Jul M

Oi

terça-feira, 26 de abril de 2016

Capitulo 23


"O amor é um precipício: quando a pessoa acha que está voando, talvez já esteja caindo"
 -- Lisbela e o Prisioneiro

Capítulo 23

Bella estava na sala quando Alice se juntou a ela. A jovem Cullen estava sorridente e feliz naquela manhã. O caso Stanley tinha sido finalizado, como previsto, Jessica foi condenada por três anos, cumprindo um ano em prisão e dois em liberdade supervisionada, na qual estaria proibida de sair do país.
—- Que chato o caso de Jessica! - Alice disse pensativa. Bella tinha alguns jornais nas mãos que estampavam fotos da jovem.
—- Ela escolheu o seu caminho! - Bella disse simplesmente — Mas não vamos falar sobre isso... Diga-me o porquê de você estar tão animada.
—- Se eu te contar, não vai conta para ninguém, ok? - Alice disse olhando para a escada.
—- Você quer dizer para Edward? Bom, se for isso, claro que não vou, não tenho porque falar sobre você com ele.
—- De verdade, eu não quero que ele saiba ainda! - Alice pediu – Pelo menos, não agora.
 —- Tudo bem!
—- Eu estou saindo com um cara! - Bella sorriu entendendo.
—- Eu já desconfiava! Quem é ele?
—- Bella, por favor! - Alice pediu ficando de pé — Ainda não acho que seja à hora de te dizer, mas depois, assim que tudo se firmar, eu te conto, prometo!
—- Eu o conheço, pelo menos?
—- Sim, você conhece! - Alice confirmou sorrindo — Eu tenho que ir... Eu fiquei de encontrar algumas amigas e preciso arrumar  outras coisas antes de viajar!
—- Fico feliz por você!
—- Obrigada! - Alice disse se encaminhando para a saída — Você é a melhor amiga do mundo.
Claro, claro, mal sabia Alice que a sua melhor amiga andava maquinando planos sórdidos  em relação ao irmão dela. Alice nem imaginava que a jovem morena andava freqüentando bastante a cama de seu irmãozinho mais  velho.
............................
—- Olá! - Edward disse beijando a morena no pescoço e dando um cheiro profundo nela — Onde está Alice? - Ele perguntou.
 Bella estava na Biblioteca, não estava trabalhando porque era sábado, mas ela se sentia mais a vontade naquele lugar.
—- Saiu... – Bella respondeu — foi encontrar algumas amigas. Ela precisava arrumar algumas coisas antes de viajar!
—- Claro! A viagem dela! - Edward disse se lembrando — Alice nunca fica para passar as férias aqui! Acho que ela se forma esse semestre.
—- Sim! Esse semestre ela se formará e eu continuarei lá! - Isabella disse fazendo beicinho.
—- Falta apenas um ano e meio! - Edward disse puxando a morena da cadeira, passando os braços em volta da cintura dela — Você verá, esse tempo passará bem rápido!
—- Eu sei! Ela disse passando o braço em volta do pescoço dele — Mas ainda assim, já queria estar formada e trabalhando.
—- Você já trabalha para mim! - Edward a lembra — E quando nos casarmos, você será a minha sócia!
Edward nunca mais tinha falado em casamento, mas agora voltou a falar e Bella se sentiu animada.
—- Como vamos nos casar? - Bella disse fazendo cara de triste — Se você não pode nem dizer para os seus amigos que estamos namorando...
—- Não podia porque era seu Professor! - Edward explicou colocando uma mecha do cabelo da morena atrás da orelha dela — Mas agora posso e irei! – Edward afirmou mordendo os lábios da morena — Emmett vai dar uma festa, ele fechou um grande contrato, convidou alguns amigos, e também apresentará Rose como a sua mulher. Eu aproveitarei o evento para apresentar a minha namorada e noiva para todos.
—- Você está falando sério?
—- Bella, quando foi que brinquei com você? - A morena sorriu, em então chegou perto do ouvido dele e sussurrou.
—- Ontem à noite, acredito que você tenha brincado bastante comigo...
As palavras de Isabella mandaram um sinal direto para o pau do maior, o que fez com que ele gemesse ao se lembrar das travessuras deles na sala. Alice havia ligado avisando que não dormiria em casa, então o lugar ficou livre para eles dois.
A mente de Edward o levou diretamente para as lembranças nas quais Isabella estava sentada em seu colo, cavalgando-o com ajuda de suas mãos, que apertavam a sua bunda e ajudava a menina com os movimentos.

 Em determinado momento, Edward soltou a bunda de Isabella, que movimentou os quadris de um lado para o outro, rebolando em cima do pau do Cullen que gozou prazerosamente dentro da menina.

—- Edward! - Bella chamou e o maior olhou para ela com desejo forte e guloso.
—- Desculpe-me! - Ele disse — As suas palavras me distraíram...
—-Imagino que sim! - Bella disse sorrindo – Sobre a festa, quando é?
—- No próximo sábado. - Edward diz – Alice avisou se dormiria em casa?
—- Não! - Bella disse — Ela apenas me disse que sairia com algumas amigas!
Bella sorriu para ele e com as mãos sobre o seu peito, ela o empurrou em direção à mesa, onde ele se apoiou. Bella lhe roubou um beijinho rápido, singelo, antes de cair de joelho sobre os pés dele. Com as mãos, ela abriu as calças do maior, massageando o seu pau que já se encontrava bem duro. Bella não precisava de muito para deixar Edward duro, apenas sussurrar algumas besteira, o pior é que ela não se dava conta, do quanto ela gostava daquele joguinho com ele, de provocá-lo e de satisfazê-lo como estava fazendo agora.
Com os pau dele em sua mão, ela movimentou levemente o instrumento do maior, ele estava atento a cada movimento da menina, normalmente, ela sempre fazia aquilo antes de se levantar e dizer para que mais tarde ela mesma cuidaria do resto...
Mas naquela manhã, Isabella queria fazer algo diferente, coisa que ela nunca havia feito, nem mesmo com Jacob. Bella sempre achou nojento sexo oral, no entanto, ela adorava quando Edward lhe fazia gozar na boca dele, e dessa vez, ela queria provar para ele que era tão boa quanto ele...
No primeiro momento, ela ficou passando o dedo pelo pau do namorado, depois o levando em sua boca. Fitando-o com olhares provocadores e cheios de desejo, às vezes, ela mordia os seus lábios de maneira ingênua e voraz.

Então e menina segurou com uma mão o pau dele e com a boca, passou a chupá-lo, dando atenção especial a cabeça e passando a língua por toda a sua base.

 Edward fechou os olhos, deixou a cabeça cair para trás, soltando leves gemidos pelo que a menina lhe fazia.
Aos poucos, tudo foi ficando impossível de se controlar, as mãos dele foram parar na cabeça da menina e ele a segurou, empurrando o seu membro cada vez mais fundo para dentro da boca dela. 

Ele movia os quadris para frente e para trás, fazendo o seu pau entrar quase todo dentro da boca da morena, que em meio às chupadas, acabava gemendo com o aquele mastro em sua boca, deixando o maior ainda mais duro e quente.
Depois de mais algumas investidas, Edward encheu a boca da jovem com o seu “leitinho” quente e delicioso. Bella passava a mão pelo pau do namorado, fazendo o seu gozo sair ainda mais e se derramar em sua boca aberta. Edward  gemeu com a visão da morena com a boca suja e a sua porra escorrendo pelos cantos dos lábios dela.

Bella terminou de limpar o pau do amante e o colocou de volta nas calças, depois levantou e passando as mãos pelos joelhos, ela sorriu para ele e colocou uma mecha do seus cabelos de volta ao lugar.
—- Você é uma caixinha de surpresas, Srta. Swan!

Contínua...

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Essa fic é mt boa! Mas pfv atualiza a outra q tá pendente a séculos

    ResponderExcluir