Jul M

Oi

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Slave Of Pleasure -- Escrava Do Prazer -- Cap 34



CAMINHOS QUE AOS POUCOS SE ABREM...
Isabella estava sentada no banco do passageiro, Edward dirigia sem rumo, nem ele mesmo sabia aonde ir. Assim que o encontro desagradável entre ele, Victoria e James virou mais uma discussão de ex-casal, Edward achou melhor tirar Isabella de lá. Claro que Victoria não deixou de jogar o seu veneno para menina.
-- Ele pode está fudendo você agora, mas sempre desejará o meu corpo e a minha alma! - Victoria disse a Isabella quando a menina passou por ela.
Claro que Edward não ouviu Victoria falar aquilo, ela não seria louca de provocar a fúria do rapaz, ela sabia que Edward poderia perder sim a compostura e fazer uma besteira. Edward arrastou Isabella até o seu carro e assim que ambos estavam dentro do automóvel, ele partiu sem direção certa.
-- Edward pare o carro! - Isabella determinou quando conseguiu achar a sua voz — Eu quero descer.
-- Ainda não terminamos a nossa conversa! - Ele disse frio, ela conhecia muito bem aquele olhar gelado...
-- Você disse que iria me mostrar a sua verdade, eu já a vi, agora me deixe em um ponto de taxi, eu quero ir embora...
-- Por que eu não posso levar você em casa? Diga-me, você ainda mora com Rose? - Ele questionou.
-- Eu não quero que você saiba onde eu moro! - Ela proferiu seca.
-- Ótimo! Então vamos rodar a cidade toda até que não tenha mais gasolina no carro!
-- Pare de ser infantil! - Ela concatenou.
-- Infantil?! - Ele retrucou — Apenas me diga onde mora para que eu a deixe em segurança em casa. Precisamos conversar Isabella, sobre o que você viu e sobre Victoria...
-- Eu não quero falar sobre Victoria, ela é um problema exclusivo seu e não meu!
-- Ela é um problema nosso... Eu conheço muito bem aquela vadia para saber que ela vai...
-- É problema seu Edward! - Ela gritou interrompendo a fala do ruivo — Eu quero ir para casa, me deixe em um ponto de taxi, já disse!
Edward olhou feio para Isabella e acelerou o carro, seguindo em direção a saída da cidade.
...................
Dizem que o ódio nasce do amor. Não seria diferente com Edward e Isabella, quanto mais eles brigavam, mais ficava claro que um pertencia ao outro... ...não foi por acaso que naquele momento, eles estavam juntos em um quarto de hotel fora da cidade. A conversa se perdeu em meio aos gritos e teve fim quando Edward tomou a boca da menina em um beijo faminto e cheio de urgência. 

E depois daí fora inevitável acontecer o que estava acontecendo agora...
Isabella estava sentada no colo de Edward de frente para ele, o jovem tinha as mãos em volta da cintura da morena, ambos se beijavam sofregamente, enquanto Isabella subia e descia em cima do membro rígido e delicioso do ruivo.


 Edward desceu uma de suas mãos segurando Isabella pela bunda, ajudando a menina a subir e a descer sobre ele, os gemidos eram inevitáveis, o prazer de ambos era claramente visível.

Edward deitou com Isabella sobre a cama, a boca do rapaz tomou a dela, enquanto ele se movimentava entrando e saindo de dentro dela, fazendo a menina gemer em sua boca. Isabella tinha as pernas presas em volta da cintura do maior, as suas mãos não saíam do corpo do rapaz que também não deixou um único centímetro do corpo da menor escapar de seu toque, assim como, não deixou a boca da menina por uma fração de minuto sequer.




Edward manteve o ritmo das investidas, as suas mãos subiam e desciam sobre o corpo da menina, até que as mãos do maior foram direto aos seios dela, local que ele apertou e puxou os mamilos entre os dedos, fazendo Isabella gemer em sua boca e gozar ruidosamente embaixo dele, mais algumas investidas e ele se derramou dentro dela.

 Nenhum dos dois se deu conta na hora, mas eles não usaram camisinha, dominados pelo desejo enlouquecedor, eles nem se deram conta de nada naquele momento.
....................
-- Fica comigo essa noite? - Edward pediu enquanto os seus dedos faziam desenhos imaginários nas costas da menina.

-- Edward eu...
-- Não! Por favor! Apenas essa noite! - Ele disse a interrompendo — Eu quero dormir com você em meus braços...
Isabella nada disse, apenas deixou que ele continuasse ali deitado junto a ela, nada mais precisou ser dito. A moça sentia a respiração calma do jovem, enquanto o seu peito subia e descia suavemente. Quando o movimento dos dedos do maior cessou nas costas de Isabella, ela soube que Edward dormia. A menina levantou a cabeça para poder se certificar de que ele realmente adormecera. Ela escapou sorrateiramente dos braços dele e começou a catar as suas roupas que estavam espalhadas pelo quarto. Isabella se vestiu rapidamente e quando estava pronta, caminhou lentamente, sem fazer barulho, até a cama onde Edward descansava e lhe beijo suavemente a boca.
-- Não posso! - Sussurrou para o homem adormecido — Não agora e nem hoje...
Isabella saiu do quarto e correu para o saguão do hotel, de lá ela chamou um taxi e depois seguiu para casa. Quando chegou, encontrou os meninos já dormindo, ela agradeceu a Sue e subiu para o seu quarto, já era tarde, ela melhor do que ninguém precisava de uma boa noite de sono, ela ainda teria muita coisa para digerir...
..........................
Rose estava boquiaberta olhando para a amiga. Isabella estava vestia apenas um pijama listrado, ambas estavam sentadas na varanda da casa. Os meninos estavam no jardim correndo e se sujando, era o que eles mais gostavam de fazer, Isabella os observava orgulhosamente, ela era simplesmente louca pelos filhos. Eles eram o seu bem maior...
-- Vocês transaram? - Rose perguntou.
-- Sim!
-- E depois você saiu sem dizer nada?
-- Sim!
-- Mas como isso foi acontecer? - Rose questionou sem entender.
-- Edward atendeu ao celular do Emmett, quando eu liguei para o irmão dele, então ele reconheceu a minha voz e foi ao meu encontro no local no qual eu pensei ter marcado com Emmett.
-- Ele fez o quê?
-- Ele se passou por Emmett ao celular e eu não notei nada! - Isabella disse suspirando — Eu conheci Victoria! - Ela disse deixando Rose com os olhos e a boca bem mais abertos ainda.
-- Como assim? Isabella, eu não estou entendendo!
-- Edward foi ao meu encontro ao invés de Emmett. Lá, nós começamos a discutir, eu joguei algumas coisas na cara dele e lhe pedi que me dissesse a verdade dentre outras coisas... - Ela se calou e olhou para a amiga — Então ele me levou a um Clube de BSDM.
-- Ele, ele não...
-- Não Rose, ele não fez nada comigo - Ela garantiu a amiga — Ele apenas me mostrou o mundo dele.
-- Ele não fez nem um tipo de proposta indecente, fez?
-- Não, Rose! - Ela disse e pensou um pouco — Ele disse que eu não era mulher para ser exibida naquele lugar.
-- O que ele quis dizer com isso?
-- Que... - Ela ficou calada — Eu não sei... Eu realmente não sei.
-- E depois? O que aconteceu depois?
-- Nós discutimos! – Ela contou — Foi quando Victoria chegou, ela começou a provocar Edward e ele se alterou bastante, eu até achei que ele fosse bater nela, mas por fim, ele me arrastou para fora daquele lugar.
-- Eu odeio aquela mulher e olha que eu nem a conheço, mas mesmo assim, eu já a odeio!
-- Ela é nojenta! - Isabella falou se lembrando da mulher — Ela me disse que Edward pertencia a ela, que ele poderia até estar fudendo comigo, mas que ele era dela de corpo e alma.
-- Sério!? - Rose disse sorrindo — Que despeitada! Até onde eu sei, ele saiu de lá com você, eu não vejo como ele pode ser dela.
-- Eu não sei! - Isabella franziu a testa — Ela parecia ter muita certeza do que falava.
-- Bells, ele pediu para você ficar! Ele queria passar a noite com você e não com ela...
-- Rose eu não sei! - Ela disse — Eu estou confusa, é muita coisa pela metade! - Ela disse levando as mãos aos cabelos — Esme é uma vadia barata e eu tenho quase certeza que ela abusou do filho quando criança.
-- O quê!? - Rose gritou chocada.
-- Eu não tenho certeza de nada, eu apenas tenho uma suspeita! - Ela disse suspirando e ficando de pé — Eu preciso saber a verdade, Edward diz que não será um bom pai e nós temos dois filhos Rose... Passar essas duas noites com ele me trouxe de volta sentimentos que eu julguei que já havia superado, está tudo uma grande bola de neve e realmente eu não sei o que fazer.
-- Por que não começa pelo começo? - Rose incita ficando ao lado da amiga.
-- E qual seria o começo disso tudo?
-- Edward! - Rose expõe — Olhe, ele tem o meu ódio eterno e juro que se eu pudesse, chutava a bunda branca dele, mas está na cara que as coisas entre vocês são bem mais fortes do que qualquer um de nós possa imaginar, e cá entre nós, você precisa se resolver, só então poderá tomar uma decisão certeira!
-- O que você sugere que eu faça? - Isabella olhou para amiga esperando uma solução.
-- Primeiro, dê o troco nele, deixe ele maluco, isso será bom para ele aprender um pouco - Rose sorriu maliciosa — E segundo, descubra qual é o real sentimento entre vocês dois, só então as coisas se encaixaram...
-- Obrigada Rose!
...................
Edward estava furioso quando chegou à sua casa, ele nunca desejou tanto acordar ao lado de alguém como ele queria ter acordado naquela manhã ao lado de Isabella, tê-la em seus braços logo cedo... ...ela esteve lá com ele, o ruivo conhecia como ninguém o cheiro gostoso que estava incrustado em seu corpo e nos cobertores da cama, era o cheiro da morena... Mas o porquê dela não ter ficado, quando ele praticamente havia implorado que ela ficasse, era uma incógnita para ele.
-- Edward querido, onde você passou a noite!? - Esme perguntou assim que ele entrou pela porta.
-- Em um hotel! - Ele disse e olhou em volta — Emmett está aqui?
-- Não! - Esme respondeu — Por que dormiu em um hotel querido, se você tem um quarto confortável aqui?
Edward ignorou a mãe, o rapaz foi em direção às escadas, entrou em seu quarto, apenas para trocar de roupas e saiu logo em seguida.
...................
Emmett estava em casa quando a sua porta fora aberta bruscamente, para a sua sorte não era ninguém perigoso, mas ele deveria ficar com medo de Edward, pois o mesmo estava olhando para ele furiosamente e com cara de um completo lunático.
-- Onde ela mora?! - Edward perguntou entre dentes.
-- Ela quem? - Emmett perguntou sem entender de verdade.
-- Isabella, quem mais seria? - Edward gritou — Eu preciso saber onde ela mora? Onde ela está? E eu preciso saber disso A-G-O-R-A!
-- Eu não sei! - Emmett mentiu.
-- Mentira! - Edward o acusa debilmente — Você tem o número dela no seu celular, vocês se falam e você não sabe onde ela mora?
-- Ela é amiga de Rose! - Emmett diz - Sempre que a vejo, ela está com Rose!
-- Eu preciso dela Emmett! - O jovem diz passando as mãos pelos cabelos — Eu realmente preciso dela.
Emmett nunca tinha visto o irmão daquele jeito, ele já vira Edward brincar com varias mulheres, fazer delas escravas e seu brinquedinho, mas sempre tudo fora rápido, nada durava mais do que dois ou três meses. Ele nunca se apegara a ninguém, nem mesmo no tempo de Victoria, ele nunca ficou naquele estado de súplica.
-- Eu não posso te ajudar! - Emmett afirma se sentindo mal, por mentir para o irmão — Ela sempre aparece quando quer e eu nunca perguntei nada, até porque não me via no direito de saber nada sobre ela. Eu lamento muito Edward...
Edward já ia abrir a boca para falar algo para o irmão, quando o seu celular tocou em seu bolso da calça, ele pensou em ignorar, mas o fato de aparecer na tela um número desconhecido, fez com que ele atendesse, pois poderia ser da editora, a qual por acaso, ele era o proprietário.
-- Alô! - Ele disse seco e frio...
-- Olá Edward!
CONTINUA...

21 comentários:

  1. Adorei o cap ansiosa pelo próximo bjo

    ResponderExcluir
  2. Amei o cap e estou morrendo de vontade de ler o próximo, espero que não demore.

    ResponderExcluir
  3. Quando é o próximo capítulo ? Sou fã de carteirinha dessa história amo muito , tu é foda de mais , não demora pra postar o próximo capítulo por favor.

    ResponderExcluir
  4. só pelo olá EDWARD só pode ser a vaca ruiva aff merecendo uns tapa bem dado pra deixar ED em paz, essa fic e minha cut de coração amo mesmo.. quando sai o próximo cap!!

    ResponderExcluir
  5. Como eu quase não entro mais no nyah, vou começar a comentar por aqui, belezinha?! Então, eu amei o capítulo, foi super hoje. Eu tenho 99,9% de suspeitas que esse " olá Edward" é a Vicranha!! Ansiosa para o próximo, beijinhos flor.

    ResponderExcluir
  6. Irene Abreu = Irene Swan19 de dezembro de 2013 05:56

    AHhhhhhhhhhhhhh Ju amo, adoro sua história ,adoro seu desenvolvimento da narrativa , ADORO sua criatividade, só tem uma palavra que descreve você e sua fic DIVINAAAAAAAAA.. Bjs em seu coraçaõ Irene Abreu

    ResponderExcluir
  7. Bem, eu não tenho certeza se você lê todos os comentários, já que nunca os responde ou dá um parecer geral à respeito do assunto.

    Enfim, eu gosto muito de suas estórias, elas possuem ótimos e complexos enredos, fogem do tradicional mel com açúcar, abortam temas variados, possuem inúmeros itens que poderiam ter sidos mencionados de forma positiva.
    Mas para que fiquem ainda melhores, eu sugiro (e espero que leve em consideração a sugestão) que você procure uma beta ou revise seu texto com maior perícia, pois já não é a primeira vez que encontro erros de português (sejam que origem gráficas, sintáticas, desatenção ou digitação).

    Fico esperando pelo próximo capítulo, pois como todas quero saber se realmente a Bela colocará o plano de Rose em prática, ou até mesmo se já não deu o primeiro passo para a operação "Domine Dom Edward".

    Até mais,
    Danny Fig

    ResponderExcluir
  8. Jul entrei no seu perfil no nyah e quase tive um tréco...Apareceu conta bloqueada,pelo amor de Deus isso não pode acontecer !você irá continuar postando aqui no blog?Por favor!!

    ResponderExcluir
  9. Jul bloquearam vc no Nyah eles estão doidos , fizeram isso com a paulinha Halle e ela foi fanfiction.net ,esse pessoal do nyah sem, criterio

    ResponderExcluir
  10. Jul bloquearam vc no Nyah eles estão doidos , fizeram isso com a paulinha Halle e ela foi fanfiction.net ,esse pessoal do nyah sem, criterio

    ResponderExcluir
  11. bem como não teve como eu comentar no nyah pois te bloquearam comento aqui.....
    Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii o capitulo a cada dia a historia me surprende mais to amando e por favor não desista de escrever.......... adoro todas suas fic

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro suas histórias Jul, mas tenho sentido que você anda desanimada, não tem postado com frequência e algumas histórias demoram mais de 3 semanas para ser postado um novo "capitulo" e isso me entristece, eu me apeguei a ler todos os domingos que era o dia em que você postava. Eu só quero reforçar que muitos te acompanham nem todos comentam o que é um fato, mas não desista! Eu realmente não seguia pelo Nyah eu tenho conta mas sempre preferi seu blog... Tenha força, não deixe que uns comentários venha a te impedir de seguir em frente... vc é ótima em enredo e textos, e se quiser seguir carreia desencana vc teria revisores responsáveis para fazer ajuste de sintática, concordância e por aí vai! Se quiser podemos aderir a acampanha #AnimaJul ... Digo isso em nome de muitas PERVAS que te Amodoram!

    ResponderExcluir
  13. Ah meu deu.....
    eu so consigo pensar na hipotese da esme ter abusado do edward !!!!
    Você poderia colocar no proximo cap um flahs back caso ela tenha feito isso relatando os fatos e coisa e tal seria bem legal
    desde de ja te parabenizo pelo excelente trabalho e empenho na história comento com minhas amigas sempre a fic para elas lerem também.
    bjs......




    ANÔNIMA :) ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esme é pior do que eu imaginava, se ela realmente fez isso.

      Excluir
  14. Aiai que comessem os jogos... será que a Belinha vai conseguir dar às cartas ?... ansiosa pelo próximo capítulo

    ResponderExcluir
  15. ui que cap né? kkkk mais que perfeita essa historia....ansiosa por mais....acho que agora o Ed se rende a Bella de vez e manda a Esme pra casa do chapéu...kkkkk até o proximo bjs

    ResponderExcluir
  16. Ju não demore a postar , estou comendo os dedos

    ResponderExcluir
  17. Amei esta cada vez melhor espero que no próximo capitulo possamos descobrir mais o porque dele se ter transformado nessa pessoa além de nos já termos uma leve impressão do que se passou.
    Bjs Sandra Barata

    ResponderExcluir
  18. Eita,será que é a Bellinha já botando o plano dela em ação?
    Tá bom,eu ainda não perdoei ele por todas as sacanagens q ele fez com a Bella,mas eu já tô começando a ficar com peninha dele.rsrsrs
    Já tô vendo que essa bruxa dessa Victória vai aprontar,ai que ódio!
    Adorei o cap Jul,Bjs.

    ResponderExcluir