Jul M

Oi

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Capitulo 12


“Sobrevivi inúmeras vezes para que você olhasse para mim, ou apenas percebesse que eu existo, mas não, você ainda tem olhos para aquele que te magoou e que brinca com o seu coração.”
— WFY

Capítulo 12

Uma semana se passou desde a mudança para a casa dos Cullen. Isabella se sentia uma rainha naquela casa, mandava e desmandava nos empregados, de certa maneira, ela se sentia dona de tudo aquilo, claro que perante Edward, ela se mantinha ainda a mesma menina doce e inocente que ele conhecia, ou pelo menos, pensava conhecer.
-- Bom dia! - Edward disse ao se juntar a Isabella e Alice à mesa.
-- Bom dia Ed! - Alice disse sorrindo.
-- Bom dia! - Bella retrucou e um rubor se formou no rosto dela.
-- Bella, vamos a um jantar de negócio hoje! - Edward disse — É um jantar de gala, coloque um vestido de festa.
-- Que jantar? - Ela perguntou.
-- A nossa firma está fechando um grande contrato com as indústrias Denali. Hoje à noite Eliazer Denali estará oferecendo um jantar e nós iremos.
-- Claro! - Bella disse animada.
-- Sairemos às sete. - Edward comunicou - Deseja vir conosco Alice?
- Sem chances! - Alice foi logo dizendo — os seus amigos são uns chatos e só falam sobre leis, julgamentos e negócios! - Edward e Bella sorriram um para o outro — Me contento em deixar você com Bella, afinal, estará em ótima companhia e além do mais, odeio mesmo os seus amigos chatos.
-- Não seja mimada! - Edward disse de forma carinhosa — São negócios e se chegamos aonde chegamos foi devido a esses negócios.
-- Mentira! - Alice contradisse — É devido ao seu grande talento, aceite isso.
-- Alice tem razão... Você é muito talentoso e isso ajuda muito na hora dos negócios.
-- Ok! As duas mulheres lindas à mesa ganharam! - Ele disse sorrindo e limpando a boca — Vejo vocês mais tarde. Bella, eu tenho trabalho para você na Biblioteca e Alice faça algo da vida, sei que está de férias, mas precisa fazer alguma coisa.
-- Vou pensar sobre isso! - Alice disse simplesmente.
-- Até mais tarde!
-- onde está indo? - Bella perguntou – Oh desculpe, não é de minha conta, eu sei...
-- Tudo bem, Isabella. - Edward disse — Estou indo ao escritório, tenho uma reunião com alguns investidores britânicos.
-- Vai precisar de ajuda? - Bella perguntou.
-- Não se preocupe... - Edward garantiu — Já tenho tudo pronto, e além do mais, há trabalho esperando por você na Biblioteca. Concentre-se nisso!
-- Tudo bem! - Ela sorriu
-- Até mais... - Ele disse e saiu.
Bella sorriu para Alice que tinha os olhos atentos na morena, enquanto ela conversava com o chefe. Ela notou a morena corando e viu a timidez da menina perto do homem, Alice sabia que algo existia ali, sabia que o seu irmão era um homem bonito não era à toa que a maioria de suas amigas ficava babando por ele, e claro, desejando... Por que seria diferente com Isabella? Ela sabia que o seu irmão mexia com a morena e estava ficando difícil de esconder.
.................................
Já estava escurecendo quando Edward voltou para casa, ele mal falou com Alice. Ele subiu para tomar banho, eles tinham que estar na festa às sete horas. Ele odiava aquele tipo de evento, mas precisava ir... Então ele chegaria cedo para poder sair mais cedo, marcando presença e saindo à francesa.
Enquanto ele se vestia, Alice ajudava Isabella com o seu vestido. Era um vestido preto longo simples, mas que ficou perfeito no corpo da menina.

 Seria uma festa importante, Alice falou um pouco sobre o Denali, ela era amiga não muito próxima da filha dele, Kate Denali. Alice descreveu a jovem como extremamente mimada. Isabella ficou deveras linda, sua vestimenta era bem discreta, com uma faixa envolvendo a cintura, os cabelos estavam presos em coque e alguns fios soltos, uma maquiagem leve. Claro que nada disso roubou a beleza da morena, ela continuava belíssima. Aquele traje não seria bem um escolhido por ela, ele não era chamativo, mas Bella aceitou, Alice era a sua amiga e ela precisa dela de seu lado para que os seus planos dessem certo.
.................................
O caminho até a casa dos Denali fora feito em silêncio, mas claro que Isabella não esqueceu a cara de surpresa do Cullen quando a viu descendo as escadas, e claro, que ela manteve aquilo para ela. Edward, por outro lado, ficou muito encantado pela jovem, a beleza dela era evidente naquela roupa, naquela produção toda, e lógico em sua aparente inocência.
-- Não ficaremos muito tempo lá. - Edward a advertiu — Eu não gosto muito dessas festas, então seremos rápidos, farei o que preciso fazer e quando acabar partiremos.
-- Sem problema! - Bella concordou — Estou aqui a trabalho.
-- Tente se divertir também. Sei que esses eventos são chatos, mas tente aproveitar.
-- Tudo bem Sr. Cullen!
-- Edward, Isabella, achei que já tinha aceitado isso.
-- Prefiro manter tudo formal, pelo menos aqui... - Ela disse fingindo timidez, algo que nunca existiu nela.
-- Tudo bem!
O carro parou e ambos saíram para dentro da mansão. Isabella se sentiu perdida com tanto luxo e beleza, a festa era incrível, havia mais de 50 pessoas ali presentes. Ela segurou forte no braço de Edward, enquanto ambos caminhavam para dentro do salão. Edward guiou a menina até quem era o anfitrião da festa.
--Edward Cullen! - Eleazar o cumprimentou — É sempre um prazer tê-lo em minhas festas.
_ Eleazar sempre é bom prestigiar velhos amigos, e futuros sócios.
Eleazar sorriu abertamente e então se deu conta da presença da jovem encantadora que estava com ele.
-- Quem é essa linda jovem? - Ele perguntou e Edward não gostou muito do olhar que o velho Denali deu para a jovem Swan.
-- Isabella Swan. Ela é minha assistente e amiga da família. - Edward disse.
-- Sempre cercado de belas mulheres, meu caro amigo.
-- Às vezes é bom ter por perto boas companhias, ainda mais quando são encantadoras. - Edward assentiu — Darei uma volta pelo salão, quero apresentar Isabella para algumas pessoas.
-- Fique a vontade, logo conversaremos.
-- Assim espero Eleaza - Edward deu um sorriso gentil para Senhor que já tinha alguns cabelos grisalhos e então conduziu Isabella para longe. Parece que ele tentava afastar a jovem de algum perigo, mas claro que ele conhecia bem o Sr. Denali e sabia muito sobre as suas aventuras.
Assim foi feito, Edward apresentou Isabella para alguns amigos e sócios da empresa, pessoas com quem ele tinha negócios e pessoas que, às vezes, precisavam de sua ajuda. Era uma via de mão dupla e todos sabiam que era assim que funcionava o mundo dos negócios.
-- Me parece uma festa muito clichê. - Bella disse.
-- Ignore a todos! - Edward aconselhou — Todos aqui querem alguma coisa, por menor que seja, ainda assim querem algo.
-- Você conhece todos eles? - Ela perguntou.
-- Alguns eu conheço até bem demais...
-- Edward! - Eleazar caminhou em direção ao rapaz e a morena, ambos tinham taças de champanhe nas mãos. — Eu quero que conheça um de meus sócios, ele é o meu genro.
-- Claro! A pequena Nessie se casou. - Edward lembrou — Lamento não ter podido comparecer ao casamento.
Se Edward tivesse notado, ele teria visto que a sua bela acompanhante estava pálida, e sem voz, as mãos de Isabella se apertaram ao redor do braço do jovem de maneira que evitasse que ela caísse.
-- Esses são Billy Black e o meu genro Jacob Black, futuro herdeiro dos Black.
-- É um prazer! - Edward disse cumprimentando o jovem — Onde está Nessie?
-- Com a irmã e algumas amigas. - Jacob disse olhando atentamente para a morena ao lado e o seu olhar para ela não foi ignorado pelo ruivo
-- Oh, acredito que ainda terei a oportunidade de parabenizá-la.
-- Acredito que sim, Sr. Cullen!
-- Ah, e a jovem com ele é Swan. Isabella Swan! - Eleazar disse — Encantadora e brilhante assistente dele. Acredite se essa bela jovem está trabalhando para ele é porque tem potencial.
-- Não duvido! - Billy disse — A final você tem uma fama bem grande Sr. Cullen e acredito que sempre está cercado pelos melhores.
-- Acredite que sim! - Ele disse ainda atento ao olhar do jovem Black — Eu tenho ao meu lado sempre os melhores e Bella é a melhor, no momento.
Ele fez um carinho discreto mais que não fugiu aos olhos de Jake, que prestava atenção a cada detalhe. Edward ainda não entendia o porquê de aquele olhar tão obstinado do jovem Black, mas temeu pela pequena Swan.
-- Se importa se eu for até o bar? - Bella perguntou.
-- Oh claro que não! - Edward disse apertando a sua mão — Enquanto isso, podemos conversa sobre aquele assunto Eleazar.
-- Claro! Venha e me acompanhe até a Biblioteca.
-- Qualquer coisa, eu estarei lá na Biblioteca, primeira porta a esquerda!
-- Tudo bem! - Bella disse e saiu.
.........................
No bar Jacob foi atrás dela e isso estava meio que fora do controle agora.
-- O que pensa que está fazendo? - Jacob perguntou.
-- Por que não vai atrás de sua esposa?
-- Acha mesmo que não sei o que está fazendo Isabella?
-- Não tenho ideia do que esteja falando! - Ela disse olhando para ele, perfeitamente lindo naquele smoking.
-- Acha que ele vai se casar com você? - Ele perguntou — Ele é um velho e mulheres como você não se casam com homens como ele. Esqueça isso antes que seja mais humilhante para você.
-- Cretino! - Ela grunhiu entre os dentes. — Fique longe de mim, fique fora do meu caminho... E não pense você, que não farei você paga por cada lágrima que derramei por sua causa um dia.
-- Teria que nascer de novo e talvez for rica.
-- Então espere e verá.
Bella pegou a sua taça de champanhe e saiu em direção a Biblioteca, era melhor ficar perto de Edward ainda mais agora que as coisas não estavam tão boas assim.
......................
Uma sociedade foi isso o que Eleazar ofereceu a Edward, uma junção de empresas para fazer um grande império, seria mais fácil se fosse pelo casamento, mas todos sabiam a real condição de Edward, ele não se envolvia com ninguém há bastante tempo.
-- Não posso responder nada agora! - Edward disse — É uma ótima proposta, mas tudo que tenho construir sozinho e tenho orgulho disso.
-- Não estou dizendo que fecharemos o negócio agora, mas quem sabe futuramente? Pense... Análise e então me dê a sua resposta final.
-- Tudo bem! Por enquanto, vamos deixar tudo como estar - Edward disse — Agora me deixe achar a minha acompanhante.
-- Uma bela jovem Edward, aproveite a noite e a festa. Eleazar disse e Edward reconheceu a malícia em cada palavra que ele pronunciou.
................................
Jacob comia Isabella com os olhos, a morena estava conversando com Emmett, que estava acompanhado da esposa, uma bela Senhora conservada, chamada Heide, encantadora e gentil.
-- Vejo que encontrou companhia. - Edward disse ao se juntar a eles — Heide, sempre encantadora e linda.
-- Você também! – Heide retrucou — Você tem uma assistente muito linda e inteligente.
-- A melhor Heide, a melhor! - Edward disse passando o braço em volta do dela e se curvando para sussurrar no ouvido de Bella — Podemos ir quando desejar!
Ela olhou para ele e apenas sorriu. Edward entendeu que ela já não estava mais gostando da festa. Assim como para ele, aquilo tudo havia perdido o encanto.
-- Edward! - Uma voz feminina veio atrás dele — É bom revê-lo novamente.
-- Kate! - Ele disse sorrindo e Bella a reconheceu da entrevista. Ela era tão confiante de si, no entanto, não foi tão boa assim. — Está linda como sempre.
-- Você é sempre gentil!
-- Ele é um lorde, minha querida filha! - Eleazar disse — Um verdadeiro lorde.
-- Apenas disse a verdade! - Edward retrucou — Kate, essa é Isabella, a minha assistente e melhor aluna da Universidade, mas acho que você já sabe disso.
-- Não somos da mesma turma! - Kate disse — Eu me formo ano que vem, e acredito que ela ainda continuará.
-- Sim, no entanto sou a única que já fui aprovada pelo conselho de advocacia.
-- Oh sim, é verdade! - Edward disse — Bella passou de primeira, já pode exercer a profissão mesmo não estando formada. Eu tenho muita sorte em tê-la como minha assistente.
-- Um achando e tanto! - Emmett disse — Incrível e perfeita.
-- Ok, vocês estão me deixando sem graça. - Bella disse corando um pouco — Apenas me esforcei para conseguir o que queria.
-- Assim como está se esforçando o bastante para se enfiar na cama de seu chefe! - Jacob sussurrou próximo ao ouvido dela — Olá a todos! - Ele disse sabendo que ninguém tinha ouvido as suas palavras a não ser a jovem Swan.
-- Nessie, meu parabéns pelo casamento! - Edward disse e Bella se viu pela primeira vez, cara a cara com a jovem Denali, esposa do seu ex-amor.
-- Ficaria mais feliz se tivesse comparecido! - Nessie disse.
-- Não pude comparecer, mas Alice esteve nos representando.
-- Não é a mesma coisa! - Nessie replicou — Esse é a sua namorada? Encantadora e linda.
- Não! - Edward disse meio sem graça — Ela não é a minha namorada!
-- Ela é apenas a assistente dele - Kate ironizou - Edward não namoraria alguém tão jovem.
-- Por que não? Ela linda é uma mulher e se trabalha para ele é porque deve ser competente e talentosa, não vejo o porquê de não a namorar. E além do mais, idade é o que menos importa hoje em dia, e preciso existir amor, se existe amor o resto é nada.
-- Sábias palavras minha menina! - Heide disse — E além do mais, vocês dois fazem um casal lindo, juntos.
Kate não fora a única que não gostou daquele comentário, Jacob também não. Bella se sentiu meio sem graça, mas gostou do que ouviu, gostou ainda mais porque sabia que aquelas palavras haviam machucado o jovem Black e seu ego grande, além de irritado a jovem Denali.
-- Se me permitem... - Edward disse — Estou de saída, Bella está cansada, e eu não estou tão acostumado a badalações e festas.
-- Ainda é cedo! - Kate disse — Fique! Dance comigo!
-- Quem sabe outro dia Kate... - Edward disse gentil — Nesse momento estou de partida. Foi um prazer revê-los todos! Emmett, vejo você amanhã na empresa.
-- Claro!
-- Boa noite a todos! - Edward disse.
-- Boa noite!- Bella sussurrou.
...................
O caminho de volta para casa fora feito em silêncio. Edward estava pensativo e Bella calada, pensando demais em coisas que poderiam ter sido ditas naquela noite, mas ficaram emudecidas...
-- Sinto muito... - Edward disse quebrando silêncio.
-- Não entendi...
-- Os comentários... ...as palavras de Heide e Nessie, não se sinta mal, é que elas sempre me viram sozinho nesse tipo de festa. Você é a primeira mulher que me acompanha em evento desses, antes era só Alice ou eu ia sozinho.
-- Não tem problema! - Bella replicou — Não me incomodaram em nada, as palavras delas.
-- Eu entendo! - Edward disse e novamente o silêncio tomou conta do carro.
Bella olhava pela janela do carro, vendo o céu escuro e sem estrelas, até que sentiu as mãos frias do Cullen em seu ombro.
-- Eu não sei o que aconteceu entre você e Black, mas eu notei os olhares dele para você, não estou questionando nada e tão pouco cobrando. Mas acredito que você vale bem mais do que ele supõe que você vala...
Os grandes olhos chocolates firam emocionados e tomados de surpresa, meio impulsionado pelo desejo de ser valorizada e reconhecida de verdade, Bella se curvou para frente e sem se dar conta, ela tomou os lábios do Cullen em um beijo, doce, calmo, inocente e sem malícia alguma...




Contínua...

6 comentários:

  1. Jacob é um babaca! Ainda vai se dar muito mal. Aí, não sei o que pensar da Bella ainda. As vezes ela parece sem uma garota sensível numa casca grossa. Outras vezes, parece uma vá dia sem coração e inescrupulosa.
    Tô super ansiosa para o desenrolar da história.

    ASS: Lívia

    ResponderExcluir
  2. Viu? É por isso que não quero o ed machucado.
    Ela podia contar a verdade e o ed ajudar a ela a se vingar dessa corja de ridículos.

    ResponderExcluir
  3. Viu? É por isso que não quero o ed machucado.
    Ela podia contar a verdade e o ed ajudar a ela a se vingar dessa corja de ridículos.

    ResponderExcluir
  4. Viu? É por isso que não quero o ed machucado.
    Ela podia contar a verdade e o ed ajudar a ela a se vingar dessa corja de ridículos.

    ResponderExcluir
  5. Espero q a vingança dela seja maravilhosa pq esse jacob é um idiota, e o ed poderia se ajudar a ela com isso. Quero é ver a reação deles após o bjo.

    Tamara

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que cara mais idiota esse Jacob.. merece ficar na pindaíba pra ver o que é bom. Que fofinho o Ed e a Bella.. to cada vez mais convencida q a Bella é cordeiro em pele de lobo. Ela só precisa de algo que ela não teve pra mostrar esse lado dela, e não é dinheiro... é amor!!

    ResponderExcluir