Jul M

Oi

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

De Olhos Bem Fechados -- Cap -- 14

Que venham as outras...

Isabella acordou naquela manhã sorrindo com as paredes, Edward não dormiu com ela e nem mesmo no apartamento, mas isso não impediu que eles tivessem trocado uns bons amassos no sofá...
Amassos cheios de beijos e uns bons apertos aqui e acolá. Isabella ficou quente somente em se lembra do quão perto ela ficou de arrancar a roupa do namorado e talvez partir para um ataque que exauria a combustão espontânea que lhe alastrava o corpo. Se o fosse eles acabariam trepando ali mesmo na sala. Ela sentiu o seu rosto queimar quando se lembrou o que as mãos experientes do homem fez em seu corpo, e então, acordou quando Ângela, a sua amiga de todas as horas, entrou em sua casa, como sempre, sem bater antes.
-- Que cara é essa? - Angela perguntou ao olhar para a amiga.
-- Nada! Você quem me assustou! - Ela mentiu.
-- Então, hoje é sábado. Qual é o plano para hoje? - Ângela quis saber.
-- Eu ainda não sei!
-- Bella, você vai sair com Edward? - Ela fora direto ao ponto.
-- Não faço a mínima idéia! - Ela não mentiu, pois ela não sabia se Edward tinha planos para noite de sábado com ela — Nós não falamos e não marcamos nada para hoje...
-- Bem, nesse caso... - Ângela começou — Eu estava pensando em irmos aquela boate nova, de novo!
-- Eu não tenho certeza Ângela! - Bela argumentou não querendo voltar aquele lugar — Mas vou ver com Edward e te digo algo depois, ok?
-- Nossa! – A amiga meio que resmunga — Agora você precisa da permissão dele para tudo?
-- Na verdade, não! - Ela disse e deu de ombros — Mas se for para ir aquela boate de novo, só vou se for com ele.
Claro que ela só voltaria lá se fosse com ele, pois assim seria mais seguro e ela não corria o risco de ser humilhada de novo, nem mesmo por Jessica ou Mike.
-- Tudo bem! Eu já entendi – Ângela retrucou parando ao lado do balcão da cozinha — Você está namorando e quer exibir para todo o mundo que conseguiu dominar o Sr. Cullen, não é?
-- Não é nada disso! - Ela dise tímida e já corando — Porém de certo eu quero passar um tempo maior ao lado dele.
-- Tudo bem Bella! Já entendi! - Ângela replicou sorrindo — Lembre-se no que eu disse, eu não quero passar a noite de sábado em casa sozinha!
-- Cadê Ben?
-- Viajou a trabalho! - Ela diz com cara triste – Contudo, estará aqui na terça e podemos jantar todos juntos. O que acha?
-- Perfeito!
Ângela ficou mais um pouco na companhia da amiga jogando conversa fora e então, ela saiu dizendo que iria arrumar o seu apartamento que estava uma verdadeira bagunça.
Quando Isabella estava recolhendo a louça do café, o seu celular tocou e ele reconheceu pelo toque, quem era. Sorriu feito uma boba ao atender e ver na tela do celular, o nome de Edward aparecendo.
-- Oi! - Ela disse com vergonha, sem sabia o porquê daquilo.
-- Bom dia, minha linda! - Ele disse bem mais animando que ela — Eu tenho convite para fazer a você!
-- Um convite? - Ela perguntou intrigada.
-- Eu terei que ir a uma festa hoje! - Edward explica e Isabella fica logo tensa, pois não sabia exatamente o que esperar — Então, eu estava pensando se você não desejaria me acompanhar, o que acha?
Ele estava a convidado para ir com ele... Isabella não conseguia acreditar naquilo, mas era exatamente aquela a proposta, ele não estava apenas a comunicando o fato e sim, convidando-a para ir com ele.
-- Isabella! - Ele chamou devido ao silêncio prolongado — Ainda está aí minha linda?
-- Estou! - Ela disse com a voz rouca.
-- Você ainda não disse se irá ou não comigo... - Ele urge pela resposta — Contudo vou logo te avisando, se você decidir não ir, terá que me aturar aí em sua casa, ou terei que arrastá-la para a minha casa.
-- Eu...
Ela não sabia o que dizer, apenas pensou em uma única coisa, ele queria que ela fosse com ele naquele evento.
-- Bella, sim ou não?
-- Tudo bem! - Ela disse e então se lembrou — Hey, mas eu não tenho uma roupa adequada para isso, Edward... Acho...
-- Não se preocupe, eu já cuidei de tudo! - Ele afirmou e ela ficou muda novamente - Peter estará aí em alguns minutos. Ele cuidará de tudo em relação a sua vestimenta, cabelos e make-up.
-- Edward, eu...
-- Apenas fique linda, Bella! – Ele pediu e deu uma bela risada — Que dizer, mais linda! Passarei para buscá-la às sete em ponto linda! Beijos e até mais!
E ele simplesmente desligou. Isabella ainda ficou por alguns minutos, apenas encarando o seu celular, até se dar conta de que a sua casa estava uma bagunça e que logo o tal de Peter estaria ali para lhe produzir para uma festa, que ela nem sabia aonde seria.
............................
Isabella havia adorado conhecer Peter e agora, entendia o porquê de Edward, tê-lo enviado a sua casa, o cara era completamente gay, além de muito animado e divertido. Ele elogiara o cabelo dela e a pele perfeita da moça. Ela sorria, satisfeita cada vez que ele elogiava algo nela. Bella fez as suas refeições em frente ao espelho, enquanto ele lhe arrumava o cabelo ou lhe fazia a maquiagem para que tudo ficasse perfeito. Quando o sol estava se pondo, ele se foi, deixando Isabella maquiada e penteada. A menina tomou um banho com cuidado para não estragar o cabelo e ficou surpresa ao ver vestido que Peter, ou Edward tinha escolhido para ela...
O vestido era lindo, discreto, mas extremamente elegante. A peça foi feita na cor azul marinho, possuindo duas alças cheias de pedras e brilhos. O sapato complementava a obra, era coberto por pequenos cristais que davam leveza ao caminhar da moça. Isabella não se reconheceu ao se mirar no espelho, ela duvidava muito que ele a reconhecesse, nem em seus sonhos mais loucos, ela se imaginou assim tão formosa e bonita.
Às sete horas em ponto, duas batidas na porta, deixou claro para Isabella que era hora de encontrá-lo. Ela respirou profundamente antes de abri a porta e se deparar com Edward, incrivelmente lindo, trajando um smoking preto e gravata borboleta da mesma cor. Edward tinha os olhos preso na bela mulher a sua frente, ela estava mais linda do que sempre foi.
-- Você está magnífica! - Ele sussurrou e continuou admirando-a.
-- Você também! - Ela disse corando um pouco mais
-- Mas acho que está faltando algo! - Ele disse olhando para ela como se estivesse analisando-a. — Já sei!
Ele sorriu para ela, se posicionando na frente das costas da jovem e com delicadeza, ele afastou algumas mechas dos cabelos macios, que estavam soltos e cacheados nas pontas, e então, depositou uma leve e fina corrente de ouro no pescoço dela. Isabella sentiu a pequena corrente gelada contra a sua pele, com algo que balançava entre o vão de seus seios. Ela levou as mãos até o local e viu a pequena pedra brilhante, que só poderia ser um diamante.
-- Edward...
-- Não comece! - Ele disse sabendo exatamente o que ela iria dizer — Eu quero que você use isso, é um presente meu para você... Eu não aceito um não como resposta.
Era um cordão de ouro com pingente de diamante, ela não poderia aceitar aquele presente, era algo muito caro, e eles mal se conheciam. Ela olhou para ele, o rapaz possuía um brilho especial nos olhos, ela achou melhor não dizer nada, por hora, mas depois da festa, Isabella com certeza devolveria a valiosa corrente.
Dentro do carro, Paul já esperava por eles, Edward não disse nada, apenas segurou a porta para que ela entrasse, logo depois entrou. Assim que já estavam dentro do veiculo, Paul saiu em direção ao destino esperado.
-- Para onde vamos? - Isabella perguntou e as suas mãos suavam frio.
-- A um jantar beneficente! - Ele lhe comunica — Já ouviu falar da festa da família Denalli?
Claro que já, quem não ouvira falar deles naquela cidade? Quem nunca ouviu falar da família perfeita com as suas duas filhas mimadas? Quem?
-- Já ouvi sim!
-- Pois é para a casa deles que vamos!
Isabella estava nervosa, ela não sabia o que esperar daquilo tudo, era a primeira vez que estaria em uma festa daquele porte, e era também a primeira vez em que Edward estaria em uma festa com uma garota que não fosse um alguém casual, pois Bella era a namorada dele. Ambos não sabiam o que esperar daquela noite, até porque a fama dele estaria sempre assombrando os dois...
.............
Como Edward previra, uma massa de paparazzi estava em frente à mansão dos Denalli, todos tirando fotos de pessoa que segundo eles, fossem deveras importantes e que geraria mídia e acessos as principais redes sociais.
-- Vamos ter que parar para posar para algumas fotos! - Edward avisou Isabella que estava distraída em seus pensamentos.
-- Tem certeza? - Ela disse temerosa.
-- Certeza de quê? - Ele não entendeu a pergunta.
-- Eu posso entrar primeiro, enquanto você tira as fotos... Ela sugeriu — Eu posso lhe esperar lá dentro...
-- Não seja tola, Isabella! - Ele disse dando um sorriso doce para ela — A minha namorada sairá, de certo, comigo nas fotos. — Ele olhou para ela com desejo — Afinal de contas, você está incrivelmente linda e precisa ser exibida...
Isabella sabia que ele estava sendo gentil e ao mesmo tempo, ela se achou importante para ele... Mesmo Edward tendo usando a palavra exibir, o que em outros tempos, ela pensaria que ele estivesse simplesmente a usando, contudo, quando Edward usou a palavra namorada, tudo se tornou perfeito ao ouvido da jovem.
Paul abriu a porta para os dois, Edward saiu primeiro e vários flashes o cobriram, então, ele ofereceu a mão para que ela segurasse e ajudou-a a sair do carro. Mais flashes intermináveis foram disparados contra o casal. O rapaz envolveu com firmeza a cintura da jovem. Ela estava presa a ele, os dois pousaram rapidamente para algumas fotos, e então, Edward agarrou Isabella pela mão e seguiram para a entrada do evento.
Edward Cullen, renomadamente conhecido por ser o Senhor Gelo, estava acompanhado, e isso não passou despercebido aos olhos de todos por ali, nem mesmo aos olhos dos donos da festa. Eliezer Denalli era viúvo e tinha duas lindas filhas, Kate e Irina Denalli ambas solteiras, bem educadas e que já tiveram o prazer de estar na cama de Edward, e claro, desse detalhe, o pai das jovens não sabia...
-- Sr. Cullen! - Ele disse e não estava sozinho, estava acompanhado das duas filhas — Sempre é um prazer revê-lo!
-- Igualmente! - Edward assentiu e pôs o braço em volta do corpo de Isabella, que estava nervosa e gelada — Irina e Kate, como sempre, estão lindas!
-- Imagine! - Irina disse fingindo que estava envergonhada, Isabella não gostou muito daquilo.
-- Você sempre cordial! - Kate disse dando um sorriso fingindo de inocência.
-- Quem é essa bela jovem? - Eliezer perguntou olhando para Isabella com cobiça, e dessa vez, foi Edward quem não gostou nada daquilo.
-- Que falta de educação a minha! - Edward pontuou dando um sorriso gentil — Essa é a minha namorada, Isabella Swan!
-- Namorada?! - Tanto Irina quando Kate sussurram surpresas e frustradas.
-- Acho que ainda não sabiam, não é? - Edward replicou — Mas essa linda mulher é a minha namorada!
-- Você sempre teve bom gosto para mulheres! - Eliezer diz — Seja bem vinda, Srta. Swan e espero que se divirta muito em nossa festa, mas acredito que estando você em companhia do Sr. Cullen, com toda certeza, se divertirá...
-- Com toda certeza! - Edward confirmou e puxou Isabella em direção ao jardim, onde estava cheio de cadeiras, mesas e pessoas circulando em volta do local, conversando e bebendo entre si.
.......................
A festa estava bem agradável, a música era de boa qualidade e algumas pessoas estavam sendo deveras gentis com a moça. Isabella chegou à conclusão que estava tendo um bom tempo. Ela conheceu algumas pessoas que só havia visto em capas de revistas, houve pessoas ainda que a ignorasse totalmente. Alguém em especial lhe chamou atenção negativamente, pela soberba... Anna fora a sua colega de Escola e praticamente durante toda aquela época, as duas eram bem amigas e próximas uma da outra, porém atualmente, Anna havia se casado com um milionário e simplesmente ignorou Isabella até o ponto em que foi possível.
Perto da meia noite, Isabella já conhecia várias pessoas, algumas delas, olhava-a com curiosidade, e outras com desprezo. Lógico que Isabella estava na lista das mulheres mais odiadas da festa, afinal o seu atual namorado era ninguém mais, ninguém menos, do que Edward Cullen, o CEO mais rico e bem sucedido do momento.
-- Eu preciso ir ao toalete! - Ela disse ao ouvido dele
-- Quer que eu acompanhe você? - Edward perguntou, pois ele não queria que Isabella andasse sozinha naquela festa. Até aquele momento, ele não tinha avistado Emmett e a esposa do amigo.
-- Eu sei o caminho, posso muito bem ir sozinha!
-- Tudo bem!
Isabella caminhou em direção ao banheiro e ficou feliz por encontrar o local vazio. Ela fitou o seu rosto através do espelho e ficou feliz com o que viu... A sua aparência ainda estava muito boa, a sua maquiagem perfeita, ela continuava linda. Ela caminhou até uma das cabines e se enfiou lá dentro, odiava precisar fazer xixi em eventos, ainda mais usando um lindo vestido longo como o seu, ela estava com medo de sujar o vestido.
Quando Isabella conseguiu fazer o que precisava ser feito, ela se arrumou e já se preparava para sair da cabine, quando ouviu passos, ela parou com as mãos na maçaneta da cabine.
-- Inacreditável! - Uma voz feminina que Isabella não sabia de quem fosse, exclamou — Como aquilo é possível?!
-- Ora, minhas queridas, o que esperavam? - Outra voz desconhecida replicou.
-- Aquela garota é tão sem graça! - Essa ela reconheceu a voz com sendo de Kate Denalli — Como Edward Cullen pode namorar alguém com ela?
Então, Isabella descobriu que ela era a garota a quem elas se referiam.
-- Acredite, ela não durará muito tempo! - A primeira voz garantiu — Primeiramente meninas, Victoria está na cidade e todos nós sabemos o que acontece sempre que Victoria resolve fazer uma visitinha a essa cidade, não é?
-- Claro! Edward e o seu amor pela ex-esposa e até piada. A segunda voz retrucou.
-- Além do mais, Edward é muito mulherengo! - Kate disse — Uma única mulher, ainda mais com “essazinha” aí, não será nunca, o bastante para ele...
-- Ela tem cara de muito jovem! - Uma delas salientou — Menina como ela, só serve para passatempo e exibição, depois que o encanto acabar, ela será descartada... No final das contas, homens como Edward se casa apenas com mulheres como nós, com classe e bastante rica.
-- Nisso você tem razão! - Kate pontuou — Essa mosquinha morta lá, nem tem cara de rica, aposto que Edward está bancando tudo para ela.
-- Mais uma golpista!
-- Coitada, mal sabe ela que quem levará o golpe no final, será ela! - Kate afirmou novamente — Será que ela sabe que Edward Cullen já dormiu com metade das mulheres dessa festa?
Isabella estava bufando de raiva, primeiro ela não conhecia aquelas mulheres, e não entendia o porquê delas estarem falando mal dela daquele jeito, com tanto desprezo...
-- Verdade! - Ele dormiu com metade das mulheres daqui! – Alguém falou — Aposto que ele ainda faz isso. Edward não é fiel a ninguém, a não ser a ele mesmo e Victoria.
-- Verdade seja dita, Edward adora mulheres, não crianças como aquela coisinha! - Kate proferiu sarcástica — Francamente, ele já dormiu com metade das mulheres deste país...
-- O termo certo seria fudeu, comeu ou usou! - Isabella disse chutando a porta do banheiro, ela estava com muita raiva e isso assustou a três mulheres que se encontravam ali. — Primeira regra Senhoras... – Começou a morena — Certifiquem-se de que a pessoa de quem irão falar maldosamente, não se encontre no ambiente da fofoca, e além do mais, não fica bem para SENHORAS da idade de vocês, ficarem falando mal de outras pessoas por aí, em especial em banheiros de festas!
Kate ficou pálida, mas não gostou nada de ser chamada de senhora, assim como as outras duas mulheres. Isabella olhou para elas dando um grande sorriso e prosseguiu...
-- E outra coisa, eu não culpo vocês por estarem com inveja! - Ela disse cheia de si — Afinal o MEU NAMORADO é realmente lindo e bastante desejado...
-- Ele é um verdadeiro “galinha”! - Kate argumentou com raiva — Ele já dormiu com metade das mulheres desta festa... E você acha isso incrível?
-- E daí? - Isabella replicou — No final da noite, e na minha cama que ele vai estar e não na de vocês... Se bem que acho que vocês gostariam de estar no meu lugar... Porém, lamento proclamar, Edward Cullen virou propriedade privada, e vai continuar assim ainda por muito tempo — Isabella jogou os cabelos para o lado, lavou as mãos, arrumou e pegou a sua bolsa de mão — Espero que tenham se divertido com ele antes, porque essa diversão acabou! - Ela caminhou até a porta, mas parou antes de sair para completar a sua fala — Ah, só para deixar claro, ele fudeu metade da festa, porque dormir e fazer amor, é privilegio meu, viu suas vagabundas!
E então, ela saiu deixando as três víboras de bocas abertas e bufando de raiva.
Bella encontrou Edward na metade do caminho de volta, o jovem notou que ela estava ofegante e com a face vermelha.
-- Você está bem? - Ele perguntou quando chegou perto dela.
Ela sorriu verdadeiramente para ele, ela se sentia liberta e bem revigorada por ter enfrentado aquelas mulheres.
-- Nunca estive melhor! - Ela disse — Que tal dançarmos? Ela propôs.
-- Eu já ia te chamar para irmos embora! - Ele disse analisando a moça — Já fiz a minha parte, já contribuir para as obras de caridade, já passei tempo suficiente por aqui e agora eu gostaria de levar a minha namorada para casa e dar uns bons amassos nela, no sofá! - Isabella ficou corada com o discurso do ruivo — Mas já que a minha namorada quer dançar, eu aceito o convite e depois sairemos à francesa. O que acha?
-- Acho ótimo! - Isabella disse um pouco sem fôlego.
Edward conduziu Isabella até a pista de danças, sabendo que todos os olhos estavam sobre eles, naquele momento. Ele colocou as mãos dela em volta do pescoço dele, depois colocou as suas mãos em volta da cintura dela, e assim, começaram a seguir o ritmo da música que tocava. O casal dançava como se nada mais importasse e apenas os dois existissem... Isabella, de fato, não deu a mínima para o que aquelas megeras disseram... O passado de Edward não importava para ela, pois a moça sempre soube da antiga fama do rapaz. O seu medo era ser apenas mais uma na cama dele, ela não tinha medo de amá-lo, o seu medo era mesmo o de ser apenas mais uma que passaria pela cama dele e depois ser deixada de lado... Ouvir o que ouviu daquelas mulheres, não mudou em nada o seu pensamento em relação a ele. Afinal, foi a ela que ele apresentou a todos como sendo a sua namorada e foi a ela quem ele escolheu... Ela só tinha uma preocupação em relação a tudo aquilo, e essa preocupação, atendia pelo nome de Victoria...


Contínua...

14 comentários:

  1. Nossa como estava com saudades destes dois, adorei a reação da Bella, e desejo muito que ela seja bem mais forte com a ex. Volta logo... Shirley

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh!! Muito feliz que vc postou essa fic. Adorei o cap.
    Vc continua otima.
    Bjs e até o Proximo,

    ResponderExcluir
  3. Saudades ... saudades dessa fic!! Jull parabéns more... ADOROOOOO!!

    ResponderExcluir
  4. ameiiiii o cap!!!!
    Isabella ARRASOuUuuu!!!!

    ResponderExcluir
  5. Flor que bom ver vc postando novamente. Capitulo lindoooooo... amei a reação da Bella e toda essa atenção do Edward. E que venha as próximas emoções *---*
    Beijo! Lêle

    ResponderExcluir
  6. Coza linda Senhor!!!!!! Coza lindaaaaaaa
    capituli mais do que perfeito!! Bellinha gata colocando as tribufu no chinelo!!! Esse capítulo foi muito lindo... amo a história dos dois.. to louca pra ver esses dois pegarem fogo kkkkkkk e tbm cenas super fofis com a Angelinda...
    Outra coisa q me deixa doida.... a chegada de Victoria pra empatar o ex... espero q ele nao de trela pra ela... afffffdd
    bjinhos e ate o proximo
    PS: POSTA O PROXIMO LOGOOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  7. Amei amei amei, morrendo de sdds desta fic ! Obrigada por postar dnv flor *-* te espero pro proximo rs bjs

    ResponderExcluir
  8. Amei o capítulo! A Bella arrasou! Continua!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o cap, já estava com saudades da fic. Quando sai o próximo cap? Parabéns pela fic. Beatriz Silva

    ResponderExcluir
  11. Realmente victoria é uma preocupação! !! Adorei a reação de isabella no banheiro! !!

    ResponderExcluir
  12. amei a resposta dela!! foi bem feito pra aquelas vacas kkkk
    louca pelo próximo

    ResponderExcluir
  13. kkkkkkkkk adorei a resposta da Bella! bem feito pras vagabas invejosas mais confesso que fico de pé atrás a respeito de Vitoria

    ResponderExcluir