Jul M

Oi

sexta-feira, 25 de março de 2016

Capitulo 18


"Amadurecer talvez seja descobrir que sofrer algumas perdas é inevitável, mas que não precisamos nos agarrar à dor para justificar nossa existência".
— Martha Medeiros

Capítulo 18

Havia algo estranho no ar naquela manhã de domingo, todos estava à mesa tomando café e pela primeira vez, em muito tempo, todos os presentes ali, estavam em silêncio. Alice parecia estar com a cabeça na lua, o seu olhar era distante e os seus pensamentos estavam longe.  Bella estava atenta aos olhares do Cullen, que se mantinha   calculista em relação a jovem e atencioso para com a irmã.
—- Alice? - Bella chamou a atenção da menina que mais parecia uma fada.
—- Desculpe-me... O que disse?
—- Perguntei se você vai comigo? Que vir almoçar comigo e Rosie hoje?
—- Ah! Lamento, mas não posso! Eu tenho que colocar alguns desenhos meus em ordem. - Alice justificou — Contudo poderíamos marcar para sair juntas no próximo sábado. Pode ser?
—- Perfeito! - Bella anuiu.
—- Vai almoçar fora? - Edward perguntou interessado.
—- Fiquei de almoçar com Rosie. - Bella sussurrou sem olhar para ele.
—- Claro! - Edward assentiu — Peça para Thomas levar você.
—- Obrigada - Bella disse baixinho e Edward já estava de pé saindo da mesa, seguindo para a Biblioteca.
Naquele dia Alice não fez questão de perguntar nada, a sua cabeça parecia estar no mundo da lua, de fato, ela nem se deu conta quando Isabela e o seu irmão se retiraram da mesa e a jovem ficou à mesa com o seu café inda intocado.
Isabella trajava um vestido cinza com estampas em forma de imagens, saltos altos como sempre, e os cabelos estavam soltos, moldando o seu rosto.

 Ela sabia exatamente onde Edward estaria... ...na Biblioteca. Edward estava com os cabelos molhados e vestia um suéter cinza, calça bege e sapatos pretos.
A porta se abriu e ele olhou atentamente através do livro que lia. Porém ele não chegou a baixar o livro. Bella fechou a porta ao entrar.
—- Deixei algumas apostilas na minha mesa - Bella explicou — Espero não estar lhe atrapalhando!
—- Que horas vai sair para almoçar? - Edward perguntou de supetão.
—- Antes do meio dia - Bella disse pegando o que precisava sobre a mesa – Bem, eu vou deixá-lo em paz...
—- Fique! - Edward pediu — Precisamos conversar...
—- Sobre?
—- Sobre ontem, sobre os outros dias... - Edward disse.
—- Acho que você não tem muito que falar - Bella pontuou — Você é o meu Chefe e meu Professor!
—- Bella esqueça isso! - Edward disse passando as mãos pelo cabelo – Sabe muito bem que existe bem mais do que isso entre a gente!
—- O fato de termos nos beijados algumas vezes, não faz com que sejamos algo um para o outro.
—- É isso o que você acha? - Edward perguntou puto.
—- Não tem como haver algo entre a gente - Bella disse fitando-o com se fosse chorar — Eu não vou ser mais do que uma mera distração para alguém como você...
—- É o que você...
Bella saiu da sala antes que Edward conseguisse pegá-la. Claro que tudo não passava de um teatrinho da moça, assim que ela chegou do lado de fora, ela limpou o rosto e deu um sorriso, então caminhou em direção ao seu quarto, o que ela não espera era que Edward fosse atrás dela em seu cômodo.
—- Saia daqui Edward... - Ela disse assustada, mas ficou feliz por não ter feito algo ou falado alguma coisa que viesse a colocar tudo a perder.
—- Não vou sair - Edward foi taxativo — Essa ainda é a minha casa!
—- Então, saio eu! - Bella disse mordendo os lábios.
—- Pare de ser criança! - Edward grunhiu – Eu quero conversar com você, e não brigar.
—- Não é lá o que parece - Bella retrucou.
—- Ok... Você vai então almoçar com a sua amiga... - Edward diz — Quando você voltar, nós conversamos, até lá você já terá esfriado a cabeça e aí poderemos conversar com coerência.
—- Agora está me dando ordem? - Bella questionou.
—- Se prefere pensar assim... - Edward disse — Quando voltar, eu estarei esperando por você na Biblioteca.
Edward saiu do quarto da morena em direção à sala de estar no andar de baixo. Bella jogou as apostilas sobre a cama e pegou uma bolsa.
Como Edward assim o ordenara, ela foi com Thomas.
—- O que aconteceu? - Bella perguntou, já estava na casa de Rosie, a loira deslumbrante, que vestia um hobby rosa e os cabelos estavam soltos. A moça tinha uma cara feliz de alguém que acabou de sair de uma boa foda.
—- Ficamos! - Rose disse e Isabella suspirou se levantando
—- Você é uma burra! - Bella argumentou — Rose eu falei para você seduzir o Sr. Stanley não ir para a cama com ele na primeira chance.
—- Hei, olha lá como fala comigo! - Rose grunhiu — Ele é um gato, para um coroa ele bem gostoso, e minha nossa, em não recuso homens gostosos! E eu nem vou dizer como ele é na cama, porque você não  vai querer saber mesmo.
—- Rosie a ideia era você fazer ele se separar daquela mosca morta da esposa dele, e ainda esfregar na cara da vadia da filha dele que o papai herói dela, não passava de um cachorro. - Bella bramiu com raiva — Agora quem garante que ele vá ligar para você novamente? Você foi fácil!
—- Eu garanto! - Rosie afirmou — Ele já marcou um jantar comigo hoje a noite!
Bella olhou surpresa para Rosie, a loira estava sorrindo, ela parecia bem confiante do que estava fazendo.
—- Rosie você prometeu me ajudar! - Bella lembrou a amiga — Não coloque tudo a perder.
—- Queridinha... - Rosie começou — Eu sei o que disse, e também sei o que fiz. Esse cara vai está comendo em minhas mãos em poucos dias, você vai ver.
—- Ótimo! - Bella anuiu — Vou precisar de sua ajuda em outra coisa!
—- Sério? Em quê? Não vou dormir com mais ninguém, a não ser que seja Emmett Stanley.
—- Não me importo o que você fará com Emmett, contanto que não coloque o meu plano a perder. - Bella retrucou — Quero que me ajude, a saber, sobre Mike Newton, depois que a gente terminou não tive mais informações sobre ele. Você poderia tentar descobrir o máximo possível sobre ele?
—- Claro! Diga-me onde ele mora ou onde ele estuda e do resto eu cuido. – Rosie se prontificou.
—- Ótimo!
—- O que planeja fazer com ele?
—- Ainda não tenho um plano certo para ele. - Bella destacou — Mas vou querer me vingar dele com prazer.
—- Ok! - Rosie disse — Agora me diz uma coisa, o que vai fazer se o Cullen não se casar com você?
—- Ele vai se casar Rosie! - Bella afirmou com convicção — Acredite, ele vai!
—- Tudo bem, eu não duvido de você. Nunca duvidei mesmo! - Rosie disse — agora o que vai fazer com Jacob? Porque aquele lá merece realmente um boa vingança.
—- Dele eu me vingarei por último. - Bella afirmou — E será onde mais lhe dói...
—- Colecionando inimigos? - Rose disse sorrindo — Não acho que isso seja bom para você.
—- Apenas estou me vingando daqueles que me humilharam um dia. - Bella disse — E não reclame, se você fizer a sua parte bem, você também ganhará um marido rico.
—- Quem sou eu para reclamar - Rose retrucou — Só não esquece que a sua mãe pode colocar tudo a perder!
—- Não... - Bella ponderou — Dela eu cuidarei na hora certa. Preciso ir! Vou ver a minha madrinha!
—- Mande um beijo para Sue. - Rose disse.
—- Tá louca! - Bella falou olhando feio para a loira — A minha madrinha te odeia, acha mesmo que falarei de você. - Rose riu — Sábado, sairemos, eu, você e Alice. Não se vista de forma vulgar!
—- Claro, claro! - Rose anuiu fechando a porta.
...................................
Era quase noite quando Isabella voltou, ela tinha algumas sacolas, havia ido visitar a madrinha, e assim trouxe algumas roupas novas. A morena deixou a sacolas no quarto, então voltou para sala, ninguém estava ali, a casa estava em silêncio total.
—- Daniele! - Bella chamou.
—- Pois não, menina! - Daniele veio da cozinha.
—- Cadê todo mundo?
—- Srta. Swam, hoje houve uma grande confusão, a menina Alice está no hospital, estão todos lá.
—- O quê? - Bella disse chocada — O que aconteceu Daniela?
—- A ex-noiva do Sr. Cullen , veio visitá-lo e houve a maior gritaria. O Sr. Cullen gritou com ela, eu juro Senhorita, achei que ele fosse bater nela... Foi quando a menina Alice se meteu, ela estava no quarto e veio correndo quando ouviu a gritaria, e foi nesse momento que a Senhorita Tania  se descontrolou e acabou acertando a menina Alice com um vaso. Daí foi uma correria só.
—- Sabe me dizer em que Hospital ela está?
—- No Hospital Central Srta. Bella.
—- Obrigada Daniele, vou ver a minha amiga!
..................................
Edward estava sentando na sala de espera ao lado de Jasper. Bella chegou alarmada e preocupada.
—- Como ela tá? - Bella perguntou chegando perto.
—- Bella! - Edward disse  abraçando a menina — Ela está sendo atendida! Ninguém deu notícias ainda.
—- Mas é grave? - Ela perguntou se afastando.
—- Ela chegou aqui desmaiada! - Edward explicou.
—- Olá Jasper! - Bella cumprimentou o rapaz. Edward tinha a mão da menina presa nas suas, quem olhasse aquela cena, juraria que era de um casal.
—- Olá! - Ele disse — Veja Edward, ali vem o Médico.
—- Sr. Cullen! - O Médico começou — Alice  está bem, estamos terminando de fazer uns exames e ela poderá ir para casa hoje mesmo!
—- Muito obrigado Doutor! - Edward disse eufórico — Tem mesmo certeza que não é algo grave?
—- Não se preocupe! - O Médico garantiu - A pequena Alice só nos deu susto. Está tudo ok com ela. Os exames são somente de rotina e para nos dar certeza de seu estado. Mas ela ficará de repouso por pelo menos dois dias.
—- Pode deixa Doutor, eu cuidarei disso! - Bella assegurou sorrindo.
—-- Ela já, já estará com vocês! - O Médico confirmou.
...............................
A conversa que Edward desejava ter com Isabella teve que ser adiada, agora, Alice precisava de sua atenção e de seu amor.

 Contínua...

sábado, 19 de março de 2016

Capitulo 17


“Éramos como a folha e o vento. Impossível de ficar juntos, mas, algo nos trazia para perto.”
— Baianizando.

Capítulo 17

A malícia é algo que adquirimos com o tempo e a usamos quando necessário, mas no caso de Isabella, ela era toda a malícia e a maldade em pessoa. Naquela manhã, assim que se despediu de Alice, a morena teve o prazer de encontrar Mike, o seu ex-namorado e atual namorado de Jessica.
—- Nossa! Olha quem está de volta! - Bella comentou com certa maldade na voz — Como foi a sua viagem quase perfeita?
—- A minha viagem foi perfeita! - Mike disse, mas foi impossível disfarça o desejo vivo nos olhos dele. O jovem ainda tinha uma queda grande pela morena.
—- Impossível! - Bella disse chegando perto demais dele, deixando-o nervoso — Eu não estava lá, então não foi perfeita, e nem tente fingir você não desejasse que fosse eu e não a sua namoradinha! - Ela sussurrou próximo ao ouvido dele  e se afastou — Fazer o quê? A vida não é justa mesmo.
—- Espera! - Mike disse puxando-a pelo pulso e segurando-a com força.
—- Me solta! - Bella exigiu — Me solta, agora Mike!
—- Você não vale nada Isabella! - Ele disse em meio a um ataque de pura raiva, devido à distração indesejada que ela causava nele - Se você... Se você não tivesse mentido, talvez eu pudesse te perdoar.
—- Eu não quero o seu perdão, mas você deveria implorar pelo meu! - Ela disse com ódio nos olhos — Agora tira essas patas sujas de  mim.
—- Você não passa de uma pobre coitada, que não tem onde cair morta! - Mike disse cruelmente — O que acha...
—- Me solta! - Ela disse agitando o braço e tentando sair do agarre dele.
—- Eu acredito que a jovem disse para soltá-la! - A voz rouca de Edward ecoou atrás deles. Se Isabella tivesse armado, não teria saído tão perfeito. — Senhor Newton, acredito que a Srta. Swan pediu para soltá-la.
Mike olhou meio assustado e meio pasmo ao ver o mais renomado Advogado da cidade falando com ele, e se referindo a Isabella com certa admiração.
—- Recomendo que deixe Isabella em paz, ou ela pode entrar com uma ação contra você.
Mike não disse nada, apenas olhou com ódio para Isabella e saiu. Edward esperou até que ficassem apenas eles dois sozinhos para então voltar a falar.
—- Você está bem?
—- Acho que só o meu orgulho é que foi ferido! - Ela disse esboçando um leve sorriso que não chegava nem aos olhos.
—- Não acredite em nada que ele disse! - Edward e Isabella arregalaram os olhos, ele tinha ouvido, mas até que ponto ele ouviu?
—- Você ouviu?
—- O que ele disse é uma grande mentira! Você é talentosa e tem um futuro brilhante! - Edward disse — Acho melhor você ir para sala, ou vai se atrasar.
—- Obrigada! - Bella disse beijando-o de surpresa no rosto — Muito obrigada mesmo, Sr. Cullen!
Aquelas palavras foram diretamente para as calças do homem, sempre que ela falava, o efeito era direito em seu pau. Foi preciso muito esforço para ele não arrastá-la dali para um canto escuro e sabe-se lá fazer o que com  ela.
.........
—- Olá! - Angela a cumprimentou — Você tá linda!
—- Correção amiga! – Bella retrucou sorrindo — Eu sou linda!
—- Claro, claro! - Angela assentiu sorrindo também
—- Como foi de viajem? Quero saber de tudo. Como está Ben?
—- Foi ótimo! - Angela disse — Advinha?
—- O quê?
Angela mostrou a mão com um belo anel de noivado, Isabella e a amiga soltaram gritinhos e então se abraçaram.
—- Ai meu Deus! Parabéns! - Bella falou feliz — Quando? Quando ele fez o pedido?
—- Há duas noites! - Angela respondeu sorrindo.
—- Meus parabéns! - Bella falou contente — Eu quero ser a sua madrinha, é claro!
—- Com toda certeza! - Angela concordou — E você vai me ajudar também com a organização, preciso de sua ajuda nisso!
—- Tudo bem!
Bella poderia até parecer feliz, o que era novo para ela também, saber se realmente estava feliz ou se fingia estar, nem mesmo ela mais conseguia identificar os seus sentimentos. Mas de uma coisa ela tinha certeza, ela estava com ciúme por ser a sua amiga e não ela a estar noiva.
—- Angela! - Jessica disse entrando na sala — Meus parabéns! Encontrei Ben e ele me disse sobre a novidade. Oh, fico também feliz por você, em breve serei eu.
—- Obrigada Jessica! - Angela disse por educação.
—- Claro, se casar com alguém que ama outra deve ser tudo de bom! - Bella alfinetou com maldade.
—- Pelo menos eu ainda me casarei e você? - Jessica rebateu com ódio nos olhos.
—- Bom dia a todos! - Edward cumprimentou entrando na sala — Eu sou o Professor Edward Cullen Masen, serei o Professor de vocês nesse semestre de Direito Penal. Todos em seus lugares!
Edward explicou as vias do Direito Penal e também explicou como as leis se aplicavam em nosso país. Fez um resumo básico de alguns casos importante.
—- Capítulo dois, para próxima aula! - Edward orientou — E, por favor, desejo ouvir a voz do resto da turma, a Srta. Swan não é a única aluna desta turma.
—- Mas é uma metida! - Jessica disse.
—- Não Srta. Stanley, a Srta. Swan se esforçada e é estudiosa!
—- Nem todo mundo pensa como você Professor! – Jessica disse.
—- Seu pai pensa, e você deveria começar a estudar se deseja mesmo passar nessa matéria. - Edward disse e todos na sala riram — Estão liberados por hoje. Srta. Swan fique, eu desejo falar com você.
—- Hum alguém tá com problema! - Mike disse pegado as suas coisas e saindo juntamente a Jessica que estava bem chateada.
—- Te vejo depois amiga! - Angela disse e sorriu.
—- O que deseja? - Bella perguntou.
—- Primeiro, quero lhe pedir desculpas pelos comentários maldosos de sua amiga!
—- Ela não é minha amiga e acredite-me, ela me odeia! – Bella pontuou.
—- Que seja! E segundo, o seu horário de trabalho mudou, você entrará às três da tarde e sairá às sete horas. Agora, tudo que preciso que você faça hoje, já está sobre a sua mesa, caso não tenha visto, então, por favor, não se atrasasse e qualquer contratempo me avise.
—- Claro! - Bella assentiu — Tenha um bom dia.
Bella não voltou mais a ver Edward naquele na faculdade dia e em casa, ele agia formalmente com ela, e desse jeito a semana foi passando, então sexta feira à noite chegou...
........................
Bella usava um vestido preto discreto, justo  no corpo. 

Ela precisava ir buscar o seu novo vestido  na casa de sua madrinha. Na noite em que ela foi busca-lo, Phill estava lá e assustou-a de verdade.
Alice entrou no quarto da menina, ela usava um vestido tubinho e a sua maquiagem estava perfeita, além dos belos sapatos rosa.
—- Me ajuda, me ajuda! - Alice pedia nervosa — Como estou? O cabelo? Meu batom? Bella, me ajuda!
—- Hey fica calma! - Bella tentou a acalmar — Você está linda! Perfeita! Só não entendo o porquê de estar tão nervosa assim!
—- Jasper... - Alice disse — Ele é o melhor amigo de Edward ou foi um dia... Ele viajou, montou o seu próprio negócio, hoje ele é um empresário da Construção Civil, um homem muito talentoso e reconhecido internacionalmente.
—- E você gosta dele? - Bella concluiu.
—- Ele é bem mais velho do que eu! - Alice disse pesarosa — Talvez fosse algo de adolescente, mas agora que ele tá de volta. Eu tô me sentindo como uma adolescente novamente.
—- Bom, a minha dica para você... - Bella disse levantando e acabando de se arrumar — Seja apenas você, e por falar nisso, você está linda.
—- Tem certeza?
—- Totalmente! Ele vai amava você assim que ele te olhar! - Bella afirmou — E se não acontecer e porque ele é um babaca.
—- Obrigada! - Alice disse mais controlada — Você é uma boa amiga.
Na sala, Rosie estava linda em seu vestido branco, como sempre, a garota tinha arrasado no visual, mas como Isabella havia lhe dito, ela tinha que ser inocente e não vulgar.
—- Bella! - Rosie disse sorrindo.
—- Rosie. Essa é Alice, a minha amiga! - Bella apresentou — Alice essa é Rosie, também minha amiga.
—- Se é amiga de Bella, também será minha amiga - Alice disse — Venha, vou te mostrar a casa.
Alguns minutos depois delas terem saído da sala, Edward apareceu de surpresa.
—- Você está linda! - Ele elogiou sussurrando em seu ouvido — Encantadora!
 Isabella sentiu um arrepio percorrer a sua espinha e então se virou olhando o homem perfeito em um terno azul e uma camisa branca por baixo.
—- Boa noite! - Ela disse.
—- Igualmente! - Ele respondeu tirando do bolso um colar — Acho que ficará perfeita com isso!
—- Não! - Bella disse se fingindo de ofendida, mas estava deslumbrada com a joia. — Eu não posso aceitar!
—- Então fique como um empréstimo - Edward disse já colocando a joia em seu pescoço — Depois da festa me devolva.
Daniele abriu a porta e ambos se afastaram. Era Emmett, ele estava sozinho. Isabella sabia disso porque Heide, a esposa do grandão, não iria querer sai por Jessica, filha deles, estar de volta.
—- Emmett! - Edward o recebeu com alegria.
—- Edward! - Emmett o cumprimentou de volta — Bella, como sempre linda e encantadora!
—- Obrigada Sr. Stanley!
—- Me chame de Emmett! - Ele disse ao mesmo tempo em que Alice voltou com Rosie. Emmett não deixou de notar a loira perfeita. — Quem é essa bela jovem Alice, minha queridinha?
—- Oh! - Bella disse fingindo surpresa — Essa é Rosie, ela é minha amiga. Rosie, esses são os Senhores Emmett Stanley e Edward Cullen, este último é o meu chefe!
—- Um prazer em conhecer os dois! - Rosie disse dando um sorriso tímido, mas os seus olhos estavam em Emmett, não deu para disfarçar o interesse da loira.
—- Quem ainda falta? - Emmett disse não disfarçando o seu interesse, também.
—- Bom acho...
—- Que ninguém! - Jasper disse sorrindo entrando, ele estava deslumbrante em um suéter preto e calças da mesma cor. — Desculpe-me pela demora, os meus pais não puderam vir, mas aqui eu estou! Edward, meu amigo!
—- Jasper, como sempre impecável! - Edward disse sorrindo — Bem, vamos às apresentações... Acho que Emmett você ainda conhecer!
—- Claro, continua o mesmo chato de sempre. - Emmett riu.
—- Agora com um pouco mais de idade. - Emmett disse sorrindo novamente.
—- Bem, essa é Isabella Swan a minha assistente! - Edward disse e Jasper sorriu.
—- Se desejar trabalha com alguém mais divertido, me avise! - Jasper disse e Edward olhou feio para o amigo, pois conhecia bem a fama de galinha do amigo.
—- Rosie, amiga de Bella e Alice, a minha irmã. Você ainda se lembra dela, não é?
—- Alice! Alice, aquele menina de óculos e aparelho virou esse mulherão? - Jasper disse surpreso — Acho que não posso mais chamar você de menina, não é?
—- Não, não pode! - Alice disse taxativa.
—- Então chamarei de boneca linda! - Jasper disse tocando o seu queixo e sorrindo radiante para ela.
—- Acho que já chagaram todos, vamos jantar! - Edward convidou.
A noite foi cheia de olhares e incerteza. Edward não deixou de notar os olhos de Emmett para Rosie e a mesma para ele. Jasper fitava, algumas vezes, Isabella que parecia alheia  a aqueles olhares, e por fim, o próprio Edward, que não conseguia tirar os olhos, nem o pensamento da morena deslumbrante.
—- Foi uma noite agradável! - Jasper disse — Temos que marcar algo novamente.
—- Vou dá uma festa em breve, daí você terá que vir! - Alice pediu.
—- Com prazer Alice, minha boneca! - Ele disse beijando a bochecha dela, deixando-a corada.
—- Edward  até mais! - Jasper se despediu — Minha querida Bella, pense na minha proposta e se desejar trabalhar com alguém mais divertido, me avise!
—- Gosto do que faço aqui, Senhor Halle! - Bella assegurou — Mas obrigada mesmo assim!
—- Bom Bella, eu também vou indo! - Rosie disse.
—- Mas já? Pensei que fosse ficar... - Bella retrucou marota.
—- Não posso, tenho uma entrevista amanhã cedo! - Rosie justificou.
—- Tudo bem! - Bella assentiu — Edward, Thomas poderia levar Rosie?

—- Não precisa Edward! - Emmett interviu — Eu a levo a sua casa! Pelo que falamos, ela mora em meu caminho, não será trabalho algum.
—- Se você não se incomodar – Edward ponderou — Boa noite Rosie, foi um prazer ter você em minha casa!
—- O prazer foi meu! - Rosie agradeceu — Vamos marcar de sair Bella e Alice?
— Claro! - Alice disse — Vamos marcar!
—- Ótimo! Até mais Bella, Alice.
Todos partiram em direção ao seu destino. Alice sorriu e se despediu de Bella e Edward, subindo as escadas, correndo e sumindo em seu quarto.
—- Acho que vou dormir! - Bella avisou.
—- Por favor, me acompanha até a Biblioteca!
 Ambos caminharam até a Biblioteca em silêncio, assim que os dois entraram, Edward fechou a porta, não deu nem tempo de Bella entender o que se passava e ele a puxou, beijando-a com vontade e tanta intensidade, que a menina se sentiu invadida, violada.
—- Queria fazer isso à noite toda! - Ele sussurrou enquanto a sua boca corria pelo pescoço dela, ele apertando o seu corpo contra o dela — Tem alguma ideia do que está fazendo comigo?
—- E você tem ideia do que você está fazendo comigo, também? - Bella sussurrou ofegante, o afastando e o empurrando.
Por um momento, Edward pensou que ela estivesse fugindo, mas a menina pulou em seu colo e tomou a boca dele em outro beijo, mais urgente e mais necessitado do que o primeiro.
Alguns objetos que estavam em cima da mesa foram parar no chão, quando Edward sentou Isabella sobre o móvel. O beijo continuou ainda mais intenso  e mais urgente, as mãos de ambos percorriam o corpo dos dois de uma maneira totalmente indeiscente e sem nem um pudor. Até que o barulho de algo caindo do lado de fora da sala, chamou a atenção deles.
—- Eu tenho ir! - Bella disse tentando se arrumar e saiu correndo, ao empurrar Edward para o lado.
 Edward tentou impedir, mas a menina subiu as escadas correndo e se trancou no quarto.
—- Você não imagina o quanto esse jogo está ficando interessante, Senhor Cullen... - Isabella sussurrou para si mesma, olhando pela janela.

Contínua...

sábado, 12 de março de 2016

Capitulo 16


"O efeito dele sobre mim era como o da cafeína. Me deixava extremamente feliz e miseravelmente viciada.”
— red velvet

Capítulo 16

Alice veio cheia de novidades, trouxe muitos presentes e estava encantadora como sempre, por mais que Isabella gostasse dela,  foi inevitável não sentir ciúme, vendo que Alice tinha o dinheiro e a facilidade que Bella nunca teve, além de parecer ter o mundo aos seus pés.
—- Esse aqui é para você! - Alice disse sorrindo — Espero que goste, eu achei a sua cara.
—- Obrigada Alice, não precisava se incomodar. - Bella agradeceu feliz.
—- Como não? Você é a melhor modelo que tenho. - Alice pontuou — Eu vou usar todas as minhas criações em você.
Alice parecia uma criança em um parque de diversão, ela batia palminhas e se pulava sentada no sofá.
—- Vamos com calma, Alice. - Edward disse — Está deixando Isabella sem graça.
—- Não seja chato! - Alice retrucou — Então me conte o que eu perdi!
—- Nada de mais...
—- Diga-me que você já está namorado! - Alice pediu.
Isabella arregalou os olhos assustada, Edward se sentiu desconfortável e com ciúmes ao mesmo tempo.
—- Alice, por favor! - Bella disse corando — Passo tempo demais trabalhando com o seu irmão, não acha que eu consigo tempo para isso. Oh céus! - Bella disse se levantando desconfortável pela situação — Fiquei de ir jantar com Rosie. Tô atrasada!
—- Rosie? - Alice fez a pergunta que Edward sentiu vontade de fazer.
—- Uma amiga... - Bella disse — Você vai adorar conhecê-la  Alice, você pode me acompanhar se quiser!
—- Eu adoraria! - Alice disse fazendo carinha de triste — Mas estou cansada Bella. Porque não fazemos assim, traga-a para jantar aqui em casa na sexta.
—- Ótima ideia! - Edward disse — Até porque  vocês duas têm aula amanhã, e depois, Fernandes esteve aqui para avisar que Jasper estará voltando para cidade, em breve. Eu vou me informar, seria bom, pois juntaríamos as coisas...
—- Jasper?! - Alice perguntou surpresa o que não deixou de ser notado por Isabella.
—- Sim, ele está voltando. Fernandes esteve aqui. Acredito que seja por esses dias.
—- Nossa! - Alice exclamou e sorriu forçado — Bem, vou subir e tomar banho. Bella, bom jantar! Mande lembranças minhas para a sua amiga e faça-lhe o convite em meu nome e de Edward.
—- Claro, Alice! - Bella disse abraçando-a — Fico feliz que tenha voltado, fiquei bem sozinha sem você aqui!
—- Calma, que já estou de volta e vamos fofocar muito! - Alice disse e caminhou até Edward, dando-lhe um beijo carinhoso — Te vejo pela manhã e não fique até tarde trabalhando!
—- Claro, Alice! - Edward disse — Bella você pode usar o motorista se desejar.
—- Obrigada, Sr. Cullen!
—- Aff! Ainda estão nessa de Senhor e Senhorita? Quando vão partir para o ataque e passar ao primeiro nome? Isso me deprime! - Alice disse rindo — Boa noite para vocês seus chatos!
Bella sorriu mais não disse nada, Edward apenas revirou os olhos e passou a mão pelos cabelos.  A morena foi até a Biblioteca e pegou a sua bolsa. Ela estava feliz por ter recebido presentes de Alice.
—- Não chegue muito tarde. Você terá aulas amanhã! - Edward disse.
— Eu sei dos meus deveres! – Bella replicou.
—- Apenas estou lembrando! - Edward advertiu — Leve o motorista junto!
—- Já entendi! - Bella disse — Boa noite!
Bella saiu da casa dos Cullen usando o motorista dele, a menina  se sentia a dona do mundo, ela não tinha  jantar algum com Rosie, mas tinha um plano em mente, que  sabia que a amiga aceitaria, porque ela conhecia muito bem Rosie.
—- Oh! - Rosie disse olhando para a morena — O que foi que aconteceu? O ricaço te mandou embora?
—- Pelo contrário, o babaca está comendo em minhas mãos.
—- Eu diria que ele tá comendo você, isso sim! - Rosie disse com malícia e Bella revirou os olhos.
—- Não mesmo! - Bella disse entrando no apartamento da amiga — Eu não sou tão fácil assim, isso eu deixo para você! - Rosie sorriu descaradamente — Eu tenho uma proposta para você, e acho que você vai gostar.
—- Tem dinheiro no meio? - Rosie perguntou.
—- Na verdade, se você souber fazer tudo direitinho, você será uma mulher rica!
—- Começo a gostar disso! - Rosie disse — Que tal nós partimos para o que realmente interessa?
—- Como desejar!
Bella contou detalhadamente o plano dela para Rosie, claro que a parte mais importante do plano era com Rosie, a sua vingança estava apenas começando e ela já tinha o alvo perfeito e usaria isso ao seu favor, sem se importa quem iria atingir.
—- Não se esqueça! - Bella disse - Sexta às sete! Esteja adequada, não vulgar e nem vista algo decotado demais, apresentarei você à pessoa que você precisará seduzir. O resto será com você.
—- Não precisa ensinar o padre a rezar missa! - Rosie disse — E se ele for tudo isso que você disse, vou adorar brincar com esse cara.
—- Você quem sabe! Só tome cuidado para não se envolver demais. - Bella advertiu — Bem, virei te visitar com mais informações durantes a semana, sexta, você se comportará com uma dama.
—- Como desejar! - Rosie disse — Onde está indo?
—- Vou ver a minha madrinha! - Bella disse — Até mais Rosie, e veja se não coloca nada a perder.
Rosie era uma boa garota, cometeu alguns erros na vida, mas foi por se apaixonar pelos caras errados, o seu coração era o seu pior inimigo, mas quando o assunto era dinheiro, os seus olhos brilhavam ainda mais e a sua ganância era cada vez maior.
Bella caminhou em direção à casa da madrinha, a vila onde ela morava estava calma, talvez pelo horário que era um pouco tarde, pois todos precisavam se levantar cedo.
—- Veja só quem resolveu aparecer! - Phill disse sorrindo, era visível que ele estava bêbado — O que veio fazer? Esfregar na nossa cara que você saiu da miséria, porque está trepando com um ricaço?
—- Você me dá nojo! - Bella disse e tentou passar.
— Espera aí garota! - Phill disse puxando-a pelo braço.
—- Me solta! Você tá me machucando! - Bella disse puxando o braço.
—- Sério? - Phill debochou segurando-a pela bochecha e apertando-a — Eu não sei o que você está armando... -Ele disse apertando-a com força — Mas não pense você que vai se livrar de mim e de sua mãe assim tão fácil.
—- Cretino, me solta! - Bella sussurrou entre os lábios.
—- Vadia! - Phil disse e soltou a menina empurrando-a, fazendo Isabella cair e arranhar o seu antebraço. - Fique avisada!
 Os olhos da morena estavam arregalados de medo, ela conhecia bem como era Phill, ele já era violento por si só, bêbado então, era bem pior. Ela saiu correndo em direção  a saída, descendo as escadas da Vila tão rápido que não se deu conta que o seu celular caiu. Ela entrou no carro correndo, ofegante e muito, muito assustada.
—- Podemos ir Thomas, podemos ir! - Ela disse ao motorista que arrancou com o carro.
De volta à casa do Cullen, a menina subiu correndo em direção ao seu quarto, sem dizer nada, nem falar  com ninguém, se ela não estivesse tão assustada, teria notado Edward ainda acordado na Biblioteca. O jovem ruivo não entendeu o que acontecera, mas logo, logo descobriria.
.........................
Pela manhã, Edward  estava no jardim enquanto Alice e Bella terminavam de se arrumar para ir à Faculdade.
—- Thomas, onde você levou a Srta. Swan  ontem?
—- Primeiro levei-a a casa de uma amiga! - Thomas disse.
—- Ela demorou muito lá? - Edward quis saber.
—- Sim, acredito que ela jantou lá, Senhor.
—- E depois?
—- Ela foi à Vila Senhor, acredito que foi ver a mãe! - Thomas disse e Edward ficou com uma pulga atrás da orelha.
—- Obrigado Thomas!
—- Por nada Senhor.
—- Thomas, leve Alice e a Srta. Swan a Faculdade, depois se informe com elas o horário de ir buscá-las.
—- Tudo bem Senhor.
Edward voltou para dentro de casa e foi direto para a mesa tomar café. Não demorou muito para Alice e Bella se juntarem a ele, a morena, como sempre, estava divinamente linda e bem vestida.
—- Bom dia Edward! - Alice disse.
—- Sr. Cullen!
—- Bella pode me chamar de Edward! - Ele disse.
—- Desculpa! - Ela sussurrou.
—- Como foi o jantar ontem? - Ele perguntou.
—- Ótimo! - Bella disse.
—- Por falar em jantar! - Alice disse — Eu estava conversando com Bella e ela sugeriu que chamássemos mais gente, para ficar um clima tão monótono - Alice explicou — Edward, eu adoro Jasper, mas Fernandes e a esposa são um saco.  Você poderia chamar Emmett e a esposa, sei lá, mais alguém. Nessie, também, não a vejo desde o casamento.
—- Alice era apenas um jantar! - Edward disse pensativo. — Assim já está virando uma festa.
—- Seria justo! Essa casa anda tão parada! - Alice comentou.
—- Acho que não seria tão ruim! - Bella disse — Só é preciso controlar a lista de convidados de Alice.
—- Faremos assim! - Edward disse — Apenas Fernandes, a família de Emmett e a nossa família.
—- Mas eu quero uma festa! - Alice disse fazendo bico.
—- Alice, nem sabemos se Jasper estará na cidade, de fato, além do mais, sabe que ele não é do tipo que gosta de surpresas.
—- Tudo bem! - Alice disse — Mas vou arrumar outro dia para uma festa... E você não poderá me impedir.
—- Como desejar.
—- Ótimo! Agora vamos tomar café que a minha aula começa às nove!
—- A minha começa antes Alice! - Bella disse.
—- Thomas levará você duas! - Edward avisa — Avise o horário de saída assim ele vai buscá-las.
—- Eu tenho carro irmãozinho!
—- Eu sei! Mas Thomas levará as duas e depois as buscará - Edward disse levantando — Bella, provavelmente, eu verei você ainda pela manhã. Então para as duas, bom dia e boa aula!
Edward saiu levando a sua pasta, e de certo modo, feliz e preocupado.


Contínua...