Jul M

Oi

sábado, 31 de agosto de 2013

Em Maus Lençois -- Cap 6 -- Momentos

MOMENTOS...
POV BELLA
Levantei cedo para ir a Escola, eu notei que a janela do quarto de Edward já estava aberta, então escancarei a minha. Eu fiquei andando pelo quarto de um lado para o outro, completamente nua, aos poucos eu fui me vestindo devidamente para Escola. Não me surpreendi quando vi Jacob e Nessie chegado juntos, claro que ele estaria com ela, ainda mais agora que eles estavam transando. Pela cara de Jacob, aposto que ela acabara de pagar o maior boquete nele. O rosto de Nessie estava totalmente corado o que denotava algo mais além de simplesmente sentar comportadamente no banco do carona...
-- Olá casalzinho! - Digo chegando perto deles.
-- Bells! - Jacob me cumprimenta.
 – Oi Bella! - Nessie também me saúda.
-- Quais as novidades? – Pergunto descontraída.
-- Você perdeu uma grande festança! - Jacob diz rindo — James esteve por lá perguntando por você!
-- Por que você não o mandou ir à merda? - Digo revirando os olhos, Jacob soube exatamente como acabar com o meu bom humor. 
De todos os caras que eu poderia ter escolhido para me envolver, James fora o pior... Ok, nós fizemos muitas coisas insanas juntos, eu inclusive perdi a virgindade com aquele idiota, eu trepei com ele em vários lugares, nós chegamos até a ser presos juntos, o meu pai quase me matou. No entanto, James tinha um lado negro que me assustava, um lado que me deixava sempre com um pé atrás, ainda mais quando ele bebia demais. James me bateu pra valer uma única vez, mas essa foi a primeira e a última, pois em seguida eu o mandei se fuder na casa do caralho! Hoje em dia, ele anda pegando Victoria, uma verdadeira puta barata, que abre as pernas para qualquer um. Eu espero que eles sejam felizes e que ele fique bem longe de mim... Ela estuda conosco e está no ultimo ano, Vic simplesmente me odeia, ela acha que eu sou apaixonada por James. Ok, teve uma época que eu até pensei que fosse, isso mesmo, eu fui louca de amor por ele, mas no final das contas, não era bem assim, eu gostava apenas das transas que a gente tinha, que era um jeito bem eficiente de acabar a nossas briguinhas tolas, mas foi só isso, apenas sexo... Quando ele me bateu pra valer, bem no meio a uma transa selvagem, eu saquei que estava me metendo em uma grande rouba e tratei de cair fora...
-- Vejo vocês na aula! - Digo quando vejo James chegar de moto com Victoria em sua garupa — Até mais!
...........
No intervalo eu pensei em passar uma mensagem bem ousada para Edward, mas aí eu fiquei com medo de Rose pegar o celular dele e me ferrar legal. Essa era a desvantagem de se meter com um homem casado, nem sempre se tem passe livre para se fazer o que se quer.
Jacob teve a ultima aula comigo, então aproveitamos para conversar um pouco...
-- Então, como estão você e o Cullen? - Jake me perguntou na bucha.
-- Normal! - Digo olhando para frente fingindo estar atenta ao professor que dava dando aula.
-- Normal? - Jake disse meio irritado — Ele é o pai da Nessie, sabe que isso vai dar merda, não é?
-- Só se ela ou alguém descobrir, ou ainda, se você contar para ela! - Argumento.
-- Bells ele é casado! Tem uma filha! - Jake contrapõe — Você tem idade para ser filha dele!
-- Mas eu não sou!
-- Isso é só mais um dos seus caprichos tolos! - Jake murmura entre dentes e eu olho para ele chocada — Você sabe que foi assim com James também, tudo não passava de uma provocação sua! Você sabia que ele era o cara errado para você, um bad boy arruaceiro, mesmo assim você se envolveu com ele, só para provocar o seu pai.
-- Você não sabe o que está falando, Jake!
-- Eu sei sim! No momento em que as coisas ficaram sérias demais entre você e o James, você caiu fora! - Jake bradou em sussurros — Só que no caso atual, você poderá destruir um casamento, o que inevitavelmente acabará com a sua amizade com Nessie, afinal é do casamento dos pais delas que estamos falando...
Claro, era com Nessie que ele estava preocupado, como eu não notei isso antes?
-- Primeiro: Não é um capricho meu! - Digo entre os dentes — Segundo: Eu nunca contarei a Nessie o real motivo para você ter se aproximado e começado a sair com ela... Se era com isso que você estava preocupado, então pode relaxar!
Jake não disse mais nada sobre isso, ele se manteve calado durante todo o resto da aula... Assim que a campa bateu, eu saí e fui direto para o estacionamento sem dirigir a palavra a ele também...
............
POV EDWARD CULLEN
Rose chegou cedo naquela manhã e foi direto para cama,  ela nem se deu ao trabalho de me dar um bom dia, ou perguntar algo qualquer. E pensar que um dia tudo já foi diferente! Eu estava começando a acreditar na fala de alguns amigos mais afoitos, eles diziam que se um casamento caísse na rotina, o interesse dos cônjuges um pelo outro, simplesmente acabava e geralmente quando um dos parceiros procurava algo fora de casa era porque em casa não encontrava... Odeio ter que aceitar o fato, mas isso era exatamente o que estava acontecendo comigo... Eu vi quando Isabella ficou andando nua de um lado para o outro dentro do seu quarto, ela se vestia displicentemente e bem devagar para ir a Escola. A menina era mesmo uma peste, eu já havia percebido isso assim que eu coloquei os meus olhos nela. Só em pensar que aquela peste estava bagunçando tudo em minha vida, já me dava calafrios... Passei a manhã toda pensando naquela pestinha gostosa! O meu telefone tocou e por um segundo eu pensei que fosse ela, mas era a minha filha Nessie...
-- Oi querida!
-- Pai! - Ela disse — Agora eu estou indo para a casa da Leah, mas não se preocupe que eu chegarei a tempo para o jantar! Eu prometo!
Sem esperar a minha resposta, ela desligou. Eu já sabia que Nessie não era mais virgem! Sem querer, eu a ouvir contar o fato para a mãe, que pareceu não se importar muito com o ocorrido. Rose era médica e logo recomendou que Nessie fosse se consultar com uma ginecologista amiga dela do hospital. Eu também sabia que Nessie não estava indo para a casa de amiga nenhuma, e sim, para a casa do namorado. Jacob Black não era um cara mal, eu até gostava dele, ele cuidava da minha menina com carinho e até com idolatria, mas para nenhum pai é legal saber que a sua princesinha cresceu e virou uma mulher. Ele já veio aqui em casa algumas vezes e até já almoçou e jantou por aqui. Somente o fato de que ele, indiscutivelmente, zelava e cuidava da minha menina, era que me impedia, seriamente, de matá-lo...
Eu me sentei à minha mesa de trabalho para escrever um pouco mais do meu livro, Rose dormiu boa parte da manhã e quando acordou,  ainda demorou um bom tempo até vir ao meu encontro.
-- Nessie ligou? – Perguntou.
-- Sim! Ela foi para a casa de uma amiga! - Disse notando que Rose estava toda arrumada — Você vai sair?
-- Sim! - Ela disse me dando um sorriso tímido — Eu vou à casa da tia Carmem!
-- Eu pensei que ficaria em casa comigo hoje! – Argumento.
-- Edward tem muito tempo que eu não vejo as minhas primas! - Ela rebate.
-- Tudo bem, se divirta! – Digo desgostoso.
Rose só iria à casa da tia para provocar as primas, principalmente Tânia, a mais velha. Tânia era prima de Rose de segundo grau, os pais dela morreram e ela acabou sendo criada por Carmem. Tânia teve uma paixonite por mim, que na realidade nunca se curou! Rose adorava esfregar na cara da prima que estava casada com o homem que ela desejava. Já fique muita vezes no meio das duas, mas hoje, eu não me envolvo  mais nas confusões malucas que elas inventam.
-- Se Nessie ligar, diga que estou na casa de minha tia!
-- Claro Rose! – Confirmo — Sue ainda está aí? – Pergunto.
-- Não Sue já se foi! Hoje é a folga dela! Esqueceu?
-- É mesmo, que cabeça a minha!
-- Vejo você à noite! - Disse e saiu.
.................
Já era quase duas horas da tarde quando a porta do meu quarto fora abruptamente aberta, eu estava deitado tentando descansar, então eu levei o maior susto quando vi Isabella parada em minha porta, vestindo aquele maldito uniforme de sua Escola. Contudo não fora só isso que me chamou a atenção, mas sim, o modo com o uniforme estava... Os seios de Isabella estavam por fora da blusa branca, as meias brancas tinham alguns buracos, próprios do modelo das meias mesmo, inclusive lembrei que Rose tinha algumas meias daquelas... ...a calcinha que ela vestia, estava no meio das suas coxas.

Então, o tudo aconteceu naturalmente...
Isabella estava sentada ao meu lado com a boca em meu pau, ela me chupava deliciosamente com aquela boca gostosa, uma das minhas mãos estava tocando a sua buceta que já estava pingando de tanto tesão.

De repente, Isabella sentou encima do meu pau o engolido completamente, aquela era uma sensação única e muito boa, sentir a sua buceta engolindo o meu pau de maneira tão apertada só me fazia gemer prazerosamente.


 Isabella firmou os dois pés na cama e começou a subir e descer no meu cassete. Eu gemia alto com cada movimento que ela fazia. Ela ficou sentada de costas para mim, através do espelho, eu podia ver as suas pernas bem aberta, enquanto a sua buceta molhada engolia o meu pau com gosto.

 Não resisti e mudei a nossa posição, fiquei por cima de Isabella, eu voltei a meter nela com muita força. Eu a segurava por sua saia da farda e metia cada vez mais fundo, uma de suas mãos segurava com força a coberta da cama e a outra mão agarrava a blusa da farda, os gemidos dela eram cada vez mais altos, chegando até se confundir com os meus. por suas provocações depravadas.

 Coloquei Isabella de quatro na cama e volte a comê-la com uma força descomunal, tanto que a cama começou a ranger. Não demorou muito para Bella gritar o meu nome e gozar em meu pau. Mais algumas investidas e eu gozei segurando forte a sua cintura.

...................
-- Você não deveria ter vindo aqui! – Disse.
Isabella estava deitada  de costas na minha cama, a respiração  dela estava mais calma, o suor do seu corpo já tinha secado e as suas poucas roupas estavam caídas no chão do quarto.
-- Eu vi quando Rose saiu! - Ela disse — E Nessie está com o namorado!
-- Mesmo assim, Sue poderia nos ver! - Digo correndo os meus dedos pelas suas costas lisas, Isabella é realmente linda.
-- Eu senti a sua falta!  - Ela sussurra dengosa.
-- Eu também! - Digo a verdade, pois eu senti a falta dela — Você precisa se vestir Isabella, Rose pode chegar a qualquer momento!
-- Mas ela saiu, ela não tem hora para voltar, ou tem? - Isabella disse girando na cama e ficando de barriga para cima — Ainda dá tempo para mais uma trepada!
-- Olha essa sua boca suja menina! - Digo e Isabella toma a minha boca em um beijo urgente, que logo vira algo mais...
..............
Isabella saiu da minha casa quase às seis horas da tarde, pouco tempo depois, já em meu escritório, Rose chega juntamente com Nessie.
-- Oi Pai!  - Nessie diz animada — Como foi o seu dia?
-- Como sempre! - Digo e beijo a sua testa, Nessie estava a cada dia, mais parecida com Rose e apenas agora eu conseguia ver isso — Eu vejo que você fez compras!
-- Eu preciso de roupas novas, pai! - Ela disse sorrindo e saindo de perto da minha mesa — Eu vou para o meu quarto!
-- Tudo bem! – Digo.
-- Logo chamarei você para o jantar querida! - Rose a comunicou — E você, o que faz aqui? – Ela se dirigia a mim.
-- Estou tentando escrever o meu livro! - Digo dando um sorriso — Como está a  sua tia e as suas primas?
-- Como sempre! Tudo igual naquela casa, nem Tânia ou Irina se casaram, elas continuam solteiras e com inveja de eu ter me casado com você!
-- Você parecer gostar disso!
-- Faz bem ao meu ego querido! - Rose diz e vem até mim e me beija — Eu vou tomar um banho!
-- Tudo bem!
Vejo Rose sair e volto a minha atenção para o meu computador, mas  isso só dura alguns minutos, o meu celular vibra e eu vejo que é uma mensagem de Isabella...

“Eu gostei da nossa tarde juntos, espero ter mais amanhã...”
 Bjos B.

Eu não consegui conter o sorriso que apareceu em meus lábios, por algum motivo Isabella me deixava mais jovem e me fazia sentir mais vivo, mais  renovado...
Eu sabia que Rose queria algo, assim que a vi à mesa de jantar, ela usando um vestido branco solto da cintura para baixo com um grande decote realçando o seu belo par de seios, ela inalava o seu perfume preferido, eu tinha certeza de que ela queria algo. O jantar correu normalmente, Nessie falou sobre os seus planos para as férias, e é claro que o seu namorado estava incluído nisso.  Depois do jantar, Nessie foi para o seu quarto, eu fique no escritório um pouco mais e depois fui para o meu quarto, o quarto que dividia com Rose. E assim que entrei, lá estava Rose completamente nua deitada na cama, já fazia algumas semanas que não acontecia nada entre nós.

-- Eu estava te esperando querido!
Rose é uma mulher bonita e cheia de atributos, e bem, nós somos casados e se estamos juntos é porque ela ainda me atraia. E foi difícil para eu resistir a tudo o que ela queria... É claro que acabamos fazendo amor... Não fora nada comparado com que há entre mim e Isabella, mas sexo com Rose nunca foi ruim. Ela é a minha esposa, a minha mulher e a mãe da minha filha, sempre há um pouco de sentimento no jogo...

 Continua...

2 comentários:

  1. OH.MEU.SALTO.ALTO!!!!!!!!!!!!!!!O q foi esse cap.
    PARABÉNSSSS!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Como pode uma mulher com uma marido MEGA GOSTOSO, LAMBÍVEL, DEGUSTÁVEL AMOR DA VIDA DELA, espera semanas para desfrutar dele? Sabe aquele ditado popular: "QUEM NÃO DÁ ASSISTÊNCIA ABRE CONCORRÊNCIA" Que o diga a Bella Ninfeta!

    ResponderExcluir