Jul M

Oi

terça-feira, 15 de julho de 2014

Em Maus Lençóis -- Cap 28

O QUE IMPORTA É QUE EU TE QUERO...

Era sábado pela manhã, o sol cobria todo o céu, o dia estava lindo. Isabella se espreguiçou na cama, encontrando-a vazia, Edward já não estava mais na cama, ela sabia que Nessie não dormira em casa, porque a menina ligou avisando que ficaria na casa de Jacob.
Já fazia quatro dias que Bella e Edward não transavam, porque ela estava menstruada. Edward entendeu perfeitamente aquilo, ele sabia que toda mulher tinha essa fase no mês, ainda bem que Isabella não sofria de TPM, pelo menos ele nunca a viu tendo um desses ataques.
Isabella escovou os dentes e se vestiu com uma roupa simples, bem caseira, para ficar em casa. Apenas um vestido solto. Assim que prendeu os cabelos, ela desceu as escadas. Quando estava indo para cozinha, ela ouviu vozes vindas do escritório de Edward, a curiosidade da jovem falou mais alto já que as vozes eram de Edward e do pai dele, ambos pareciam estar em uma forte discussão.
-- Então é isso?! — Carlisle disse exacerbado — Vai mesmo colocar “essazinha” morando com a sua filha, na mesma casa?
-- “Essazinha” se chama Isabella! — Edward o lembrou — E sim, ela é amiga de Nessie! Pai pare de tentar se meter em minha vida!
-- Sua vida! — Carlisle exclamou — Que vida? Vida, você tinha ao lado de Rose... Quando você tinha uma família, era respeitado. Agora com essa putinha que você anda fudendo, você não passa de uma piada na boca do povo.
-- O nome dela é Isabella! – Edward disse dando soco na mesa — E acredite, que daqui alguns meses, ela será a minha mulher.
-- Você não se atreveria! — Carlisle replicou — Edward Cullen!
-- Já chega! — Edward disse — Você não tem o direito de me dizer como viver. Já sou adulto, dono de meu nariz e trabalho para me sustentar. Eu não preciso de sua permissão para nada.
-- Ela não passa de puta! – Carlisle gritou agitado.
-- Que seja! Mas ela será apenas a minha puta! – Edward gritou de volta desconcertado — E se eu tiver que pagar para isso, eu pagarei com muito prazer! Agora não me venha, em minha casa, me dizer o que fazer ou o que não fazer!
-- Essa garota vai acabar com a sua vida! — Carlisle prevê — Edward volte a viver com Rose, ela é uma mulher muito bela e ótima mãe para a sua filha, e, por favor, perceba o que ocorre a sua volta, será que você não ver o quanto está humilhando Rose ficando por aí com “essazinha”?
-- Isabella! — Edward repetiu — O nome dela é Isabella. Rose parecia não se importar quando assinou o Divórcio. Agora que sabe sobre Isabela, o seu ego foi ferido... — Edward explica — Pura vaidade, não há nada mais, além disso, Rose nunca me amou e nunca amaria, para ela era e sempre será, o dinheiro.
-- Mentira! — Carlisle retrucou — Eu estive com Rose, ela estava arrasada, e chocada ao saber que essa menina vivia aqui, Edward. “Essazinha” era a amiga de sua filha, na verdade, não passava de uma ninfeta do inferno, é isso o que ela é...
-- Tem razão! – Edward anuiu — Ela é uma ninfeta do inferno mesmo, me deixa duro, e com tesão, e não pense o Senhor que é só sexo, tem muito mais... Ela é inteligente, divertida, me entende melhor do que Rose, ela ri das minhas piadas, e me apóia... Oh sim, ela me apóia até mesmo se eu disse que não serei mais nada além de um mendigo de rua, ainda assim ela me apoiaria. E sabe por que Doutor Carlisle Cullen? Porque Isabella Swan realmente me ama, ela estaria comigo mesmo sabendo que tudo seria uma loucura, todavia ela estaria lá, ao meu lado. Já a sua queridinha Rose, fugiria gritado assim que visse a miséria bater a sua porta.
-- Você está louco! — Ele disse aflito — Edward você é o meu filho, mas não vou aceitar isso! Eu não acredito que seja tão irresponsável a esse ponto! Você precisa entender algo, você é bem mais velho que ela, essa menina é deveras jovem para você, e a cada dia você passa, você fica mais velho e ela só está começando a viver. Acha que isso tudo vai durar até quanto?
-- É verdade! — Edward concordou — Ela pode me deixar amanhã! Ser for mesmo o que ela quiser, não vou evitar! — Ele olhou para Carlisle — Mas não vou fugir dela, não mais... Pai, nenhum relacionamento já vem com certeza absoluta de que vai dar certo, a gente apreende a crescer com nossas escolhas... Sendo assim, ela poderá estar comigo amanhã ou não, mas eu estou pronto para viver com isso. É a minha escolha e posso lhe afirmar que hoje é a dela, também! Ela poderá me deixar por eu estar a cada dia mais velho, mas duvido que faça isso, pois sei que ela me ame. Para mim, não é problema algum, o fato de vocês não aceitarem que uma garota como ela, da idade dela, possa amar um cara como eu, com a minha idade, pois sei que ela me ama e isso é o que realmente importa... Do jeito que vocês falam, parece até que eu tenho cem anos ou mais anos. Eu só tenho 31 anos e vou bem de saúde e sexualmente também, nunca deixei a desejar na cama e tão pouco fora dela...
-- Eu não acredito nisso! — Carlisle retrucou — E eu realmente espero que você tenha razão, mas eu duvido muito, eu sei que ela vai chutar você como um cachorro sarnento e reze para ela não levar o seu dinheiro, também.
Isabella correu para a cozinha, mas ela ainda ouviu a porta bater, tanto a do escritório quanto a sala, Carlisle havia ido embora. Ela esperou para ver se Edward viria até onde ela estava naquele momento, então ela se seu deu conta de que ele não iria sair do escritório tão cedo.
Isabella não sabia o porquê de Carlisle a odiar tanto, com o envolvimento dela com o filho dele, só fez Edward feliz, e se o filho do Médico estava feliz, por que o Carlisle não os aceitava? Havia algo de errado ali, Isabella sentiam isso, ela precisava descobrir o que seria, pois afinal, todo mundo tem um calcanhar de Aquiles... Por que o Doutor também não teria um?
.....................................
Nessie ligou para o pai mais uma vez avisando que não dormiria em casa. Aceitar o romance do pai com a melhor amiga estava ficando mais fácil a cada dia. Nessie aproveitava o fato se sentir um pouco constrangida por Isabella transar com o seu pai, e usava aquilo como desculpa para ficar mais tempo em companhia de Jacob, era uma saída rápida e sem dor. Por outro lado, Edward não gostava nada daquele arranjo, ele sabia que não poderia proteger a filha para sempre, ele amava Nessie e a queria sob as suas asas, Edward teimava em não entender que a filha crescera e era uma jovem mulher.
Naquela noite, Isabella sabia que Edward ainda estava com raiva pelo modo em que ele e Carlisle tiveram a conversa daquela manhã. Ela soube disso quando ele a beijou com urgência e precisão, assim que entraram no quarto. Edward e ela já havia transado duas vezes naquela noite, e essa seria a terceiras transa deles. Era sexo, Isabella sabia que era assim, pelo modo que estavam fazendo, tudo acontecia rápido e intenso, ele queria liberar a sua frustração e essa era a única maneira viável naquele momento. Aquilo não causaria dano em ninguém, apenas prazer a ele e a bela morena que estava deitada de barriga para baixo na cama.
Edward deu um beijo na bunda de Isabella, antes de descer com a língua para dentro daquela entrada pequena e apertada, passou a língua ali e chupou o local, ele subiu a boca, dando beijos com ela aberta pelas costas da menina, até se deitar por completo, cobrindo o corpo dela, o seu membro ficou encaixando no meio das pernas dela, tocado a sua buceta suculenta que pingava de tanto prazer. 

Ele guiou, com a mão, o seu membro para dentro do ânus de Isabella, e então, com cuidado, foi penetrando a jovem até estar todo dentro dela.
Uma mão estava em volta do pescoço de Isabella, a boca próxima ao ouvido dela, sussurrando palavras sujas, a menina gemia em deleite a cada vez que ele se enterrava dentro daquele buraco apertado. Ela gemia bem alto... Os movimentos dos quadris de Edward eram cada vez mais rápidos e mais precisos.

Edward ficou de joelhos e com uma das mãos, ele levantou o corpo de Isabella, fechando as mãos em volta do pescoço dela, ele voltou a meter com força, fazendo assim ambos gemerem, Isabella estava com o corpo suado e a sua face estava vermelha.

Edward metia com vigor dentro da menina, Isabella gemia muito e com prazer, ela gostava de sexo, mas fazer sexo com Edward era sempre bem intenso e deveras prazeroso, as pernas dela estavam levantadas para cima e Edward ainda a segurava pelo pescoço, entrando mais e mais dentro dela.

-- Oh! — Ela gemeu quando Edward enterrou com força em seu inteiror — Me fode Edward, com força!
-- Senhor Cullen, baby! — Ele disse se enterrando com força, fazendo Isabella gemer de boca aberta.

O corpo de Isabella caiu sobre a cama e Edward estava ainda atrás dela, metendo com primazia, ela estava com metade corpo para fora da cama, Edward entrava e saia do rabinho dela, enchendo-a, preenchendo-a, a todo estante...

 Ela somente gemia e falava palavras sujas que provocavam não somente a ele, mas a ela também, enchendo os dois de um intenso tesão.
-- Sim! Sim com força! — Ela gritou — Oh, Sr. Cullen... sinto as suas bolas em minha buceta!
Ela gritou gemendo e o pau de Edward se enterrou mais ainda dentro dela. Ela empinou a bunda gritando ainda mais alto.

-- Merda! Me fode, me fode bem gostoso!
-- Eu vou gozar nessa bundinha deliciosa...
Isabella estava apoiada sobre os braços, o seu rosto estava virado, observando Edward que tinha os olhos preso nela. Ele entrava e saía ainda mais forte dentro daquele pequeno buraco, ela mordeu os lábios e passou a língua neles, assim provocando o seu macho.

-- Goza na minha boca! — Ela gemia, enquanto ele entrava com força dentro dela — Eu quero o seu pau na minha buceta!
-- Merda! — Edward gemeu alto entrando com seiva dentro dela — Eu vou deixar você sem andar menina!
-- Oh, sim, sim me deixe! — Ela gemeu.
Edward estava com a cabeça apoiada sobre Isabella, ele beijou e mordeu a bochecha da ninfeta, enquanto a penetrava. 

Isabella apertava o pau dele dentro da buceta dela, ela começou a contrair tudo junto, até o seu ânus, e então, quando Edward se enterrou mais uma vez, ela gritou gozando, sentindo o seu prazer escorrer pelas pernas, melando os lençóis.
Edward saiu do interior dela respirando com dificuldades. Isabella sorriu, ela ainda não tinha se recuperado totalmente do recente orgasmo, mas ficou de joelho perto das pernas de Edward, ela levou apenas a boca para cabeça do pau dele, enquanto ele o movimentava com as mãos e então gozou, dando o “leitinho”, como a própria menina dizia para provocá-lo, na boca dela.

..................
Deitados na cama após um bom banho, Isabella usava a camisa de Edward para dormir, ele estava com o braço atrás da cabeça e Isabella com a cabeça deitada sobre o peito dele.
-- Você quer falar sobre o que aconteceu hoje? — Ela perguntou.
-- Não! — Ele disse — Deixe! Pois isso é um assunto meu!
-- Você sabe que estou ao seu lado! — Ela replicou.
-- Eu sei baby! - Ele disse — Eu sei muito bem disso, minha Bella!

CONTINUA...

19 comentários:

  1. Amei o cap e sua fic é demais. O que será que o carlisle esconde pra ter tanta raiva da Bella. Ela deveria mostrar pro edward a gravação do celular onde a rose transava com o pai da Bella. Bjs

    ResponderExcluir
  2. ufa!!!! que capitulo foi esse estou com calor rsrsrs parabens linda cada dia vc esta demais nao vejo a hora da rose ser desmascarada so fico com pena do ed e da nesse beijocas adria

    ResponderExcluir
  3. Bem feito que o Carlisle foi colocado no lugar dele.
    Quero ver quando a máscara da puta da Rose cair, quem vai ser a vadia?

    ResponderExcluir
  4. amo a fic!! to perfeita!!!
    quero ver o q tanto o Carlisle esconde..... até mais!

    ResponderExcluir
  5. Sera q o Carlisle é a fim da Bella e ta com ciumes do filho?
    Aguardar o ver
    Posta mais
    Ameei

    ResponderExcluir
  6. Ah, tô curiosa! Ótimo capítulo! :)

    ResponderExcluir
  7. Edward foi firme com o Carlisle hein! Quero só ver quando descobrirem quem realmente a Rosalie é

    ResponderExcluir
  8. Adorando
    A Bella podia contar logo pro Edward sobre a Rose e emmet

    ResponderExcluir
  9. Nossa que raiva deste Carlisle, não vejo a hora dele saber tudo sobre a puta da Rose. Shirley

    ResponderExcluir
  10. Meu pai q capitulo foi esse. Carlisle tem algum secredo. To super curiosa rsrrrss! Bjus

    ResponderExcluir
  11. Omg!! Ameii o capitulo, Carlisle vai ficar chocado quando souber que sua norinha Rose não passa de um puta rsrs!! Arasso com esse capitulo..bx

    ResponderExcluir
  12. O Carlisle tá merecendo uma boa lição, assim como a Rose e o Emmet. E a reação da Esme, qual vai ser? Tomara que ela apoie a casal, afinal já tem tanta gente contra né. Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  13. Caramba ! Mais mas quando ela vai desmascarar Rosalie , ansiosa ... ansiosa por este cap..
    bjss flor

    ResponderExcluir
  14. Assim não dá né ! O Carlisle já está demais, a Rose merece ser ridicularizada para toda cidade principalmente na frente do Carlisle. E tem mais, o que aconteceu com a Tânia e as imagens que ela tem da Rose está na hora de utiliza-las , já que a Bella não mostra nem para o Ed as que tem ( oque é irritantemente idiota da parte dela). Está mais que na hora da Bella começar a reagir e colocar cada um em seu lugar. Os dois já pagaram de errados e sem vergonha por tempo demais.

    Desculpa estou surtando, mas, como eu já disse , isso só acontece porque a fic é maravilhosa. BEIIIIIIIIIIJOOOOOOOSSSSSSS.

    ResponderExcluir
  15. Será que o Carlisle tem algum segredo?
    Espero que a Bella acabe logo de uma vez com a Rose e o Emmett

    ResponderExcluir
  16. Amo sua fic e to louca pro próximo cap. Quero muito ver a rose ser desmascarada e principalmente o edward descobrir que ela não é sua filha biológica. A Bella está muito pacífica, bora colocar o carlisle no seu lugar. Bjs

    ResponderExcluir
  17. Posta logo o próximo cap por favor. Estou tão ansiosa que já roí todas as minhas unhas.
    Sou fã das suas fic. AMO.

    ResponderExcluir
  18. Mano o Carlisle podia ir ficar com a Rose se pra ele ela é tao perfeita assim ¬¬, me da raiva desse povo que nao sabe das coisas e fica falando, ele nao sabe um terço de nenhuma das duas e fica abrindo a boca pra julgar.. Sorte que o Edward está bem seguro da sua decisao e da sua ninfetinha preferida, ele pode até dizer e pensar que algum dia ela vai larga-lo, mas ele está enganado quanto a isso ela está com ele forevermente.. Porque poxa vida com um gatão desses o que ela pode querer mais? Nadinha nao é mesmo hahahaha. Correndo para comentar o ultimo.

    ResponderExcluir