Jul M

Oi

sábado, 28 de setembro de 2013

Em Maus Lenços -- Envolvimentos

ENVOLVIMENTOS...

POV BELLA

Edward me deixou em casa como havia me prometido. O meu pai não estava em casa como de costume. Eu até já sabia disso, mas sempre há esperança de encontrar o Sr. Emmett em casa, contudo não era bem assim que a coisa funcionava. Subi para o meu quarto e me  joguei na cama totalmente cansada das estripulias de mais cedo com o MEU Edward. Nessie me mandou uma mensagem me chamando para sair. Apenas respondi que não daria para eu sair naquela noite. Apesar de tudo, a minha tarde havia sido perfeita com o meu Sr. Cullen e o pior, era que cada vez mais eu o queria só para mim...
-- Hora do banho! - Digo para mim mesma, já levantando da cama, mas não antes de ir até janela e olhar para o quarto do meu queridinho tesudo Sr. Cullen!
Assim que vi Rose passando a mão pelo peito de Edward, eu fechei a cara. Ok que ela era a esposa dele, mas porra, eu quero ele também. Fiquei observando por alguns segundos Rose e Edward juntos... Ela parecia dizer algo a ele, então eu notei que a mão dela estava apertando o pau dele sobre a calça.
-- Vadia! - Digo e saiu da janela indo tomar o meu banho.
...........................POV NARRATIVA....................
Momentos mais cedo...
Rose saiu da Escola deixando Nessie em companhia de Isabella, a loira deslumbrante estava arrumada demais para um dia comum de trabalho em um hospital, sem mencionar quão forte era o perfume que ela usava para aquele ambiente de trabalho. Ela entrou no carro e seguiu por uma avenida que dava para fora da cidade, ela pegou uma estrada de barro indo em direção a uma casa de madeira rústica na zona rural, o local era simples, mas tinha lá os seus atrativos. Ao invés de bater à porta, a loira usou a sua própria chave. Jogou a bolsa sobre um sofá aconchegante que tinha ali e passou por um pequeno corredor, então ela abriu a primeira porta, a loira sorriu ao ver o homem que a espera já deitado na cama.
-- Olá! - Ela disse chamando a atenção do homem que sorriu para ela.
.......................................

...Rose estava totalmente jogada na cama, enquanto o seu parceiro a penetrava por trás com força. A roupa da loira estava caída pelo chão, assim como as do homem, que metia nela sem a menor piedade. A única coisa que a loira ainda usava, eram os seus sapatos de saltos bem altos...

 Rose agarrava com força nos lenços da cama e o homem apoiava as suas mãos sobre o colchão, enquanto ele metia nela em um ritmo frenético, as investidas que ele impunha eram impiedosas. Os gemidos de Rose eram altos, tanto quanto os urros do homem...
...Rose continuava deitada de barriga para baixo, ela estava sendo bem empresada a cama, as mãos fortes do homem seguravam a bunda da loira ajudado assim ao seu membro rígido entrar cada vez mais fundo dentro dela, fazendo a loira gozar na hora.

...Rose tinha as pernas para cima, ela estava deitada na cama de costas agora, uma de suas mãos segurava as suas pernas e a outra apertava os seios grandes da loira. Rose estava completamente aberta sendo fudida pelo homem sem a menor piedade. A loira parecia se deliciar cada vez mais e mais com o que o homem estava fazendo com ela.

...em outro momento, Rose estava cavalgando encima do homem, as suas pernas estavam bem abertas. As mãos do homem seguravam os seus tornozelos. Já as mãos de Rose estavam jogadas em suas costas, buscando um maior apoio. O homem tinha uma boa visão de seu pau entrando e saindo da buceta suculenta de Rose.

...As mãos do homem foram parar bem na bunda da mulher e ele passou a movimentar os seus quadris, penetrando cada vez mais forte dentro da jovem que gemia pior do que uma cachorra no cio. Rose segurava com uma das mãos os seus seios, enquanto o homem a fudia gostoso...


...Rose passou a se mover mais rápido, subindo e descendo cada vez mais acelerado, fazendo ambos gemerem com vontade. A buceta de Rose começou a apertar o pau do homem, até que a loira gritou gozando e melando todo o cassete do cara. As mãos do homem estavam nos seios da jovem, os apertando e fazendo-a gemer ainda mais, enquanto a loira continuava a subir e descer em seu membro.

...Rose ficou parada de cócoras sobre a cama, enquanto o homem movimentava os seus quadris fazendo o pau dele entrar e sair cada vez mais fundo devido às fortes investidas dentro da loira. A buceta dela estava toda molhada, já que a loira havia gozado duas vezes e estava preste a gozar mais uma vez, devido aos convulsos movimentos do homem. Rose gritou gozando novamente e deixando o corpo cair sobre o corpo do rapaz. Girando o corpo de Rose na cama o homem tirou o seu pau de dentro da mulher e ficou de joelhos sobre a cama para gozar em cima dos peitos da loira que ainda colocava a língua para fora tentando captura um pouco do gozo do homem.

.....................................
Rose já estava totalmente vestida, assim como o homem que estava com ela no quarto, ambos estavam prontos para sair.
-- Quando você viaja? - Rose pergunta.
-- Hoje à noite!
-- Vai passar quanto tempo fora?
-- Rose, eu estou me mudando para Londres! - O homem disse tocando a face da loira e a afagando um carinho — Desculpe querida, essa foi a nossa última foda!
-- Você não vai voltar?! - Rose sussurra ao entender, os seus olhos se encheram de lágrimas imediatamente.
-- Rose você é casada! - Ele comenta — Você sempre soube que isso era só uma aventura!
-- Eu sei! - Ela sussurra entristecida.
-- Você nunca quis se separar!
-- Edward é rico Benjamim! - Rose diz — Somos casados com separação total de bens, ele nem se quer sabe que a nossa filha não é dele!
-- Rose no começo eu aceitei! - Benjamim diz — Você sabe, não tenho recursos, eu estou indo para Londres com uma boa proposta de  trabalho e se tudo der certo, aí sim, eu começarei a ganhar um bom dinheiro.
- Eu sei Benjamim! - Ela diz — Esse foi o motivo de eu ter aceitado o pedido de casamento dele, nós precisávamos do dinheiro dele, a nossa filha precisava, ela precisa de um futuro que nem eu e nem você conseguiríamos dar sem dinheiro...
-- Você se formou em medicina e eu também consegui me formar com a sua ajuda – ele articula — Rose, se eu conseguir boas condições financeiras, eu poderei tirar você dele, mas até lá, você terá que ficar casada com ele!
-- Por favor! - Rose o abraça — Diga que vai voltar, diga que vem me buscar juntamente com a nossa filha!
-- Nunca deixarei você Rose!
..................................................

POV EDWARD

Assim que entrei em casa, encontrei Rose sentada no sofá, ela tinha o rosto inchado, parecia que tinha chorando muito, eu não conseguia dizer com certeza, pois ela usava uma maquiagem reparadora.
-- Não vai trabalhar hoje? – Pergunto.
-- Não!
--- Algum problema?
-- Nessie não vai dormir em casa! - Ela diz mudando de assunto.
-- Nessie passa muito tempo fora de casa Rose! – Comento.
-- Como se você se importasse! - Ela dispara me olhando feio — Você se tranca naquele escritório e se esquece do mundo aqui fora. Esquece que tem uma filha dentre outras coisas. Não me venha cobrar a presença de Nessie, quando você nunca se importou com isso... — Ela grita.
-- O que você quer dizer com isso, Rose? - Perguntei mantendo o meu tom de voz controlado — Que eu não ajudei na criação de Nessie? Que não sou um bom pai? Que não participo da vida da minha filha?
-- Não é isso...
-- Pois foi isso que você acabou de insinuar! - Cuspo as palavras — Se você está com problemas no trabalho, não os traga para casa, aqui ninguém tem culpa!
Não esperei resposta da parte dela, eu apenas subi para o quarto, eu iria tomar um banho, Rose já tinha estragado a minha tarde perfeita e por algum motivo, eu queria voltar para a casa de meus pais e ficar com Isabella.
Algum minutos depois, Rose entrou no quarto toda calma e cheia de dengo. Ela veio passando as mãos em meu peito e sussurrando palavras de desculpas, eu virei para olhar para fora da janela, não havia ninguém me olhando, quer dizer, Isabella não estava me espreitando dessa vez. Rose continuava com os seus toques em meu corpo, até que uma de suas mãos desceu e começou a acaricia o meu pau por cima da calça. Nessa hora, eu vi a cortina do quarto de Isabella se mexer e tive a certeza de que ela nos observava.
....................
Consegui escapar de Rose usando a desculpa de que precisava continuar escrevendo o meu livro, ou seja, trabalhar! Rose fez um beicinho sem graça, mas  não disse nada, saí do quarto e fui direto para a biblioteca. Tentei escrever algo, mas as lembranças da maravilhosa tarde passada com Isabella não saíam da minha cabeça. Peguei o meu celular e disquei o seu numero, que chamou, chamou e chamou até cair na caixa postal, eu não deixei recado, porém digitei uma mensagem de texto para ela.

“Não aconteceu nada entre mim e Rose! Durma bem minha menina”

CONTINUA...

Um comentário:

  1. Eu sabia que essa vadia da Rose traia o Edward! O que fiquei supresa é da Nessie não ser filha dele!
    Bjs,
    Therose

    ResponderExcluir