Jul M

Oi

terça-feira, 28 de julho de 2015

De Olhos Bem Fechados -- Cap 28

NOTÍCIAS...

Edward tinha sorte por ter gente de confiança em sua casa. Sim, ele tinha muita sorte mesmo, pois assim ele poderia garantir a segurança de sua esposa e filha. Todavia, ele sabia que aquele olhar no rosto de sua adorável esposa prometia deveras, e futuramente, ele temia ser apenas um homem morto...
Eles haviam acabado de chega de viagem. Angel estava em companhia do fiel motorista Paul, e claro, de sua nova tutora Bree. Eles tinham ido buscar os recém-casados no aeroporto.
A linda menininha, com rosto de anjo, ficou feliz em rever o seu pai e a sua nova mãe. Angel veio o caminho todo falando sobre o quanto ela sentiu saudades deles e o tanto que ela gostaria de ter ido com eles naquela viagem.
A criança discursou sobre a mudança no interior da casa e fato do quarto de seu pai ter sofrido algumas alterações para que as coisas de Isabella fossem encaixadas no local.
Isabella trouxera de sua casa antiga, poucas coisas, somente alguns objetos pessoais e de valor sentimental, o restante de seus pertences ele preferiu doar para uma instituição de caridade.
Ao chegarem a casa, Esme tinha organizando um delicioso almoço, a mulher odiava a nova nora, mas perante aos poucos amigos que ali se encontravam, estava estampando em seu rosto um grande sorriso de alegria.
-- Oh! Sejam bem vindos! - Ela disse abraçando o filho e a nora, logo em seguida. — Eu espero que não fiquem bravos, meus queridos, mas achei que mereciam uma pequena comemoração de chegada.
Edward olhou em volta, sem deixar de segurar a mão de Isabella, ele a manteve ao seu lado o tempo todo. Edward reconheceu alguns amigos próximo da empresa, e claro, o seu fiel e leal amigo Emmett em companhia de sua esposa, Rosie.
-- Claro que não mamãe! - Edward respondeu e seguiu para o meio dos convidados, sempre levando Bella consigo.
Foi apenas questão de segundos para que todos se enturmassem. Peter e Charlotte, a sua adorável companheira e Rosie roubaram Isabella, atualizando-a dos últimos acontecimentos, em meio a muita conversa e risadas, Angel se distraía correndo animada pela casa, a pequena estava feliz. Edward aproveitou o momento para se retirar com Emmett para o escritório, a fim de saber como andavam as buscas por Victoria.
-- Nada ainda... – Emmett pontou — É como se Victoria não existisse mais.
-- Ninguém some assim Emmett! - Edward grunhiu — O que a Polícia diz sobre isso?
-- Estão trabalhando no caso, mas nada têm de concreto. Pistas falsas, muitas coisas sem sentindo.
-- Emmett, eu preciso proteger Bella! - Edward disse passando as mãos pelos cabelos de forma agitada.
-- Você já contou para Bella?
-- Não! - Ele disse olhando para o amigo — Como você acha que se deva contar para a sua atual esposa, em plena lua de mel, que a sua ex-mulher está à solta pela cidade e que tem como objetivo, matar a sua nova esposa?
-- O quê?! - A voz de Bella veio da porta e Emmett ficou branco.
-- Bella! - Edward disse assustado — Querida, por que não está na festa?
-- Como assim, a sua ex-mulher quer me matar! - Ela pediu aumentando o tom de voz.
-- Bella, vamos conversar depois! - Edward solicitou amavelmente — Nós temos convidados agora...
-- Não são meus, são de sua mãe! - Ela disse ganhando alguns tons de vermelho – Vamos conversar agora! - Ela olhou em direção a Emmett que estava praticamente congelado no lugar, ele já tinha visto Isabella em um ataque de fúria, então sabia que a jovem tinha um grande poder de destruição quando estava com raiva — Você poderia nos deixar sozinhos Emmett?
-- Claro! - Emmett disse rapidamente -- Qualquer coisa estou lá fora...
Edward olhou para o amigo que não perdeu tempo em sair do local. Isabella apenas se afastou um pouco da porta para que Emmett passasse, e então, ela entrou e fechou a porta do escritório. Agora estavam os dois sozinhos no ambiente e ele poderia começar a pensar que talvez morresse naquele dia.
-- Comece! - Ela graniu olhando para o marido — E pelo começo!
--Bella... ...eu não acho que seja o momento para essa conversa...
-- E quando seria o momento certo? Quando eu estiver com quarenta anos? - Ela fora irônica.
-- Bella...
-- Nada de Bella! - Ela gritou - Fale logo Edward! O que está acontecendo e por que Victoria quer supostamente me matar?
-- Não seria supostamente, ela quer mesmo matar você! - Edward confirmou meio tenso.
-- Bom saber! - Bella pontuou com cinismo — E quando você iria me contar sobre isso?
-- Nunca? - Ele meio que perguntou, olhando para ela ao mesmo tempo em que ela o fitava com fúria — Olhe, eu tinha um plano! - Ele tentava justificar o seu comportamento.
-- Me deixar as cegas?
-- Não Bella, eu iria contratar um Segurança para você e Angel!
-- Esse era o seu plano? E em momento algum passou em sua cabeça que eu poderia desconfiar? - Ela retruca.
-- Claro! – Ele converge — Mas eu tinha um argumento perfeito para isso... Eu sou um homem rico, Bella... Eu sou conhecido por destruir empresas e fazer delas o meu império, acha que virei o todo poderoso dos negócios como? Brincando de fazer amigos?
Ela não disse nada, apenas ficou olhando para ele, que andava de um lado para o outro, o homem estava mais agitado do que o normal. Mesmo ele estando deveras afoito, Bella não deixou de sentir raiva.
-- Você teria um Segurança e Angel também. O motivo seria a minha posição social! - Ele segreda — Eu convenceria você, mesmo contra a sua vontade, a aceitar, e então, quando Victoria fosse presa, eu liberaria você disso!
-- Por que ela quer me matar? - Bella perguntou ignorando o plano dele.
-- Victoria está falida... - Edward conta. — Aro Volturi descobriu a traição da amada esposa, e como vingança, ele comprou a empresa do amante dela e chutou Victoria de sua casa. O que veio depois foi que Victoria tentou matar Aro, não tendo sucesso, ela foi internada como louca, o que era mais um de seus truques, então ela fugiu, mas antes esteve na empresa.
-- Ela estava na empresa? - Bella sussurrou sentindo medo, pelo seu marido pela primeira vez.
-- Ela querida dinheiro! - Edward disse. — Eu cortei a pensão dela, os cartões e tudo. Quando ela perguntou o porquê de eu tê-lo feito, eu disse que amava você e não tinha um porque para ficar bancando os gastos dela. Ela me acusou de tê-la entregue a Aro, depois gritou e atirou diversos objetos sobre mim, já no final, muito furiosa, jogou a sua raiva para você. Ela ameaçou matar você, Emmett assistiu toda a confusão... Victoria já matou outras vezes, nós descobrimos isso recentemente. Então, não me culpe por tentar manter você segura e longe de toda essa confusão.
-- Você mentiu para mim! - Ela gritou exaltada.
-- Eu não menti! Eu apenas não achei que seria uma boa ideia deixar você preocupada, ainda mais, enquanto estava ocupada organizando o nosso casamento.
-- Eu era a sua noiva, Edward, eu tinha o direito de saber!
-- Eu tinha o direito de manter você segura! Não me culpe por isso!
-- Não! Eu não estou culpando você! - Ela gritou indo em direção a ele — Eu só acho que eu tinha o direito de fazer as minhas próprias escolhas, você não poderá me proteger do mundo...
-- Mas posso tentar! - Ele disse seriamente, ambos estavam parados... ...um na frente do outro, olhando furiosos um para o outro e com a respiração ofegante, de tanta raiva.
-- Hey pombinhos! - Peter chegou naquele momento — A festa é lá fora vamos!
-- Já estamos indo! - Edward disse sem tirar os olhos da esposa.
-- Vamos para festa! - Bella replicou virando e sorrindo para Peter – Adorei essa gravata!
-- Presente de Charlotte! - Peter disse — Venha querida, nós temos que marcar um hora para você cuidar de seus cabelos e unhas.
E assim, Peter levou Bella de volta para a sala da mansão Cullen. Edward vinha um pouco mais atrás, ninguém notou que ambos estavam em um clima estranho. Bella conseguiu controlar muito bem a sua raiva, perto dos convidados. No final da tarde, começando o cair da noite, todos foram se despedindo. Bella usou Angel como desculpa para não ficar até o final do evento. Emmett e Rosie ainda eram os únicos que continuavam na casa. Ela se retirou dizendo que colocaria a menina para dormir.
Quando ela estava saindo do aposento da criança, encontrou Edward no corredor esperando por ela. A jovem passou por ele indo em direção à alcova do casal, ela não teve nem tempo de chegar ao quarto deles.
-- Bella! - Ele chamou segurando-a pelo braço. — Por favor, vamos conversar!
-- Agora você quer conversar?
-- Tente me entender...
-- Entender que você estava mentindo para mim? Bom, essa parte eu já entendi!
-- Que eu queria manter você segura...
-- Me escondendo a verdade?
-- Eu achei que era melhor você não saber, querida - Ele disse um tanto quanto irritado.
-- Deixe que eu escolha o que seria melhor eu saber ou não!
-- Onde você está indo? - Ele perguntou intrigado.
-- Pegar as minhas coisas, eu vou dormir com Angel hoje! - Ela comunicou olhando com raiva para ele.
-- Bella, essa é a nossa primeira noite em nossa casa... - Edward suplicou.
-- É... Eu sei!
-- Não vamos dormi separados ou brigados, por favor... - Ele mais uma vez suplica.
-- Tivesse pensado sobre isso, antes de mentir para mim!
-- Eu não estou dizendo que eu estivesse certo... - Edward tenta explicar — Eu estou pontuando que não gostaria de dormir separado e tão pouco brigado com você.
-- Pois é...
Antes que Bella pudesse dizer alguma coisa, Edward estava jogando a jovem sobre os seus ombros e carregando-a em direção ao quarto deles. Isabella se mexia e soltou dois gritinhos, um de susto e outro de raiva e prazer, quando Edward lhe aplicou uma tapa forte na bunda...


CONTÍNUA...

8 comentários:

  1. me joga sobre os ombros tambem Ed!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. hahahahahahahahahahaha amei esse final!!! É agora que ele amarra ela na cama??
    E ela ficou sabendo da pior maneira possível.. ouvindo atras da porta! Q feio Bellinha kkkkkkkkkkkkkkkk e o Emmett arregou bonito!! kkkkkkkkkkkkkkkk
    Achei que la fosse ficar pior, mas nada que um sexo selvagem entre esse dois não faça ela acalmar os animos e os dois consigam conversar com calma!!!
    Gente, essa Victoria é louca!!! Acho que ela vai continuar assombrando os dois por um bom tempo!
    E a Bree continua na casa.. acho que ela ta de rolo com a Victoria, passando tudo que acontece na casa pra ela.
    Ameeeeeeeeeeeeeeeeiiii o capítulo e to amando ainda mais essa agilidade toda escrevendo!!
    Que os deuses da inspiração continuem com vc!!!

    PS: quando tem "O Casamento-- Para Todo O Sempre!"??????

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem a Bella estar com raiva do Ed, mais dormir em quartos separados no inicio do casamento é muito ruim.

    ResponderExcluir
  4. Duvido a Bella razer ele dormir maid q 10cm longe dela kkkkkk
    perfeito!!

    ResponderExcluir
  5. A Bella ficou bem irada com o Edward. Mas também, ele poderia ter contado pelo menos por cima. Ele conhece a mulher que tem e sabe que ela não iria aceitar.
    Concordo que ela querer quartos separados é um pouco de mais. Mas duvido muito queno Edward aceite isso, não duvido nada que a amarre na cama. Rsrsrsrsrsrsrsrs

    Ass: Livia

    ResponderExcluir
  6. Mto boum hahahahahaha bm a reação q eu achava q ela ia ter hahaha esse Ed possessivo é mto sexy

    ResponderExcluir
  7. Adorei o capitulo! quero saber o q a Victoria vai aprontar
    alguem sabe como eu faço pra fazer uma conta aqui? n consegui

    ResponderExcluir