Jul M

Oi

sábado, 14 de dezembro de 2013

Em Maus Lençóis -- Cap 15

TRANSAS E TRANSAS, SEM OUTROS BABADOS...
Edward estava posicionado bem atrás de Isabella, a menina estava reta sobre cama, enquanto o maior enfia por trás dela com bastante força, fazendo a menor gemer a cada investida.

-- Oooh! - Ela gemeu apertando entre os dedos os lençóis da cama. — Eu sinto o plug... – Ela sussurrou quando Edward enfiou mais uma vez até quase alcançar o útero da ninfeta — Mais forte Edward! - Ela praticamente implorava para o homem.

Edward, claro, atendeu ao pedido de sua menina, ele mesmo duvidava se seria capaz ou não de algum dia dizer não para ela, mas o fato era que naquele momento, com ela implorando para ser comida com mais força, seria muito difícil dele dizer não para a pequena travessa.
......

Edward estava na cama agarradinho em Isabella, ambos rolaram caindo no chão, o maior ficando por cima dela, então eles se encaixaram novamente... O quarto cheirava a sexo, Isabella tinha perdido completamente a noção do tempo lá fora, já era noite, ambos ainda estavam no quarto depois das loucas rodadas de sexo na cama e agora no chão. Era como se nunca fosse o bastante para ela, a menor sempre desejava mais e mais dele, até porque, ela sabia que depois que saíssem dali, ele seria da esposa e isso acabava por machucá-la profundamente. As investidas de Edward eram potentes, o que fazia o corpo da menina se mover junto com o dele.

 Ela sentia o efeito causado pelo plug anal cada vez que Edward entrava dentro dela, era como se ela estivesse sendo preenchida por duas vezes, mas ela sabia bem que era o seu homem quem estava causado todas aquelas sensações boas e nesse momento ela estava praticamente gritando o nome dele aos quatros ventos...
-- EDWARD... OH... EU VOU...
A jovem gozou, gritando alto o nome do maior, ela arranhava as costas dele prazerosamente, com toda certeza, ela deixaria marcas no seu gostoso. Foram mais alguma investida e Edward estava se derramando dentro dela, caindo por cima da menor, se rendendo ao esplendor de sua ninfeta gostosa.
...............................
Rose não conseguia tirar o médico gostosão do seu pensamento, nem conseguia esquecer que havia dado um fora nele por achar que ele era apenas mais um pobretão que não tinha aonde cair morto. Agora que ela sabia que o grandão não era ninguém menos que Emmett Swan, renomado cirurgião e bastante conhecido em toda a esfera medica. Ela não conseguia tirar mais aquele homem másculo de seus pensamentos. A única coisa que ela não conseguia ligar era o sobrenome dele a alguém que de certo ela conhecia, ela sabia que conhecia aquele sobrenome... Swan, mas a sua mente não conseguia concatenar de onde seria... Era oito da noite quando ela saiu da sua sala caminhando em direção a ala sul do hospital, ela não se deu conta para onde estava indo até esbarrar em algo firme, mas com um cheiro delicioso...
-- Oh! Desculpa! - Ela disse levantando o rosto e se espantando com a visão que teve...
-- Quanta coincidência! - Emmett disse dando um sorriso que nem de longe poderia ser ingênuo – A última vez que te vi, você estava sendo comida por cinco homens, se não estou enganado... – Falou o grandão de forma maliciosa.
Rose ficou tão vermelha quanto um tomate maduro, a jovem não estava com vergonha, mas sim raiva.
-- Para a sua informação, eram três e até onde eu me lembre, você ficou todo bravinho porque eu não quis fuder com você - Rose disse esbaforida.
Ambos ficaram se olhando por longos minutos, era uma batalha muda de olhares, em que nenhum dos dois estava disposto a perder.
..............................
Rose não saberia dizer como tudo começou, em que momento as coisa mudaram de rumo, a batalha de olhares a qual ninguém queria perder ganhou um novo sentido, agora Rose estava de joelhos no meio da pernas de Emmett com o pau dele na boca, a blusa dela estava levantada e os seios da mulher a mostra.

 A loira chupava com força o membro de Emmett que a cada nova chupada e passada de língua da médica no membro dele, ficava cada vez mais inchado dentro da boca dela.
Eles começaram tudo na mesa da sala de Emmett, Rose estava de frente para Emmett, sentada sobre a mesa, as pernas bem abertas enquanto o homem, em ótima forma física, a penetrava com força e com vontade, fazendo a loira gemer ainda mais, ela parecia uma cadela no cio, não havia melhor comparação a se fazer, até a própria Rose sorriu com esse pensamento. 

As mãos de Emmett seguravam uma das pernas de Rose, mantendo assim a jovem bem aberta, o suficiente para ver o pau do grandalhão entrando e saído da buceta da loira tesuda.
Emmett mudou a posição em que se encontravam, colocando Rose de costas para ele, virando-a de frente para a mesa, fazendo assim com que ela deitasse parte do seu corpo sobre o móvel, deixando a sua bunda empinada para trás. Assim que estava pronta, Emmett voltou a penetrá-la, só que dessa vez por trás e com mais força ainda, fazendo o corpo de Rose ser empurrado para frente e para trás, a cada nova investida do médico. 

Uma das pernas de Rose estava apoiada no canto da mesa, facilitando o acesso do pau de Emmett em sua buceta, fazendo a loira gemer ainda mais alto e implorar por mais.
Mais uma vez, eles mudaram de posição, ambos estavam no chão. Rose estava de costas para Emmett, ela sentava com vontade no pau do rapaz, a loira mantinha as pernas bem abertas, pois assim ela podia admirar o ato que praticavam através de um espelho que Emmett mantinha em sua sala. 

A loira tinha as mãos para trás apoiada no peito do médico, que por sua vez, pousou as suas mãos na cintura da mulher, ajudando a loira a subir e descer sobre o pau faminto do rapaz, fazendo ambos gemerem consideravelmente.
A buceta de Rose começou a apertar ainda mais o pau de Emmett, não demorando muito Rose começou a gemer alto e gozou, melando todo o pau do gostosão. Mais duas investidas, e, Emmett encheu a buceta dela com o seu gozo.

..........................
Tânia estava deitada na cama completamente nua por atrás de Marcos, que a beijava na boca enquanto Demitre chupava a sua buceta molhada.

 Marcos parecia sentir um certo carinho por Tânia e demonstrava isso em seus beijos e carícias.
Tânia mesmo foi quem mudou a posição em que estava. Ela rolou na cama com o pau de Marcos em sua boca, a jovem passava a língua por todo o comprimento do homem, deixando-o cada vez mais duro e o fazendo gemer, enquanto Demitre continuava a chupa a buceta da mulher.

Tânia passou a usar as mãos para masturbar Marcos, enquanto Demitre se posicionava atrás dela, já a penetrando. No começo os movimentos do homem eram lentos, mas com o aumento do furor, passou a ganhar mais ritmo.

Tânia deixou de masturbar Marcos e passou a chupá-lo, ela passava a sua boca e língua em todo o comprimento dele, sempre dando leves mordidas no membro duro que se desfazia em sua boca carnuda.

Não demorou muito para que as coisas mudassem, Tânia sentou no pau de Marcos, enquanto Demitre enfiava o seu cassete no rabo da loira deslumbrante. 


Todos gemiam enquanto se moviam. A cada movimento, Tânia era preenchida por dois membros grandes e a cada nova investida a força e os gemidos aumentavam.

 Não demorou muito para que os três gritassem gozando, Marcos enchendo a buceta de Tânia com o seu gozo e Demitre o rabo da loira.
..................................
Tânia estava deitada na cama ainda nua, Marcos já estava vestido e pronto para sair, Demitre já havia partido, era apenas mais uma transa casual do três, não era a primeira vez que Tânia trepava com aqueles dois homem, ela melhor do que ninguém sabia que não seria a última.
-- Então Marcos, você vai me ajudar? - Ela perguntou com um olhar doce que demonstrava uma inocência que ela nunca teve.
-- Claro! - Marco disse sorrido com malicia — E sem falar que será um prazer para mim ajudar você nessa vingança querida.
-- Isso é ótimo! - Ela rebateu ficando de joelhos na cama e engatinhando até o homem — Você não sabe como isso me fará bem.
-- Claro querida! - Ele afirma dando um beijo nos lábios da jovem — Ajudarei você com a sua vingança contra a sua priminha Rose...

CONTINUA...

2 comentários:

  1. Ola.. Acabou que eu nao pude comentar ainda no Nyah entao farei aqui.. Esse cap foi bem "levinho" quer dizer leve nos padroes de EML neh hahaha, somente os casais se embrenhando no fogo da safadeza, Emm e Rose agora começaram quero ver parar, e o nosso casal mais gostoso do que nunca.. Adorei tudo. Indo comentar o proximo, beijos Kah

    ResponderExcluir
  2. Nossa! fiquei um tempo sem aparecer e quando volto já tem tanta novidade!!! Amei

    ResponderExcluir