Jul M

Oi

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

O Casamento -- Para Todo O Sempre -- Cap 25


Frase -- Diário de Vampiro 

MONTANDO O QUEBRA-CABEÇAS...

Era mais um dia chuvoso... Isabella não gostava de dias assim, porque ela os achava tristes. Lana estava solta, sobre a vigilância da Polícia, além de ter sido expedida uma ordem judicial que a mantinha longe dos Cullen. Lion conseguira escapar da Polícia e oficialmente estava foragido agora. Já havia se passado alguns dias desde todo o acontecido. Peter adiou a festa que ele planejava dar na semana em que Lana foi presa.
-- Um beijo pelos seus pensamentos! — Edward aguçou, se sentando junto a Isabella perto da janela.
-- Não gosto de dias assim! — Ela disse fazendo um leve beicinho.
-- Não são os meus melhores dias, também... — Ele assentiu sorrindo para ela e a puxando para os seus braços. — Mas se desejar, eu te aquecerei nesse inverno, meu bem!
-- Achei que me aqueceria para sempre, Sr. Cullen! — Ela replica se aconchegando mais aos seus braços.
-- Sempre e sempre! — Ele sussurra contra os ouvidos da morena.
-- Precisamos mesmo ir à festa de Peter? — Bella pergunta — Eu gosto de Peter, mas honestamente, eu estou casada dessas festas todas sem motivos.
-- Bella querida... Será a comemoração do aniversário dele! — Edward explica — Ele é amigo de meu pai há anos!
-- Eu sei Edward, mas tudo o que quero nesse sábado, é ficar em casa com vocês e os nossos filhos! — Ela reclama — Sabe, eu estou cansada, a nossa casa parece mais uma cadeia de segurança máxima, tantos Seguranças ao redor e a Policia entrando e saindo daqui toda hora. Isso está ficando fora de controle...
-- Logo, acabará! — Edward a conforta apertando-a contra ele — Sabe que eu não quero isso tanto quanto você amor, mas no momento é tudo que podemos ter. Não quero que você corra perigo, nem você e nem as crianças.
-- Isso não tem a ver com a festa de Peter! — Ela reclama – Por favor!
-- Vamos fazer assim... — Edward pondera — Não tenho a menor intenção de ficar lá até o final da festa. Você fica em casa com as crianças e eu vou, passo só alguns minutos por lá e volto correndo para você! O que acha?
-- Acho ótimo! — Bella concorda sorrindo abertamente — Adoro Peter, ele é uma ótima pessoa, mesmo ele sendo incrivelmente exagerado com os seus elogios em relação a mim, contudo ainda assim, ele não vai me tirar de casa em um sábado chuvoso.
-- Minha mulher anda muito mandona! — Edward diz beijando o seu pescoço.
-- Victoria me ligou! — Bella comenta — Eu andei pensando...
Ela virou em seus braços para poder ficar de frente para ele. Ela sorriu um sorriso que Edward já bem conhecia, através dele, Edward sabia que ela queria algo... Ele logo identificou aquele jeito meigo que ela sempre fazia, antes de lhe pedir algo. Então ela passou as pernas em volta da cintura dele, se sentando em seu colo.
-- O que você está planejando? — Edward perguntou passando os braços em volta da cintura dela.
-- Eu gosto da livraria, e ela já está pronta! — Bella disse mordendo os lábios — Edward, eu me graduei em Literatura Inglesa, e trabalho com você, devido aos últimos acontecimentos...
-- Bella, direto ao ponto, por favor! — Ele pediu.
-- Eu estava pensando e comecei a escrever um livro... — Ela disse corando forte e não encarando os olhos do marido.
-- Você escreveu?! — Ele pareceu surpreso e colocou uma mecha do cabelo dela atrás da orelha.
-- Sim! — Ela sussurrou — Comecei como forma de passar o tempo, mas está ficando tão bom o livro, Edward que eu queria muito o publicar. Até já conseguir alguns contatos e reuniões com algumas Editoras da cidade.
-- Eu fico feliz que você tenha gostado querida! — Ele disse sincero — Só não entendi onde Victoria entra nisso? E por que está me falando tudo só agora! — Ele segurou o queixo da jovem a fazendo encará-lo — Por que não me diz o que você deseja de verdade?
-- Eu recebi uma proposta para trabalhar na Editora Spark! — Ela confessou — Eu também poderei publicar o meu livro lá mesmo. Isso é claro, se eles gostarem.
-- Está pedindo demissão? — Edward perguntou olhando para ela.
-- Na verdade, ainda não! — Ela redargüiu — Disse a eles que precisa analisar a proposta e conversar com você. Eu tenho filhos, Edward e não daria para simplesmente esquecer isso, as coisas têm que estar em perfeita harmonia para que eu possa fazer isso!
-- E a livraria? — Ele perguntou.
-- Victoria entra aí! — Ela disse mordendo os lábios — Eu pensei em vender para ela, Edward. Ela está levando a livraria sozinha desde que eu passei a trabalhar oficialmente para a Cullen Publicidade, então eu pensei em vender para ela. O que acha?
Edward ficou calando analisando a proposta da esposa. Claro que ele já tinha uma opinião formada sobre a decisão dela, mas adorava ver a carinha de nervosa que ela fazia, ainda mais quando ela ficava mordendo os lábios daquele jeito tão tentador.
-- Edward! — Ela chamou esperando que ele dissesse algo.
-- Se você quiser mesmo isso, eu não vejo problema! — Ele disse sorrindo e lhe dando um selinho – Agora sobre a Spark, vamos ter ver isso com calma... Como você mesmo disse, precisa estar tudo na mais prefeita harmonia baby!
-- Ahh! — Ela soltou um gritinho como uma criança que acabasse de ganhar um presente de natal e lhe abraçou forte pelo pescoço, lhe enchendo de beijos no rosto todo e sussurrando — Obrigada, obrigada querido.
-- Tudo para te ver feliz, minha linda! — Ele disse sorrindo.
Edward segurou o rosto da esposa entre as mãos e lhe beijou, uma beijo calmo e doce que logo ganhou outras proporções. Logo o corpo de Isabella estava por debaixo do dele e as mãos de Edward ganhavam vida, entrando por dentro do suéter vermelho da mulher, as coisas entre eles estavam ficando cada vez mais quente.
-- Oh Pai! —Tony gritou — Nessie não me deixa brincar!
Isabella sorriu contra os lábios do marido, que agora estavam olhando para o outro com um sorriso bobo nos lábios.
-- Juro que os mandarei para a casa dos avós, assim que entrarem de férias! — Edward prometeu se levantando — Já estou indo aí!
-- Você vai sentir saudades deles! — Isabella disse ainda deitada no sofá, do mesmo jeito que ele havia a deixado.
-- Uma semana, talvez! — Ele disse piscando para ela — Será o tempo suficiente para usar e abusar de você, querida!
A gargalhada de Isabella ecoou pela casa e Edward seguiu para o andar de cima, a fim de apagar o fogo entre filhos. Era bom ouvir Isabella sorrindo novamente, era bom vê-la feliz.
.............................................
Na terça-feira Isabella não fora trabalhar porque Nessie acordou com febre, os dentes da menina estavam começando a nascerem, os de trás estavam doloridos e isso estava incomodando, não só a menina, mas a mãe também, que passou a noite toda acordada com ela.
-- Menina! — Sue disse colocando a cabeça para dentro — Você tem visita! — Ela avisa — A pequena Nessie dormiu?
-- Graça a Deus que sim! — Bella assentiu — Mas acho que ela não demorará em acordar novamente! — Ela sorriu para a boa mulher — Saberia me dizer quem é?
-- Oh Sim, desculpe! — Sue pediu — A Srta. Uriel está aí e deseja falar com você.
-- Obrigada Sue! — Bella agradeceu — Se importa em ficar com ela?
-- Claro que não! — Ela replicou — Pode ir! Eu ficarei de olho na menina
-- Obrigada!
Isabella se enrolou em um hobby e desceu as escadas para se encontrar com a velha amiga de Edward e a sua mais nova amiga. A bela mulher esperava por ela na sala. Como sempre, ela estava muito bem arrumada e deveras bonita.
-- Uriel! — Ela disse sorrindo — Desculpe a aparência, mas a minha menina não me deixou dormir hoje!
-- Sem problema! — Uriel disse sorrindo — Estava na cidade e achei que seria legal revê-la! Onde está Edward?
-- Na Empresa! — Ela respondeu — Mas ele virá para o almoço. Ele também não fica muito tempo longe quando Nessie não está bem!
-- Ela está doente? — Uriel perguntou preocupada.
-- Na verdade, são os dentes que estão nascendo! — Bella informou — Febre, eu ficou preocupada, mas Edward entra em pânico, se eu deixasse, ele manteria um médico como refém, só para ter certeza que ela ficaria bem.
-- Sempre exagerando! — Uriel disse.
-- Venha, vamos tomar um café! — Bella ofereceu — Ainda não comi nada hoje!
-- E Tony? — Uriel perguntou.
-- Ele está na Escola! Depois vai para a casa do avô! — Bella falou — E então, qual o motivo para você estar de volta aqui na cidade?
-- Vim resolver alguns problemas! — Uriel disse olhando em volta. — E também, é o aniversario de Peter, vim para a festa!
-- Oh, você conhece Peter, também? — Bella perguntou surpresa.
-- Claro! — Uriel disse — O irmão dele foi uma de nossas vitimas!
-- Como assim? — Bella não entendeu.
-- Quando a gente bancava os “justiceiros”! — Uriel disse colocando aspas — Não me orgulho disso, mais a gente repôs todo o dinheiro dele de volta, quando descobrimos quem ele era irmão de Peter. Mais já era tarde...
-- Uriel, eu não estou entendendo... — Bella questionou em duvida.
-- Deixe-me tentar explicar! — Ela pediu — Quando a gente começou nessa de “justiceiros” do tipo, tirar dos ricos e dar para os pobres, a gente tinhas alvos certos... — Ela começa — Pessoas ricas e esnobes que fraudavam os impostos dentre outras coisas sujas. O irmão de Peter era um desses, não me recordo o nome dele, mas se eu não me engano era Robert, a quantia que a gente tirou meio que o quebrou, e ele acabou se matando.
-- Ai meu Deus! — Bella disse chocada.
-- Não sabíamos disso! — Uriel afirmou — Devolvemos o dinheiro, mesmo sabendo que ele era o maior cretino do mundo! Fizemos isso depois que descobrimos que ele era irmão de Peter.
-- Quando isso aconteceu, Peter soube da verdade? — Bella perguntou.
-- Bella, ninguém sabe sobre o que fazíamos! — Uriel disse — Como fazíamos parte das Forças Armadas dos Estados Unidos, eles abafaram o caso e ninguém soube.
-- Mas se alguém quisesse saber sobre esse caso, teria acesso? — Bella perguntou.
-- Duvido! Mas se tivesse bons contatos, talvez! — Uriel assentiu — Bella, o que foi? Você está pálida.
O rosto de Bella estava sem cor, os lábios sofriam de um leve tremor e o coração da moça, só faltava sair do peito, era apenas um duvida... ...apenas uma teoria, mas ela precisaria de ajuda para tentar entender.
-- Uriel você ainda mexe com tecnologia? — Bella perguntou.
-- Claro! — Ela disse sem entender — Ganho a vida com isso!
-- Se importa de fazer um pequeno serviço para mim? Sem Edward saber?
-- O que está havendo, Bella? — Uriel perguntou.
-- É uma longa história! — Ela disse — Mas vou lhe contar tudo...
Contínua...

12 comentários:

  1. ai eu abro a pagina e tudo como antes.. então eu abro de novo em outra guia e tcharaaaaaaaammm.......

    PS: primeira fic q eu leio no meu pc novo!!! to configurando aqui ainda kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. caraleoooooooooooooo que to!!!
    será que o Peter tbm ta no rolo pra matar o Edward?? pqp... que rolo! mas acho que enfim estamos bem perto de saber toda a verdade ou pelo menos de quem quera matar o casal

    PS: quando tem "De olhos bem fechados"????? to mto viciada nessa fanfica! é a mais top kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Olá Jul M!!
    Amei o cap, to sentindo a adrenalina correndo nas veias ainda, eu sempre fico muito intusiasmada quando leio!!!
    Eu to adorando esse mistério no final da história, parece que passa um tipo de filme na minha cabeça imaginando isso.
    anciosíssima por novos caps, eu espero que você continue com esse fogo para escrever!

    Desde de ja agradecendo pelo tempo dedicado as fanfics :)


    BJS...

    ASS: ANÔNIMA ;)

    ResponderExcluir
  4. O assassino e o Peter sem duvidas ,adoro esse blog com essas imagens .'

    ResponderExcluir
  5. Que saudades que eu tava da sua escritura!!! Capítulo super misterioso.. To amando esse romance com suspense!!! Capítulo divoooo como sempre.. Quero outro capítulo de olhos bem fechados.. Amo demais essa história!!! Bjx ansiosa por mais

    ResponderExcluir
  6. OMGGG! !! Finalmente o mistério está sendo desvendado rsrsrsr

    ResponderExcluir
  7. bingo o assassino e o PETER bellinha esperta. e essa mulher e de confiança mesmo? adoro esse cantinho bj Jul m

    ResponderExcluir
  8. Amei!!! O Peter com certeza tá envolvido nisso tudo.

    ResponderExcluir
  9. omg não creio
    ansiosa pelo próximo capitulo

    ResponderExcluir
  10. bom dia JU
    feliz ano novo.
    JU TENHO UMA GRANDE DESCONFIANÇA QUE O ASSASSINO PROVAVELMENTE SEJA O PETER OU ELE É UM DOS MANDANTES.E TAMBÉM TEM MUITAS GENTES ENVOLVIDAS NESSA CONSPIRAÇÃO.ALICE É TAMBÉM UMA SUSPEITA.JU PROTEJA ESSE CASAL FOGOSOS

    ResponderExcluir
  11. O PETER ESTA ENVOLVIDO SIM.ELE TEM UMA ADMIRAÇÃO SECRETA PELA BELINHA.E TAMBÉM RAIVA DO EDWARD POIS ELE QUE ELES FIZERAM NO PASSADO.O ASSASSINO ESTA MAS PERTO .TENHO UMA INTUIÇÃO QUE TUDO VAI SER REVELADO NESSA FESTA.QUANDO O ASSASSINO ESTEVE PARA CAPTURA O ED A BELINHA É QUE VAI SALVAR O MARIDÃO DELA.

    ResponderExcluir