Jul M

Oi

sábado, 23 de fevereiro de 2013

O Casamento -- O Novo Contrato -- Capitulo 15



“Você enfeitiçou meu corpo e minha alma, eu te amo, te amo, te amo!”
                           – Orgulho e Preconceito, 2005


MOMENTOS!


 O corpo de Edward estava por cima do corpo de Isabella, ambos se moviam em um ritmo lento e prazeroso. Os gemidos eram abafados pelas bocas de ambos que estavam coladas uma na outra. As mãos de Isabella estavam nos cabelos de Edward, o seu corpo se movia em uma perfeita sincronia ao dele. Pela primeira vez, em muito tempo, eles estavam fazendo amor! Não era sexo era amor e Edward estava sendo muito mais carinho do que de costume. A cada nova investida os corpos dos dois tremiam juntos. A cada nova gota de suor que brotava em suas peles, a demonstração de que estavam prestes a chegar ao clímax. E foi o que aconteceu, em uma cadência calma e lenta, mas cheia de amor, ambos gozaram liberando o prazer e se entregando por completo um ao outro.


--Eu amo você! - Isabella sussurra feliz.

A menina estava deitada com a cabeça no peito do rapaz, sentindo as pontas dos dedos dele em suas costas em um carinho feito com muita delicadeza e devoção.

-- Eu também amo você! - Edward diz e beija os cabelos dela — Acho que gostei de você desde o começo! Você era tão teimosa e tão assustada com as coisas do mundo! - Edward a abraça com força — Eu senti vontade de te proteger, mas estava determinado a não me envolver.

-- E o que mudou? - Isabella pergunta radiante.

-- Você! Você mudou tudo! - Edward assente dando mais um beijo em seus cabelos — Eu odeio ter que estragar esse momento, mas temos que voltar, Tony está com Sue e já é tarde.

Fora como levar um choque, Bella saltou para fora da cama, catando suas roupas. Ela sempre agiria assim quando o assunto fosse Tony? Nem ela mesma saberia dizer, mas o sentimento que ela nutria pelo menino era o de amor de mãe. Edward acompanha a namorada e em menos de quinze minutos ambos estavam banhados e vestidos. Bella sentiu o seu rosto rubro quando Edward fora fechar a conta do motel. Sim, estavam com tanta presa que acabaram entrando no primeiro motel que viram no caminho. Assim que Edward voltou para perto dela ambos seguiram para casa.
....
O sol já entrava pela janela quando Tony invadiu o quarto dos pais que ainda dormiam. O menino estava tão animado que se jogou encima do dois com tudo correndo o sério risco de se machucar.

-- Ooootchu! - Edward grunhiu acordando atordoado — Tony você não deveria fazer isso! Pode se machucar! - Edward o adverte, passando as mãos pelo rosto.

 Ambos estavam pelados por baixo das cobertas, a noite deles fora longa... Edward e Isabella ainda transaram e também fizeram amor quando chegaram a casa. Esse era o principal motivo de estarem tão cansados, foram dormir quando o dia começava a nascer...

-- O que é isso? - Tony pergunta apontando para o membro de Edward que estava caído e sem vida.

-- Essa mesma coisa que você tem aqui no meio das suas pernas! Edward disse divertido tocando o membro de Tony por cima do seu pijama — Só que o do papai já é grande! - Edward completa, era impossível não notar o orgulho na voz dele.

Nessa hora Isabella se mexeu na cama deixando um pouco do lençol que cobria o seu corpo escorregar, permitindo a visão de suas costas nuas e de uma parte do seio direito, algo que Tony não deixou de notar.

-- Mamãe tem peito grande! - O menino cometa fazendo Isabella acordar  de vez.

-- Merda! - Bella xinga e olha para Tony que tinha uma mão na boca e outra balançando como se ela tivesse feito algo errado — Desculpe-me! - Ela sussurra assim que percebeu o que tinha dito — A porta estava aberta?

-- Acho que esquecemos! - Edward anui ficando de pé, já pegando a sua cueca e a vestindo — Venha Tony deixe a mamãe se vestir! - Edward pede e pega o menino em seu colo sorrindo ladino — Os peitos da mamãe são grandes e gostosos!

-- EDWARD! - Isabella grita e ele corre junto com o menino para fora do quarto.
...

-- Definitivamente você tem que parar de dizer essas coisas para o Tony! - Bella dá uma bronca em Edward enquanto coloca a jarra de suco sobre a mesa — Ele só tem cinco anos Edward e você fala com se ele fosse um adulto.

-- Tony vai crescer Bella! - Edward pondera. O menino estava em sua uma cadeira ao lado da mãe — É bom que ele seja educado para isso desde  cedo, assim não cometerá mancada quando grande! — Edward dá de ombros... — Eu não vejo nada demais em dizer essas coisas para ele, não vou contar mentiras e nem me venha com essa de cegonha, é ridículo!

O rosto de Isabella estava em vermelho vivo, à menina estava morrendo de embaraço e raiva. Edward não tinha a menor  vergonha e se ela deixasse ele daria um manual de sexo para menino que só tinha cinco anos. O resto do café fora calmo, Tony terminou e foi brincar no jardim. Bella ficou  preparando o almoço na cozinha. Charlie viria para visitá-los. Edward estava preso no escritório resolvendo alguns assuntos sobre as novas campanhas. Quando Charlie chegou, Edward fez companhia ao futuro EX e novamente sogro, assim como Tony conversou animadamente durante horas com Charlie, a quem passou a chamar carinhosamente de vovó Charlie, fato que deixou Charlie todo bobo e encantando pelo menino. Quando o almoço fora servido estava tudo perfeito, Bella tinha feito algo simples, porém delicioso para todos saborearem, ela preparou um escondidinho de frango com arroz e salada de verduras na chapa. Para a sobremesa, ela aprontou um maravilhoso pudim de chocolate, já que era o predileto de Tony. Quando o almoço chegou ao fim Edward e Charlie sentaram-se na sala para tomar uma dose de um licor que Edward tinha comprado no tempo em que Isabella e ele ainda eram casados. A conversa com Charlie corria fácil, mas Edward não podia esquecer que Charlie ainda estava meio chateado com tudo o que havia acontecido entre ele e Isabella.

-- E o que vão fazer dessa vez? - Charlie perguntou preocupado — Porque segundo a lei vocês ainda estão separados!

-- Charlie, eu sei que já disse isso para você uma vez! - Edward articula — Mas estou falando a mais pura verdade, eu amo a sua filha e somente a quero fazer feliz!

-- Sim! Você disse isso da primeira vez, e, no entanto, vocês se separaram!

-- Eu sei! - Edward assente — Contudo, eu estou aqui! Eu estou lutando para não a perder de novo! - Edward olha para Charlie que suspirava nervoso, por mais incrível que parecesse... — Quero me casar de novo com Isabella. Eu a quero como minha única mulher, mãe do Tony e dos outros filhos que ainda poderemos ter. Eu vou lutar por isso, custe o que custar... — Charlie fixou o seu olhar em Edward e pareceu supresso com a sinceridade do rapaz — Deixei Bella partir uma vez da minha vida, mas duas, eu não vou deixar...

-- Eu só quero que você faça a minha filha feliz! - Charlie diz sincero — Ela já sofreu demais, não a faça sofrer de novo!

-- Darei minha vida para que isso não aconteça Charlie! - Edward promete — Eu amo a sua filha! Somente desejo o bem dela, assim como você, sem dor e sem sofrimentos. Eu cuidarei disso pessoalmente — Edward fica de pé — Por favor, me acompanhe até ao meu escritório, quero conversa com você algo sério!
...
Charlie fora embora no final da tarde, Bella estava com Tony no jardim, o sol ainda estava se pondo quando Edward chegou e se juntou a eles.

-- Carlisle ligou! - Edward diz sentando-se atrás de Isabella na  espreguiçadeira e a abraçando forte — Ele nos chamou para jantamos em sua casa. Festinha para Jasper, afinal, ele se casará na semana que vem.

-- Por mim tudo bem! - Bella diz se aconchegando nos braços dele, enquanto Tony brinca sentado no chão com um carrinho bate-bate...

-- Tudo bem! - Edward concorda — Não vamos demorar muito por lá! – Ele comunica — Apenas não quero bancar o filho desmancha prazeres ou o primo chato – Ele ri.

-- Muito nobre de sua parte! - Isabella anui rindo — Porém duvido muito que alguém se influa com isso!

-- O que você quer dizer? - Edward pergunta olhando para ela.

-- Que você já tem fama de chato! - Ela estava gargalhando divertida.

-- Que gentil da sua parte amor! - Edward diz cínico e a ataca fazendo uma divertida guerra de “cosquinhas” por todo o corpo da jovem.

-- Não! Edward pare! - Bella diz se contorcendo nos braços dele.

-- Aaaah!  - Tony grita batendo palmas — Cosquinhas na mamãe! Papai eu também quero fazer cosquinhas na mamãe!

Não havia duvidas que fossem perfeitos juntos! Mais ainda havia muita coisa sobre o passado de Edward que Isabella não sabia! O único problema era saber se Edward iria querer falar sobre isso com ela. Eram uma  família feliz! Edward já tinha deixado bem claro para Charlie que não perderia Isabella de novo e estaria disposto a tudo para que isso não acontecesse...

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário