Jul M

Oi

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Em maus lençois-- cap 22

UMA BAGUNÇA COMPLETA...

Foram dias de cão para todos, para começo de conversa, Rose não se importou com o sumiço da filha, Nessie. A menina ficou dois longos dias sem dá noticias. A loira, na manhã seguinte, simplesmente fez as malas e saiu da casa onde morava com Edward. Bancando a boa mãe, disse que ficaria acompanhado tudo de onde estivesse e que não estava em condições emocionais para fazer isso de perto. Edward sabia da verdade, Rose nunca desejou ser mãe, mas Nessie foi o que deu a ela a tão desejada posição de Sra. Cullen...
Edward por sua vez, teve notícias da filha atrás de Jacob, que avisou que a menina estava bem e que era melhor ele ir com calma, porque ela já havia descoberto sobre ele e a Swan.
Edward tentou descobrir com o pai o que ele havia dito a Isabella, porque a menina simplesmente não o atendia. Ela ignorou a todos os telefonemas dele e as mensagens também. Até a porta do jardim, que dava acesso a casa dela, estava trancada. Ela não foi para Escola durante toda a semana. Ele só sabia que ela estava em casa, porque via movimento e a luz do seu quarto acessa. Nada estava sendo fácil naquela semana.
Uns dias depois, Nessie voltou para casa, à menina parecia um rebelde sem causa, ela tinha coloca um piercing na orelha e outro na língua. Jacob estava com ela. Edward olhou para a filha dos pés a cabeça... Ela tinha uma mecha vermelha nos cabelos, os olhos marcados por lápis preto e uma maquiagem pesada, ela estava toda vestida de preto. Nessie bem parecia uma louca viciada em drogas. Jacob deu de ombros, como se dissesse, “eu tentei controlar, mas não foi possível”... Nessie entrou depois que Jacob se despediu dela, quando a garota passou pela sala, Edward não perdeu tempo.
-- Por que fez isso? - Edward indagou.
-- Espera! O quê? Flores e chocolate por está comendo a minha melhor amiga?
-- Nessie! - Ele a repreendeu.
-- Não me venha com essa de Nessie! - Ela gritou — Ela é a minha melhor amiga, que dizer, era! Agora não a quero perto de mim, aquela vadia!
-- Pare!- Edward gritou! Algo que nunca fez com a menina — Vamos conversar como pessoas educadas, sem gritos...
-- Por quê? Para a vizinhança não ouvir? - Ela perguntou — Só para te lembrar, a casa mais próxima a nossa, é a de Isabella! As outras casas estão longe demais, para ouvir qualquer um de nossos gritos!
-- Eu e a sua mãe nos separamos! - Edward a comunicou.
-- Agora você vai trazer Isabella para essa casa? - Ela perguntou — Devo chamá-la de mamãe, também?
-- Nessie!
--- Nessie o caramba!- Ela gruiu — Você não passa de um porco imundo. Ela tem idade pra ser a sua filha. Ela era a minha melhor amiga... Seu depravado!
Edward não viu o que estava fazendo, quando sentiu, foi à ardência em sua mão. Nessie estava com as mãos no rosto e a sua face estava vermelha. Edward havia lhe batido. Coisa que nunca fizera antes, ele nunca havia batido em sua filha.
-- Nessie, eu...
-- Não me toca! - Ela urrou — Você me bateu! Pai, você me bateu por causa dela! - Mais um grito — Cadê a mamãe? - Ela perguntou cheia de raiva — Eu quero a minha mãe! Eu não vou ficar no mesmo lugar em que você! Seu maníaco!
Nessie subiu as escadas correndo, chorando... Edward ainda estava em choque. A menina tinha razão, ele nunca havia batido na filha... Nada mais fazia sentindo, a confusão estava formada... Quando voltou a si, Edward ligou para Rose.
-- Nessie, já está em casa! - Ele disse para a loira.
-- Vou aí amanhã! - Ela respondeu simplesmente — Estou trabalhando Edward!
-- Ela não quer fica aqui! - Ele disse sem vida — Ela quer mora com você!
-- O quê? - Rose disse deveras chocada, mas Edward não pareceu notar — Amanhã passarei aí, hoje estou de plantão.
Sem esperar resposta, ela desligou o celular. Edward ficou olhando para o pequeno aparelho em suas mãos, como se aquilo fosse um bicho de sete cabeças. Ele subiu as escadas e foi até o quarto da filha, ele bateu, a porta estava fechada.
-- Saia daqui! - Ela berrou.
-- A sua mãe vem buscar você amanhã! - Ele disse — Ela está no hospital.
Nessie nada respondeu, apenas ficou calada. Edward ficou encarando a porta do quarto da jovem pôr alguns segundos, então saiu de lá, indo direto para o seu escritório.
...................
Se as coisas já estavam complicadas para Edward, ele nem sequer imaginava o que aconteceu com Isabella naquela semana. Para começar, Nessie encontrou com ela em um Shopping, melhor dizendo, no estacionamento do lugar, a pequena chegou perto de Isabella, já gritando e a xingando. Chamando-a de vadia, puta e rapariga. Qualquer coisa que pudesse machucar e ferir a ex-amiga, Nessie falaria. Vários amigos delas estavam por lá. Isabella estava tentando seguir a sua vida, já tinha feito as suas escolhas e Edward não estava entre elas. Todos os olhos foram em direção à morena, ninguém entendia nada, então como se não fosse o bastante, Nessie gritou em alto e bom tom...
-- O meu pai não te quer sua puta!
Depois disso, todos entenderam o que se passavam, mas ninguém sabia ao certo o que realmente aconteceu. Apenas tiravam as suas conclusões... Todos chegaram ao mesmo pressuposto, ao de que Isabella era uma safada, que estava dando encima do pai da melhor amiga. E tendo isso como verdade, o que de fato tinha muito de real, a antiga fama de Isabella, fez com que todos ali, concordassem com o pressuposto.
Isabella nunca chorou antes, por algo que alguém dissesse ou insinuasse sobre ela. Sempre fez piada dos rumores mentirosos sobre a sua pessoa. Mas o fato de que Nessie a humilhou em público, e agora, todos sabiam sobre o seu caso com o pai da garota, a deixou abalada.
O que Carlisle previra, estava acontecendo, todos estava fofocando sobre aquilo, à única coisa que estava fora de contexto, era que todos falavam, somente dela. Culpavam-na por ser uma vadia, por ter acabado com um casamento, e claro, por ter se feito de amiga da jovem Cullen, apenas para poder ter acesso ao papaizinho dela.
Ficar em casa era a melhor opção, a rua não era um lugar seguro, pois todos os olhos estavam sobre ela. As mulheres casadas, simplesmente olhavam feio para ela, e se por acaso, ela sorrisse para o marido de alguma delas, ela estaria morta, porque provavelmente, apanharia.
Já os maridos daquelas distintas senhoras, ao contrário delas, não faziam comentários maldosos, mas sim insinuações maliciosas. Alguns mais ousados, até perguntavam quanto era que ela cobrava por uma trepada rapidinha, em um beco escuro.
Isabella nunca sentiu tanta vergonha, a única coisa que ela queria era se esconder. Achava estranho o seu pai ainda não ter descoberto nada daquilo. Mas entendeu o porquê, afinal, ele quase nunca estava em casa, ainda mais agora que a vadia da sua vizinha não morava mais ali. Eles estavam tendo um caso e disso Isabella sabia...
Era sexta-feira à tarde, Isabella estava no jardim, nunca mais tinha visto Edward e sabia que as coisas não estavam bem para ele também. Soube que Nessie estava morando com a mãe, porque Jacob disse a ela. Até mesmo Jacob, que era o seu melhor amigo, estava se mantendo longe daquela confusão.
Isabella nunca ficou tão feliz, por não ter tantos vizinhos como estava agora, não havia ninguém por ali, a não ser Edward, mas esse se mantinha trancando em sua casa. Isabella estava na parte da frente da casa, ela viu quando o carro de Jacob entrou na rua e parou em frente à casa do Cullen. Ela viu Nessie sair do automóvel e percebeu que o visual da menina continuava o mesmo, ela ainda se vestia no estilo rebelde. Jacob esperou a namorada entrar na casa e então viu que Isabella estava no jardim, ele saiu do carro e caminhou em sua direção.
-- Oi pequena Bells!- Ele disse dando um sorriso de cachorro que só ele tinha.
-- Oi! - Ela respondeu baixo – como ela está?
-- Ainda com raiva! - Ele garantiu - Nessie vai compreender que está errada Bells, então vai pedir desculpas!
-- Ela não me deixou explicar! - Isabella replicou rancorosa.
-- Eu sempre te avisei que isso não iria acabar bem!
-- Jake não começa! - Ela disse mordendo os lábios — Já está bem difícil! As pessoas me olham como se eu fosse “umazinha” qualquer!
-- Bells, eu sinto muito!
Sem se dar conta, Jacob já estava no jardim de Isabella, abraçando a amiga e tentando consolá-la. Isabella chorou pela primeira vez, na frente do amigo de longa data. Jacob tentava consolar a menina, passando as mãos pelas costas dela, tentando conter os soluços do choro sofrido da morena. Foi algo tão rápido, quando se apercebeu, Isabella estava sendo puxada pelos cabelos e jogada no chão, Nessie gritava feito louca.
-- Fica longe do meu namorado, sua vadia!
E sem pensar duas vezes, ela deu uma tapa na cara de Isabella, o que fez o sangue de Isabella ferver. A morena agarrou a menina pelos cabelos, jogando-a no chão também e ficando por cima dando lhe duas tapas.
-- Fedelha mimada! - Ela gritou quando deu o segundo tapa — Você não é ninguém para falar de mim, sua putinha sem classe.
As duas começaram a se agredir mutuamente, Jacob tentava separá-las, mas tudo estava bem difícil... Elas estavam piores do que duas leoas, protegendo as suas crias, quando Edward chegou, ele puxou Isabella para um lado e Jacob puxou Nessie para o outro.
-- Fica longe! - Nessie a advertiu – Ou vou arrebentar você, sua puta!
-- Nessie pare! - Jacob pediu.
-- Paro nada! - Ela retrucou furiosa.
Isabella já não se debatia mais nos braços de Edward, apenas ouvia Nessie gritando e a ofendendo.
-- Já chega! - Jacob ordenou sacudindo a namorada pelos ombros.
Edward não gostou nada daquilo, em especial porque Nessie estava completamente descontrolada.
-- Você está realmente agindo como uma criança mimada! - Jacob a repreendeu.
-- Eu não a quero perto de você! - Nessie murmurou zangada.
-- Você não escolhe as minhas amizades! - Jacob retrucou — Você precisa mesmo de uma boa surra, algo que a sua mãe deveria ter dado em você quando você era ainda uma criança.
-- Jake! - Ela exclamou chocada.
-- Eu estou cansado desse seu comportamento imaturo! - Ele disse sincero — Por sua culpa, Isabella está mal falada na cidade.
-- Ela é uma vadia! - Nessie gruiu.
-- Ninguém precisava saber o que aconteceu! - Jacob rechaçou e Edward ficou admirado com a maturidade do rapaz — Era algo seu com ela e o seu pai, você deveria ter sentado com eles e conversado.
-- Você acha mesmo que eles não falam de mim? - Ela rebateu.
-- Falam porque você deu motivo! - Jacob obtemperou — Você fez com que ela fosse ridicularizada em públicos, ninguém mais a respeita...
-- Isso tudo é culpa dela! - Nessie acusou — Ela é uma vadia! Ela era quem estava dando encima do meu pai!
-- Bella não fez nada sozinha! - Jacob ponderou — Você não é tão diferente das pessoas desta cidade, você julga e condena sem dar defesa. Se fosse você no lugar dela, e se eu fosse o cara mais velho e você estivesse envolvida comigo... Seria você quem iria estar na boca do povo agora!
-- Jake...
-- Cale a boca! - Ele pediu com raiva — Você vai mesmo continuar se comportando assim? Beleza! Mas vai ficar sozinha, pois eu não vou concordar com isso!
-- O que você está dizendo Jacob? - Ela perguntou com receio.
-- Eu estou dizendo que se é para você, continuar agindo como uma criança mimada, eu estou fora! Paro por aqui! Acabou! - Ele articulou.
-- Você está mesmo terminando, comigo por causa “dessazinha”?
-- “Essazinha” é minha amiga!- Ele redargüiu — Eu a conheço a muito mais tempo do que a você! - Ele retrucou — Eu amo você Nessie, mas não aceito o seu modo de pensar...
-- Jake! - Ela chamou, mas ele não voltou.
Simplesmente entrou no carro e saiu deixando a pequena ruiva furiosa. Nessie olhou para Isabella, ela estava ao lado de seu pai, ela tinha alguns arranhões pelos braços e pelo rosto também.
-- Você está feliz, agora? - Ela perguntou cinicamente — Já não bastava acabar com o casamento dos meus pais, agora você acabou com o meu namoro também!
-- Já chega! - Edward se meteu — Entre em casa agora, Renesme!
A menina pensou em abrir a boca e dizer algo mais, porém achou melhor se calar, devido ao olhar furioso do pai.
-- Eu vou falar com ela! - Edward comunicou — E depois será a nossa vez de conversar! Nem tente fugir disso.
Isabella tinha os olhos emaranhados, mas não chorou. Edward apenas saiu deixando a menina sozinha e seguiu para a sua própria casa. Assim que entrou, Nessie estava parada perto da escada o fitando com um olhar acusador.
-- Eu não acredito que você ainda se encontra com aquela...
-- Com aquela o quê, Nessie? Com Isabella? O nome dela é Isabella! E até outro dia, ela era a sua melhor amiga!
-- Ela não passa de uma vadia! – A menina gritou.
-- Nessie! - Edward berrou de volta — Eu não aceito que você fale assim dela!
-- Por quê? Só porque você anda comendo aquela puta...
Edward fez menção de levantar a mão novamente para a filha, mas parou! Fechou as mãos em punhos... Ele olhou feio para menina que pareceu se encolher com medo.
-- Você não é mais criança! - Ele ponderou — Você foi a primeira a apoiar que eu me separasse de sua mãe!
-- Eu o apoiei, porque achei que você procuraria uma mulher, não aquela vadia! - Ela disse.
-- Isabella não é uma vadia, Reneesme! - Ele afirmou em um tom calmo — Ela é uma garota de excelente coração, assim como você. Ela é linda, inteligente, e divertida! - Ele olhou para a filha — Ela me devolveu a vida, ou pelo menos, me fez enxergar tudo que eu me negava a ver!
-- Tipo o quê? Como é boa a buceta dela?
-- Nessie! - Ele a repreendeu — Pare de se comportar como uma criança tola e mimada!
-- Eu me comportando como uma criança! - Ela disse com ironia — Pior você, se comportando como um velho babão!
-- É o que você acha? - Ele perguntou — Por quê?
-- Porque ela tem a minha idade! - Nessie gritou — Sabe o que é você andar pelas ruas e todos apontarem para você, porque o seu pai está fudendo a sua melhor amiga, uma que tem a sua mesma idade?
-- Então o problema todo é esse? - Edward perguntou — Eu amo Isabella! Você pode viver com isso e simplesmente aceitar o fato, ou passar a sua vida toda amargurada por essa idéia. Porque eu não vou deixar de vê-la ou de estar com ela, você aceitando ou não!
-- Ela poderia ser a sua filha! - Ela replicou raivosa — Seu idiota!
-- Renesme! - Ele gritou a segurando pelos ombros e a sacudindo — Ela não é a minha filha e nem tem o mesmo sangue que o meu! Ela é uma mulher feita, e mais velha do que você. Ela não colocou nenhuma arma na minha cabeça e me obrigou a me envolver com ela. Eu queria, eu a desejava, eu a quero sempre... Isabella é uma mulher e é mais madura do que você. Principalmente agora!
- Então, esqueça que você tem uma filha!
Edward apenas ficou observando, vendo Nessie, a sua menina, ir embora...
......................
Isabella estava na janela de seu quarto, quando viu Nessie ir embora da casa do pai. Ela sabia que Edward não iria se esquecer do que dissera a ela, assim tão fácil. Eles teriam que conversar, e isso, aconteceriam em breve, ela querendo ou não.
Isabella saltou na cama quando ouviu a porta da frente bater com força. O seu primeiro pensamento foi de que seria Edward, mas então se lembrou que ele não tinha uma chave para entrar em sua casa, ela se perguntou quem seria, a resposta veio assim que a sua porta foi aberta com brutalidade, fazendo a mesma se chocar contra a parede.
-- Pai! - Ela disse, levando as mãos ao peito — Você me assustou!
Isabella olhou para o pai, ele possuía olhos de um assassino, algo que ela só viu uma vez, há muito tempo... Vez, que ela não queria nem se lembrar, mas, algumas lembranças, não se apagavam assim tão fácil...
-- Eu estava na loja do Newton... - Emmett disse pausadamente — Isabella Swan, eu realmente espero que você me diga que é mentira tudo o que esse povo está comentando por aí, ou eu juro...
-- Pai, o que eles tão falando? - Ela perguntou com uma falsa calma.
-- Que você estaria trepando, fudendo com o nosso vizinho. – ele disse já bastante alterado.
Isabella olhou pela janela, em direção a casa ao lado, ela estava com a respiração irregular e o coração parecia que iria sair pela boca a qualquer momento, a menina pensou até em contar uma boa desculpa, uma mentira a mais...
-- Isabella! - Emmett disse em um tom rígido e mais alterado ainda — Diga alguma coisa! - Ele gritou.
-- Eu me apaixonei por ele! - Ela disse cansada de tudo e de todos — Eu me apaixonei!
Isabella não esperava por aquilo e tão pouco imaginava que o seu pai fosse ter uma reação daquelas. Quando a menina sentiu, já foi uma tapa em seu rosto e a sua cabeça girando para o lado. Ela sentiu a pele branca das bochechas, arder e sabia que ali ficariam as marcas dos dedos de seu pai.
-- Vadia! - Ele disse rígido — Ele tem idade para ser o seu pai, Isabella! Ele é um homem casado! - Ele berrou endurecido.
-- Quem é você para falar dele? - Ela gritou já chorando — Você andava fudendo a mulher dele e vem cobrar moral de mim? Afinal eu não sou tão diferente de você!
Emmett levou um susto! Como Isabella sabia do caso dele com Rose? Ele nunca deixou escapar aquilo, nem mesmo depois que a loira deixou a casa do Cullen.
-- Abaixe o seu tom de voz, comigo! - Ele gritou — Eu sou o seu pai!
-- Pai?! - Ela replicou com ironia — Fazer as minhas vontades... Dá-me um cartão sem limites, não é ser pai! É apenas pagar para não ser importunado! - Ela gritou.
-- Ora, sua fedelha! - Ele levantou a mão novamente para bater nela.
-- Bate! - Ela gritou — Bata, mas isso não vai fazer diferença! Eu amo Edward. Eu não estou nem aí para o que você e todos nessa merda de cidade pensão! Vão todos se fuder, que da minha vida, cuido eu!
O rosto de Isabella virou novamente, Emmett mais vez, havia batido na cara de sua filha. Ele havia batido em Isabella apenas uma vez, e isso foi há tanto tempo que nem mesmo a menina lembrava o quanto à mão dele pesava.
-- Você está de castigo!- Ele proferiu a sentença...
--- Você é um cretino, um hipócrita! - Ela gritou — Você não vale nada, nunca valeu! Nunca amou a mamãe e nunca me amou... Eu sou apenas um erro de percurso de vocês dois! Vocês nunca me amaram.
Emmett sabia que todas aquelas palavras eram quase verdadeiras, ele não estava pronto para ser pai, mas Isabella aconteceu... Ele nunca amou a mãe dela, mas isso não queria dizer que ele não sentia nada em relação à filha, ele apenas não sabia como era ser pai, e com a morte da mãe da garota, ele ficou ainda mais perdido.
-- Você está de castigo! - Ele proferiu – E nem pense em sair desse quarto, ou só vai deixar as coisas piores para você.
-- Você não pode me deixar trancada aqui! - Ela gritou — Eu não vou aceitar isso!
-- Você é minha filha e ainda é menor de idade! - Ele argumentou.
-- Eu sou responsável pelos meus atos! - Ela disse com ironia — Você me emancipou, afinal, eu nunca passei de um problema para você...
-- Se você sair dessa casa é melhor sair levando todas as suas coisas! - Ele disse — Eu não estou criando uma filha para ser passatempo, um brinquedinho de homem mais velho.
-- Está me mandando embora?
-- Só estou dizendo que não vou aceitar você com ele!
-- Você não tem que aceitar!- Ela disse agitada — Sou eu quem tem que aceitar ou não!
-- Então você quem sabe, se sair dessa casa, é melhor levar as suas coisas junto...
Emmett não esperou a resposta de Isabella, ela saiu do quarto da menina batendo com força a porta. Isabella olhou em volta e quando realmente viu que estava sozinha começou a chorar sentada no chão.
......................................
Edward estava em seu escritório, ela sabia que Emmett estava em casa, porque quando ele iria sair para ir à casa de Isabella, o pai dela estava chegando e não sabendo o que acontecia em relação a ele e a filha, ele achou melhor não ir lá naquele momento.
O homem estava com a cabeça apoiada sobre a mesa, sendo assim, ele não ouviu quando a porta fora aberta, mas sentiu a fragrância que só poderia vir de uma única pessoa. Ele levantou a cabeça, em um ato tão rápido, que deixaria qualquer pessoa tonta, mas logo ele focou em sua pequena, Isabella... A menina estava com os olhos e nariz inchados de tanto chorar, a face vermelha das tapas que levara do pai... Ela usava um vestido florido de alças e calçava sapatilhas, em sua mão direita, tinha uma pequena frasqueira e na esquerda, uma mala maior.
-- Isabella!- Ele sussurrou.
-- Ele me colocou para fora de casa!
Edward já estava do lado de sua menina, abraçado-a e apertando-a contra o seu peito...

CONTÍNUA...

27 comentários:

  1. aff nunca li um capitulo com tanta vontade de espanca alguém essa vaca da Nesse pensa que é pra fazer isso com a Bellinha coitada td bem que que ela poderia ate se sentir traída pela amiga mais dai fazer oque ela fez, e o Emmett que pai e esse jesus. só não entendi o porque dá Bella não mostra as fotos logo de uma vez pra Nesse pra ela para de endeusa a cadela da mãe... espero que o ED cuide dela direitinho e nunca a abandone, JUL feliz pascoa amada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oxi...
      tadinha dela.
      e uma crianca mimada.
      mais o proximo capitolo vem bem mais interessante ...
      Beijos linda
      Se tiver conta no nyah comente la tambem.
      estou postando la tambem

      Excluir
  2. cara como a Nessie é hipócrita! Quando ela descobrir que não é filha do Ed e que a mãe não quer ela.. ahh mas eu quero ver essa garota sofrer!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ela precisa de choque de realidade!
      fato!
      postando no nyah tambem se tiver conta la Aninha. comente la tambem
      beijos

      Excluir
  3. RT na Neide.... Que vontade de esmurrar a cara daquela pirralhaaaaa!!! Eu não acredito que vai acontecer tudo isso com a Belhinha e ninguém aí descobrir o qe a VADIA da rosanha fez.... Ahhhhh que obrado de bater em alguém.... Quase chorei com o que tava acontecendo com a Belhinha.... E o Edward, eu amo, mas por Deus o cara pamonha ele tinha era que bater mesmo na Nessie e fazer ela ouvi-lo de uma vez por todos... Me poupa até parece que colocar pircing, mudar de roupa e cabelo vai melhorar alguma coisa só vai fazer ela se tornar mais ridícula do que já está sendo!!! Ansiosissima para o próximo capítulo. Beijão flor, não demora hein.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk
      tadinha dela vai apanha de mais.. kk
      Beijos linda
      passa no Nyah se tiver conta

      Excluir
  4. Respostas
    1. Agora e espera pelo proximo cap..
      Becca beijos passa no Nyah se poder e comente.

      Excluir
  5. Ahhhhh! Tava com saudade desse historia!!!
    Adorei o cap!!
    Jul, vc vai postar as antigas fics na conta do nyah ou vai postar no blog, pois tinha algumas que gostava de ler.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh minha linda eu tambem tava com saudade dela
      tanto que escrevi ca atras de cap.
      So falta minha beta me mada.
      mais logo estarei postando aki no Nyah..
      passa pro la se quiser

      Excluir
  6. A Nessie é uma vaca mimada e egoísta, quero ver ela quebrar a cara quando descobri a verdade, já o Emmett é impocrita filha da puta, mas ele vai ter o que merece e espero que a Bella não perdoe tão cedo, e espero que o Edward cuide da bela com muito amor e sexo selvagem. Amei senti falta das suas fics, não demora muito tá!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela so e mimanda querida Anonimo kkk brincandeira
      mais ela vai ter castiguinho basico.
      eu ando meio malvada ultimamente.
      beijos linda passa no nyah e comenta la tambem se tiver conta

      Excluir
  7. Respostas
    1. obrigado Beatriz.
      comenta no Nyah se tiver conta
      beijos linda ate proximo

      Excluir
  8. Gostei do Jacob ter defendido a Bella.
    O pai dela foi um cretino ordinario.
    Estou louca pelos proximos capitulos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oxi tem mais coisa por vim meninas
      muita coisa mesmo
      mais nao mantem ninguem ate final da fic por favor.kkkk
      beijos passa no nyah se tiver conta e comenta linda da essa forca
      beijo

      Excluir
  9. OMG A Bella tem que abrir logo a boca e falar que a Rose também é uma vadia sem classe e que anda trepando com o Emmett e eita que esse cap foi cheio de tapas em filhas hein.. Muito feio senhor Emmett e senhor Edward. Ai mano mil e um beijos pra atitude do Jacob a Renesmee nao ta raciocinando, o que raios a Bella fez pra ela hn? A Bella é mais nova, sim e dai? Oq isso tem demais? No mundo de hoje, ela devia era ficar feliz pela felicidade do pai e saber q sua madrasta nao seria uma bruxa má e sim sua amiga uma que ela pudesse contar pra tudo mais do que um dia pôde contar com a mãe. O Edward protelou demais a procurar a Bella, mas agora espero que eles coloquem todas as cartas na mesa e se resolvam logo, além do mais eles tem o apartamento deles a Bella pode ficar lá a vontade, uma coisa não vimos a reação da Rose ao saber que o Edward andava tendo o caso com a Bella, pq obvio se a cidade toda ta sabendo ela também já está.. Espero ansiosa por mais beijos Kah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem te conto mais o cap onde rose descobre e melhor de todos.
      eu dei boa risadas escrevendo.
      e acho que voce vai gosta tambem.
      ta chocante..
      beijos linda
      passa no nyah e comenta la tambem se puder de forca pra mim.

      Excluir
  10. esse capilulo foi pura adrenalina, minha vontade era de da na cara renesmee, espero que no proximo capitulo q rose seja desmacarada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todo mundo querendo bater nela.
      mais relaxa vao gosta do proximo cap.
      e voce vao amar ainda mais a bella

      Excluir
  11. jul vc só está postando uma vez por mês?

    ResponderExcluir
  12. maravilhoso terá continuidade Slave Of Pleasure -- Escrava Do Prazer ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oxi.
      Slave? bom
      eu to escrevendo fic nova que
      e bem quente.. nao posso dizer que sera continuação de Slave
      mais quem sabe eu faca um continuacao ou algo do tipo como one shot

      Excluir
  13. E é bem assim, mundo machista e hipócrita.
    Quando um homem trai, a desculpa mais usada é "sabe como é homem", não, não sei. A desculpa que é da natureza do homem trair, é a mais nojenta que há.
    Se é a mulher que trai ela é a vadia, a unica culpada, agora se é homem, é visto como algo normal, o fodão, pegador, e a mulher ainda tem obrigação de perdoar aos olhos da sociedade machista e hipócrita.
    Mulher machista é o fim!
    Mulher perdoa traição ela está fazendo o que sempre faz
    Homem perdoa ele é o corno manso, por quê? Hipocrisia, machismo!
    Eu entendo a Nessie pelo fato do "pai" dela estar saindo com uma amiga, eu também iria ter reação reversa, só não ia ser hipócrita e achar que ela é a sedutora que envolveu o "papai inocente", os dois são responsáveis, não só apenas a mulher, se um não quer nada acontece.
    Quero só ver quando as verdades aparecerem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a verdade e que ainda vemos isso hoje em dia.
      e de maneira discreta
      beijos linda.
      pasa no nyah se poder e comenta dando forca la tambem

      Excluir
  14. Ansiosa pelo prox
    Louca pra saber como vai ser a reação da reneesme ao descobri q a mãe não passa de uma puta q nao liga pra ela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero ansiosa o proximo cap tambem
      beijos linda
      passa no nyah e comenta se possivel
      dando uma forca la tambem

      Excluir