, aproveite enquanto pode, pois logo ninguém te convidará para esses eventos.
Ele saiu do mesmo jeito que veio, em um andar de lobo, pronto para dar o bote. Bella ficou vendo-o ir embora e então entendeu que tudo que sentia naquele momento por Jacob era raiva, que se um dia ela sentiu amor por ele, não existia mais.
..................................
Bella estava no banheiro quando Tania entrou lá, a bela loira que usava um vestido prateado e cabelos presos em coque, além de um batom vermelho, olhou fixamente para a morena.
—- Por um momento você quase me convenceu... - Tania disse — Quando você apareceu no restaurante vestida daquele jeito, cheia de si. Por um momento achei que você realmente poderia está falando a verdade.
—- O que você quer? - Bella perguntou azeda — Ande, fale logo, eu tenho mais o que fazer do que desperdiçar o meu tempo com você.
—- Você é ridícula! - Tania desdenhou — Se achou que ele poderia me trocar por você, alguém tão simples e singular como você. Você é ridícula. Você pode se vestir de seda, mas ainda será a mesma pobre coitada que não tem onde cair morta. Eu conheço você e a sua história. Você nunca tomará de mim  o que é meu!
Isabella bateu palmas como se tivesse acabado de ouvir uma bela peça teatral, no entanto Tania não tinha idéia no vespeiro em que acabava de se meter.
—- Divirta-se enquanto pode! - Bella disse — Há duas coisas que você precisa saber, eu posso ser pobre como você disse, mas tenho grades talentos. Já você nunca saberia viver como pobre e tão pouco sobreviver a isso, eu fique feliz de você ser o menor dos meus problemas, porque posso esmagar você com uma mosca.
—- Estúpida! - Tania gritou quando ela estava saindo do banheiro — Ele me contou tudo sobre vocês! - Bella congelou — O quanto ele ria depois que ficava sozinho, o quanto ele se divertiu a suas costas, como os amigos deles se divertiram a sua custa. Você era apenas um joguinho de sedução e ele ganhou como sempre. Você não passa de uma vadia barata que abre a pernas para qualquer homem rico.
Isabella parou o movimento no ar, bem antes te atingir o rosto de Tania, ela olhou para loira de cima a baixo.
—- Eu não vou sujar as minhas mãos com alguém como você! - Bella disse — Aproveite os seus últimos dias de glória. Porque você se lembrará de mim para o resto de sua vida, querida!
Ao dizer isso ela saiu do banheiro, a sua vontade era de chorar, ela queria chorar, mas chorar muito mesmo, no entanto, para a sua tristeza ficar ainda maior, ela encontrou Edward acompanhado de Alice e Jasper.
—- Bela! - Alice disse — você está bem?
—- Ótima! - Ela disse recompondo a postura.
—- Isabella... Como sempre lindíssima! - Jasper disse sendo Jasper, como sempre.
—- Bella! - Edward disse e a menina olhou feio para ele, levantou a mão mostrando o dedo do meio e saiu.
Alice mordeu os lábios para não rir, de certo modo, ela estava adorando o modo que Bella andava tratando Edward. Alice ainda estava chateada com ele por ter perdido a melhor amiga e por ele ter voltado com velha e chata Tania Atle.

Contínua...

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Capitulo 26


                                                 


"Nunca pensei que seria possível sentir tanta falta de alguém assim".
— Skins.

Capítulo 26

Alice chegou no dia seguinte. Edward estava no aeroporto esperando por ela, quando ela saiu da sala de desembarque. A menina estava com o nariz vermelho e olhos também. Ela correu em direção ao irmão e lhe abraçou, voltando a chorar. Ficaram assim durante algum tempo, até que ambos seguiram para carro e foram para casa.
..........................
Alice  tinha sido eliminada em um concurso de moda que ela estava participando em Londres. Ela não contou nada a ninguém sobre aquele concurso, porém ela se sentiu humilhada como estilista, pois recebeu críticas severas por seu estilo e suas criações, chamaram-na de amadora e medíocre. Os choros e soluços eram porque ela havia perdido, Edward estava tentando ajudá-la, porém ele não entendia nada sobre moda, e não sabia como expressar algo animador.
—- Onde está Bella? - Alice perguntou limpando o rosto depois de muito chorar.
—- Alice...
—- O que aconteceu?
—- Bella... Bella partiu!
—- Como assim?
—- Ela foi embora ontem, não disse para onde, ela apenas se foi...
—- O que você fez? - Alice perguntou o acusando — O que você fez para que ela fosse embora?
—- Alice, de verdade, eu não fiz nada! - Edward rebateu — Estou igual a você, tentando entender o que aconteceu?
—- Eu não acredito! - Alice disse — Você às vezes estraga tudo!
—- Alice! - Ele disse a repreendendo.
—- Claro que é você o culpado! - Alice disse chateada e olhando feio para o irmão --  Edward, Bella estava apaixonada por você, será que você não viu isso? Até eu que não ficava tempo demais com vocês dois notei... Ela ama você. E eu acho que você fez algo para ela, você a magoou.
Ele não disse nada, nunca pensou que Alice pudesse ter notado, ele às vezes achava que a jovem Swan o amava, no entanto, ela, às vezes, era mais fria. Não que ele não tenha notado aquilo nela, claro que ele notou, mas Edward também tinha medo de se envolver e se machucar ainda mais.
—- Eu quero a minha amiga de volta! - Alice disse — Não quero saber como você vai fazer isso, mas quero Bella de volta nessa casa! A casa não é só sua! - Ela gritou e subiu as escadas correndo.
.................
Rosie ficou surpresa com telefonema de Isabella, marcando um encontro.  Depois da ligação de Edward. Ela já não entendia mais nada. Quando chegou ao café, ao sul da cidade, Bella estava lá usando calças jeans e uma blusa preta, além dos saltos.

—- O que aconteceu? - Rosie perguntou.
—- Preciso que me empreste o seu apartamento - Bella disse — E não finja que não sabe sobre o que estou falando. Eu sei muito bem que o apartamento é seu.
—- Tudo bem! - Rosie disse tentando entender — Edward me ligou atrás de você.
—- Que ótimo! - Bella disse com sarcasmos e raiva na voz — Diga que não sabe nada sobre mim, preciso sumir por um tempo. Você não sabe de nada!
—- O que aconteceu?
—- Se eu contar para você... - Bella disse chegando perto de Rosie — Vou ter que te matar, você não vai querer isso, não agora que tem a vida dos sonhos.
Os olhos de Rosie se arregalaram, a loira ficou pálida, então ela se afastou e tomou o seu café, tentando respiram após aquilo. Ela pegou na sua bolsa a chave do apartamento, o qual iria colocar para alugar naquela tarde.
—- Você não me viu, e não sabe nada sobre mim! - Bella advertiu a amiga — E se alguém perguntar, diga que sumi.
—- O que aconteceu? – Rosie perguntou mais uma vez.
—- Vamos nos limitar ao “não sei”! - Bella disse ficando em pé e saindo.
...............................
Ninguém soube nada sobre Isabella durante todo o período de férias. Edward não teve notícias dela e Alice pouco falava com ele, ainda o culpando pelo sumiço da amiga.
—- Então, ela simplesmente sumiu do mapa. - Emmett disse — Isso não é muito comum!
—- Pior é que Alice diz que a culpa é minha.
—- E não é? - Emmett perguntou — O que  aconteceu no dia antes dela sumir?
—- Nada! - Edward foi taxativo.
—- Sério?
—- Eu encontrei Tania mais cedo... - Emmett olhou para ele com aquele olhar acusador — Não aconteceu nada, estávamos em um bar, conversamos, ela tentou me convencer que ainda me amava e acabamos nos beijando.
—- E depois?
—- Voltei para casa. Bella estava acorda, eu disse que estava tarde, então lhe desejei boa noite e fui para o meu quarto.
—- Ela ficou acorda até tarde esperando por você, e no final você lhe desejou boa noite? –Emmett insinuou — Se eu fosse ela, enfiava a mão na sua cara antes de sumir.
—- Emmett não tem graça! - Edward disse.
—- Não, não tem! - Emmett repetiu — Rosie disse que ela estava apaixonada. Rosie disse que nunca tinha visto ela assim, de fato, ela estava gostando de você, e você estava em duvida se amava ela ou Tania. Bom, talvez ela tenha os seus motivos para ter ido embora.
—- Quer que eu me sinta culpado?
—- Não, quero que você entenda! Talvez no final das contas, ela sempre soubesse como tudo iria termina.
.............................................
Edward estava com Alice na Faculdade, ele tinha esperança de ver Isabella no primeiro dia de aula, a final, ela conseguiu sumir durante as férias todas. Ela deveria voltar para Faculdade agora. E de fato ela voltou. Ela estava mais a frente conversando com Ângela, a sua amiga que estava de casamento marcado para dali a dois finais de semana.
—- Bella! - Alice disse vinda a passos largos e a morena virou — Bella, Bella!
—- Alice! - Ela disse em um tom seco — O que aconteceu?
—- Como assim? Você, você foi embora sem me dizer nada, não sabe como fique preocupada!
—- Eu não podia passar o resto da minha vida morando em sua casa de favor.
—- Você era a minha convidada! - Alice disse chegando um pouco perto e a morena se afastou.
—- Claro! E sou grata, como disse ao seu irmão, vou pagar pela hospedagem.
—- Eu não quero o seu dinheiro! - Alice gritou e Ângela olhou constrangida, ela não queria ver aquela briga — O que aconteceu? Por que está agindo assim comigo?
—- Acho melhor não nos falarmos mais! - Bella disse e mordeu os lábios.
—- Como?
—- Não somos iguais! - Bella disse — E eu sei muito bem disso, conheço o meu lugar! Obrigada por tudo! Você de fato é muito gentil!
Antes que Alice dissesse mais alguma coisa, ela saiu em direção oposta para não precisar olhar para Alice e nem mesmo para Edward, ela usava um vestido lindo e estava incrivelmente bela.

—- Você, você é amiga dela? - Alice disse apontando para Ângela — Sabe o que aconteceu com Bella?
—- Alice, eu...
—- Por favor! Eu não estou entendendo nada! - Alice disse com a voz chorona.
—- Acredito que seja algum problema com os pais dela! - Ângela disse meio sem graça por entrega a amiga — Ela sempre fica assim quando acontece alguma coisa com os pais, é complicado...
—- Quais problemas? - Edward perguntou.
—- Professor! - Ângela disse — Eu não...
—- Por favor! Bella é uma amiga próxima da família, nós estamos preocupados com ela. - Ele disse.
—- Não é o que sei! - Ângela disse — Soube que vocês estavam namorando, todos comentaram, e além do mais, eu não sei, eu apenas acho que seja isso, porque normalmente o problema é com os pais dela.
—- Obrigado! - Edward disse e Alice tinha os olhos grandes para o irmão. Ângela se foi.
—- Namorando? - Alice indagou.
—- Alice em outro momento... Por favor!
—- E você ainda diz que não sabe o por quê? Tá muito claro!
—- Edward! - A voz pegajosa veio atrás dos dois.
—- O que você tá fazendo aqui? - Alice perguntou olhando para Tania.
—- Não é com você que vim falar! - Tania disse sorrindo — Edward, eu fiz o que você me aconselhou, eu resolvi me matricular em um curso novo. Voltei a estudar, estou estudando aqui agora.
—- Sério que você não fez nada? - Alice disse e saiu batendo o pé.
—- Tânia, ficou feliz por você está seguindo a vida! - Ele disse — Agora, por favor, fique longe de mim.
............................................................
Isabella não tinha mais nenhuma aula com Edward, ele não era mais o seu Professor, ele pediu afastamento de alguns períodos, justamente para poder apresentá-la como sua namorada, sem causar polêmica com a Reitoria e os alunos.
—- Isabella! - Ele a chamou próximo a escada, ela parou automaticamente — Podemos conversar?
—- Talvez não seja uma boa idéia! - Bella disse.
—- Acho que você me deve uma explicação! - Ele disse e ela sorriu com o sarcasmo, então ficou séria.
—- Edward... - A voz de Tânia veio mais de atrás — Que bom que achei você! Que tal nós comemos juntos!
—- Bom! Acho que você já tem uma companhia... - Bella disse e desceu as escadas.
—- Espere ainda não terminamos! - Edward disse indo atrás dela.
—- Não, acho que já terminamos sim! - Bella rebateu — Bom almoço para você.
—- Isabella, eu mereço uma explicação! - Ele disse segurando-a pelo pulso. Tania vinha mais atrás e por muita sorte não existia mais ninguém no corredor, porque todos já havia ido. Isabella fora a última a sair da sala e do prédio. — Você tem que me explicar o que aconteceu!
 A raiva de Isabella era tanta, que ela levou a mão na cara dele, dando-lhe uma tapa com força, no mesmo momento em que Alice chegou, pois vinha em busca dela também.
—- Só fique longe de mim! - Ela disse — Não tenho que lhe dar explicação, você não merece!
 Ela saiu correndo em direção a saída.
..............................
Ela estava sentada no chão do apartamento de Rosie, local em que ela estava morando agora. As coisas estavam mais calmas, ela conseguira despistar Phill e a sua mãe durante aqueles dias, e agora estava com outros problemas. Rosie entrou sem bater, ela tinha chave extra, pois era a dona do lugar.
—- O que aconteceu? - Rosie perguntou ao ver o estado da amiga.
—- Nada! - Bella disse.
—- Nada? Bella, olhe para você! Você está um lixo! - Rosie disse enfática.
—- Tudo que uma garota gosta de ouvir... - Ela tentou ser sarcástica.
—- Somos amigas! - Rosie disse — Por que não fala comigo?
—- Phill achou o meu celular! - Bella disse — Ele estava me chantageando!
—- Sinto muito! Mas o que tinha no seu celular para que ele te chantageasse?
—- Fiz alguns desvios da conta bancária de Alice e de Edward. Sem que eles soubessem...
—- Meu Deus Bella!
—- Não me critique! - Ela disse — Você sabia, eu sempre tive essa intenção quanto comecei a trabalhar com ele. O problema é que...
—- Você se apaixonou... - Rosie disse e Bella ficou calada – Notei isso quando você chegou com ele naquela festa, onde ele te apresentou como namorada.
—- Odeio você! - Bella disse — Ele queria dinheiro ou entregaria o meu celular... Estava tudo lá, todas as provas.
—- Você não conseguiu de volta? O celular?
—- Peguei de volta! - Bella disse — Só que meio que aconteceu uma coisa...
—- O que você fez Bella?
—- Ele caiu da sacada lá do cortiço, a minha mãe me acusou de tentar matá-lo! - Bella olhou para chão — Não fiz isso! Eu apenas queria me livrar dele, ele tentou me bater, eu o empurrei e aconteceu.
—- Sinto muito! - Rosie disse.
—- Não sinta! - Bella disse — Odeio quando sentem pena de mim. Ele tá bem, não se lembra de nada. Fato que é bom para mim. Dei dinheiro para minha mãe e ela calou a boca! Eu tenho a pior família do mundo.
—- Já vi piores! - Rosie disse – Vou me casar, quero que você seja a madrinha!
—- Tudo bem, eu sei que você merece! - Ela disse — Não diga a ninguém onde estou, preciso me arrumar, tenho uma entrevista de emprego, eu preciso trabalhar.
—- Bella, Emmett comentou algo... - Rosie disse olhando para a amiga — Edward esteve saindo com Tania. Emmett acredita que ele ainda a ama.
—- Que droga! - Bella disse limpando o rosto — Eu também acho isso! Vejo você outro dia Rosie, saia e feche a porta, por favor!
A morena seguiu para o quarto, ela precisava de um banho...
....................................
Duas semanas se passou desde a volta as aula e tudo o mais que aconteceu. Bella estava rindo com Ângela, ambas combinavam tudo para o casamento da amiga que seria no sábado. Alice caminhava em direção a mesa delas. Bella notou ao longe.
—- Quero falar com você! - Alice disse — Ângela se importa em nos deixar sozinhas?
—- Vejo você na sala! - Ângela disse levantando e saindo.
—- Acho que não temos mais nada para conversar... - Bella disse.
—- Por que não me disse? Achei que éramos amigas? Por que não me disse? – Alice argumentou.
—- Eu ia conta quando terminasse o semestre, só que você viajou! - Bella argumentou.
—- O que ele fez? - Alice perguntou — O que o meu irmão fez para você sumir das nossas vidas.
—- Ele não fez nada... Foi eu! - Bella disse — Eu sei quando tô sobrando Alice, e francamente, eu estava sobrando desde que ela voltou à vida dele... Não precisou muito para ver que ele a ama. Eu preferi partir antes de ter o meu coração partido em dois.
—- Ele não a ama!
—- Continue dizendo isso para você! - Bella disse levantando – Quem sabe um dia até  você acredita! Até mais Alice!
 Alice não a seguiu, apenas olhou a morena que estava usando um vestido de cintura solta, não era bem o estilo dela.

.........................................
Emmett olhava Edward trabalhar como um louco, depois que Isabella se foi, ele trabalhava demais. Parecia estar fugindo de algo, alguma coisa ou quem sabe de alguém.
—- Como está Isabella? - Emmett perguntou — Soube que você a ver todos os dias.
—- Não a vejo todos os dias! - Edward disse sem olhar para ele — Apenas algumas vezes, e a vejo de longe, ela parece bem, melhor impossível.
—- Não entendo! - Emmett disse — O que lhe irrita?
—- Suas perguntas!
—- Rosie almoçou com ela ontem! - Emmett disse — Ela parece diferente, mas madura, não sei, talvez o rompimento lhe tenha feito bem.
—- Você esteve com ela? - Edward perguntou olhando para ele.
—- Sim! Ela vai jantar lá em casa na sexta! - Emmett disse – Ela está trabalhando para Dumom. Ele só rende elogio a ela, claro que ele também está louco para pegá-la de jeito, porém ela é centrada demais.
—- Cretino! - Edward disse irritado.
—- Por que se irrita? Se até há pouco tempo, você disse que não sabia se a amava... Já quanto Tania, você disse que a amava.
—- Cala a boca! - Edward grunhiu.
—- A verdade, meu amigo, é que você nem sabe o que deseja! - Emmett disse se levantando — Apareça quando desejar! A final, você é amigo da família.
.............................................
Bella estava curvada sobre o vaso do banheiro, todo o seu almoço tinha acabado de ir embora. Ela estava ofegante e suada. Em outro momento, ela teria pensado alguma sacanagem, mas agora estava começando a se preocupar com aquilo.
—- Não vou poder esconder isso por muito tempo! - Ela disse suspirando e limpando a boca com as costas das mãos.


Contínua...