Jul M

Oi

domingo, 11 de novembro de 2012

Noites De tormenta-- Capitulo 20 -- Fantasma?


Fantasma?

Bella estava sentada na cama enquanto Edward andava feito um louco de um lado para o outro e falando consigo mesmo. Pelo menos a pior parte já havia passado, era isso que ela pensava, pois seu namorado assim que a viu gritou muito, saiu correndo, se trancou no banheiro e gritou novamente. Quando viu Bella dentro do banheiro e ao seu lado, ele ficou complemente apavorado, abriu a porta rapidamente e saiu correndo pela casa enquanto fazia uma cruz com os dedos e chamava a garota de demônio e perturbação do além. Depois de todo esse alvoroço, finalmente se acalmou um pouco e agora tentava achar uma saída lógica para tudo o que estava acontecendo.

– Isso não é possível, é surreal! – Ele disse mais para si mesmo do que para ela.

– Edward, quer parar de andar? – Repreendeu-o. – Você já está me deixando nervosa.

– Você não é real! Suma da minha vida seu fantasma. – Apontou o dedo para Bella. – Deus! Estou ficando completamente louco. – Andou de um lado para o outro novamente. – Eu devo estar maluco, eu devo estar muito maluco! – Puxou os próprios cabelos.

– Pare com isso, você não está maluco coisa nenhuma. – Bella resmungou ficando de pé. – Eu sou bem real.

– Não, você não é. – Gritou apavorado. – A minha Bella está dormindo em um hospital.

– Eu sei. – Murmurou triste. – E eu preciso voltar logo pra você.

– Você não é real, você não existe.

– Edward Cullen, pare de repetir isso já porque estou ficando irritada. – Semicerrou os olhos em sua direção. – Eu sou real e pronto! – Disse chegando mais perto dele. – Você pode me tocar, me sentir e me amar se assim desejar. – Explicou enquanto tocava seu rosto. – Por algum motivo estranho estou presa aqui e só você pode me ver.

– Deus, tem um fantasma me tocando. – Suspirou fechando os olhos e deixando se levar pelas carícias de Bella.

– Eu estou viva Edward. – Segurou o seu rosto de modo que a encarasse. – Só preciso achar um jeito de voltar para você. – Suspirou triste. – Se ao menos se lembrasse...

– Me lembrar? – Olhou confuso para ela. – Do que está falando? Me lembrar do quê?

– Você já foi igual a mim. – Explicou olhando em seus olhos. – Também já foi um fantasma ou seja lá o que somos. – Edward a encarava incrédulo. – Você conviveu comigo durante alguns meses, então um dia simplesmente sumiu do nada e foi aí que acordou e que saiu do coma. 

– Está mentindo, seu fantasma duma figa. – Se afastou dela. – Isso tudo é uma mentira, você nem é real, não passa de uma produção da minha imaginação doentia e isso tudo porque sinto falta da minha Bella. – Disse e Isabella sorriu, pois algumas palavras dele lhe trouxeram uma lembrança divertida.

– Do que está rindo? – Perguntou e ela nada disse. – Pare de me perturbar e suma logo daqui! Você é apenas uma produção da minha imaginação. – Gritou.

– Duvido muito que sua mente seja tão criativa assim. – Retrucou sorrindo, pois estava utilizando as mesmas palavras que ele usara quando era um suposto fantasma.

– Não você não existe! Sai daqui demônio. – Fez o sinal da cruz.

Bella revirou os olhos e foi para cima dele calando sua boca com um beijo ardente.

– Para de drama. – Sussurrou contra os seus lábios. – Por que apenas não aproveita isso?


Ela voltou a beijá-lo com urgência e fora apenas questões de segundos para que estivessem nus na cama e 

Isabella subia e descia sobre o seu membro ereto, engolindo-o complete. Os gemidos eram altos, nada moderados, ela rebolava e gemia o nome dele com força e com vontade. Edward mordeu e chupou com volúpia os seios da jovem, e, por mais absurdo que fosse tudo aquilo, parecia que era real. Ela poderia ser fruto de sua imaginação, mas tinha o mesmo cheiro de Isabella, o mesmo gosto e o mesmo rosto. Ele estava muito confuso, não sabia dizer o que realmente estava acontecendo, porém queria aproveitar aquela sensação ao máximo, pois ela era única.

– Aaahhhh! – Isabella gemeu alto quando ele mudou de posição. – Mais forte Edward. – Ela suplicou.

Edward a penetrava com força e Bella estava de quatro na cama enquanto ele estocava rápido e fundo. Ela gemia algo incoerente, pois as mãos do seu amado passeavam por todo o seu corpo, tocando, apertando e torturando como sempre fazia quando estavam juntos na cama. Aos poucos as investidas ficaram mais urgentes e as respirações de ambos ainda mais ofegantes, dos lábios deles saiam gemidos e palavras sem sentidos.

– Aaaaaaaahhhh. – Gritou extasiada quando Edward lhe deu o primeiro tapa bunda.

– Rebola gostoso vai. – Pediu metendo em Isabella com força. – Engole meu pau com essa boceta apertada. – Disse enquanto aplicava um segundo tapa bem em cheio na sua bunda.

Aos gritos e gemidos Isabella fez o que ele mandou, rebolou gostoso e sua intimidade engoliu todo o seu membro.  As investidas ficaram ainda mais urgentes e ela gozou melando de vez o pau de Edward com o seu gozo, bastando apenas mais algumas estocadas para que ele gemesse e mordesse o ombro dela gozando loucamente dentro de Bella, para logo em seguida cair na cama ao seu lado.

– Você não pode sumir pela manhã. – Sussurrou. – Eu estou enlouquecendo sem você, sinto tanto a sua falta.

– Eu vou estar aqui quando acordar. – Respondeu vendo-o fechar os olhos devido ao cansaço. – Prometo que irei ficar aqui com você.

Edward queria muito acreditar em suas palavras, porém sabia que ela não estaria lá pela manhã já que aquilo tudo não passava de um desejo insano de sua mente doentia, a qual não sabia mais como lhe dar com a ausência de sua amada e por isso criou essa nova Bella, só para não se sentir sozinho. Fora com esse pensamento que Edward adormeceu, mal sabia ele que Bella realmente disse a verdade, ela estaria lá quando acordasse, na verdade estaria lá até quando fosse possível, pois estava presa a ele, ligada a ele e não sabia como e nem o porquê, mas agora entendia muito bem o que Edward havia sentido quando estava da mesma forma que ela, na forma de um suposto fantasma.

Continua...

Um comentário:

  1. puta merda... (sorry) acorda ela logo!!! iso é tao angustiante... coitados!!! ela vai passar a gravidez toda assim???? nao neh?!?
    posta mais logooooo

    ResponderExcluir