Jul M

Oi

sábado, 13 de abril de 2013

Slave Of Pleasure -- Escrava Do Prazer -- Capitulo 2


SONHOS!

Aquela noite fora a primeira noite em que sonhei com Edward. Não acho que fora por acaso, mas sim motivada por tudo que vi naquela noite antes de dormir. Bella ofegou com as lembranças de Edward e sua amante no corredor transando entre gemidos.


 Eu acabei sonhado com ele e todas as coisa que vi, acordei ofegante e suada.

-- Bom dia querida, dormiu bem? - Esme perguntou quando me juntei a eles à mesa.
-- Sim obrigada! - Puxo a cadeira — Bom dia! - Digo assim que Carlisle entra na sala de refeições e se junta a nós.
-- Bom dia Bella! - Ele diz ao se sentar -  Seu filho chegou bêbado de novo em casa! - Carlisle diz contrariado — E dessa vez não veio sozinho, Tânia estava com  ele! Carlisle completa.
-- Eu não o vi chegando! - Esme replica.
--  Infelizmente, eu o vi! - Carlisle diz chateado — Eu não entendo, quando será que ele vai tomar jeito?
-- Carlisle! Edward tem sua própria empresa e uma carreira brilhante. Ele é um adulto! - Esme diz.
-- Uma carreira que ele mesmo está tratando de destruir! Ele repate.
--Você sempre repreendendo o rapaz! Carlisle. Edward ainda sofre!
-- Esme isso já tem anos, já está na hora dele tirar esse luto e voltar a viver!
-- Ele está noivo da prima! - Esme comenta explicativa.
-- Faz-me rir Esme! - Carlisle diz sarcástico — Há quanto tempo Edward enrola Tânia? Há anos? E nunca saiu casamento! Não será agora que sairá! Diga a ele que me espere hoje à noite! Quero falar com ele, uma conversa decisiva.
-- Ah, por favor, não vão brigar! - Esme suplica ao marido.
-- Seu filho precisa decidir por um rumo Esme! Ou ele toma jeito ou ele vai sair dessa casa! Edward não tem mais 16 anos ele já é um homem adulto e tem que agir como tal!
-- Vamos deixar isso para outra hora Carlisle! Bella está à mesa, vamos tomar nosso café da manhã em paz! - Esme argumenta.
-- Apenas dê o recado Esme, só isso!
-- Bella, Eu levarei você para conhecer a  Escola a qual você estudará! - Esme diz - Você vai começar na próxima segunda feira!
-- Tudo bem!
....
A Escola era grande demais. Porém bem agradável, era uma Escola só para meninas. Esme me explicou que seria mais fácil minha adaptação  se eu fosse para lá conhecer o local antes de começar as minhas aulas. Ela me disse que havia sido naquela Escola que ela minha e mãe também estudaram, que foi lá que se conheceram e se tornaram melhores amigas.
De volta à casa de Esme, nós seguíamos pela sala quando paramos ao ver um casal descendo as escadas.
-- Edward querido, acordando agora! - Esme diz dando um sorriso franco - Tânia como está?
-- Oi tia Esme! - Ela cumprimenta — Eu estou bem e a senhora?
-- Ótima querida!
-- Carlisle ainda está em casa? - Edward pergunta para só então me notar.
Meu coração deu um pulou, meus olhos não acreditavam no que viam, era ele. Que merda! Não podia existir um momento pior para as coisas se complicarem do que aquele. Mas então isso que dizer que ele sabia. Sempre soube a única enganada da historia era eu. Mas pensando bem nada aconteceu de tão grave eu apenas fiz merda, mil vezes merda! Edward continuava igual! Ele é incrivelmente bonito, seus cabelos estavam desalinhados e ele vestia bermudas e uma camisa branca. Os olhos verdes estavam bem vivos e atentos a minha pessoa, ele me examinava de cima a baixo sem desviar o seu olhar de mim.
-- Carlisle já foi para o trabalho! - Esme diz e Tânia, a loira ao lado de Edward, parece finalmente notar a minha presença.
-- Tia essa é a menina que você ganhou a guarda? - Ela pergunta.
-- Que indiscrição a minha! - Esme diz constrangida! —Edward Tânia essa é Isabella!
-- Bella! - Eu logo corrijo.
-- Ah, sim! Bella. Ela não gosta que a chamem de Isabella! - Esme diz
-- Mais que gracinha que ela é! - Tânia diz e tento me controlar para não revirar os olhos para ela.
-- É um prazer conhecer você Isabella! - Edward diz e há alguma coisa estranha na voz dele, ironia talvez, até porque ele me chamou de Isabella, mesmo sabendo que eu não gostava.
-- O prazer é meu! - Digo por pura educação.
-- Veremos depois querida! - Ele pisca para mim e caminha em direção à sala de refeições — Sue ainda tem café da manhã? Estou com fome! - Ele grita indo para a cozinha. Sendo seguido de perto por Tânia.
-- Bella fique a vontade, a casa é sua! Você sabe! - Esme diz gentilmente — Tenho que ir agora, eu preciso resolver alguns assuntos na Associação.
-- Tudo bem!
.....
 Resolvi conhecer melhor o local que moraria pelos próximos dois anos, vaguei pela casa sem rumo até me deparar com uma elegante sala de vídeo. Era um lugar calmo e tranquilo, acho que não muito frequentando pelos Cullen, pois parecia tudo muito organizado! Passo os dedos pelos vários DVDs e VHS entre outras coisas antigas que têm ali. Prefiro assistir algo que está passando na TV mesmo. Ligo o aparelho e coloco em um desenho do Bob Espoja Calça Quadrada, me sento no sofá  e fico assistindo as loucuras do Bob Espoja, estou tão distraída, dando algumas pequenas risadas, que não escuto quando a porta fora aberta.
-- Minha mãe já sabe que você gosta de ficar acordada até tarde!
 Pulo do sofá com o susto que levo e me pergunto há quanto tempo ele estaria ali naquela sala me observando.
-- Acho que minha mãe não sabe! - Ele se senta do outro lado do sofá em que eu me encontrava — Apreciou bem o espetáculo?
 Ai meu Deus! Ele me viu à noite passada! Mas como? Eu me certifiquei em estar bem escondida! Como será que ele me viu?
-- Do que você está falando? - Me faço de desentendida.
-- Não se finja de boba! - Edward rebate e  passa o polegar pelos lábios — Você não tem cara de boba! - Ele me olha de um jeito estranho — Acho que você está longe de ser boba queridinha! — Ele sorri com muita malicia — Mas me diga, o que achou do show pornográfico que viu? Acha mesmo que não vi você me olhando enquanto eu comia Tânia no corredor.
Sinto meu rosto corar, ele realmente me viu, ele realmente viu!
- Sua inocência realmente me fascina menina! - Edward diz maliciosamente — Mas será que essa inocência é tão real assim?
-- E..e..eu não seei do que você está falando! – Digo nervosa e me ponho rapidamente de pé.
-- Fuja, fuja minha pequena, assim as coisas só vão ficar mais divertidas! - Ele comenta assim que passo pela porta.
Saio correndo em direção ao meu quarto. Alice tinha razão, Edward é com certeza uma pessoa muito difícil para se conviver e se ele continuar assim vai fazer da minha vida um caos.
...
Só saí do quarto para ir almoçar, para minha sorte Alice estava à mesa com a gente... O Sr. Cullen estava na mesa junto a Esme e Edward que não tirou os olhos de mim durante todo o almoço.
-- Bella o que você vai fazer hoje? - Alice perguntou.
-- Nada! - Sussurro baixinho.
-- Ótimo! Então nós vamos fazer compras!
-- Excelente ideia Alice! - Esme aprova — Bella precisa de roupas e sapatos novos, acho que você poderia a ajudar com isso! - Esme tinha um sorriso doce nos lábios.
-- Claro, tia! - Alice  diz empolgada.
-- Edward! Quero falar com você! - Carlisle convoca o filho.
-- Imagino que sim!
...
 O passeio ao shopping fora ótimo! Alice é muito animada e sempre falante, ela me contou com foi morar com os Cullen ainda durante a sua adolescência. Ela dissertou sobre tudo o que cercava a vida dela, mas uma vez ela falou sobre Jasper de um modo diferente do que quando falava sobre os outros Cullen. Alice me ajudou a comprar varias roupas a mando de Esme. Era como estar em um parque de diversões! Ela simplesmente escolheu tudo, não me deixando trabalho algum...
--Como foram as compras, meninas? - Esme pergunta assim que chegamos.
-- Ah, foram ótimas! - Alice responde - Escolhi varias roupas para Bella, ela vai ficar linda!
-- Que bom, Alice! Esme diz satisfeita — O jantar sai às sete! - Esme avisa — Vão tomar banho!
-- Claro! - Eu e Alice dissemos ao mesmo tempo.
-- Bella, querida! Quando você for descer, chame o Edward! - Esme diz e fico tensa na mesma hora — O quarto dele é o último do corredor.
-- Clã..cla..claro! - Gaguejo ao responder.
...
 Já em meu quarto, eu tomo um banho rápido  e escolho uma roupa confortável. Uma saia e uma blusa que Alice me ajudou a comprar. Escovo os cabelos os deixando soltos e calço a minha sapatilha. Respiro fundo, antes de sair do quarto e caminho em direção ao quarto de Edward. Meu coração está batendo a mil por hora. Sinto-me nervosa, ele me deixa nervosa. Que inferno! Por que será que ele me perturba tanto?  Afastando esse pensamento, bato à porta duas vezes e fico esperando resposta.
-- Quem é? - Edward pergunta e me sinto uma idiota.
--Isabella! - Digo baixinho, mas sei que ele escutou por que não demora a abrir a porta — Esme...
Minha voz emudece quando eu vejo Edward. Ele está molhado com uma toalha enrolada em volta de sua cintura e um sorriso torto nos lábios que me faz babar. É, eu sei que devo estar com uma cara de idiota olhando para ele.

-- Admirando a vista? - Ele pergunta ousado.
-- Es...Esm...Esme disse que o jantar sairá às sete! - Digo depois de gaguejar um pouco.
Edward me olha com um leão pronto para dar o bote e agarrar a sua presa. Eu deveria ficar com medo, mas meu corpo reage de forma diferente, como se desejasse esse contanto com  ele, com se desejasse que ele me agarrasse...
-- Já vou descer boneca! - Ele pisca para mim e meu coração para de bater...
Continua...

2 comentários:

  1. já gostei e sei que sera mais uma delicia de fic pra nos encantar..

    ResponderExcluir
  2. gostou do inicio ai o que é que isto vai dar ! ameiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir