Jul M

Oi

sábado, 2 de fevereiro de 2013

O Casamento -- O Novo Contrato -- Bônus!


BÔNUS 

FUCKING HOT!!!

De alguma forma Isabella sabia que aquele dia seria “quente”, ou quem sabe até mesmo, “apimentado”! Quando acordou sentiu em suas entranhas que havia algo místico, incógnito pairando no ar. Na noite anterior, havia ficado até tarde falando com Edward ao telefone. Havia motivos de sobra para ela estar esperançosa, o namorado e futuro noivo, havia lhe PROMETIDO uma noite cheia de surpresas. Isabella se espreguiçou na cama, era sábado, ela não tinha que trabalhar, algo lhe dizia que o dia prometia...
 Bella rolou na cama e suspirou lembrando-se das imagens de duas noites atrás quando ela e Edward estavam naquela mesma cama.

Flash Black On.

Bella estava em cima de Edward, ambos ofegantes e gemendo, as mãos de Isabella estavam caídas sobre a cama, Edward metia nela com força, fazendo a menina gemer seu nome cada vez mais alto. O corpo de Isabella ficou tenso quando ela sentiu Edward circulando seu buraco sensível e intocado com a ponta dos dedos, ele acariciava o ânus da jovem. Com movimentos circulatórios na entrada e com cuidado, ele começou a introduzir seu dedo dentro dela.

-- Relaxa Bella, eu não vou fazer nada que você não queira! - Edward sussurro em seu ouvido carinhosamente — Apenas relaxe e sinta...

Aos poucos Isabella se deixou levar pelos toques e pelos movimentos ritmados que Edward fazia, entrando e saindo de dentro dela. A moça gemia prazerosamente, ela chegava a urrar descontroladamente até que ela gozou gritando o nome de seu homem... Não demorou muito para que Edward gozasse também, sentindo o corpo de Isabella tremer encharcado com sua semente...

Flash Black Off

Após um banho relaxante e um café da manhã delicioso, Bella resolveu navegar na internet e fazer algumas pesquisas em seu moderno PC, presente de Edward. Ela estava concentrada em suas buscas cibernéticas quando ela ouve o sinal de alerta de e-mail sendo recebido, a sua atenção imediata vai para a caixa de e-mails.

De: Edward Cullen
Assunto: Mais Tarde!
Data: 02de fevereiro de 2013 às 09h45min
Para: Isabella Swan.
Fique linda para mais tarde, passo para pega você às 18h, não se atrase ou estragará a surpresa que preparei parta você...
         E.C
Sem conter um sorriso bobo que aparece em sua face, Bella mais do que depressa responde o e-mail do rapaz.

De: Isabella Swan
Assunto: Curiosa!
Data: 02 de fevereiro de 2013 às 09h47min
Para: Edward Cullen
Querido namorado,
Posso pelo menos ter uma pista de qual será a minha surpresa ou vai me deixar às cegas até a hora marcada?
         Sua Bella

Não demorou muito para a resposta chegar!

De: Edward Cullen
Assunto: Você!
Data: 02 de fevereiro de 2013 às 09h50min
Para: Isabella Swan
Querida namorada!
Adoraria contar para você o que é,
Mas aí não seria mais uma surpresa!
Acredito que um bom mistério é sempre excitante. Não acha?
              E.C

Isabella balança a cabeça e responde em seguida...

De: Isabella Swan
Assunto: você, você e você...
Data: 02 de fevereiro de 2013 09h53min
Para: Edward Cullen
Você e suas surpresas. Aguardo ansiosa para ser surpreendida!
Beijos, eu tenho que sair agora...
  Sua Bella
....

Bella passou o resto do dia agitada. Mesmo tendo ido visitar o seu pai, não deu para esconder o nervosismo que a estava corroendo por dentro. Assim que voltou para a sua casa tratou de começar a se preparar para o seu encontro de logo mais a noite, era apenas 16h40min, mas ela estava tão ansiosa que precisou começar a se arrumar mais cedo. Começou pelas pernas, ela as depilou cuidadosamente, depois seguiu o mesmo processo em sua virilha e outras partes de seu corpo, retirando o excesso de pelos deixando sua pele lisinha como a de um bebê. Lavou os cabelos e deu um tratamento especial ao seu corpo, fez uma esfoliação profunda e depois massagem com creme de morango com champanhe. Ela queria estar linda e macia para aquela noite, pois ela sabia que a surpresa de Edward envolveria sexo e queria muito o agradar nesse quesito. Ficou feliz por ter sido convencida por Vic em ir a um salão de beleza na sexta, onde havia feito um leve corte nos cabelos, apenas ajuste de pontas, pintado suas unhas e uma limpeza de pele para retirar as células mortas, dando a sua face mais vida. Quando saiu do banheiro secou delicadamente seus cabelos e tentou arrumar da melhor forma possível as madeixas rebeldes. Assim que terminou foi escolher a roupa que vestiria naquela noite. Passou quase uma hora para decidir o que usaria, colocou várias peças sobre a cama para no final escolher um vestido branco e preto com bordados em dourado na altura do pescoço. Cabelos soltos maquiagem leve, Isabella terminou de se arrumar calçando um belo par de sapatos de saltos alto. Ela desceu as escadas da casa e se dirigiu a sala de estar, local aonde esperaria por Edward que desta vez foi super pontual.

-- Você está simplesmente linda! - Ele disse enquanto admirava a linda morena em pé à porta — Podemos ir?
--Claro! Só me deixe pegar a minha bolsa.
Quando Isabella voltou, Edward a conduziu para o carro e a ajudou a entrar no veiculo. Edward ainda não havia lhe dito que eles estavam indo para o apartamento dele, no carro tocava uma música calma e agradável, Isabella ainda se sentia nervosa.
-- Para onde vamos? - Ela perguntou tentando quebrar o silêncio e conter a sua ansiedade.
-- Minha casa! - Edward deu seu melhor sorriso torto para ela, depois pegou as mãos da namorada as levando a sua boca e ali distribuindo beijinhos carinhosos.
Até chegarem ao apartamento do rapaz, o caminho foi feito em um silêncio confortável, Edward como o bom cavalheiro que era, ajudou Isabella a sair do carro e a conduziu para o elevador. Só voltaram a conversar quando pararam no andar do maior.
-- Preciso que feche os olhos! - Edward explicou — Será algo rápido, eu prometo!
Lançando um sorriso para ele, Isabella fechou os olhos e Edward enfim abriu a porta do apartamento. Na grande sala de estar, havia uma mesa preparada para um jantar à luz de velas, tudo estava tão romântico e clássico, o local possuía um clima agradável envolto por um bálsamo adocicado que se podia sentir pela casa toda. As velas aromáticas estavam espalhadas estrategicamente pela sala, deixando tudo tão lindo e agradável.
-- Pode abri os olhos!—Isabella ficou surpresa quando viu o que Edward havia preparado para ela, e ainda mais surpresa ao ver as lindas rosas amarelas que o maior tinha em suas mãos as oferecendo a menor com o sorriso torto preferido dela — Para você minha querida!
A emoção estava contida no rosto de Isabella, ele conseguiu mais uma vez surpreendê-la. Pegando as mãos da jovem, Edward a conduziu a mesa de jantar que ele fez questão de preparar especialmente para ela...

Um par de brincos ficou esquecido na saída da sala de estar. A calcinha que agora estava rasgada fora deixada no meio da sala, o corpo de Isabella estava de encontro à parede sendo devidamente preenchido por Edward. A boca do jovem devorava a dela de forma gulosa e prazerosa, fazendo Isabella arfar por ar e ofegar de desejos. A cada nova investida do rapaz dentro dela, ele ganhava roucos gemidos dos lábios da moça. As mãos de Isabella estavam nos cabelos dele. Ela os puxava e gemia em perfeita sincronia com a dança de seus corpos. As costas dela subiam e desciam escorregando pela parede. O vestido estava encolhido em sua cintura.


-- Vamos baby goze para mim! - Edward gemeu em seu ouvido investido mais uma vez com força dentro dela.
-- Aaaaah! Bellllaaa - Ele gemeu gritando e sentindo todo o seu corpo tremer e todo o seu prazer ser liberado dentro do músculo pulsante da menor ao mesmo tempo em que ela seguia o mesmo caminho que ele...
 Ofegantes, ambos estavam sentados no chão da sala, Isabella no colo do rapaz, as mãos dele faziam carinho nas costas dela achegando-a mais de encontro a ele.
-- A sobremesa estava um delicia! - Edward sussurrou de forma sexy, fazendo Isabella sorrir e corar ao mesmo tempo — Acho que quero novamente.
....
O vestido de Isabella ficou jogado na escada, seu corpo estava sobre a cama e seus olhos fechados enquanto se deliciava com a sensação de ter a cabeça de Edward no meio de suas pernas. A menina mantinha as mãos nos cabelos macios e sedosos dele, enquanto era devidamente torturada e atacada pela língua ágil e quente do homem amante. Os gemidos saiam da boca dela como gritos e Edward não parava suas investidas profundas. Chupando, mordendo e torturando o clitóris dela, ele também ia metendo seus longos dedos dentro dela em assaltos lentos e bem gostosos. E pelos gemidos de Isabella era algo enlouquecedor, seus lábios estavam entre abertos e a cada nova invasão do namorado, seja com sua língua ou seus dedos mágicos a jovem berrava sem plenos pulmões.

O corpo de Isabella começou a ter leves tremores para logo em seguida desabar na cama entre gritos e gemidos, ela chamava pelo nome do homem que a comia com a boca. Ela tinha acabado de gozar fazendo uma grande barafunda.
-- Tão saborosa Srta. Swan! - Edward sussurrou subindo e beijando o corpo da mulher por completo — Esta com uma carinha ótima! - Ele disse dando um beijo na boca da amante, fazendo com ela experimentasse o seu próprio gosto.
Isabella suspirou alto quando Edward desgrudou sua boca da dela, apenas para mudar de lugar, agora ele estava beijando seu pescoço e mordendo sua pele que já queimava ansiando o que ainda viria...
-- Você vai me matar desse jeito! - Isabella sussurrou levando às mãos dela para os cabelos dele já os puxando de leve.
-- Uma morte prazerosa Srta. Swan! - Ele sussurrou sexy.
-- Muito prazerosa! - Bella assentiu e girou na cama ficando por cima de seu homem já lhe segurando os braços sobre a sua cabeça — Agora o que vou fazer com você? - Bella provocou sedutoramente.
-- Sou todo seu, minha querida! - Ele sussurrou hipnotizado... — O que vai fazer agora? - Ele a provocou...
-- Vou fuder você com a minha boca!
Bella fez um caminho de beijos com a sua boca em todo o corpo másculo de Edward, dando uma mordidinha aqui, uma chupadinha acolá e simplesmente fazendo Edward gemer alto e ofegar sem ar... Até que ela conseguiu capturar o grosso e enorme membro do gostosão em sua boca. Passando sua língua por todo o comprimento, chupando a cabeça envolta a um pré-gozo saboroso e mordiscando de leve a pele para enfim colocá-lo todo em sua boca.
Os gemidos de Edward eram altos demais, os arremetes de Isabella cada vez mais fortes e mais rápidos o fazendo gemer e pulsar ainda mais. Ele puxava levemente os cabelos de Bella, enquanto ela o estava fudendo devidamente com a sua boca. Ela relaxou a garganta para cada vez mais o aceitar inteiro dentro de sua boca carnuda e macia.

-- Bella, Bella para se não eu vou gozar! - Edward gritou para alertá-la, mas apenas recebeu olhares maliciosos da jovem que continuou em sua ofensiva prazerosa... — Aaaahhhh!
O gemido dele ecoou ruidosamente pelo quarto e o seu corpo caiu pesadamente sobre a cama deixando a boca de Isabella cheia com o seu gozo. Os olhos castanhos estavam brilhando e de um jeito sexy e provocante Bella engoliu toda a porra do rapaz de forma ousada e passando a língua pelos lábios, chupando o pouco que tinha escorrido...

-- Você tem um sabor ótimo! - Ela segredou e deu um enorme sorriso sem deixar de corar.
-- Ah, Srta. Swan! Nada pode ser comparado ao seu gosto!
Ele a puxou dando-lhe um beijo cheio de desejos e urgência, sentindo o seu próprio gosto na boca da jovem. Aprofundando sua língua dentro da boca da amante fazendo ambos gemer de prazer.
....
O céu começava a ficar claro e o sol começava a nascer no horizonte. Era o amanhecer de um novo dia... Às mãos de Edward passeavam livremente pelo corpo da bela morena encolhida ao seu lado, ele a beijava com devoção e carinho. Edward usava a mesma camisa da noite anterior, enquanto Isabella vestia uma blusa branca colada ao corpo.

-- Ainda está cedo! - Edward sussurrou contra o ouvido de Isabella.
-- Eu sei! - Ela anuiu — Estou sem sono!
-- Eu também!- Ele mordia delicadamente a orelha dela — Você está sem calcinha! – Comentou malicioso.
-- Você rasgou ela, esqueceu? - Ela o recorda risonha.
-- Livre acesso baby, livre acesso!
Isabella sorria enquanto as mãos de Edward escorregavam pela sua barriga por cima da blusa. Descendo para o meio de suas pernas. Isabella girou na cama ficando por cima dele já o beijando com carinho e ternura.


A boca de Isabella traçou um caminho pelo peito de Edward, dando mordidas e lambidas até chegar ao seu membro duro e gotoso, ela sem perca de tempo o captura entre os lábios. Usado suas mãos para segurar o membro rígido do rapaz ela começou chupá-lo com força e ajeitando o seu corpo para facilitar o ato prazeroso...

O corpo de Isabella cavalgava placidamente sobre o de Edward fazendo os dois gemer de prazer. A cada novo movimento da jovem o membro dele ia cada vez mais fundo dentro dela, o suor cresciam em seus corpos devido aos movimentos ritmados que faziam e eles já se encontravam ofegantes... Edward usava às mãos para ajudar a jovem a manter a dança sexual sincronizada e constante...

Em um movimento rápido Edward puxou o corpo de Isabella, mantendo-a em seu colo de modo que ele ficasse por de trás dela, para logo em seguida voltar a preenchê-la. Dando investidas fortes e fundas, arrancando gemidos dela cada vez mais altos, as mãos do rapaz corriam pelo corpo da mulher dando uma atenção especial aos seus seios que estavam expostos por fora da blusa.

O corpo de Isabella tremeu compulsivamente enquanto a jovem gozava gritando o nome de Edward de várias formas e jeitos possíveis, tombando para frente de modo que a deixou mais ou menos de quatro. A parte da frente do seu corpo estava deitada sobre a cama e a parte de seus quadris estava empinada permitindo a Edward manter suas investidas compulsórias dentro dela, já arrancando mais gemidos da jovem que não tinha mais forças...

Foram necessárias ainda mais algumas poucas investidas até que Edward gozou dentro da jovem urrando o seu nome. Deixando o seu corpo tombar para o lado, respirando ofegante e contente, ele a todo custo tentava controlar sua respiração, mas não estava sendo fácil...
-- Eu amo você! - Isabella sussurrou olhando para ele com os olhos brilhando...
-- Eu também te amo! – A mulher se surpreende abobalhada com a declaração do homem...
Em um gesto antigo e muito lindo Edward toma a boca de Isabella em um beijo calmo e doce, mas cheio de promessas de amor... Não há necessidade de palavras, eles ficam deitados na cama vendo o sol entrar pela janela de vidro anunciando que esse será um novo e belo dia...
Por enquanto é só pessoal...

The End.

Um comentário:

  1. UUUUIIIIIIII OQUE FOI ESSE CAP,PORRA MELOU TUDO.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK E SERIO AMIGA PEGOU FOGO NO RABO MESMO.BRIGADÃO POR ESSE DELICIOSO BÔNUS,VC E MARAVILHOSA!!!

    ResponderExcluir