Jul M

Oi

domingo, 3 de novembro de 2013

Em Maus Lençóis -- Cap 13

TENDÊNCIAS E MALÍCIAS...
Emmett ficou sentado no bar apenas observando a loira com quem tinha acabado de trocar algumas palavras, a mulher estava um pouco distante... Ele estava com o pau duro na casa noturna só de olhar aquela cena... O que chamava a atenção do médico era o que a loira gostosa estava fazendo.
Rose estava no palco principal da boate, claro que todos os olhos estavam nela, e era exatamente disso que a loira gostava, ela gostava de ser o centro das atenções, Rose sempre foi assim e não mudaria agora. Em sua boca estava o pau de um estranho e complete desconhecido para ela. Em suas mãos, estava outro cassete bem grande, ao qual ela o masturbava, outro estranho... ...embaixo dela havia um homem, também desconhecido, metendo fundo e com força.


Todos ali estavam vendo a cena, na qual à loira deslumbrante, que apareceu do nada na festa privada, se deliciava com três caras diferentes. Ela trepava alucinadamente com eles. Era como algo único, todos os olhos estavam neles. Cada nova posição era referendada com aplausos do seleto público que os assistia.


Rose se comportava como a verdadeira puta que era, ela chupava e gemia, pedindo por mais, muito mais...



A cena erótica e excitante encantou a todos durante o tempo em que se passou o ato, até que a loira gritou gozando e em seguida os homens que a fudiam, gozaram em seus formosos peitos...


………………………………
Isabella estava sentada de costas para Edward, os amantes estavam no sofá da sala da casa dele. A ninfeta rebolava e mexia os seus quadris, fazendo assim o pau de Edward entrar ainda mais fundo em sua buceta, a menor gemia bem alto e pedia cada vez mais por aquilo. Edward não se recusou em satisfazer as exigências de sua garotinha safada.


Os movimentos foram ficando mais rápidos, mais urgentes, e a cada nova investida, o maior ia mais fundo dentro de Isabella, que só gritava o nome do amante. Isso durou alguns minutos, até que a ninfeta gritou gozando ao redor do pau de Edward, ele ainda arrematou mais algumas vezes até gozar dentro da jovem.


Isabella se levantou do colo de Edward, sentindo que o gozo do rapaz escorria por suas pernas, a menina sorriu para o homem que estava ofegante.
-- Acho melhor sairmos daqui! - Edward disse sorrindo para a sua menina
-- Tá com medinho de a sua esposa chegar? - Bella o provocou.
-- Não é bem isso! - Edward afirma e fica de pé puxando ela para os seus braços — É que eu vou fuder você na minha cama.
No primeiro momento Isabella ficou sem reação, Edward faria isso mesmo? Ele transaria com ela, na mesma cama em que dormia com Rose? Por um momento ela pensou em se negar, mas o fato de poder tripudiar um pouco encima da loira deslumbrante a deixou bem animada e a fez mudar de idéia...
…………………………….
Isabella estava no sofá da alcova de Edward e Rose. Edward estava atrás dela, a jovem ficou a mil, quando adentrou no quarto onde Edward e Rose dormiam. Ali era o reduto da vadia da esposa dele, Isabella pensou. Alguma coisa na mente dela dizia que Rose não passava de uma puta e ela ainda conseguiria prova a sua teoria, bastava ter uma única chance e Bella a desmascararia. Assim que ela entrou no quarto, Edward deu a ordem dela ficar de quarto na cama, por um instante ela achou que ele fosse tentar fazer sexo anal com ela, mas para a sua surpresa e alivio também, Edward começou a provocar a buceta melada dela, esfregando o pau grande e grosso, além de gostoso, é claro, e que só ele possuía, bem na buceta dela.

 Aos poucos Edward foi enfiando o seu pau dentro da buceta da menor a fudendo com força, fazendo Isabella gemer e gritar desesperadamente.

-- Vamos putinha, rebola no meu pau! - Edward disse dando uma tapa na bunda dela.
-- Me fode Senhor Cullen! - A jovem gemeu — Tô sentindo o seu pau no meu útero.

Edward metia com força e Isabella continuava a provocar o homem, dizendo coisas que só ela poderia dizer em um momento como esse...
-- Isso Sr. Cullen, eu vou gozar no seu pau! – Ela delirava - Delicia Sr. Cullen, come a sua putinha! – Cada vez mais ela o provocava - Isso me fode desse jeito Edward...
Ela gritava e pedia mais e mais, ela gemia enlouquecida para que ele a fudesse com força. Foram somente mais algumas investidas duras do maior e ambos gozaram aos gritos.


Edward caiu ao lado da menina na cama, ambos ofegantes, a menor tinha um sorriso no rosto e os olhos fechados.
-- Sempre desejei comer você nessa cama! - Edward comenta de olhos fechado.
-- Desejo realizado! - Ela diz — Qual e seu próximo desejo?
-- Fuder você em todos os cantos dessa casa!
Ela gargalhou e girou na cama ficando por cima dele, ela mordeu os lábios dele e foi passeando pelo rosto do ruivo, sempre deixando gostosos beijinhos...
-- Vou amar trepar com você em cada cantinho deste lugar ou de qualquer outro que você queira! - Ela declarou convicta — Quando e onde você desejar, eu abrirei as minhas pernas para você...
Edward gargalhou e passou os braços em volta da jovem, apertando-a de encontro a ele e mantendo-a ali.

-- O que você está fazendo comigo menina? - Edward indaga baixinho mais para si mesmo.
-- Apenas fazendo você viver! - Ela replica e toma a boca dele em um beijo urgente.
………………….
O sol já começava a nascer quando Isabella saiu da casa do Cullen. Edward ficou na cama dormindo sozinho, ela saiu pelos fundos e correu em direção à porta secreta do jardim. Apesar de não ter sido algo calculado, assim que Bella chegou ao seu próprio quarto, ela viu Rose chegando, a mulher estava meio despenteada, mas tinha um sorriso nos lábios.
-- Eu ainda pego você! -- A menina disse observando a vizinha entrar em casa.
Isabella ficou olhando Rose entrar em casa e aparecer em seu quarto. Um sorriso apareceu nos lábios da menina, era ótimo saber que o cheiro que havia nos lençóis de Rose era o dela. O rosto de Isabella ficou sério assim que ela viu Rose tirando a blusa e subindo em direção a cama na qual Edward dormia, a loira começou a beijar a barriga e o peito do marido...

 Isabella bufou de raiva, ela correu até a cama e discou rapidamente para o celular de Edward. Isabella viu o exato momento em que o celular dele tocou e ele acordou atordoado.
-- Isso! - Ela sussurrou e fez umadancinharidícula, quando viu o homem se afastar da esposa e sair da cama para ir atender ao telefone.
-- Obrigado! - Fora tudo o que ele disse ao atender e desligou.
………………….
Rose estava furiosa com o marido por não ter aceitado fazer sexo com ela pela manhã. A mesma desculpa de sempre, ele tinha coisas para fazer e um livro para terminar. E com essa desculpa, ele saiu da cama mais cedo em um sábado. Rose se arrumou e estava de partida para o hospital, ela também, estava com raiva pela merda que fez. Rose havia dando um senhor fora em Emmett, achando que o homem era um zero a esquerda e acabou o dispensando de propósito. Ela trepou com três homens desconhecidos na frente de todos do clube privé, só para provocar o grandão. Apenas no final da festa foi que a loira viu quando Emmett saiu do clube e entrou em um carro importado mega caro...
………………………
Rose estava chegando ao hospital quando o destino pareceu querer dar uma sacaneada nela. Ela estava assinando, tranquilamente, o seu ponto de entrada no hospital, quando ouviu uma voz que ela não conseguia esquecer, nem pensou que a escutaria tão cedo...
- Bom dia Joana! - Uma voz masculina ecoou atrás da loira.
-- Bom dia Doutor! Aqui está, chegou para o Senhor hoje mais cedo!
-- Obrigado Joana.
O homem apenas admirou as belas curvas da mulher que estava de cabeça baixa ao seu lado, impedindo assim que ele pudesse ver o rosto dela, então, após ele receber o pacote, ele se foi.
-- Joana! - Rose chamou a atenção da atendente — Você saberia me dizer quem era aquele homem que acabou de sair daqui?
-- O Doutro Swan!? - Ela meio que pergunta como se fosse óbvio.
-- Eu não o conheço, qual é o primeiro nome dele?
A mulher olhou feio para a loira, Joana sabia que Rose era muito desejada pelos médicos e enfermeiros do hospital, assim como sabia que a médica, algumas vezes, ficava jogando charme para alguns deles. Joana não gostou em nada da pergunta da médica.
-- Emmett Swan! - Ela replicou a contragosto.
-- Qual é a ala em que ele trabalha?
-- Ala B, Doutora.
-- Obrigada Joana!
Rose nada mais comentou ou perguntou, apenas saiu em direção a sua sala, por mais vagaba que ela fosse, ela tinha uma verdadeira paixão pela sua profissão, Rose sempre amou o que fazia e nunca se arrependeu de sua escolha profissional.
…………………..
-- Oh Senhor Cullen, com mais força, vaiiii!
Isabella gemia alto e em bom tom. Isabella estava cavalgando Edward em uma cadeira do escritório do maior.

 A empregada não estava em casa e a sua amiga Nessie não chegaria tão cedo, ela sabia disso. Fora fácil entrar pela porta do jardim, mais uma vez, sem ser vista, depois daí, tudo aconteceu rápido demais. Isabella chegou ao escritório do Cullen usando uma fantasia de secretaria e com muita malicia acabou fazendo Edward fudê-la ali mesmo.
Edward mudou a posição de Isabella, ela estava com as mãos apoiadas sobre a mesa, enquanto Edward a fudia por trás... 

Os gemidos da menor passaram a ser gritos, mediante a cada nova investida dele. Cada palavra que saía da boca de Isabella era uma provocação para Edward ir mais fundo e com mais força dentro dela. O homem a fudia forte e duro, do jeitinho que a menina fogosa desejava.



Isabella fazia caras e bocas... Havia no recinto um espelho bem de frente para eles, pelo qual era possível Edward ver tudo o que a menina fazia... ...a carinha de putinha levada o deixava ainda mais doido e cheio de tesão, as investida ficavam mais forte, mais rápidas, mas alucinantes...

 Até que Isabella gritou o nome dele e gozou ao redor do pau vigoroso.

Edward não gozou dentro de Isabella, a pedido da própria menina, Edward tirou o seu pau de dentro dela, a jovem passou a chupá-lo até que Edward alcançou aquilo que os franceses chamam de “a pequena morte”, espalhando o seu prazer pelo rosto da menina que parecia deveras satisfeita com o feito do seu macho...



……………………….
Edward já estava vestido e estava sentado em sua cadeira de trabalho, tentando arrumar a bagunça que Isabella fez juntamente com ele. A menina foi ao banheiro que havia ali, para limpar o seu rosto, removendo de si o gozo do ruivo.
-- Merda! - Edward disse mexendo em seu computador.
-- O que foi? - A menina perguntou ao sair do banheiro, ela ainda estava totalmente nua.
-- A câmera do computador estava ligada! - Edward diz mexendo as pressas no computador — Que droga!
-- O que aconteceu? - Isabella caminhou e foi ver o que o estava deixando furioso.
Isabella estava atrás do seu homem que tentava apagar um vídeo de seu computador. Sem perceber, a câmera do computador fora ligada e acabara filmando toda a transa dos dois.
-- Nossa, eu fique bem gostosa nessas imagens! – Ela disse sorrindo.
-- Não tem graça Isabella! - Edward a repreende — Esse vídeo precisa ser apagado.
-- Ah não! - Ela diz segurando a mão dele para que ele não apagasse — Passe ele para mim primeiro!
-- O quê? - Edward olhava surpreso para a menina.
-- Eu quero esse vídeo! - Ela afirma — Eu nunca fiz nada desse tipo, já que rolou sem a gente ter programado. Eu quero!
-- Isabella alguém pode ver isso! - Ele a adverti.
-- Ninguém vai ver! - Ela diz e passa para frente e se senta no colo dele, ainda nua — Eu só quero para mim. Espere! Me deixe enviar para o meu email.
Isabella enviou o vídeo para ela mesma por email. Edward apenas ficou observando a menina mexer no computador com rapidez.
-- Pronto! - Ela disse sorrindo — Eu estava gostosa pra porra!
-- Isabella olha a boca! - Ele a repreende carinhoso — E sim, você é gostosa.
-- É, eu sei. E eu fico ainda mais gostosa quando você está me fudendo.
-- Sim você fica! - Ele diz e beija o pescoço da menina — Agora vista a sua roupa, nós vamos sair daqui, antes que alguém chegue.
.........................
Isabella já estava devidamente vestida e Edward já havia excluído o vídeo de seu computador, ambos estavam caminhando para fora da casa, Edward tinha algo para mostrar para a menina.
-- Aonde vamos?
E uma surpresa Isabella!
CONTINUA...

3 comentários:

  1. eu sei que Em e Rose são provavelmente o próximo casal da historia.. mas eu simplesmente odeio ver um rose q age q nem uma puta,, ficar com um Em tao incrível! e tou mortinha q ela descobra da grande camada de peso que ela carrega na cabeça :D

    adorei

    ResponderExcluir
  2. Olá JUL M!

    O Edward está cada vez mais caído pelo sua ninfeta!
    Concordo com a Neide sobre a Rose e o Emmett, acho que ele não deve levá-la a sério, só usá-la e ficar esperto pois ela é movida a grana e sexo grupal!
    Bjs,
    Therose
    Quando o Edward vai descobrir o peso da galhada?

    ResponderExcluir
  3. nossa cada vez melhor.. quero que a Bella pegue a rameira da Rose trepando feito uma cadela e grave e mostre para o EDWARD ai quero só ver o cacete rolar.kkkkk

    ResponderExcluir