Jul M

Oi

sábado, 19 de julho de 2014

De Olhos Bem Fechados -- Cap 12

A CONQUISTA...
Isabella acordou com o barulho do chuveiro ligado, alguém estava tomando banho em sua casa. Ela girou na cama e um cheiro forte veio contra as suas narinas. Ela abriu os olhos assustada e rapidamente levantou o cobertor, já se sentindo aliviada por estar vestindo um pijama. Ela puxou o roupão que estava sobre a cabeceira da cama, e o vestiu, sentiu a sua cabeça doer, gemeu agoniada. De repente, a porta do banheiro foi aberta e de lá saiu Edward, usando a sua calça preta, sem a camisa e secando os cabelos.
-- Bom dia! — Ele disse dando um sorriso lindo para ela.
-- Por que você ainda está aqui? — Isabella soltou de primeira, uma tanto quanto confusa.
-- Não quis deixar você sozinha! — Ele respondeu – Relaxe! Não aconteceu nada! — Ele sorriu novamente — Você apenas tomou um porre e adormeceu.
-- Eu não acredito! — Ela argumentou — Que horas são?
-- Sete e meia! — Edward replicou — Eu ligue para o seu trabalho e avisei que você estava indisposta. Acredito que você não iria querer trabalhar de ressaca, não é?
-- Não! — Ela disse — Obrigada!
-- Não tem de quê! — Ele pegou a sua camisa a vestindo – Você está precisando de alguma coisa Isabella? Sei já, qualquer coisa?
-- Não, Edward! — Ela murmurou — Eu não estou precisando de nada!
Edward terminou de se vestir e passou as mãos pelos cabelos, tentando arrumá-lo, eles ainda estavam meio úmidos.
-- Aonde você vai? — Isabella perguntou.
-- Eu tenho que ir trabalhar, Isabella! — Ele disse dando um sorriso lindo — Eu adoraria passar o dia com você, mas o dever me chama.
-- Edward! — Ela chamou atenção dele corando forte — Eu posso saber o que aconteceu ontem, exatamente?
Ele deu um sorriso safado para a menina e caminhou em direção a cabeceira da cama dela para pegar a sua carteira e a chave de seu carro.
-- Bem, você bebeu demais, ontem! — Ele disse — Me deu aulas sobre moral e ética, sobre a primeira vez de uma mulher, e o porquê de você não ser a garota certa para mim! — Isabella ficou chocada, e ainda, bem mais corada do que já estava — O que preciso dizer é que discordo de muitas das coisas que você disse, mas tudo bem!
-- Foi só isso? — Ela perguntou torcendo as mãos sobre o colo, sem olhar para ele.
-- Aí, você me beijou! — Ele disse — E vamos deixar bem claro, que você me agarrou e me beijou.
-- O quê? — Ela exclamou chocada.
-- Pois é! — Edward disse sorrindo e parando perto dela — Eu tenho que dizer algo sobre isso... — Ele chegou mais perto dela e sussurrou — Eu gostei!
Isabella virou o rosto bruscamente na mesma hora em que ele se aproximou mais ainda dela. Os seus lábios se chocaram rapidamente em um pequeno selinho e ela empurrou a cabeça para trás para separá-los. Ainda não tinha escovado os dentes, e não sabia como agir perto dele depois de tudo.
-- Te vejo mais tarde! — Ele disse sorrindo radiante para ela — Angel quer que você vá jantar lá em casa! — Ele comunicou — E como você não foi trabalhar, acho que não tem problema.
-- A minha opinião não conta? — Ela pergunta.
-- Como se eu realmente fosse lhe dá opção! - Edward disse com arrogância — Eu te pegarei às sete horas baby, fique linda!
-- Eu não sou nada sua, não me chame de baby! — Ela gritou, mas ele já havia saído do quarto.
..............................
Edward chegou à empresa usando as roupas do dia anterior, Sue não deixou de notar aquilo, contudo ela não foi única, Emmett entrou na sala de Edward encontrando o rapaz com um largo sorriso nos lábios, nem parecia o mesmo Edward de meses atrás, alguma coisa estava acontecendo por certo.
-- Você passou a noite na farra? — Emmett perguntou — Mesma roupa, em dois dias, não foi em casa?
-- Não, eu não fui! — Ele admitiu — Dormi na casa de Isabella!
-- A sua babá? — Emmett perguntou.
-- Ela não é a minha babá! — Ele disse bufando — Ela era a tutora de Angel.
-- Ah, a bela morena que te deu um fora! — Emmett provocou — Como foi que conseguiu dormir com ela?
-- Não pense besteira! — Edward ralhou — Não aconteceu nada, que dizer, ela me beijou, eu a beijei de volta, mas foi só isso...
Edward disse frustrado e pensativo, tinha algo o incomodando, de certo modo, mas ele não sabia explica o que seria...
-- O que você tem? — Emmett perguntou curioso — Qual o seu problema afinal, Edward?
-- É Isabella! — Ele disse sério.
-- O que ela fez? Achei que estava feliz por ter passado a noite com ela?
-- E eu estou! — Ele disse soltando um suspiro - Emmett, ela é uma boa garota, simples, mas inteligente e honesta. Ela não quer o meu dinheiro.
-- Garota de princípios!
-- Sim de muitos princípios! — Edward concorda — Mas e eu? Se eu levar isso a diante ela vai acabar cedendo para mim, e depois? O que acontecerá depois? E se eu perder o interesse? Se eu não a quiser mais? Como vai ser? Eu realmente não quero magoá-la.
Emmett olhou para amigo que estava sendo humano pela primeira vez, depois de muito tempo. Em outros tempos, Edward jamais se importaria com aquele fato ou com alguém, apenas pegaria o que quisesse e depois, bem e depois que doessem a quem doer...
-- Não há garantias! — Emmett pontuou — Pode dar certo, ou não! Sempre há riscos Edward... A pergunta certa seria o que você realmente quer com essa garota? Afinal, ela é bem mais nova do que você, nada contra isso, mas você nunca se ligou nesse tipo de garotas, contudo se você não quer nada além de uma boa noite de sexo quente, melhor cair fora e deixá-la seguir em frente, enquanto não existe nada mais profundo... Ou se você realmente quer tentar algo mais sério com ela... Bem, eu não posso dizer que vá durar muito, que vá dar certo, que vocês ficariam por muito tempo juntos, mas posso dizer que se você não tentar agora, nunca vai saber.
-- Eu sei!
Edward não disse mais nada, apenas levou o resto dia fazendo o que ele sabia fazer de melhor, ganhar dinheiro e ficar ainda mais rico.
.............
Isabella trajava um vestido florido e solto. Ela recebeu uma ligação de Rachel que perguntou como ela estava passando e se ela retornaria ao trabalho na manhã seguinte. A morena disse que sim, e que havia sentido apenas um mal estar leve. Após o fim da ligação, ela terminou de se arrumar, deixou os cabelos soltos e calçou sandália rasteiras. Às sete horas em ponto, duas batidas na porta e Isabella se sentiu nervosa e insegura, não era como se fosse um encontro, mas era ele, Edward Cullen.
Isabella caminhou até a porta e ficou frustrada ao ver amiga Ângela, lá.
-- Nossa! - Ângela disse — Vai sair? E por que essa cara? Não gostou de me ver?
-- Na verdade! - Isabella disse — Eu pensei que fosse outra pessoa...
-- Alto ruivo e de olhos azuis? - Ângela perguntou.
-- Fiquei de ir jantar na casa dele com Angel! - Isabela assentiu.
-- Sei, só com Angel? Ou o ruivo perfeito estará lá, também?
-- Ele também estará no jantar! - Isabella disse fechando a porta.
-- Ah Isabella, você está caidinha pelo cara! - Ângela disse já sentada no sofá com a TV ligada!
Isabella não disse nada, apenas caminhou em direção ao sofá e se sentou ao lado da amiga, deixando o tempo passa...
Era quase meia noite quando Ângela saiu de sua casa, e nada de Edward aparecer, nem mesmo uma ligação, nada! Ela tentou ligar para ele, mas só caia na caixa postal.
Quando Ângela foi embora, Isabela foi para o quarto, ela resolveu trocar de roupas. Bella vestiu um pijama rosa curto que mais parecia ser de uma criança do que de uma jovem adulta. Escovou os cabelos e se preparava para dormir quando duas batidas em sua porta a chamou de volta a sala.
-- Ângela, eu não acredito que você tenha esquecido algo, de novo! - Ela disse abrindo a porta mais ficou surpresa por vê-lo ali.
-- Desculpa-me! - Edward disse — Ainda quer jantar? - Ele perguntou trazendo consigo uma caixa de pizza.
.........................
Isabella estava sentada no chão, com uma fatia de pizza nas mãos e na outra, um copo de coca-cola. Edward estava sentando no sofá comendo pizza com as mãos, o terno que usava estava nas costas do sofá e ele vestia apenas uma camisa branca, que ainda por cima estava semi-aberta.
-- Você realmente não precisava fazer isso! — Isabella disse mordendo os lábios — Era só ter ligado, e eu entenderia.
-- Eu sempre cumpro com a minha palavra Isabella! - Ele referendou — E ainda te devo um jantar com Angel.
-- Você não vai deixar isso em branco, não é mesmo?
-- Não! - Ele assentiu — Eu vou levar você amanhã ou depois, lá em casa! - Ele a comunicou — Eu só preciso ver as quantas anda a minha agenda. A reunião de hoje estava marcada há dias...
-- Sem problema Edward! - Ela disse.
Ambos terminaram de comer, Isabella ainda estava com o seu copo com coca-cola nas mãos. Edward levantou e foi até a pia na cozinha, lavar as mãos, e então, voltou para sala.
Edward observava à jovem terminar de beber o seu refrigerante, para que depois pudesse recolher as sobras para levar para o lixo da cozinha. O ruivo estava em pé, encostado na soleira da porta quando Isabella se virou para ele. A menina usava um hobby de seda por cima do pijama.
-- O que foi? — Isabella perguntou parando a poucos passos a frente dele.
-- Nada!
-- Então por que estar me olhando assim? — Ela perguntou corando um pouco mais do que já estava.
-- Você é linda! — Ele afirmou convicto.
-- Edward...
-- Espera! — Ele pediu — Deixa-me terminar. - Isabella acenou com a cabeça para ele seguir em frente — Conversamos naquela noite, você me falou muito de você! — Isabella mordeu os lábios — Eu entendo você, entendo muito, e respeito.
Isabella pensou em falar algo, mas Edward parecia nervoso e isso Isabella nunca tinha visto ele demonstrar antes.
-- Eu gosto de você! — Ele confessou — E não é apenas sexo! Não que eu não queira transar com você, ter você em meus braços, sentir o seu corpo no meu, o seu gosto em meus lábios, porque eu quero e muito... — Isabella ficou muito mais corada ainda — Eu aceito você do jeito que é Isabella! Sem tirar e nem pôr mais nada! Eu quero tentar com você, não quero uma aventura quero algo sério, quero você como a minha namorada! – Ele disse e os olhos da menina se arregalaram — Quero você Isabella, só depende de você...
Seria um sonho se não fosse verdade, se ela não tivesse ouvido cada palavra que saiu daquela boca linda e desejosa. Ela queria beijá-lo, queria agarrá-lo, queria ele para ela, e agora ele estava ali, na sua frente, se dando de pronto bom grado para ela. E tudo que ela precisava fazer era dizer SIM...
CONTÍNUA...

23 comentários:

  1. aaaaaaaaah!
    finalmente vai sair o Edward tomou uma atitude kkkk
    to louca pra ver a resposta!

    bj
    Raissa

    ResponderExcluir
  2. OMG OMG OMG OMG OMG!!!!!!!!! 0.0 TO CHOCADA!!!!!!!!!!!!
    Que lindooooooo.... capítulo perfeito! O Edward assumindo o q sente pra ela foi divo! Sera q ela vai dizer sim?!?! Tomara.. e a ex dele nao me tente estragar o relacionamento deles ou eu mesmo ajudo a Bella a quebrar a cara dela..
    ownnnnn a Angel vai pirar!!!!
    Posta mais logo... to curiosa aqui hehehe
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Sei que não comento muito mas não custa tentar...

    bom, sou fanática por suas histórias, a maneira como você escreve me intriga !
    A história esta seguindo um otimo enredo e claro, as outras também!





    BEIJOS....

    ASS:ANÔNIMA

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju !!to amando essa estoria te agora q o bicho vai pegar com esses dois namorando, contando as horas pra a nova atualizaçao bjk e n demore em postar : )

    ResponderExcluir
  5. Uau, sem palavras! !!

    ResponderExcluir
  6. Jul M, você só pode estar brincando comigo não é? Para parar justamente nessa parte? E que capítulo foi esse?! Ameiii, caramba, ta a cada dia melhor. Parabéns! Quando é que sai o próximo capítulo? Bjim!!! :p

    ResponderExcluir
  7. Aeee... Finalmente! Haha
    Adorei o capítulo!
    Posta mais!

    ResponderExcluir
  8. muito lindo, amei de mais, qd sai mais

    ResponderExcluir
  9. Amei o Ed colocando pra fora os sentimentos que ele tem pela Bells.
    Espero que a Bells aceite.

    ResponderExcluir
  10. OMG eu espero que a Bella não faça a louca de responder , não. Pois será a partir do sim que as coisas ficaram bem mais interessantes , já que, ela terá que bater defrente com uma Esme nojenta, uma Victória louca e furiosa e a empregada do Ed ( que não recordo o nome) que aparentemente idolatra a Victória , ou seja, será muito ... intenso .

    O capitulo está ótimo, parabens

    Por favor não demore a postar

    ResponderExcluir
  11. Ai meu pai q cap to louca p proximo. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Adoreiiiiiiiiiiiiiiii ansiosa pelo proximo

    ResponderExcluir
  13. Haaaaa voce sempre me deixa morrendo de curiosidade a cada final de cap 0.o... estou apaixonada por essa história... por favor não demore pra postar, já estou querendo outro cap.
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Aaaaaah vc para bem na melhor parte ju m. Nao seja má ai quero maisssss eu amo suas fics

    ResponderExcluir
  15. Ele foi maduro agora hein! Só resta saber se ele tomará jeito, caso a resposta da Bella seja sim.
    E agora? hehe

    ResponderExcluir
  16. achei tao lindo ela falando o que sentia pra bela so espero ele nao fazer a bela sofrer obrigada por mais um lindo capitulo beijocas adria

    ResponderExcluir
  17. Lindooooooooooooo....
    lhouca pelos próximos.
    Parabéns Ju mais um cap. Incrível!
    Bj

    ResponderExcluir
  18. Parou na melhor parte, curiosa para saber a resposta da Bella afinal ela pode ser louca e dizer não.
    Ahh o Edward foi tão fofo.
    Amei o capitulo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. ai meu deus, to tão ansiosa pra saber a resposta que to entrando no blog todo dia pra ver se vc postou

    posta logo *-*

    Raissa, de novo!

    ResponderExcluir
  20. Aiiii, mi coraçón!!!!
    Edward se declarando. Ownnn, onde eu arranjo um desses??? Kkk.
    Ansiosa para o próximo capítulo. E, se a Bella disser não vai ter muitas pessoas querendo bater a cabeça dela na parede para ela acordar, kkk.
    Jul M, você arrasa; suas histórias são maravilhosas *-*!!!!

    Bjss,

    Gabe*

    ResponderExcluir
  21. Queremos mais, estamos viciadas., posta!!!! Kkk
    Amando bjs

    ResponderExcluir