Jul M

Oi

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

O Casamento-- O Novo Contrato-- Capitulo 6



“Uma vez na sua vida, se tiver muita sorte, você vai conhecer a pessoa que divide a sua vida, do tempo que passou antes dela e do tempo depois.”
                           (Frase Do Filme Ironia Do Amor)

FELIZ ANO NOVO! (Parte I )

O sol nasceu perfeito no céu de NY, apesar do inverno está
sendo intenso, não havia neve caindo e nem estradas bloqueadas. Isabella estava
radiante, ela odiava ter que reconhecer, mas ela havia sentido muito a falta
dele... O fato de saber que o veria logo mais a noite estava mexendo com ela. A
moça estava realmente ansiosa por encontrá-lo novamente.


Na noite passada ela ficou até tarde conversando ao celular
com ele. Eles estavam agindo como adolescentes completamente apaixonados. Eles
passaram horas e horas ao celular, madrugada adentro na verdade, até que Morféu
venceu a batalha e os enviou direto ao mundo encantado dos sonhos... Ontem, ela
estava sentindo a falta de ouvir a voz rouca e sensual de Edward quando de
repente o seu celular tocou, parecia que seus desejos haviam sido atendidos,
pois era ele para dar-lhe uma boa noite, era um simples desejo de boa noite que
se arrastou até às três da manhã. Isabella nunca achou que pudesse ter tanto
assunto para conversar, o bate papo entre eles fluía naturalmente. Edward
queria saber um pouco mais sobre ela, ele queria conhecer seus gostos, suas
preferências, sua cor preferida... Ele se mostrou bastante interessado em
conhecer melhor a sua então
 namorada. Ela também fez várias perguntas, coisas
bobas talvez, mas que lhe davam margem para aprofundar um pouco mais a relação
entre eles, afinal, ela sabia que Edward ainda estava na defensiva, ela sabia
que tinha que ir com calma, então ponderou e perguntou a Edward sobre as suas
músicas preferidas, comida predileta, filmes que assistia, dentre outras
coisas. Ele lhe contou sobre sua paixão por carros velozes. Isabella, por sua
vez, lhe disse sobre sua paixão por cavalos. Quando ela era criança o pai de
Isabella a levava para andar a cavalo em uma fazenda de um velho amigo.
Isabella amava cavalgar, pois isso lhe proporcionava uma indescritível sensação
de liberdade, ela amava sentir o bater do vento contra seu rosto.


De uma forma divertida, ambos se conheceram mais naquela
noite do que em todo o
 tempo em que eles estiveram casados. Partilharam seus
gostos, preferências e vontades. Discutiram sobre os lugares que queriam
conhecer, o tipo de músicas que os acalentava e os fazia bem. Definitivamente,
a vida sem Edward era vazia. Bella sentia saudades dos seus toques ousados, do
jeito que Edward a repreendia, do modo como ele chamava a sua atenção, da forma
enlouquecida que faziam amor... Sem contar é claro, que tinha Anthony, seu
filho amado, filho do coração, aquele que ela escolheu e que foi escolhida. Ela
sentia falta dos risos do menino, de colocá-lo para dormir, de tê-lo em seus
braços, de seu cheirinho infantil... Ela também não se enganava, admitia que houvesse
dentro dela uma necessidade enorme, quase vital, dos beijos, dos abraços, do
corpo de Edward junto ao seu...


Verdade seja dita, ela nunca iria conseguir ficar longe deles
por muito tempo! Ela estava radiosa naquela manhã e agradecia ao Criador por
Edward ter decidido ir atrás dela novamente, dar uma nova chance para os
dois... Ela precisa dele, assim como se precisa do ar que se respira. Mais e
ele? Será que ele também precisava dela da mesma maneira desesperadora? Ele não
a tocou em nem tentou nada mais profundo, isso a estava deixando confusa,
confusa até demais...


...


Naquela manhã, Edward foi nadar com Anthony. A piscina do
complexo esportivo interno da casa estava aquecida, a água estava ótima para se
nadar. Anthony realmente necessitava daquele momento de partilha e amizade
entre pai e filho. O rapazinho andava meio triste desde que Isabella os deixara,
sua única diversão era as consultas com o “Tio” Stefan, que não se sabe o porquê,
mas ele gostava muito!


Edward não voltou para o seu antigo apartamento, ele decidiu
passar algum tempo na casa do pai, ele tinha um quarto lá, que Esme mantinha
tal qual ele deixara quando vivera naquele lugar, ainda se podia ver o pôster de
um de seus ídolos da adolescência pregado na parede, bem como sua guitarra
amarela no cantinho do closet cheio de roupas que não mais lhe cabiam. O
relacionamento entre Edward e Esme mudara muito, ele a compreendia melhor e não
mais a culpava pela separação de seus pais. Tony era sempre muito bem recebido
na casa do avô, Esme, inclusive, providenciou um belo quarto para o neto torto
que ela tanto amava. Edward foi para a casa do pai porque ele não conseguia se intuir
morando no antigo apartamento, não sem Bella, tudo lá lhe parecia vazio e frio,
não havia mais a alegria, não sem ela...


-- Alguém acordou animado! - Emmett disse entrando na área
onde o amigo estava com o filho — Fala campeão! - Ele acenou para Tony que sorriu.


-- Pelo visto, eu não fui o único que caiu da cama! - Edward
comentou nadando para fora da piscina — Qual o motivo dessa sua visita tão
repentina, meu caro amigo?


Emmett poderia estar rindo, mas havia uma certa preocupação
em seu semblante, o seu sorriso não chegava aos olhos.


-- Precisamos conversar! - Ele disse.


-- Tony só mais cinco minutos, depois saia e tome um bom banho!
- Edward proferiu secando seus cabelos na toalha felpuda — Suzie fica de olho
nele!


-- Pode deixar Senhor!


--Vamos! - Edward chamou Emmett indo em direção à porta e saindo
da área da piscina. Suzie, a babá do menino, não iria deixar nada acontecer a
Anthony, primeiro porque ela gostava da criança e segundo ele demitiria ela se
algo acontecesse ao seu filho. Emmett e ele entraram na biblioteca da casa de
seu pai. Edward ainda estava muito molhado, então preferiu ficar em pé.


-- Pode ir falando! - Edward demandou.


-- Ela está de volta! - Emmett comunicou dando de ombros —
Achei que você fosse querer saber.


Os olhos de Edward se tornaram frios, as coisas poderiam vir
a ficar piores.


-- Quando ela chegou? – Ele questionou sombrio.


-- Ontem à noite! – Emmett respondeu — Ela vai ficar longe
Edward, pelo menos foi o que ela disse...


-- Você sabe tão bem quanto eu que ela não vai!


-- É, eu sei!


-- Emmett eu sempre lhe falei a verdade, nunca dei esperanças
para nenhuma delas!— Ele ficou em silêncio refletindo por um momento — Eu não
entendo, por que elas sempre querem mais...


-- Você é um bom partido! - Emmett anuiu sorrindo — Cara,
você pode ter perdido a fé em si mesmo, mas isso não as impede de se
apaixonarem por você.


-- Eu sei! - Ele enruga a testa ao lembra-se das palavras de
Isabella no restaurante.


-- E você e Isabella?


-- Estamos juntos! - Ele disse com um sorriso cúmplice — Não a
deixe chegar perto de Bella, eu sei que você pode fazer isso! Ela é sua amiga e
escuta você.


-- Ela também é sua amiga!


-- Amiga de foda, de trepar! - Ele comentou de forma
grosseira — Emmett nós bem a conhecemos e nós dois sabemos o que ela quer de
verdade, já basta Maggie que voltou, não deixe que ela vire outro pesadelo em
minha vida.


-- Ela entendeu quando vocês acabaram! - Emmett o lembrou —
Ela vai ficar longe eu vou falar com ela.


-- Obrigado!


...


Já era noite, a festa era nos jardins da mansão! Tudo estava
perfeitamente organizado e decorado. As pessoas estavam chegando, Esme e
Carlisle estavam recebendo os convidados alegremente, Tony estava com eles, era
a primeira vez que o menino participava de uma comemoração noturna como aquela.
Todos olhavam com curiosidade para a criança que estava ao lado dos anfitriões.
Enquanto eles recebiam os convidados, Edward estava do outro lado da cidade
esperando por Isabella para irem juntos à festa.


No quarto, no andar de cima de sua casa, Isabella terminava
sua caprichada produção, nada tão glamorosos, mas algo elegante que se adaptava
perfeitamente ao seu corpo. Uma maquiagem leve e os sapatos em real concordância
com a sua indumentária a deixava mais bonita. A jovem se olhou mais uma vez no
espelho, ela sorriu para sim mesma, ela estava linda, sem sombra de dúvidas,
simples, porém linda!


Edward a esperava na sala de estar quando ouvira passos vindos
da escada, na mesma hora ele ficou em pé e se encaminhou em direção ao barulho,
seus olhos brilharam ao ver sua bela namorada descendo as escadas. Ela vestia
uma blusa de renda com alguns detalhes brilhosos em tonalidade branca misturada
com preto, uma saia de cintura alta, longa e preta com sapatos altos pretos de
bico fino. Ela estava linda, sua roupa estava primorosa, em seu rosto uma
maquiagem leve e arrebatadora, seus cabelos estavam soltos e repartido para o lado
a deixando ainda mais encantadora.


-- Você está linda! - Ele sussurrou ao lhe oferecer a mão.


-- Obrigada! - Ela murmurou de volta sentindo suas bochechas
corarem.


-- Vamos! - Ele a convidou passando os seus braços em volta
da cintura dela e os encaminhando a porta de saída.


...


Já na garagem da mansão dos Cullen, Isabella ainda estava dentro
do carro quando Edward virou-se e lhe surpreendeu:


-- Vou fica ao seu lado! - Ele disse segurando a mão da
namorada – E Tony também!


-- O Tony está aqui? - Ela perguntou surpresa e ao mesmo
tempo feliz com a revelação.


-- E onde mais ele estaria? - Ele inquiriu levantando as
sobrancelhas – Vamos, temos que encarar um bando de cobras agora...


Carlisle abriu um largo e sincero sorriso ao os ver entrando
nos jardins, ao seu lado estava Peter sem Charlotte que estava perdida pelos
jardins na companhia das Denalli. Edward sorriu ao ver seu velho amigo Peter.
Ele não era o tipo de homem que fazia julgamentos e era o único que pouco
ligava para vida privada das pessoas.


-- Peter! - Edward o cumprimentara educadamente.


-- Edward meu caro amigo! - Ele lhe sorriu — Isabella minha
querida a cada dia mais linda! Você é realmente um homem de sorte Edward!


-- Está deixando minha namorada sem graça Peter! - Edward disse
deixando Peter pasmo.


-- Namorada? - Ele levantou uma sobrancelha.


-- Muito nobre de sua parte ignorar o fato de que nós nos
separamos! - Edward anuiu agradecido — Mas de fato nos separamos! Estamos juntos
novamente, mas por enquanto só estamos namorando, porém em breve no casaremos
de novo.


-- Entendo! - Peter disse entusiasmado — Seria mesmo uma tolice,
deixar uma bela dama como ela escapar...


-- Uma grande tolice! - Edward assentiu levando a mão direita
de Isabella aos seus lábios a beijando com ternura — Ela é minha, disso não
tenha dúvidas!


-- Acho que tem mais alguém querendo falar com você! -
Carlisle disse interrompendo a conversa — Olha só! - Ele apontou.


Ao longe estava Anthony próximo a Esme, o menino parecia
animado, ele segurava a mão da bela mulher que usava um lindo vestido branco e
longo. Sim, ele era outro motivo dela estar ali, disto ela nunca tivera dúvidas,
ela amava aquele menino como se fosse seu...


Continua...

5 comentários:

  1. Amei o capítulo. Espero por mais.

    ResponderExcluir
  2. Eu leio do Nyah mas venho sempre aqui dar uma espreitadela.
    É mais apelativo. rsrsrsrsrsr
    Ella Fitz

    ResponderExcluir
  3. Mt bom o capitulo
    estou ansiosa
    pelo proximo !!!!!!!!
    Beijinhos da Giovanna

    ResponderExcluir
  4. adorooo ja li la no nyah.mais venho sempre espiar aqui e bem melhor.EU TO MUITO ANCIOSA PELO PROXIMO CAP, E CURIOSA PRA SABER QUEM E A INFELIZ DA VEZ AGORA QUE VEM PRA INFERNIZA A VIDA DELES JÁ NAO BASTA A TALZINHA DA MAGGIE.

    ResponderExcluir
  5. BOM D+ MAS PODERIA TER CIDO UM POUQUINHO MAIOR RSSSS MUITO ANCIOSA PELO PROXIMO..PARABÉNS PELA FIC....

    ResponderExcluir