Jul M

Oi

segunda-feira, 30 de junho de 2014

O Casamento -- Para Todo Sempre -- cap 19


O PASSADO PEDE CARONA AO DESESPERO...

Isabella estava terminando de dar banho em Nessie, o pequeno Anthony já estava arrumando e pronto para ir à Escola. Edward estava na sala falando com alguns dos seus novos associados. Eles eram uma família feliz, verdadeiramente feliz, Edward sorriu quando viu Isabella trazendo a pequena Nessie em seus braços e Tony vinha ao lado da morena sorrindo.
-- Bom dia! - Ele os cumprimentou e ela caminhou até o ruivo dando-lhe um beijo carinhoso.
-- Bom dia amor! - Ela sorriu — Rosa querida! - Ela chamou.
A boa Senhora apareceu sorrindo e feliz, era uma mulher encantadora e levava muito jeito com as crianças.
-- Bom dia, Bella! - Ela saldou a jovem, já pegando Nessie dos braços de sua patroa. Rosa não chama Isabella de senhora, no começo, ela até tentou, mas Isabela sempre pedia que a chamasse apenas de Bella ou de Isabella.
-- Bom dia! - Ela retrucou novamente — Hoje voltarei para casa mais cedo, matriculei Nessie na natação, é algo que planejei para mãe e filha - Ela piscou de olho, explicando o fato com um largo sorrindo.
-- Eita garotão, nós também precisaremos arrumar algo só para nós dois! - Edward redarguiu bagunçando os cabelos de Tony
-- Nada mais justo! - Isabella assentiu sorrindo — Já pegando o filho que não era mais tão bebê assim, no colo! - Amo-te meu pequeno!
-- Também te amo mamãe! - Ela sorriu para ele — Vamos, amor?
-- Sim, vamos! - Edward lhe respondeu.
Nos últimos dias, Isabella andava agitada, depois da carta anônima que havia recebido, ela sabia que a segurança estava redobra em sua casa, apenas não comentou nada com o marido. Depois do julgamento de Felix, ela iria conversar sobre aquilo, as palavras dele ainda perturbava a cabeça dela.
-- Bom dia, Jasper! - Ela o saudou ao entrar na sala do rapaz, mas não era ele quem estava lá, e sim Alice!
-- O meu marido não está! - Alice se posicionou — Deseja algo?
-- Na verdade, eu estou trabalhando com Jasper em uma nova campanha! - Bella esclareceu — Eu não acredito que você possa me ajuda!
-- Por quê? Só porque não sou formada em publicidade, como vocês? - Alice retrucou azeda — Na verdade, você também não é formada, até onde eu tenha conhecimento, ganhou esse cargo dormindo com o seu chefe e depois casando com ele.
-- Alice! - Bella lhe repreendeu bem séria — Eu não aceito que fale assim comigo!
-- Ah claro! Você não aceita! - Ela tripudiou cinicamente – A grande Isabella Cullen não aceita! Logo você que não passa de uma puta!
-- Alice! - Jasper gritou ao entrar — Bella, você se importaria se conversássemos depois? Eu acho que precisarei ter uma conversa com a minha mulher em particular!
-- Ok Jasper! - Ela assentiu e se virou em direção a porta
-- Sr. Halle para você vadia! - Alice gritou antes que Bella saísse.
-- Ficou louca?! - Japer indagou — Por que esta tratando Isabella assim? O que ela te fez, Alice?
-- O que ela me fez? O que ela me fez? Ela nasceu Jasper, foi isso que ela me fez.
Alice pegou uma bolsa que estava sobre a mesa do marido e caminhou em direção à saída, Jasper segurou o braço dela, impedindo-a de sair.
-- O que está havendo Alice? - Ele perguntou irritado.
-- Você é um idiota! - Ela disse — Me solte, agora!
-- Claro! - Ele disse — Como eu não notei isso antes?
-- Do que você está falando?- Alice perguntou.
-- Como eu fui tão idiota! - Ele gritou e a empurrou contra o sofá de sua sala — Você é apaixonada por ele! Como eu não vi isso, antes! - Ele gritou — Você sempre perguntava por ele, sempre quis saber, como ele estava. Vocês não foram só amigos de Escola, você sempre o amou, a final quem não se apaixonaria por Edward Cullen, não é?
-- Você está louco! - Ela disse ficando novamente de pé.
-- Me diga na minha cara, olhando em meus olhos, que você não ama Edward? - Jasper a desafiou.
-- Eu... - ela começou — Eu preciso ir!
Jasper não disse nada, ele apenas deixou que ela passasse por ele, seguindo a passos rápidos rumo à porta e quando ele ouviu o click da porta sendo aberta ele urrou...
-- Eu quero o Divórcio! – Então ele saiu antes na esposa, batendo a porta com força.
Ele não notou aquela realidade triste, porque antes Alice conseguia disfarçar melhor. Ela conseguia fingir que o amava. Jasper sempre soube que Alice foi uma das poucas amigas que Edward teve na época de Escola, só que ele nunca soube do nível de amizade entre eles. Depois que eles se formaram no Ensino Médio, eles perderam o contato entre si, só foram se reencontrar novamente, depois que Jasper passou a namorá-la. Contudo, não havia mais aquela amizade entre eles. Edward havia mudado, ele estava bonito, era rico e charmoso, poderia ter mulher que quisesse e quando desejasse. O problema foi que Jasper não percebeu a devoção de Alice por Edward, o modo como ela o venerava no passado. Jasper se esqueceu disso, mesmo quando Alice perguntava tantas e tantas vezes pelo seu primo, entretanto ela sempre desfaçava depois, com outra conversa ou simplesmente o beijando, todavia agora, tudo veio à tona.
Ninguém ofenderia Isabella sem motivo, Jasper bem sabia disso, pois Bella era uma pessoa boa e digna de confiança, ela era pura e boa demais para fazer mal a alguém. Alice tinha raiva dela porque achava que ela tinha lhe roubado o único amor que ela realmente teve... Edward.
,,,,,,,,,,,,,,,,,,
Isabella entrou na sala que dividia com marido e ficou feliz por ele não estar lá, não queria ter que lhe explicar o que aconteceu entre ela e Alice. Ela respirou profundamente várias vezes, então levantou a cabeça e sorriu, quando a porta foi aberta e o marido entrou.
-- Já acabou reunião? - Ele perguntou sorrindo.
-- Não! - Ela disse – Apenas deixamos para mais tarde!
-- Você terá natação com Nessie daqui a pouco, não é? - Ele disse a lembrando do fato.
-- Sim, daqui a pouquinho sairei! - Ela respondeu sorrindo — Amanhã passarei na Livraria, eu quero ver como as coisas estão indo, tenho planos de inaugurá-la ainda esse mês!
-- Eu achei que havia desistido de trabalhar lá! - Ele retrucou incomodado — Eu pensei que ficaria aqui comigo!
-- Edward, nós não vamos começar com isso agora! - Ela avisou — Você já sabia que eu só estaria aqui por enquanto. E não me venha pensar que resolveremos essa contenta com uma boa foda e você acabará me convencendo! Eu quero o meu próprio espaço e você sabia disso! Além do que, igualmente a você eu sou também teimosa e cabeça dura.
-- Epa, pelo visto... - Ele replicou - ...você está de mau humor.
-- Talvez! – Ela retrucou.
-- Ok! - Ele assentiu – Eu vou sair, terei uma reunião daqui a vinte minutos com um grupo de italianos. Deseje-me sorte amor!
-- Boa sorte! - ela disse ficando de pé e foi nesse momento que Edward a puxou e a beijou de forma urgente, algo de se de tirar o fôlego.
-- Agora sim, eu terei sorte! - Ele disse sorrindo — Ficarei na empresa, sendo assim, Erick estará a sua disposição para levá-la para casa, Sra. Cullen!
-- Você, você, você é um tratante Edward Cullen! - Ela gritou e ele sorriu
-- Você precisa ser mais rápida, querida! - Ele piscou para ela e sorriu mandando lhe um beijo voador.
Ela sabia que Edward não era o tipo de homem que se rendia fácil, mas também sabia que ele nunca a deixaria sem proteção, não depois de tudo o que houve no passado.
,,,,,,,,,,,,,
Isabella estava voltando do almoço, Mary não estava em sua mesa, e ela nem fazia questão de encontrá-la, não queria fingir gentileza onde não havia. Mary a odiava, então elas estão empatadas, pois Isabella também não gostava nada daquela mulher. Queria mais era que Mary sumisse de sua vida. Bella entrou na sala e Edward ainda não havia retornado, ela foi rumo a sua mesa e sobre ela encontrou um envelope, mas uma vez, sem remetentes e sem endereço. Ela pegou o abridor de cartas que estava ali e cuidadosamente o rasgou em pontos chaves, então puxou o conteúdo para fora.
Seu rosto logo ficou pálido, a sua boca seca, as suas mãos trêmulas, os seus olhos se encheram de lágrimas, a dor no seu peito veio com força. As fotos caíram de suas mãos, e um soluço alto escapou de seus lábios. As lágrimas já molhavam o seu rosto, e para piorar, a porta fora aberta.
-- Claro! - Edward disse para Emmett que estava do lado de fora — Eu te encontro em dois minu...
As palavras dele morreram no mesmo instante em que ele olhou para esposa, que estava em uma espécie de estado de choque, ele correu e Emmett veio logo atrás dele, adentrando apressado na sala.
-- Bella! - Ele chamou antes de chegar, de fato, perto dela. — Bella, amor!
Edward congelou ao seu lado, os seus olhos estavam sobre as fotos que estavam caídas sobre a mesa. Os seus olhos se estreitaram, as sua mãos se fecharam em punho e o seu ar saia mais forte do que o normal. Ele parecia um touro bufando de raiva.
-- Eu vou matá-lo! - Edward disse entre dentes.
Levou algum tempo para que Isabella entendesse o que Edward queria dizer com aquilo, então piscando os olhos algumas vezes, ela conseguiu achar a sua voz a tempo.
-- Emmett, não o deixe sair!
Emmett não entendeu nada, mas bateu a porta com força, Edward foi para cima do amigo, tentando tirá-lo de lá.
-- Saia do meu caminho! - Ele urrou — Eu vou arrancar a cabeça daquele filho da puta!
-- Edward se controle! - Emmett exigiu — Fique calmo!
As palavras ditas por Emmett pareceu ter efeito sobre ele, porque ele parou e voltou os olhos para o rosto do amigo, e então, girou em direção à Isabella, que estava chorando em pé, próxima a mesa do ruivo. Edward caminhou até ela. Abraçando-a com força contra o seu corpo, e foi nessa hora, que ela desabou em soluços.
-- Eu sinto muito, eu sinto muito! - Ela repetia entre lágrimas.
-- Shi, shi, shi... Você não teve culpa! - Ele tentava acalmá-la — Ele que foi um demente, um monstro, um doente!
Emmett caminhou em direção ao amigo e quando chegou perto, ele viu sobre a mesa as fotos, só então entendeu a situação. Não era novidade para ele que Isabella tinha sofrido abuso sexual quando mais nova, porém ele nunca imaginou que ela tivesse ficado tão traumatizada pelo abuso causado por Mike e seus amigos babacas.
-- Pegue essas fotos! - Edward ordenou — Daremos um jeito nele depois. Sem expor a minha esposa, claro!
-- Pensarei em algo! - Emmett argumentou – É melhor analisar se neste envelope existe alguma digital!
-- Faça isso agora! - Edward demandou — Eu quero quem fez isso preso, ou juro que o mato com as minhas próprias mãos.
-- Vamos encontrá-lo Edward! - Emmett prometeu — E vamos fazer ele pagar por isso.
Emmett saiu levando as fotos. Edward mantinha Isabella em seus braços, tentando lhe passar o máximo de conforto possível. Ele sabia que o resto do dia estava perdido, não teria mais como trabalhar tendo a esposa naquele estado de torpor. Ele também duvidava que algum dia conseguisse tirar aquelas imagens de sua cabeça. Ele nunca, em toda a sua vida, fez algo daquele tipo, e olha que ele já havia aprontado poucas e boas, apenas para se vingar de algumas pessoas que lhe ferraram no passado, mas nunca, pensou que alguém seria capaz de fazer o que ele viu naquelas fotos, Isabella completamente exposta e humilhada...
Ela havia sido amarrada em uma árvore, estava suja de sangue, provavelmente, de algum animal, tinha um pano enfiado na boca e na sua testa estava escrito “eu sou um lixo humano” com um marcador preto. Apenas alguém sem coração e sem decência teria feito aquilo, a única pessoa que ele conhecia que poderia tê-lo feito era Mike. Ele foi o culpado por boa parte dos traumas de Isabella, e logo depois, a irmã dela, Tânia que ainda estava presa, além, é claro, de Renée que sempre negou proteção à filha.
-- Vamos para casa! - Ele comunicou com carinho — Não há a mínima possibilidade de você continuar trabalhando hoje.
-- Eu posso ir com Erick! - Ela disse entre soluços.
-- Oh minha querida! - Ele disse sorrindo e tocando com carinho o rosto pequeno de sua amada mulher — Nem em sonhos, eu deixaria você sozinha, nesse momento.
Edward pegou as suas coisas e recolheu as de Isabella, partiu com ela ao seu lado. Isabella ficou feliz por Mary ainda não ter voltado do almoço, não queria que a morena a visse naquele estado, não seria nada legal.

Os dois voltaram para casa. Isabella estava deitada na cama com Edward ao seu lado, quando o telefone tocou, era Emmett, ele viu o nome do amigo no visor e atendeu a ligação.
-- Descobriu algo? - Ele perguntou, Isabella estava com a cabeça encostada em seu peito, ela tinha os olhos fechados, provavelmente dormindo.
-- Sim! - Emmett anuiu — E ficará surpreso com o que eu descobri...

Contínua...

12 comentários:

  1. Estou curiosa para saber o que emmet descobriu! !!!

    ResponderExcluir
  2. O QUE FOI QUE O EMMETT DESCOBRIU?!?!?!?
    tava com saudades da fic!! amoooooo

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre soube q a Alice nao valia nada... tadinha da bella e eu agora roendo as unhas pra saber oq o Emmett descobril

    ResponderExcluir
  4. O que será que o Emm descobriu???
    A Alice é uma vadia, casar com Jasper pra ficar perto do Ed é demais...
    Eu sei que o Ed é TDB, mais essas mulheres já estão demais! Coitada da Bella, esse monte de vadias atrás do marido dela, até quando isso vai continuar?!
    Estava com saudades dessa fic.
    Post mais todas as fics....
    Please.....

    ResponderExcluir
  5. OMG será que foi alice , será que a renne voltou ou será ... bom deixa para la. Eu estou surtando , eu já estava achando que você havia desistido da fic.
    Suas fics são todas maravilhosas, você é mesmo muito boa no que faz. Agora eu suplico , por favor, faça o possivel para postar mais rapido. Eu sei que você tem sua vida além das fics ,mas, nós surtamos com toda esta expectativa.
    PARABÉNS O CAPITULO ESTA ÓTIMO

    ResponderExcluir
  6. Eu já desconfiava a muito tempo que a Alice era apaixonada pelo Edward e que estava armando para separá-los.
    Será que o Emmet descobriu a impressão digital da Alice vulgo anã do mau?
    Estou amando essa fic simplesmente perfeita.

    ResponderExcluir
  7. Finalmente a Alice mostrou a sua verdadeira cara!!
    Ansiosa para saber o que o Emmett descobriu!
    Amei o capítulo!

    ResponderExcluir
  8. super curiosa para saber o q o Emmett descobriu!!!
    please não demora a posta!!!

    ResponderExcluir
  9. ótimo capitulo, amando a historia..

    ResponderExcluir