Jul M

Oi

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Noites De Tormenta --- Capitulo 26 -- Casamento!


O CASAMENTO...

Cada um tem o final que merece para si... Se você plantar maldades você colherá maldades. Se você plantar bondade colherá bondade. De fato o final de Heide Volturi fora triste, a jovem morreu em um acidente de carro enquanto fugia da policia. O carro capotou várias vezes até que explodiu em pleno ar. Aro Volturi teve sua empresa na bancarrota, entrando assim em falência. Depois do acorrido com a filha, o escândalo fora inevitável...
Edward e Bella ficarão em paz depois disso. Edward fez o tão esperado pedido para o pai da jovem, Charlie não viu problema em dar a mão da filha para Edward Cullen, afinal, o que não deveria acontecer já tinha acontecido, Isabella estava grávida. Carlisle se aproximou mais de Anthony que  teve um final diferente do previsto, o jovem  acabou se encantando com a doce e meiga Bree, que ainda estava na faculdade, mas que era linda e um pouco parecida com Isabella.
Anthony mudou e se aproximou de Edward, ambos estavam trabalhando juntos em um projeto de arquitetura. Edward abriu a sua empresa junto com o seu primo Emmett, que por sinal acabou se encantando com Rose, amiga de Isabella que Edward jurava ser lésbica, mas no final das contas, ela não era e isso foi uma grande surpresa para ele... Alice a prima de Isabella, conheceu Jasper que passou a ser o seu grande amor e seu novo alvo de torturas gratuitas...

O dia do casamento de Edward e Bella amanheceu lindo, a jovem já estava com nove meses de gravidez e vestia um lindíssimo vestido branco. A festa foi algo bem simples, somente direcionada a família e aos amigos mais próximos. Tudo estava perfeito, havia muitas flores e um altar foi montado, tudo estava muito bem decorado. Tudo estava perfeito nas cores lilás e branco, a noiva estava belíssima e o noivo então, não tinha palavras para descrever o tamanho de seu nervosismo. Mas no final, tudo ficou muito bem, ambos acabaram casando,  apenas a viagem de lua de mel que teve que ser adiada porque logo Bella daria a luz a uma linda menina a qual já tinham escolhido o nome para pequena princesa, o nome dela seria Reneesme, eles estavam felizes e não havia palavras para descrever toda a alegria que se passava ali entre eles...

....
Dois dias depois do casamento Reneesme veio ao mundo através de uma cesariana recomendada pelo próprio medico. A menina era a coisa mais linda do mundo e evidente que os pais de primeira viagem estavam babando pela pequena herdeira. Edward ajudava Isabella com a pequenina, à noite enquanto a mulher dormia era ele quem cuidava da menina e durante o dia Isabella se esmerava em cuidados com a filha. Edward não deixava passar nada em relação à filha, ele ajudava no banho e nas trocas de fraldas, ele era um verdadeiro paizão. O tempo foi passando e por cada etapa que a pequeninha Reneesme passava, era uma gloriosa novidade para os pais. Os avós corujas eram iguais bobos pela mais nova membro da família, Charlie visitava a filha praticamente todo final de semana e ainda cobrava visitas da neta em sua casa.

-- Quando ele fica maior papai, quando ela fica maior! – Isabella respondia ao pedido do pai.
Mas era inevitável que o tempo passasse e passava rápido, quando Isabella deu por si, a pequena filha estava com seis meses e era a criança mais sortuda do mundo, porque tinha um pai e uma mãe que eram loucos por ela. Assim como os três avós e seus tios que estavam estregando a menina com tantos mimos.
-- Anthony mais presente? - Isabella disse ao ver o tio da menina com várias sacolas nas mãos.
-- Ah eu não resisti e comprei tudo! - Anthony disse entrando no apartamento — Afinal quando vocês vão se mudar!
--  Assim que eu e Edward voltarmos da lua de mel! - Bella diz.
-- Bella um final de semana na Flórida não é bem uma lua de mel, sabia? - Anthony diz entrando no quarto da menina que dormia — Vocês deviam fazer uma lua de mel mais longa.
-- Não vou deixar Reneesme sozinha por muito tempo Anthony! - Ela responde...
-- Claro, claro, mas a menina já está grandinha Bells, já dá para ficar sozinha com os avós ou até mesmo com o tio aqui! - Ele sorri ao ver a menina com os olhos abertos.
-- Nem em sonho! - Bella diz caminhando em direção à menina — Talvez quando ela estiver com um ou dois anos de idade, aí sim, pequenina desse jeito, a Flórida está ótima! - Bella diz — E só estamos indo porque Edward tem negócios a tratar lá.
-- Não está mais aqui quem falou! - Anthony diz pegando menina no colo.
 Não havia como negar, Anthony era um ótimo tio e sabia como cuidar da sobrinha perfeitamente, o fato é que ela era a única criança da família e estava correndo o grande risco de ser mimada demais, caso outro bebê não nascesse logo...
...
Edward estava ninando a menina nos braços, Bella acabara de sair do banho, era incrível ver como ele levava jeito com crianças. Ele não era o único, Anthony também era assim. Vai ver era mesmo a genética que os fazia tão parecidos. Edward sorriu para esposa e caminhou com a filha indo colocá-la em seu quarto. A pequena Reneesme já tinha o seu próprio quarto, depois de um grande susto nos pais uma noite quando Edward e Bella estavam transando e quando Edward viu Reneesme  estava acordada no berço com a mãozinha na boca e olhos focados no que os pais faziam... Depois daí, Edward achou melhor colocar a menina para dormir em seu próprio quarto. Bella tentou explicar que a menina não se lembraria disso quando crescesse, mas Edward bateu o pé dizendo que a filha iria para o seu quarto. E foi o que aconteceu, o quarto de Reneesme era ao lado do deles e ainda tinha a babá eletrônica que dizia quando a menina  estava acordada.
-- Já está tudo pronto para viajamos amanhã à noite! -Edward diz ao entrar no quarto — Voltamos no domingo à noite.
-- Edward não tem mesmo como levamos Reneesme? –Pergunta apreensiva.
-- Não seria muito bom! - Edward diz — Está quente demais lá Bella, Nessie nunca saiu de Manhattan não vamos arriscar.
-- Tudo bem! - Ela diz dando um sorrisinho triste — Anthony veio aqui hoje! Ah Edward! - Bella olha feio para o marido — Fale para ele parar de encher a sobrinha de presentes. Fora que Nessie anda crescendo rápido demais, as roupas logo estarão pedidas.
-- Ok eu digo! - Edwad diz levantando as mãos em um gesto de rendição — Agora venha aqui, eu estou morrendo de saudades de você!

Dizendo isso ele a puxou e tomou a boca dela em um beijo avassalador. Bella ainda estava enrolada na toalha, mas rapidamente Edward se livra da peça e ambos caem sobre a cama.
Não havia duvidas, a química deles era perfeita, Isabella havia ficado ainda melhor na cama, assim como Edward havia ficado, mas depravado ainda. Edward teve que tampar a boca de Isabella com a sua mão porque a jovem estava gemendo muito alto. Ela estava sentada sobre ele, rebolando, subindo e descendo sobre o seu membro. 

Edward uma vez ou outra dava uns tapa na bunda da mulher, a fazendo quicar em seu pau. Não demorou muito para ele mudar de posição e colocar a jovem de quatro, para então voltar a meter nela com força e urgência. 

 Isabella gemia de prazer, Edward uma vez ou outra gemia também. Os movimentos ficaram mais rápidos e a cada nova investida a boceta de Isabella começava a apertar, ainda mais, ele dentro dela. Os gemidos iam só aumentando, até que ela gritou chamando por ele, enquanto gozava e caia sobre a cama com o corpo totalmente mole. Mais algumas investidas e Edward gozou deixando o corpo da amante, caindo ao lado de Isabella. Ambos estavam ofegantes e suados, Bella teria que tomar outro banho e se eles continuassem desse jeito, logo Nessie teria um irmãozinho.
-- Eu amo você! - Edward disse puxando-a para os seus braços.
-- Eu também te amo!
Edward fez um carinho nas costas dela, fazendo assim ambos relaxarem, muitas coisas haviam acontecido às noites de tormentas haviam passado e agora tudo reinava em paz.
-- Você sempre será a minha vida! - Edward diz — Você me deu tudo o que eu sempre quis Bella, você me mostrou o caminho onde eu precisava estar para te achar — Ele fez uma pequena pausa e voltou a falar — Você é a minha luz ao final do túnel, é a estrela mais linda e mais brilhante do meu céu... Você abriu os meus olhos e me deixou cego com a sua beleza e doçura, você é perfeita meu amor. Vou sempre te amar, te querer, te desejar, só existe você em minha vida. Você e nossa Nessie...
Bella levanta os olhos para mirar Edward, o seu rosto estava molhado pelas lagrimas e um sorriso bobo e apaixonado habitava os seus lábios.
-- Eu amo você e vou te amar sempre! - Ela diz chorando — Você foi à única pessoa que me viu quando eu estava invisível. Ficou do meu lado, até mesmo quando tudo parecia ser impossível e me deu o maior presente do mundo, a nossa pequena Nessie — Ela sussurra entre o choro — Eu te amo muito...
Edward a puxou para mais um beijo apaixonado e logo ambos estavam se movendo na cama em um mesmo ritmo. 

Ela era dele, não havia duvidas e ele era feito para ela, não havia como negar.  Tudo tinha acabado! Agora era hora de felicidade e as noites de tormentas ficaram para trás, tudo o que existia era o futuro a ser construído pelos dois.  Não havia palavras para descrever o amor daqueles dois, eles se amaram até quando eram apenas espíritos desconhecidos. Entenderam-se quando nada fazia sentido e o mais importante de tudo sempre se pertenceram...
Ninguém poderia prever o quê a vida reservava para esses dois, mas naquele momento tudo que ambos queriam, era se perder de novo um no corpo do outro. Nada melhor do que dizer que eles viveram e continuam vivendo uma vida cheia de amor...
The End.

3 comentários:

  1. naaaaaaaaaao... quero um epilogo!!!!
    mto lindo.. perfeito..
    ameeeeeeeeeeeiiii

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooooooo!!!! Amei, vou sentir falta da fic!!! Queria maaaais!! (chora) rs
    Posta um epilogo!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Quero um epílogo por favor

    ResponderExcluir