Jul M

Oi

domingo, 9 de dezembro de 2012

A Prostituta-- Capitulo 23-- Destruição em massa


DESTRUIÇÃO EM MASSA!


Isabella tinha voltado para cidade com Edward,
soube da fuga da irmã, e claro, fora direto procurar por Jacob! Lógico que ela
sabia que sua irmã estaria com ele. Jacob contou os últimos acontecimentos, Isabella
não culpou o rapaz apenas voltou ao hospital para cancelar a internação de Reneesme.
Isabella só fez isso porque Jacob deu plena garantia de que a jovem menina
estava curada e que na verdade, Nessie nunca fora uma viciada. Ela apenas usava
droga para fugir da realidade em que vivia, nunca sentira prazer usando aquilo,
apenas era uma saída para que não sentisse nada enquanto tinha seu corpo
usando. Jacob estudou com toda calma o caso da menina por isso Isabella confiou
cegamente nele quando ele disse que Nessie estava reabilitada. Mas havia muita
coisa ainda para Isabella fazer, foi até Felix onde pediu mais um grande favor.
Depois passou no hospital onde teve o desprazer de encontrar Sam quando estava
saindo.


-- Isabella minha querida está perdida! Sam fora sarcástico
com a jovem que lhe deu seu melhor sorriso de deboche.


-- Não querido apenas vim fazer algo!


-- Trazer de volta a putinha da sua irmã? Ele disse
fazendo Isabella estreitar o olhar para ele.


-- Não, minha irmã só era puta para você, que
precisava pagar... ah, mas espere, nem isso mais você tem, na verdade nunca
teve! Isabella disse e Sam bufou.


-- Sua irmã não passa de uma vadia que eu usei e compartilhei
com vários! Ele disse com sarcasmos — Realmente ela nunca fora só minha.
 TODOS os meus amigos comeram aquela
puta!


Isabella controlou a raiva que estava sentindo, queria
socá-lo, mas seria tolice perto do que estava por vim e que ela planejara para
ele. Ela olhou para ele e deu um sorriso que faria qualquer pessoa tremer, e
foi o que Sam fez.


-- Ela também te usou, só estava com você por causa
do seu
 dinheiro Sam, você era simplesmente um nada pra ela, nem prazer ela
sentia! Isabella deu pequeno sorriso — Quantos orgasmos ela fingiu ter na cama,
um, dois ou vários? Você não é homem pra ela Sam nunca foi e nunca será homem
para nenhuma mulher, não sabe satisfazer nem mesmo a cadela que anda fudendo
agora.


As palavras de Isabella foram como uma tapa na cara
de Sam, foi direto em seu ego masculino, deixando o rapaz com tanta raiva, ao
ponto dele levantar a mão para bater na jovem.


-- Bate! Ela disse o enfrentando — Faz isso e eu te
mando direto para cadeia!


-- Você não passa de uma piranha barata que o Cullen
fode nas horas vagas!s— Ele disse entres os dentes, contendo toda sua raiva — Vadia
dos infernos!


Isabella gargalhou e Sam passou por ela rápido entrando
no hospital.


....


Jacob estava sentando na cama quando chegou a sua
casa depois de ter sido chamando a comparecer no hospital. Ele fora transferido
de ala hospitalar, agora ele cuidaria de pessoas idosas. Ele não reclamou pela
troca, pois seu maior motivo de não querer sair da ala de pacientes viciados em
drogas químicas já não estava mais lá. Reneesme estava com ele agora! Qualquer
lugar serviria para ele
 trabalhar, não mudaria em nada seu trabalho e tão pouco
o modo dele cuidar de seus pacientes.


Assim que ele chegou a sua casa encontrou um recado
de Nessie para ele. A menina passaria alguns dias em sua companhia por sugestão
de sua irmã, pois Bella achava que seria bom Nessie ficar com ele até a poeira
assentar um pouco, e claro, que Jacob não pensou duas vezes em aceitar. No
bilhete dizia:


“ Me espere no quarto, e não
durma tenho uma surpresa para você!”


“Beijos molhados da sua Nessie”


Um sorriso bobo apareceu em seus lábios, sua
imaginação foi longe ao imaginar o que ela poderia estar tramando. Ele entrou
no quarto e estava tudo no lugar, nada de diferente, apenas outro bilhete que
ela havia escrito.


“Espere-me na cama e não saia do
quarto! Irei demorar um pouco, mas acredite vai valer cada segundo a minha
demora... aguarde a surpresa...”


Jacob abriu a camisa azul que usava e se livrou dos
sapatos e meias, fez como ela pediu, esperou por ela na cama, e morrendo de
curiosidade em saber qual seria essa surpresa que ela tão cheia de suspense
estava preparando.


....


-- Aaaaaaaiiiiih! Isabella gemeu alto, levando uma
sonora tapa na bunda.



-- Sem gritos senhorita Swan! Edward sussurrou em
seu ouvindo voltando a penetrá-la com força — Você é uma cadela muito gostosa,
sempre quis fazer isso com você! Ele dizia enquanto a fodia com força sobre
mesa de seu gabinete, claro que o prédio já estava vazio, pois era final de
expediente...


-- Edward mais forte! Ela gemeu o sentindo investir
dentro dela com muita força.


-- Nada de gozar querida! Ele disse dando outra
tapa na bunda dela e a penetrando com força! — Ainda não está na hora!


-- Oooooooooh! Ela gemeu quando Edward colocou a
perna dela sobre a mesa de vidro.


-- Oh Bella! Você não imagina o TESÃO que é te ver assim toda aberta
com meu pau enterrado na tua boceta apertada! Ele gemeu e mordeu o ombro dela
sem parar de penetrá-la. Bella gemeu alto! — Isso vadia geme vai, geme no pau!
Mais uma tapa em sua bunda fora dada.


Os movimentos eram feitos misturados com os gritos
e gemidos de Bella, tudo estava na mais perfeita sincronia, Isabella não aguentava
mais, ela precisava gozar!


-- Edward! Ela gemeu e sua boceta o apertou em sua
volta. — Edward eu...


-- Goza cadela, goza no meu pau! Ele disse no
ouvido dela.


As palavras dele foram à chave para ela gozar
gritando seu nome em plenos pulmões, sendo seguida por ele que lhe mordeu o
pescoço deixando sua marca ali.


Bella estava terminando de fechar sua blusa de seda
vermelha e ajustando sua saia preta, suas meias estava intactas, ainda bem, ela
não gostaria de sair dali com as meias rasgadas. Edward terminava de arrumar
sua gravata, ele não conseguia conter o sorriso de alegria em seus lábios, uma
de suas fantasias era fuder Isabella na sua mesa, pena que ela nunca aceitou
antes, nem mesmo quando ela era sua assessora.


-- Pronta para ir senhorita Swan! Ele perguntou com
um sorriso nos lábios


-- Mais que pronta, senhor |Cullen! Ela sorriu de
volta.


....


Nessie se olhou mais uma vez no espelho do quarto
de hospedes da casa de Jacob, ela estava linda! Sua face estava vermelha, um
rubor lindo. Ela respirou fundo algumas vezes, não era como se fosse a primeira
vez que fazia isso, mas dessa vez, ela fazia para alguém por quem estava
apaixonada! Alguém que ela estava amando, esse alguém era Jacob Black. Caminhou
para fora do quarto indo em direção ao quarto dele, mais uma vez respirou fundo,
e só então, girou a maçaneta. Ele estava deitado confortavelmente na cama. Ele a
viu assim que ela entrou. Ele não pode esconder a surpresa ao vê-la vestia
daquele jeito, linda! Ousada e sexy! Porra muito sexy!


 Nessie usava uma calcinha
preta de renda e um sutiã da mesma cor. Fazendo par com todo o conjunto, meias
¾ preta, que a deixavam mega sexy, e ainda sapatos de salto altos vermelhos. O
cabelo estava solto e o rosto muito bem maquiado, ela estava perfeita! Ela
sorriu para ele quando viu em seus olhos o desejo vibrante do ela. Jacob se
arrastou na cama vindo para a borda.


-- Você não pode me tocar até eu dizer que pode!
Ela o alertou! Ele apenas acenou com a cabeça confirmando e mostrando as mãos
em um gesto de rendição. Ela sorriu — Bom garoto, agora tudo é para você! Ela
disse e piscou para ele.


Jacob não soube dizer de onde a música vinha, mas
ela estava tomando conta de todo o ambiente.

 As mãos de Nessie passeavam pelo
seu corpo apertando seus seios por cima do sutiã e traçando um caminho
imaginário por sua barriga, seus dedos tocaram levemente seu sexo que estava
molhando, mas ainda não era hora de provocá-lo. Jacob mordia seus lábios com a cena
erótica e sexy que sua doce Nessie lhe proporcionava. Ela usou a mesa de canto
para apoiar-se o deixando ter uma visão privilegiada de sua bunda, ela se curvou
e moveu o quadril fazendo movimentos sexy e ousados... Provocando-o cada vez
mais, foi retirando o sutiã e o jogando para ele, para então, passar a brincar
com seus seios, os apertando e dando prazer a si mesma. O salto alto que a
jovem calçava a deixava ainda mais sexy e gostosa aos olhos dele.


-- Saí da cama! Ela ordenou mordendo os lábios — Senta
ali! Ela apontou para a cadeira do outro lado do quarto.


Jacob fez o que ela disse, mas não tirou os olhos
da jovem menina, ela o mataria de
 TESÃO
se continuasse com isso por muito tempo. Ele estava duro e doido para se enfiar
dentro dela. Nessie caminhou para cama se deitando de maneira a permitir uma
ótima visão dela a Jacob. As mãos da menina passeavam pelo seu corpo e aos
poucos ela removeu a calcinha e jogo para ele, ficando apenas com saltos e
meias. Uma visão deliciosa para Jacob! Deitada na cama Nessie passou a se tocar
proporcionando-lhe um prazer impar, ela primeiro tocara os seios, mas logo seu
dedinho esta em sua boceta molhada

... Jacob não suportou e ficou de pé caminha
em direção a cama.


-- Não vou ficar só olhando você se dar prazer! Ele
rosnou, sua voz estava cheia de luxuria.


-- Eu posso melhorar as coisas! Ela disse sorrindo
e sentando na beirada da cama.


Nessie passou a beijar todo o peitoral definido de
Jacob, chupando e mordendo sua pele a deixando marcada por ela. O corpo do
rapaz estava em êxtase, pequenos gemidos saíram da boca dele. Ela não parou até
o livrar das suas calças juntamente com a boxer preta, liberando por fim seu
membro pulsante e grande. 

Nessie não resistiu e caiu de boca no pau de Jacob, o
seu desejo por ele era tão grande que ela esqueceu totalmente de seus planos
para aquela noite. Os movimentos dela eram rápidos, a jovem o engolia com
maestria por completo, para depois chupá-lo e voltar a o engolir. Arranhava-o
com os dentes e voltava a chupá-lo com força, fazendo com que ele mergulhasse naquela
maravilha até o fundo da garganta da menina. Jacob só conseguia gemer. Nessie
sabia muito bem o que estava fazendo, Jacob estava tão perto que ela parou e se
jogou na cama. Olhando pra ele e sorrindo, ela abriu as pernas e passou as mãos
por todo o seu sexo gemendo quando seus próprios dedos a penetrava.


-- Preciso de você me comendo Jacob! Ela disse, o
jovem tinha olhos gulosos para ela --- Sem gentileza! Quero você me fudendo
gostoso!


Jacob urrou e a puxou pelas pernas, tomando sua
boca em um beijo urgente e esfomeado. Ele liberou o monstro que havia dentro de
si, nem mesmo o próprio Jacob saberia dizer se conseguiria ser gentil com ela,
não no estado de excitação em que ele se encontrava. Ele precisava fuder e não
fazer amor com ela.

 As pernas de Nessie estavam ao lado do corpo dele, Jacob
metia nela com força e sem a menor gentileza, Nessie gemia e pedia por mais,
ela precisa, tinha sido acostumada por Sam a fazer sexo assim e ela gostava, mas
também não se incomodava em fazer amor com Jacob. Hoje, porém ela queria sexo
selvagem. Jacob estava lhe proporcionando exatamente isso, ele metia dentro da
menina até o talo do seu membro, fazendo Reneesme gemer o nome do médico já em
seu último fôlego. 

Mas ele não queria apenas assim, ele queria mais, sendo
assim, ele a virou, deixando-a de quatro na cama e então, voltou a meter nela.
Nessie só sabia implorar por mais e rebolava com força no membro do rapaz gritando
algumas coisas sem sentido, mas sentindo muito prazer em cada um dos músculos
do seu corpo assim como Jacob que não parava de meter nela com força e com
vontade. A boca dele mordeu as costas da garota e ele a puxou pelos cabelos, pois
desse jeito ele podia meter nela mais fundo ainda, fazendo a menina ver
estrelas coloridas. 

Mas uma vez ele mudou a posição deles deixando a menina
sentada sobre ele, no entanto, Nessie fora mais esperta sentou de costas para
ele dando a ele a visão de sua bunda privilegiada, local onde ele já havia
estado... Ela começou a rebolar em seu membro o engolindo por completo, fazendo
com que ambos gemessem, ele, especialmente por ver a boceta da menina engolindo
seu pau por inteiro... movimentos cada vez mais rápidos eram sentidos, Nessie
gritou gozando no pau do homem gostoso que era seu médico e sendo seguida por
Jacob que no instante de seu êxtase apertou forte a cintura da amada.


-- Aiiiiih! Assim você acaba me matando! Jacob
disse abraçando-a de encontro ao seu peito musculoso e suado.


-- Só se for de prazer! Ela disse bocejando.


-- Dorme meu bebê! Ele disse beijando o topo de sua
cabeça.


-- Você gostou? Ela perguntou sonolenta — Da
surpresa? Ela completou...


-- Sim, você estava linda! Ele disse acariciado suas
costas — Você é linda amor!


......


Edward estava deitado na cama com Isabella sentada
em cima dele rebolando o quadril e engolindo com sua boceta o pau dele. Edward
gemia com visão dela rebolando e apertando seus seios com as mãos pequenas.


-- O que sou para você Edward? Isabella perguntou
batendo em seu peito e sorrindo.


-- Minha mulher! Ele gemeu alto a sentindo o
engolir novamente.


-- Não Edward! Ela disse com malicia — O que sou para
você quando estamos na cama!


Claro que Edward sabia o que ela queria ouvir,
Isabella tinha mudado, que dizer, passou a se soltar mais na cama, as palavras
que antes ela achava ser vulgar, agora a excitavam, ela gostava quando Edward a
tratava como a uma cadela na cama, até porque fora dela, ele a tratava com sua
mulher, desde o dia em que eles reataram. Edward sempre a tratava com respeito
mesmo não entendo o porquê de ela querer continuar naquela boate. Mas ela
sempre dizia que seria por pouco tempo.


-- Minha vadia!!! Ele disse dando uma tapa na bunda
dela, a fazendo rebolar e gemer no sobre seu pau — Minha cadela, minha putinha
gostosa!


Isabella gritou gozando no pau dele, só de ouvir as
palavras dele, deixando seu corpo cair sobre o dele, respirando de forma ofegante.
Edward não havia gozado, mas ainda assim estava feliz de ter feito ela gozar.


-- Você não gozou! Ela disse quando já tinha
regularizado sua respiração e já não estava mais tão corada.


-- Tudo bem! Ele disse sorrindo — Você gozou
querida, e foi a visão mais magnífica que já vi.


Isabella sorriu travessa para ele enquanto beijava seus
lábios, então, fora descendo por seu corpo até chegar a seu pau que ainda estava
semiereto. Ela o pegou entre suas mãos e começou a movimentá-lo, logo ele foi
ganhando mais vida e ela o levou a sua boca, o chupado e o engolindo por
completo. Edward levou as mãos para cabelos da mulher, os puxando e
movimentando o quadril, fodendo sua boca pequena e quente. Isabella o engolia
todo até alcançar sua garganta que estava relaxada para recebê-lo
completamente. Ela o fez gozar em sua boca, ele jorrava jatos de sêmen em
abundância garganta a baixo. Isabella levantou seu rosto e passou a língua
pelos lábios sugando o resto do gozo dele que havia escorrido pelo canto de seus
lábios.



-- Seu gosto é maravilhoso! Ela disse sorrindo


-- Você é uma peste mulher! Ele disse sorrindo a
puxando para um beijo apaixonado.


.....


Edward estava ao telefone quando Emmett entrou em
sua sala sem bater. Claro, que ele fez cara feia paro o jovem amigo, mas sua
confusão ficou ainda maior quando Jasper Halle entrou logo em seguida com uma expressão
transtornada. Bree Tanner não foi trabalhar e ele estava sem sua assistente,
não que ele ligasse para isso, o melhor era ela longe do que perto.


-- Qual e motivo da invasão? Edward perguntou em
seu melhor tom sério e ranzinza.


-- Ainda não viu aos noticiários? Como pode?


-- Do que está falando Emmett? Jasper o que aconteceu?


Emmett ligou a pequena TV que havia na sala, era através
dessa TV que Edward acompanhava todas as noticias de sua campanha bem como os telejornais.
Ele não entendeu nada, até as noticias começarem a fazer sentindo, estava lá em
destaque. “Roselie Halle, Tânia Denali e Bree Tanner, vadias ou lésbicas?” Os
olhos de Edward foram direto para os dois homens em sua sala.


-- Que palhaçada é essa? Edward perguntou confuso.


-- Tem mais coisas! Há vídeos, fotos e mais uma
parafernália que só vendo!  Emmett disse
passando as mãos pelo seu cabelo ralo.


--- Minha irmã Edward, a minha irmã está metida em
mais coisas do que eu imaginava! Jasper disse aos gritos.


-- Alguém me explica o que está acontecendo!


-- O que esta acontecendo e isso! Jasper jogou o pequeno
pendrive sobre a mesa de Edward.


Edward não era burro fora rápido em ligar seu
notebook que estava sobre a mesa e assim que o conectou ao objeto viu tudo.
Havia pastas cheias de conteúdos pornográficas onde as três mulheres dos
noticiários faziam de tudo um pouco. Edward respirou fundo antes de continuar. O
que Bree Tanner mais temia aconteceu, todos agora sabiam de seus gostos e suas
preferências. Havia vários vídeos, o primeiro deles era um em que Bree Tanner
fodia devidamente a assistente do atual governador com a língua. Entre outras
coisas que ambas as mulheres faziam juntas em sofá.



-- Continua olhado! Jasper disse enfurecido.


Edward continuou olhando até que viu o que todos
comentavam nos noticiários, as três belas mulheres fazendo uma orgia, uma
chupando a outra, se tocando e fazendo loucuras entre quatro paredes! Todas
elas pareciam bem à vontade uma com as outras, principalmente entre os orgasmos.
Havia imagens delas de vários jeitos e de várias formas, um ato homossexual de lesbianismo
sem sombra de dúvidas, antes de chegar ao fim do vídeo, apareciam mais cenas
onde Bree estava sendo fodida por um homem desconhecido e outra mulher a
chupava. Havia ainda, imagens com igual teor nas quais Tânia e Rose apreciam.
Edward fechou o computador e olhou para amigos.







-- Quem está fazendo isso? Ele perguntou.


-- Não sabemos, mas eu me vejo obrigado a renunciar
a minha candidatura! Jasper disse tristemente.


-- Não é só isso! Emmett disse — Não sei porque, mas
acho que não termina por aí!


.....


Naquela mesma noite Edward estava falando com
Isabella, que não ficou nem um pouco surpresa, até porque ela estava acompanhando
tudo através dos noticiários. Edward estava preocupado, mas Isabella não
demonstrava nada, afinal porque ela se preocuparia se não teria nada a perder.
E tudo que estava acontecendo com as jovens Tanner, Halle e Denali era muito mais
do que merecido. Essas palavras deixaram Edward meio assustado, mais nada ao
ponto dele querer defender ou brigar por  algumas delas.


Quando o sol nasceu naquela manhã, Bella fora
acordada pelo barulho da TV que estava ligada e Edward que falava ao telefone
descontrolado com alguém. Os olhos de Isabella foram para televisão e a noticia
era
 “médico renomado envolvido em orgias“,
claro, Bella reconheceu o médico de cara, era Sam Uley e junto com a imagem
dele, aparecia outras imagens e pequenos trechos de vídeos. Era de um Sam Uley
fudendo várias mulheres, junto com outros homens, e não parava por aí, havia
fotos e cenas nas quais o jovem médico tratava as mulheres como cadelas de estimação,
e em outras onde ele até batias nelas com forca e sem o menor pudor. Isabella
gritou e como uma criança marota, começou a pular na cama, ela estava feliz,
sim ela estava muito feliz com tudo isso!




-- Jacob depois eu ligo para você! Edward disse com
olhos em Isabella que pulava na cama. — Você parece feliz! Edward disse jogando
o celular no sofá que tinha no quarto.


-- Claro! Ela disse dando um largo sorriso para ele
— Esse infeliz mereceu e agora ele vai saber como é ser humilhado! Ela não
conseguia esconder a satisfação com as imagens que continuavam a passar na TV.


-- Bella, Jacob está preocupado! Edward disse
chegando perto da cama onde ele continuava a pular — Ele acha que Sam pode
querer se vingar.


-- Se vingar de quem? Bella perguntou parando de
pular.


-- Nessie, Sam pode achar que foi ela quem fez
isso! Ele disse — Você acha que foi Nessie?


-- Claro que não! Bella disse dando um leve sorriso
— Foi Aro.


-- Como? Edward ficou surpreso.


-- E foi Aro Volturi! Sam sabia que não devia mexer
com ele! Bella deu de ombro — Bem feito!


-- Como você saber que foi ele?


-- Ora, eu trabalho naquela boate Edward! Ela disse
como se fosse à coisa mais natural do mundo — Aro me contou, ele não entrou em
detalhes, apenas disse que ele tinha uma surpresinha para Sam. Uma ótima
surpresa por sinal! Ela sorriu! —Aaaaaaaaaah, o meu dia começou perfeito! Ela
gritou as palavras.


Edward não sabia se acreditava ou não em Isabella,
já tinha dias ela parecia estranha, os últimos acontecimentos não lhe afetaram
em nada só a deixavam radiante e extremamente feliz.


....


Duas semanas havia se passado após os escândalos que
apareceram na mídia de NY. Nessie estava triste, por acidente tinha esbarrado
em Leah em um shopping, e a morena com raiva soltou os cachorros, gritando alto
e fez o maior escândalo berrando aos quatro cantos, dizendo que a jovem menina
não passava de uma puta, claro que ela usou palavras bem piores, mas não fora
isso que ofendeu mais a jovem Swan, e sim de Leah a chamar de cadela arrobada e
dizer em alto e bom tom que a entrada dela deveria ser proibida nos shoppings
da cidade de Nova York.


-- Nessie! Jacob a abraçou e beijo seu pescoço — Não
fica triste amor, não gosto de ver você assim!


-- Ela me humilhou Jacob, ela disse coisas
horríveis para mim! Nessie chorou.


-- Hei, ela não é nada! Ele disse tentando conter as
lágrimas dela e a consolando. – Meu amor ela só está com raiva, afinal eu
terminei com ela para fica com você. Nessie nada disse.


 Naquela
mesma noite ela tinha falado com Isabella que prometeu dar um jeito na jovem.
Leah iria pagar por cada palavra que disse a jovem Swan, prometeu Isabella. Nessie
praticamente morava com Jacob. Ela fora dormir chorando nos braços do amando.
Quando o sol nasceu, fora a vez de Nessie acordar com o barulho da TV ligada no
noticiário. Jacob andava de um lado para o outro, sua raiva era visível, ele discutia
com alguém por telefone. Nessie não conseguiu ouvir a conversa ou o que eles
falavam, ao final ele desligou o celular e olhou para Nessie que estava sentada
à cama.


-- Bom dia! Ele disse docemente para ela.


-- Oi! O que está acontecendo?


Jacob suspirou e sorriu para ela caminhado
lentamente se sentando ao seu lado na cama.


-- Acho que você vai fica feliz com isso! Ele disse
dando um casto beijo em sua testa — Eu espero que você fique! Sei que é errado
o que vou dizer, mais ela mereceu!


Nessie não entendeu nada até que Jacob virou gentilmente
seu rosto para TV onde começavam as novas noticias
 “Jornalista é pega em orgia, sobrenome Clearwater na lama”, após o
jornalista dizer isso, começavam as cenas da jovem Leah em festas, até aí tudo
bem, várias pessoas estavam bebendo e enchendo a cara. Logo em seguida aparecia
ela sendo fudida por um homem em cima de uma mesa, depois as imagens só
pioravam, ela com dois ou três homens, até mulheres estavam envolvidas, era
visível até mesmo no vídeo que a jovem Claerwater estava totalmente embriagada,
no final a repórter ainda comentou: “
O que
estaria acontecendo com os jovens da mais alta burguesia? Os grandes nomes dos
poderosos estão indo para lama, graças ao comportamento imoral de seus filhos”.









Nessie olhou para Jacob que tinha um sorriso triste
na face, ela não estava feliz com isso, mas achava bem feito para a jovem Leah,
assim talvez ela perca um pouco da soberba que tem, e veja que apenas um sobrenome
famoso não é tudo.


...


-- Não acha que está indo longe demais com tudo
isso? Carlisle disse a Esme.


- Não estou fazendo nada Carlisle! Ela disse
sorrindo para ele — De verdade não tenho a menor ideia de como isso esta
acontecendo!


-- Mas está... alguém está fazendo, isso não vai
terminar bem Esme!


-- Carlisle não sou eu, e duvido muito que seja
Isabella! Esme disse — Você sabe muito bem quem é o meu alvo — ela sorriu — E a
queda dele estava próxima, tão próxima que será a minha última cartada.


-- Esme você esta brincando com fogo!


-- Não Carlisle, eu apenas estou me vingando! Ela
disse seca — E fique feliz por Elizabeth já está morta porque até ela estaria
na minha lista se estivesse viva.


-- Já chega! Ele disse socando a mesa — Você não
lembra nem um pouco a mulher por quem eu me apaixone! Ele gritou.


-- Essa mulher esta morta Carlisle, tudo que sobrou
dela é isso que você está vendo! Ela disse ficando de pé — Eu sou isso, você
tem escolhas pode aceitar ou não, mas tudo que sou agora e isso.


-- Você pode ser melhor do que isso! Ele disse — Você
ainda tem uma filha Renesme está aí Esme, tente se aproximar de sua filha.


-- Renesme não quer uma mãe, ela me odeia e acha
que estou morta!


-- Você a deixou pensar isso! Você deixou todos
pensarem isso! Ele disse,


-- Charlie esta voltando! Esme disse — Avise Isabella,
não quero que ela seja pega de surpresa!

- O que esta fazendo com você mesma, Esme? O quê?


-- Estou me vingando Carlisle, apenas me vingando!


Continua....

2 comentários:

  1. amei amore to anciosa pelo proximo capitulo

    ResponderExcluir
  2. OMGGGGGGGG capitulo recheado mesmoooo UAUUUU show....

    ResponderExcluir