Jul M

Oi

sábado, 6 de abril de 2013

Epilego


Epílogo

A boca de Isabella sugava com força o pau de Edward que a cada nova sucção da jovem, enfiava com mais força ainda dentro da boca dela, fudendo devidamente a boca gostosa da sua mulher. As mãos de Edward estavam presas aos cabelos da jovem e os gemidos que saiam de suas bocas eram cada vez mais altos. Sorte que não havia ninguém em casa além deles...
–- Bella para agora ou eu vou gozar em sua boca! - O tom mandão estava presente, Isabella já o reconhecia muito bem — Ai! Sua cachorra! - Edward disse dando uma tapa leve no rosto dela, Isabella o tinha mordido de leve.
Depois que o pequeno Nick fez um ano, parece que Edward e Isabella ficaram pior ainda... Bella estava acostumada com o tom mandão do marido principalmente na cama. Edward sabia ser carinhoso, mas também sabia ser selvagem, porém era Isabella quem sempre escolhia e naquele momento as coisas estavam bem selvagens entre eles.
–- Nada de morder sua cachorrinha! - Edward disse fazendo carinho no rosto dela e a puxando para si, para depois colocá-la de pé -- De quatro na cama! - Edward disse dando uma tapa forte na bunda dela.
Isabella mais do que depressa correu e ficou de quatro, nesse um ano de casada com Edward as coisas só ficaram melhores, ela poderia dizer que virou uma depravada completa. Mas quem não viraria sendo casada com Edward Cullen?
–-Hummm! Adoro ver você assim! - Edward disse caminhado em direção ao closet e pegando algo lá dentro — Você fica ainda mais gostosa! E o meu pau fica doido para te comer sua safada! - Edward dava tapinhas nas mãos de Isabella, a jovem estava se tocando... — Nada disso, já falei Isabella! Não seja teimosa ou essa bunda vai ganhar uma bela tonalidade vermelha.
Bella gemeu frustrada demais, mas logo sentiu algo gelado em seu ânus, ela já sabia o que iria acontecer. Os dedos de Edward trabalhavam talentosamente no seu buraquinho. Fazendo ambos gemeres de prazer.
–- A minha cachorrinha tá doida pra leva pau! - Edward disse penetrando o dedo dentro de seu ânus — Mas eu tenho algo aqui pra você...
Edward retirou seu dedo de dentro da jovem e pegou um plug anal que estava encima da cama. Passando o objeto gelado entre as nádegas da jovem, fazendo Isabella suspirar, ele circulou a entrada da menina e por fim, depois de torturá-la com a expectativa, Edward enfiou o plug no ânus de Isabella fazendo a jovem gemer alto...
–- Sabia que você iria gostar sua cachorra! - Edward dá um beijo na bunda dela e se posiciona atrás dela esfregando o seu pau na boceta melada de Isabella, a provocando ainda mais — Agora eu vou te comer minha cadelinha gostosa! - Edward diz dando tapinhas na bunda da amada e metendo o seu pau com tudo na boceta dela — Merda! - Ele geme entre dentes — Você continua apertada!

–-Oh! - Isabella gemeu em resposta a ele.
Os movimentos de Edward estavam sincronizados com os do plug que estava enfiado até o talo dentro do rabo de Bella. Edward se movimentava e com uma das mãos movimentava o plug, fazendo com que ele entrasse e saísse de dentro da jovem, assim como o seu pau fazia... Isabella gemia e gritava ao mesmo tempo, ela sabia que quando Edward estava assim a noite prometia. Nick tinha ficado para dormir na casa dos avós. Talvez Edward tenha planejado tudo para ter a casa só para eles.
–- Vamos lá boneca! - Edward diz acariciando a bunda de Isabella — Senta essa boceta no meu pau!
Isabella gritou e começou a se mover junto com Edward, fazendo com que ambos gemessem, a mão livre de Edward passou para frente, beliscando o clitóris da jovem, ele fez com que Isabella gozasse no seu pau, gritando o seu nome bem alto.

–- Mais já! - Edward disse retirando o plug anal do ânus de Isabella — A minha cadelinha já cansou! Não acredito nisso!
Edward jogou o plug anal no chão e virou o corpo de Isabella deixando a jovem de barriga para cima, ofegante e corada!
–- Você não imagina o quanto está bonita minha querida! - Edward diz afastando as pernas da jovem — Está com cara de quem foi muito bem fudida!
Bella dá um sorriso, mas ela não tem forças para abrir os olhos e encará-lo.
–- Você é um depravado! - Bella disse dando um sorrisinho matreiro.
–- Sou mesmo e você gosta muito disso! — Edward disse — Agora fica quietinha que eu vou te comer toda hoje!
Edward abriu as pernas de Isabella deixando à mostra a sua bocetinha vermelha e inchada. Edward não perdeu tempo e caiu de boca. Chupando com força o clitóris da jovem e a penetrando com a sua língua. Bella gritava de prazer, enquanto Edward continuava a sua implacável tortura, deixando a menina ao ponto do desespero.

 Quando ele sentiu que ela estava preste a gozar, ele parou, levantou o rosto sorrindo para a menina e lambendo os lábios sujos pelo prazer da jovem.

–- Sempre gostosa Sra. Cullen! - Edward disse passando a ponta dos dedos na boceta melada de Isabella — Vamos ver o que eu posso fazer por você agora! Tenho certeza que sua bocetinha ainda quer o meu pau...
Bella gemeu enquanto Edward tinha uma cara fingida de pensativo, mas no canto dos seus lábios, estava um sorriso travesso.
–- Primeiro quero você sentada no meu pau! - Edward exigiu — Depois quero ver você cavalgar gostoso! - Edward puxou Isabella, fazendo com que ela se sentasse em seu colo — Vamos lá gostosa, me mostra que você é uma boa putinha e me monta! - Edward provocou.
Bella segurou o membro de Edward nas mãos e o direcionou para a sua entrada, sentando sobre ele e fazendo os dois gemerem. 

Bella começou a se movimentar devagar, bem devagar. Ambos estavam ofegantes. Isabella estava gostando da tortura com suas reboladas gostosas. 

Quando Edward se viu louco e levado pelo desejo, ele deu uma tapa na bunda de Isabella, enrolou os cabelos dela no punho e mordeu os lábios dela.
–- Eu mandei você montar em mim! - Edward disse em seu tom mandão de sempre — Senta essa boceta no meu pau, quero ver você gozar!
Isso foi o bastante para que Isabella perdesse o controle que lhe restava. Soltando um gemido, Bella passou a montar nele com força, gemendo alto e quicando sobre o seu colo. A cada novo movimento uma onda de prazer tomava conta dos dois. Isabella mexia os quadris de várias formas e de vários modos, o que deixava Edward louco. A boceta de Isabella começava a apertar o pau de Edward o que deixou claro que a jovem gozaria logo. Bella jogou a cabeça para trás rebolando e gemendo ainda mais alto. Edward segurou forte em sua cintura e passou a mover os quadris mais rapidamente, dando investidas fundas e fortes, fazendo Isabella gritar.

 Quando não tinha mais jeito e ela percebeu que não iria conseguir mais adiar, Isabella gozou gritando o nome do marido e deixando o seu corpo cair sobre o de Edward. Ele girou na cama dando mais algumas investidas, Edward retirou o seu pau de dentro de Isabella e começou a massagear o seu membro. Até gozar em sua barriga, deixando uma parte do seu gozo escorrer pela boceta da jovem.


Isabella tinha o rosto corado, os lábios estavam entre abertos e ela se encontrava bem ofegante. Edward não estava diferente, mas ainda conseguia ficar de pé, coisa que Isabella não conseguiria tão cedo ou pelo menos durante algumas horas. Edward caminhou até o banheiro e depois voltou com uma toalha na mão para então limpar todo o seu gozo do corpo de Isabella que ainda se mantinha deitada na cama do mesmo jeito que fora deixada. De barriga para cima com o rosto corada, lábios entre abertos e olhos fechados.
–- Quantos meses? - Edward perguntou passando a toalha semi úmida no corpo de Isabella.
–- De que você está falando? - Bella perguntou aos sussurros com a voz tremula.
–- Ah, por favor, Isabella! - Edward disse — Não tente me fazer de bobo, eu melhor do que ninguém, conheço o seu corpo! — As mãos de Edward ainda estavam no corpo de Isabella, subindo para os seios e se fechando em volta deles — Seus seios estão maiores, seus quadris estão mais largos! - Edward comentou — Quando pretendia me contar?
Bella suspirou alto, como ela poderia ter pensado que conseguiria esconder isso dele. Ainda mais sabendo que ele conhecia muito bem seu corpo, melhor talvez do que ela mesma. Com um sorriso tímido nos lábios, Isabella abriu os olhos, Edward tinha um olhar sobre ela.
–- Você está bravo? - Perguntou tímida e com certa inocente.
–- Talvez! - Edward disse — Quando iria me contar?
–- Eu não sabia até ontem! - Bella disse — A doutora Laura me disse ontem! - Bella mordeu os lábios — Não sabia como você iria reagir afinal Nick ainda é um bebê.
–- Verdade! - Edward disse se deitando ao seu lado, deixando a toalha molhada cair ao lado da cama — Pelo visto não há mais nada que possamos fazer. Você já está grávida!
–- Sinto muito! - Bella sussurrou.
–- Vamos cuidar dele ou dela Bella! - Edward disse puxando para os seus braços a esposa — Você me pegou de surpresa de novo, mas não posso culpar você por isso, também tenho culpa! - Edward deu um sorriso — Vamos ser pais de novo!
–- Sim, vamos!
–- Quantos meses? - Edward perguntou.
–- Vou fazer dois! - Bella disse.
–- Será outro Nick?
–- Não sei, eu espero que seja menina! - Comentou.
–- Eu também, assim terei mais uma boneca linda para cuidar! - Edward beijou os seus lábios.
–- Eu te amo! - Bella sussurrou.
–- Eu também amo você! - Edward disse fazendo um carinho em seu rosto — Mas vou ter que aproveitar, antes que essa barriga aqui fique grande demais! - Edward disse mordendo os lábios e passando as mãos pela barriga da menina — Se bem que você fica muito gostosa quando está grávida! - Ele piscou e ficou por cima dela — Pronta para a segunda rodada Sra. Cullen? Porque eu estou prontinho!

E de fato, Edward em um movimento rápido e único estava dentro de Isabella. Fazendo a jovem gemer com a sua invasão repentina e prazerosa, algo bom que ela sabia que seria dela para sempre. Isabella não tinha do que se queixar, ela sempre soube desde o momento em que seu olhar cruzou com o de Edward naquele escritório, que sua vida ao lado dele jamais seria um tédio. Edward sempre seria seu grande amor assim como ela o grande amor da vida dele. Mas de todas as coisas que podiam acontecer com eles, a melhor foi eles ficarem juntos em um “tempo” que por eles fora batizado de “para sempre”. E na dança mais antiga existente no mundo, ambos seguiram movimentando os corpos em um ritmo lento e prazeroso que logo levariam os dois ao limite do prazer e ao clímax perfeito...

E o que mais posso dizer? Que eles viveram felizes para sempre...
THE END...


"Quando você realmente ama alguém e você vai pra cama com ela, você sempre quer dar mais do que somente sexo." - Robert Pattinson.

"Eu a amo desde o dia em que a conheci, mas não me permiti sentir isso até hoje, estava sempre um passo a frente, tomando decisões para nos livrar do que tememos. Pelo que aprendi com você hoje, cada escolha foi diferente, e minha vida mudou completamente. Aprendi que quando se faz isso, vive-se inteiramente. Não importa se tem 5 minutos ou 50 anos. Samantha, se não fosse por hoje ou por você, nunca conheceria o amor. Obrigado por ser a pessoa que me ensinou amar... e ser amado."
( Frase do Filme Antes Que Dia Termine)

2 comentários:

  1. Onde vc consegue essas imagens ?

    ResponderExcluir
  2. Essa é a quarta vez que eu estou lendo essa fic... |Eu amei muito poder acompanhar ela... Nnca consegui comenta, agora que eu aprendi como faz para deixar o comentário, pode ter certeza que vou comentar sempre..
    Beijos ;))
    ♥"

    ResponderExcluir