Jul M

Oi

sábado, 6 de abril de 2013

O Casamento -- O Novo Contrato -- Capitulo 19



"Às vezes, a melhor maneira de se encontrar é se perder na vida de alguém."
Tara Road - Aprendendo a Viver
O CASAMENTO!
A semana passou tão rápida que quando Edward se deu conta, já era sábado, o dia do casamento de seu primo. Por algum milagre que Edward desconhecia, ele estava se dando bem com o primo. Algo que poucas vezes aconteceu desde o momento em que o jovem Cullen se tornou homem feito.
Edward não gostou nada das suspeitas da policia. Ele já não via Maggie há algum tempo. Ele ficou indignado por ser um dos suspeitos por sua morte. Marcos pegou o depoimento dele e de Isabella. Ela se declarou como sendo o álibi de Edward no dia do crime. Afinal, eles realmente estavam juntos, apenas pularam os detalhes do que estavam fazendo naquela noite... Porém, ainda assim Marcos parecia não acreditar muito.
Isabella ficou chocada ao saber da morte de Maggie, algo que a deixou surpresa, quase sem fala, mesmo a jovem Swan não gostando nada de Maggie Scott, jamais desejou o mal para a bela moca que morreu em circunstâncias trágicas e sofridas. Edward não contou para Isabella como fora a morte de Maggie, ele não esteve lá, mas viu as fotos que Marcos lhe mostrou. A jovem Maggie tinha sido violentada, espancada e ao final de tudo, fora estrangulada. Quando os policias acharam o corpo de Maggie, ela estava sem roupas e o seu cadáver frio estava amarrado à cama, deixando-a completamente exposta... O rosto da jovem estava deformado por tantos hematomas e manchas roxas espalhadas por toda a sua face, o inchaço já se fazia presente em grandes proporções, ela se encontrava quase irreconhecível, porém um exame de DNA foi feito para a comprovação com os seus documentos que foram achados no quarto do hotel. O mais incrível de tudo, era que ninguém viu ou sabia de nada, as câmeras do hotel não conseguiram captar nada, nem na entrada e nem na saída do assassinato do quarto do hotel. Apenas algumas fotos de Edward foram encontradas no quarto, sem digitais, a não ser as de Maggie e havia ainda um cartão no qual constava o telefone do Cullen.
Até aquele final de semana, nada sobre o caso da jovem Scott havia sido esclarecido. No entanto, naquele dia tudo seria esquecido, Jasper Halle Cullen estaria se casando com Alice Brandon, uma jovem que pertencia a mais rica sociedade de Manhattan. O jovem Halle estava feliz, pois estaria se casando com a mulher que amava. Tudo estava perfeito, o grande jardim da casa do Cullen estava totalmente decorado e transformado em um perfeito conto de fadas, pois Carlisle ofereceu sua casa para a festa de casamento do sobrinho. Jasper, com a ajuda de Esme deixaram tudo perfeito, já que a noiva andava um tanto quanto passiva a esses detalhes básicos. Muitos deduziram que era apenas nervosismo, já que a jovem Alice muitas das vezes demonstrou estar alheia a tudo o que acontecia em sua volta. Porém tudo ficara pronto a tempo e logo mais, seria o “grande dia” para os dois. O jardim estava coberto por um longo tapete vermelho. Rosas vermelhas foram espalhadas por toda a área do jardim, as cadeiras e mesas foram muito bem dividas e o Altar estava coberto por rosas brancas e vermelhas, deixando tudo extremamente perfeito e lindo...
–- Fique calmo! - Carlisle advertiu o sobrinho — Ainda temos tempo!
Jasper estava nervoso, o que era de se esperar, visto que aquele era o seu casamento! Assim como todo noivo, ele também estava muito ansioso. Ele se mostrava simpático e sorridente a cada convidado que chegava a cerimônia, ele estava ao lado do seu tio e da esposa dele. Rose estava lá em um vestido vermelho sangue e os seus cabelos estavam cuidadosamente presos em um coque moderno, ela estava usando um colar de esmeraldas que cobria boa parte do seu decote generoso, seu batom era bem vermelho em seus lábios, deixando assim a sua marca a vista... Os pais da noiva já haviam chegado, o Sr. e a Sra. Brandon pouco falavam, mas sorriam gentilmente para os convidados assim como o noivo, que não via a hora de tudo aquilo acabar. Tony corria pelo jardim vestido a caráter para a grande cerimônia. Havia no local, mais duas crianças com quem Tony alegremente brincava, crianças essas que Isabella não sabia quem eram e nem quem eram os seus pais.
Bella estava ao lado de Edward em uma roda com outros homens que estava acompanhado por suas mulheres. Ninguém conhecido para ela, eles eram novos sócios e novos contratos de propaganda... Jasper fazia de um evento prazeroso um evento de negócios... Ele deixou Edward encarregado de tudo, para que cada negócio e novas contas fossem fechados em seu devido tempo e sem atrasos. Usando um terno escuro e grava Edward fugiu do tradicional smoking, deixando essa grandeza toda para o noivo. Bella usava um vestido estampado verde florido e seus cabelos estavam soltos, sua maquiagem era clássica e simples, nada muito chamativo, mas ainda assim despertou a atenção de muitos quando ela chegou, não só pelo fato de ela estar linda, mas sim o fato dela estar acompanhando Edward Cullen, fazendo dos dois um casal perfeito e admirável tanto de inveja quanto de elogios.
Quando o sinal fora dado, todos tomaram os seus postos, Isabella estava ao lado de Edward no Altar, Jasper havia convidado o primo e a namorada para serem as suas testemunhas, ou seja, seus padrinhos de casamento. Alice entrou acompanhada do pai, ela trajava um lindo vestido de noiva, que fugia ao tradicional. O vestido era branco, mas era muito curto, as pernas da jovem estavam a mostra e o véu da noiva era um chapéu branco com algumas flores o enfeitando. A maquiagem estava perfeita, mas o sorriso era diferente, o brilho dos olhos da noiva era diferente... Bella não conseguia tirar os olhos da noiva, no entanto não era pelo fato dela estar bonita, mas sim por achar que havia algo de muito estranho com a noiva. A cerimônia seguiu com todos os seus tramites, os votos dos noivos foram feitos, algo simples, mas que conseguiu fazer Bella chorar... Edward a consolou como sempre fez durante todas as vezes que ela chorava. Assinaram o livro todos às testemunhas e assim os noivos tornaram-se marido e mulher.
A festa seguia linda e organizada, Alice cumprimentava a todos, mas parecia fugir de algumas pessoas. Já era noite quando a noiva e o noivo dançaram a tradicional valsa e depois de então, a pista foi liberada. A noiva parecia elétrica, ela estava bebendo muito mais do que deveria, parecia que deseja mesmo ficar bêbada e ainda assim Alice se acabava na pista de danças... Jasper tentou conter a jovem algumas vezes, mas era como se nada fizesse a jovem que agora era a sra. Halle parar, ela estava disposta a encher a cara e era o que ela fazia. Com muito jeito, Jasper conseguiu retirar a noiva do salão e levá-la para o local onde passariam a noite de núpcias.
Bella estava sentada ao lado de Edward. Em sua mesa estavam presentes Peter e Charlotte, bem como Jane e Emmett em casal e Rose que era da família do noivo.
–- Você continua encantadora minha querida! - Peter elogiou Bella dando-lhe um doce sorriso — Edward meu caro, caso eu fosse alguns anos mais jovem e não fosse casado, eu roubaria ela de você!
–- Duvido muito que conseguisse! - Edward disse em um tom frio, mas contido — Porém, se quiser tentar fique a vontade, mais aviso desde já que minha Bella jamais daria chances a você.
–- Nunca se sabe! - Jane comentou jocosa — Peter tem seus encantos e assim como você, também tem muito dinheiro!
Todos à mesa se voltaram para Jane que fez um infeliz comentário, ganhando de imediato um olhar gelado de Edward que apertou a mãos de Bella sob a mesa onde estavam com as mãos dadas.
–- Só que Edward é muito mais jovial e muito mais disposto! - Bella disse sem baixar a cabeça — Lamento Peter, mas jamais trocaria essa beldade por você, nem por todo o dinheiro do mundo!
Peter gargalhou e bebeu um pouco de vinho limpando a sua garganta e sorrindo docemente para Bella.
–- Tem toda razão minha cara! - Peter assentiu — Além do mais, você nunca foi uma moça que admirasse o dinheiro! Noto como os seus olhos brilham quando olha para Edward. Você jamais me daria esse olhar, nem por todo o dinheiro do mundo. Seu comentário foi infeliz minha cara Jane! - Peter identificou — Todo mundo que aqui esteve ou que já tenha estado com esse casal, pode ver o quanto um é apaixonado pelo outro...
–- Peço desculpas! Minha intenção não era ofendê-la! - Jane contra argumentou com uma falsa inocência.
–- Sua intenção era me humilhar e me fazer passar por interesseira! - Bella desafiou a mulher em dois tons mais altos e já ficando de pé — Minha querida, eu não lhe direi umas boas verdades, porque acho que a noiva por si só já deu um belo espetáculo, mas lave bem essa sua boca imunda antes de fazer insinuações sobre a minha pessoa outra vez! Você não me conhecer e nem sabe nada sobre mim! - Bella deu dois passos para longe da mesa — Irei pegar Anthony e podemos partir!
–- Jane eu já te pedi uma vez! - Edward disse em seu tom frio e mais calculista ainda — Fique longe de Bella! Pare de provocá-la para o seu próprio bem – O rapaz ameaçou...
–- Ou se não, vai me tirar do seu caminho igual fez com Maggie Scott? - Jane perguntou pegando Edward de surpresa — Todos já sabem que Maggie foi morta e o único interessado nisso seria você!
–- Para a sua informação, eu não estive com Maggie no dia em que ela foi assassinada! - Edward disse entre os dentes — eu estava com a minha mulher fazendo amor... Agora se você continuar com isso, eu solicitarei que os seguranças a coloquem para fora — Edward ficou de pé — Mas antes de permitir esse escândalo no casamento de meu primo, eu prefiro me retirar, mesmo porque tenho coisas melhores para fazer, como ficar com a minha mulher e o meu filho. Senhores e senhoritas... - Com uma breve reverência, Edward saiu da mesa indo em direção a casa...
....
Bella levou Tony para a cama, o menino dormiu no caminho de volta para casa. Edward estava furioso, ele desejava esganar Jane, por ela ter levantando aquela calúnia em relação a sua mulher bem no meio da festa. Quando Bella voltou para a sala, Edward estava sentado no sofá com um copo de uísque nas mãos. Sua cara não era das melhores, sua gravata estava desfeita e os seus cabelos estavam mais bagunçados do que o normal.
–- Esta tudo bem? – Ela lhe perguntou caminhando em sua direção.
–- Não! - Edward disse bebendo de uma única vez a sua dose de uísque -- Jane disse que matei Maggie perante todos à mesa!
–- Ela fez o quê? - Bella questionou com a voz alguns tons mais altos que o necessário — Por que ela fez isso?
–- Por que eu defendi você! - Edward disse suspirando alto — Eu começo a achar que Jane será um grande problema.
–- Edward eu não sei o que dizer! - Bella comentou.
–- Não è sua culpa, è minha! - Edward apaziguou — Fui eu quem começou tudo isso, quando comecei a brincar com os corações das garotas com quem eu me envolvia...
–- Você estava com raiva do mundo! - Bella argumentou defendendo o amado.
–- Não tente arrumar desculpas Bella! - Edward disse olhando para ela com tristeza — Eu provoquei tudo isso, as consequências só estão chegando... Eu sempre tratei as mulheres como meros objetos de prazer. Usar e abusar delas era a minha meta e quando eu me cansava as descartava sem lhes permitir a menor chance de volta.
–- Isso não é motivo para ela acusar você de algo tão grave! - Bella disse — Eu sei que você não fez isso, você estava comigo e passou a noite toda comigo.
–- Eu sei! - Edward disse — Só espero que o detetive Marcus acredite nisso também.
–- Vem! - Bella o chamou oferecendo a sua mão para o namorado — Vamos dormir! Hoje o dia foi longo e o amanhã ainda não chegou... Vamos deixar tudo isso para pensar depois... Vem!
Edward apenas deu um sorriso torto e pegou a mão que a jovem lhe oferecia, ambos caminharam juntos de mãos dadas para o quarto. Bella o ajudou a tirar as suas roupas, peça por peça, o deixando apenas de cuecas. Os olhos de Edward estavam atentos a cada movimento da jovem Swan, mesmo com tantos problemas que começavam a lhe cercar, Edward não conseguia parar de desejar aquela mulher maravilhosa que estava bem a sua frente...
–- Acho que você está com roupas demais! - Edward comentou maliciosamente tocando as bochechas de Bella — Venha, deixe que eu tire esse lindo vestido de você. A propósito você está magnífica dentro dele, mas eu ainda lhe prefiro ao natural minha querida...

Edward fez com que Isabella ficasse de costas para ele e aos poucos começou a abrir o seu vestido, afastando os cabelos dela e beijando o seu pescoço, lhe causando arrepios e alguns suspiros. Com cuidado ele afastou as alças do vestido da jovem deixando então a peça fina e sofisticada cair no chão, revelando o corpo seminu da jovem Swan que trajava por baixo do vestido uma única calcinha de renda branca. No pescoço da jovem tinha um colar de ouro branco com um belo pingente de brilhantes.
–- Você é perfeita querida! - Edward sussurrava em seus ouvidos, as mãos do jovem já subiam por sua barriga indo para os seus seios, local em que elas se fecharam em concha — Perfeita para mim! Só para mim.
Voltando a beijar a jovem Swan no pescoço, ele seguiu com beijos quentes e prazerosos. As mãos de Edward trabalhavam habilidosamente nos seios de Isabella que tinha a cabeça apoiada nos ombros do rapaz e de sua boca, ela soltava pequenos gemidos de êxtase...

....
Isabella estava montada em Edward subindo e descendo sobre o seu membro, fazendo com que ambos gemessem um na boca do outro, já que os dois estavam presos em um beijo quente... Os movimentos de Isabella eram seguidos por Edward que movia os seus quadris junto com os dela, fazendo a jovem gemer a cada nova investida de seu membro rígido. 

Ele mergulhava cada vez mais fundo dentro da boceta molhada da mulher amada. Edward virou o corpo da moça a deitando de lado e voltou a penetrar a jovem, que estava ofegante e gemendo muito. Depois que Edward fez com que Isabella descobrisse o seu próprio corpo, a jovem ficou um pouco mais solta na cama, mas ainda tinha certos limites que a sua vergonha não a deixava ultrapassar...
–- Se toque! - Edward gemeu enquanto entrava nela mais uma vez e outra e outra...

Soltando gemidos cada vez mais altos, Bella fez o que Edward lhe pedira, ela começou a se tocar, primeiramente tocou os seus seios, depois suas mãos foram descendo até chegar ao seu clitóris, onde passou a o estimular ainda mais... Mais uma vez Edward mudou a posição do casal, deixando Isabella de quatro sobre a cama, ele voltou a meter nela por trás, segurando-a pela cintura e metendo cada vez mais forte dentro da jovem, fazendo o corpo da mulher balançar de tremores a cada nova investida, a cada novo movimento. 

O corpo de Isabella era manipulado por Edward de maneira que tudo o que a jovem fazia era gemer e gritar chamando o nome do amado. A boceta de Isabella começou a apertar o membro do jovem deixando os movimentos ainda mais difíceis para ele. O seu membro já começava a entrar com certa dificuldade, já que a jovem era apertada por natureza e ficava ainda mais apertada quando estava preste a gozar... 

Pegando ela de surpresa, mais uma vez Edward mudou de posição, fazendo Bella se deitar na cama e colocando uma das pernas da jovem em seus ombros, ele voltou a penetrá-la com vontade, cada vez com mais força e mais desejo, fazendo ambos gemerem de prazer e nesse ritmo implacável, ambos estavam gritando juntos ao chegarem ao clímax intenso...

Os corpos estavam suados e ambos estavam ainda conectados, a respiração dos dois estava acelerada e eles ofegavam... Edward conseguia ouvir o barulho do coração da jovem Swan, que tinha os olhos fechados. A boca de Edward deu vários beijos no colo de Isabella, causando mais arrepios no corpo da adorada.
–- Você é como uma droga! - Edward disse quebrando o silêncio — Eu vou sempre querer mais de você! - Edward beijou os seus lábios e se retirou de dentro dela fazendo ambos gemerem — Venha, vamos dormir já está bem tarde!
Bella não disse nada, apenas aceitou de bom grado o abraço carinhoso do jovem e descansou a sua cabeça no peito do namorado, sentindo o subir e descer de suas respirações, enquanto ambos voltavam ao normal. Ela sabia que muitas coisas estavam mudando, mas o amor dela por ele só estava aumentando ainda mais e o medo de perder o jovem Cullen estava presente em seu peito, em sua mente.
Continua...

Um comentário:

  1. Taa maravilhoso... Estou ansiosa pelo proximo capitulo !!!!!

    ResponderExcluir