Jul M

Oi

domingo, 14 de julho de 2013

O Casamento-- O Novo Contrato-- Capitulo 34


“Na ausência da luz, o que prevalece é a escuridão.”(Frase Do Filme Casa Do Lago)

                                             ASSIM COMEÇA A CAÇADA...
Quando você deseja atingir alguém, primeiro você tem que saber qual é o ponto fraco deste alguém, e só então saberá por onde começar a sua desforra... Ao que parecia havia muita gente sabendo muito bem por onde dar início ao seu intento maléfico... As coisas aconteciam em uma velocidade quase imperceptível... Naquela manhã de sexta-feira, Isabella  foi acordada por Edward com beijos em suas costas que seguiam por seu pescoço de um jeito carinhoso que só ele sabia ser. 



Não demorou muito para que ambos estivessem perdidos um no outro, os gemidos eram baixos, mas cheios de vida e de deleite, as mãos de Edward vagavam por cada parte do corpo de Isabella o que fazia a jovem ir às nuvens e voltar à terra só por receber mais daquilo que ele estava lhe oferecendo, não demorou muito para ambos estarem gritando um pelo nome do outro em um orgasmo absoluto...

Logo após o momento de prazer partilhado por ambos, Edward deixou Isabella na frente da livraria e se dirigiu ao seu próprio trabalho, à tardinha, ele passaria para pegar a jovem e de lá, eles seguiriam para a casa do pai do rapaz, onde ficariam por todo o final de semana, assim desfrutariam, como qualquer família normal, um período agradável e sem problemas.
-- Bom dia Edward! - Felix estava na entrada do elevador enquanto Edward saia dele de dentro.
-- Felix! - Edward sibila entre dentes — O meu dia seria melhor se você sumisse dele!
Felix deu um sorriso do tipo que deixaria qualquer um com medo, mas fez Edward apenas estreitar os olhos.
-- Seus desejos foram atendidos! - Felix diz com ironia — Eu estou saindo de férias Edward, o seu pai me liberou para resolver algumas coisas pessoais!
-- Vá e aproveite para ficar por lá de uma vez e para sempre! - Edward disse sem desfaçar o seu desagrado em ter aquele homem por perto.
-- Isso eu já não posso prometer meu caro amigo! – Rebateu Felix irônico.
Felix entrou no elevador e apenas sumiu quando as porta de metal se fecharam.
.........
James estava cuspindo fogo quando Isabella voltou do almoço, Isabella ignorou os palavrões do chefe assim como os comentários das outras funcionarias. O que devia estar acontecendo nem ela mesma saberia dizer.
-- Isabella, eu preciso do estoque arrumado urgente! James fala esbaforido — Para ontem!
-- Já estou indo! - Ela replica.
-- Honestamente, eu não sei como Victoria aguentava esse homem! - Emily comenta — Boa sorte! - Ela sussurra para a colega de trabalho.
Isabella se dirigiu ao estoque que ficava no andar de baixo e foi arrumar o que precisava ser arrumado.
................
Edward estava no escritório terminando de assinar alguns documentos importantes para uma nova campanha. Ele ouviu quando a porta de sua sala fora aberta, ele olhou para o relógio ao lado de sua mesa e já era quase seis horas, Mary já deveria ter ido para casa. Edward fora pego de surpresa quando foi atingido por um soco.  Havia dois homens em sua sala, ambos usavam máscaras e tentavam agarrá-lo. Ele conseguiu derrubar um com um soco e partiu para cima do outro, o barulho era grande, várias coisas se quebraram em sua sala, a empresa estava quase vazia então Edward acabou sendo rendido.
-- Bastardo! - Um dos homens disse socando o rosto de Edward — Vamos levá-lo rápido, o chefe o quer vivo!
Edward já se preparava para reagir quando Emmett entrou na sala, ele levou alguns segundos para entender o que se passava ali, Emmett partiu para cima dos mascarados e Edward o ajudou. O estrago, fora maior ainda, mais objetos destruídos, porém, mesmo assim os dois homens conseguiram fugir.
-- O que foi isso Edward? - Emmett perguntou.
-- Eu não sei! - Edward respondeu ofegante — Ligue para os seguranças e os mande revisar todas as câmeras de vigilância, precisamos saber como eles entraram aqui e como saíram! – Edward — Eu quero tudo para ontem Emmett.
-- Certo chefe! - Emmett anui saindo.
Edward entrou no banheiro que havia em sua sala e tentou arrumar o estrago que fora feito pelos invasores.
..........................
Bella estava no estoque terminado de arrumar as coisas por lá, já era seis hora quando ela olhou para o seu relógio, ela colocou  o último livro conferido na prateleira e passou as mãos pela testa para retirar o suor que começava a brotar lá. Isabella se virou para sair do estoque quando notou que James estava encostado ao lado da escada que dava acesso ao local.
-- Terminei! - Ela disse não gostado muito do olhar do patrão.
-- Estou vendo!
-- Já está no meu horário de saída James! - Isabella disse, porém James não se moveu, bloqueando o caminho de Bella.
-- Você já está casada há muito tempo? - James perguntou de forma esquisita.
-- Tempo o bastante! - Disse sem entrar em detalhes.
-- Está dando uma resposta evasiva Isabella!
-- Eu não vejo porque falar de meu casamento! - Ela disse e deu dois passos para frente - Você está atrapalhando a minha passagem!
-- Você tem visto Victoria? - Ele perguntou friamente.
-- Isso também não é de sua conta! – Isabella respondeu.
Antes que Isabella se a percebesse, ela foi jogada contra uma das estantes existentes lá e James a prendera contra a mesma.
-- Foi você, não foi? - James disse apertando as bochechas de Isabela com uma de suas mãos — Você fez Victoria terminar comigo! O que disse a ela? Vamos me diga...
-- Me solta, você está me machucando! - Isabela dizia se debatendo...
-- Eu vou soltar, mas somente quando eu achar conveniente! - Ele disse dando um sorriso sacana.
--- Eu vou grita! - Ela disse sentindo medo dele pela primeira vez desde que começou a trabalhar naquele local.
-- Você só vai tornar as coisas mais divertidas ainda! - Ele disse passando um dedo pelo decote dela — Você é bem bonita Swan! Como eu não tinha notado isso antes?
-- Não me toque! - Isabella disse entre dentes.
-- Você vai gostar querida! - Ele disse — Eu sei como satisfazer uma mulher!
Quando James menos esperava, o joelho de Isabella acertou em cheio o meio de suas pernas, o mandando direto para o chão. Isabella saiu correndo pela escada, já no andar de cima, ela ouviu quando James a xingou ao cair no chão, ela passou pela recepção, mal pegando a sua bolsa e correu para o lado de fora dando de cara com Lion.
-- Senhora? - Lion disse.
-- Edward, cadê Edward? - Ele perguntou olhado em volta do estacionamento.
-- O que aconteceu? - John já caminhava para dentro da livraria.
-- Onde está o meu marido? - Isabella praticamente gritou e todo o seu corpo tremeu.
-- Lion ligue para policia! - John disse da porta.
...........
Nos arredores da livraria, podia se ouvir o barulho dos pneus comendo o asfalto, Edward saiu do carro mais rápido do que o próprio super homem. John estava na porta, logo atrás de Edward estavam Emmett e Tyler. Edward invadiu a livraria encontrando Lion ao lado de Isabella que ainda tremia levemente. Assim que viu o marido, Isabella correu em sua direção e logo a jovem foi aparada belos braços fortes de seu amado.

-- Shiiiiishiiiii... Está tudo bem, tudo bem! - Edward disse confortando a sua mulher.
-- Sr. Cullen! - Marcos disse dando um aceno de cabeça — Eu preciso fazer uma pergunta para a sua mulher...
-- Não vai ser possível agora! - Edward disse entre dentes, apertado Isabella contra o seu corpo.
-- Tudo bem! - Marcos concordou mesmo a contra gosto — Amanhã, eu a espero em minha delegacia!
-- Também não vai ser possível! - Edward o contrariou - Esperaremos você em nossa casa!
Marcos estreitou os olhos para o Cullen que pareceu não se importar nem um pouco. Resmungando algo, Marcos se deu por vencido, seria burrice ir contra Edward, ele não deixaria a mulher colocar os pés em uma delegacia, ele sabia muito bem disso...
-- Passarei em sua casa às dez! - Disse Marcos - Vamos, não temos mais nada a fazer aqui!
Edward ainda tinha Isabella em seus braços, quando ele viu James do outro lado da livraria, ele estava acompanhado de um homem vestido em um terno preto barato, com certeza seria um advogado. Edward sentiu todos os músculos de seu corpo tremer de raiva, a sua vontade era socar cada parte do corpo daquele ser desprezível, mas ele não deixaria Isabella sozinha naquele momento... Beijando os cabelos da jovem e a abraçando com um pouco mais de força, Edward respirou fundo para manter a calma.
-- Vamos para casa! - Edward disse a beijando com carinho nos lábios.

..................
Emmett ficou com os seguranças no andar debaixo, enquanto Edward subia com Isabella para o quarto deles. Sim, ele queria muito saber o que tinha acontecido naquela maldita livraria, porém ele não deixaria Isabella sozinha, não ainda, não antes de ela dormir. Assim que eles entraram no quarto, Edward caminhou com ela em direção à cama, ele a sentou, tirou os sapatos da jovem e massageou os seus pés. Ele nada disse e muito menos Isabella, o corpo da moça ainda sofria pequenos tremores. Quando ele achou que ela estava mais calma, Edward levantou e foi em direção ao banheiro, colocou a banheira para encher e retornou para alcova.
-- Você precisa de um banho e de comer algo também! -Edward disse a ajudando a se levantar para depois a pegar em seu colo levando-a ao banheiro — Eu vou cuidar de você, sabe disso, né?!
Ela sabia melhor do que ninguém! Isabella sabia muito bem que Edward cuidaria dela com afinco e carinho, que ele não deixaria nada nem ninguém a machucar... Isabella não entendia o porquê de não ter conseguido reagir ainda, apesar de não ter sido molestada pelo seu agressor, pois ela conseguiu se defender muito bem por sinal, o seu corpo estava adormecido e a sua mente teimava em não reagir...
-- Eu vou tirar a sua roupa! - Edward avisou e se aproximou lentamente dela, foi então que ela notou o rosto machucado do marido.
-- O que foi isso? - Ela conseguiu dizer em um grito doído, ela levou uma de suas mãos até o rosto do marido, tocando o machucado existente no canto dos lábios dele.
-- Nada demais! - Edward disse e fechou os olhos ao toque da jovem — Eu vou cuidar de você primeiro!
Edward removeu cada uma das peças de roupa de Isabella, quando a jovem já estava completamente nua em sua frente, ele tentou fazer com que ela não notasse nada, mas os seus olhos passaram pelo corpo da mulher, examinado cada detalhe existente ali. Ele tinha que comprovar com os seus próprios olhos que não havia nenhuma marca de violência no corpo de sua amada. Com bastante cuidado, ele conduziu Bella até a banheira e a ajudou a entrar... Isabella pensou que ele fosse a deixar sozinha durante o banho, mas não! Edward removeu as suas próprias roupas e se juntou a ela no interior da banheira. Ele fora muito atencioso com ela, ele lavou os cabelos e o corpo da mulher com muita primazia e atenção, ele cuidou dela do único jeito que ele conhecia, com amor e adoração...
-- Quer ir para cama? - Edward perguntou beijando os ombros molhados da esposa.
-- Você vai fica comigo? - Ela perguntou insegura.
-- SEMPRE!!!
Edward ajudou Isabella a sair da banheira e a auxiliou a se secar, ele a colocou sentada a cama e foi até o closet pegar uma camisola para ela. Edward vestiu Isabella deixando-a deitada enquanto ele mesmo se vestia. Assim que saiu do closet, ele encontrou Sue no quarto com uma bandeja de comida e ficou muito grato pela empregada e amiga  ainda estar ali.
-- Obrigado Sue! - Edward disse beijando a testa da mulher de idade — Ela vai ficar bem, eu vou cuidar dela! - Ele sussurro para a governanta — Vamos querida, é hora de comer!
Edward se despediu de Sue e voltou a sua atenção para Isabella. Eles jantaram juntos, ele fez com que ela comesse tudo, mesmo ela tentando se recusar a comer, ele a convenceu dizendo que seria mais recomendável que ela se alimentasse corretamente, pois assim ela logo se sentiria bem melhor.
-- Agora descanse meu amor! - Edward disse retirando a badeja da cama e a colocando no chão — Venha!
Edward se deitou com ela na cama, Isabella tinha a cabeça sobre o peito do marido e um sorriso nos pequenos lábios, ela amava esse Edward, assim como amava os outros... ...mas esse Edward protetor e cuidadoso era o que destruía todas as suas barreiras...
-- Ele me agarrou no estoque! - Isabella disse rompendo silêncio.
-- Aquele...
Isabella sentiu o corpo de Edward ficar tenso e rígido por debaixo dela.
-- Eu o chutei bem no meio das pernas! - Ela disse.
-- Eu estou orgulhoso de você! - Ele disse e a apertou mais contra o seu corpo.
-- Ele veio me perguntar sobre a Victoria! - Bella continuou... – Ele disse que eu fui à culpada por ela ter terminado com ele... Edward, eu achei que ele fosse me bater!
-- Ele estaria morto a essa altura! - Edward disse travando os dentes — Ele não tocou em você, né?
-- Não! Eu não deixei!
-- Ah, meu amor! - Ele disse a apertando mais ainda de encontro ao seu corpo — Eu te amo tanto, e eu só quero a manter em total segurança!
-- Eu entendo...
-- Sim, eu sei que entende! - Edward murmura — Mas ainda assim você é muito cabeça dura!
-- Eu sou casada com você esqueceu! - Ela deu um pequeno sorriso.
-- Ah, minha pequenina! - Ele disse beijando os cabelos de Bella — Agora durma, durma minha querida!
Edward cantarolou uma velha cantiga de ninar para Bella  até que ela finalmente adormeceu... Assim que ela dormiu, o jovem saiu da cama deixando a esposa em um sono profundo e calmo. 

Emmett estava na sala juntamente com Tyler e os outros seguranças.
-- O que vocês sabem? - Edward perguntou.
-- Senhor! - Tyler disse — James tentou agarrar à Senhora Cullen, mas ela o atacou!
-- Isso eu já sei!
-- James está acusando Isabella de assédio! - Emmett diz — Ele disse ao delegado que foi Isabella quem o atacou, porque ele deu um fora nela.
-- Aquele filho da mãe! - Edward disse entre os dentes — Acabe com ele Emmett, você já sabe o que tem que fazer!
Edward olhou para o amigo que ficou surpreso com a reação do chefe, mas ele sabia que não seria nada diferente do previsto, já que ele sabia que Isabella passou a ser uma das principais prioridades do amigo.
-- Vocês podem se retirar! - Edward disse para os outros seguranças — Tyler! - Ele parou o rapaz que já estava saindo — Arrume tudo na nova casa, nós vamos nos mudar o mais rápido possível!
--- Claro Senhor! - Tyler disse e partiu ao encontro dos outros.
-- Tem certeza do que vai fazer? - Emmett o questionou — Assim, você só vai aumentar à ira de James!
-- Ele tem é mais que agradecer o fato de não estar morto! - Edward disse friamente — Faça como eu disse, James Bloom será um homem falido amanhã...

Continua...

Um comentário:

  1. ai eu quase tive um treco quando o nojento do James atacou a bella é quem será que mandou os homem pegar o EDWARD será que a vadia ta secretaria tem a ver com isso afinal os bandidos entraram fácil de mais na sala do Ed

    ResponderExcluir