Jul M

Oi

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O Casamnto-- Capitulo 20-- Menina, Mulher!

Menina, mulher.

(Por que quando era uma menina me obrigaram a ser uma mulher e quando chegou a hora de ser mulher queria ser de novo uma menina frágil e indefesa) (Jul M)


Edward estava com Isabella em seus braços, agora ela dormia calmamente, não seria fácil esquecer a cena, não seria fácil esquecer os gritos dela enquanto ele tentava acalmar a jovem que dormia e ao mesmo tempo gritava e se debatia nos braços dele, gritava seja lá o que fosse que ela tivesse sonhando, parecia muito real e quando ela se deu conta que estava acordada e que era Edward quem tentava controla-la e acalma-la a jovem desabou chorando e ficou assim chorando contra o seu peito até que adormeceu em seus braços de novo sem dizer nada.
....

Edward ligou para a empresa avisando que Isabella não estava se sentindo bem e que não trabalharia  hoje, ela ainda dormia e não comeu nada no dia passado depois do episódio ao entardecer e dormira a noite toda até agora. Ele saiu do quarto  indo até a cozinha, Tia estava na pia lavando umas louças.

_ Onde está Sue? - Ele perguntou chamando a sua atenção.
_Sue foi até o mercado! - Ela disse secando as mãos no pano de prato e sorrindo pra o seu chefe. — deseja alguma coisa senhor?
_ Faça uma bandeja de café da manhã reforçada e leve ao meu quarto! - Ele disse — bata antes de entrar ou chame!

 Edward não esperou respostas apenas saiu voltando para o quarto encontrando Isabella ainda dormindo, ele fora até o banheiro e colocou a banheira para encher, Isabella iria querer tomar um banho depois do café, ele trabalharia em casa já havia ligado para Irina e mandando-a trazer todo trabalho em sua casa, só estava esperando ela chegar e Isabella acordar. Alguns minutos depois que ele tinha saído do banheiro Tia chegou com a bandeja com café da manhã para Isabella, Edward já havia tomado café junto com Sue na cozinha e aproveitou para conversar um pouco com sua amiga e confidente.

_ Onde coloco senhor? - Tia perguntou dando novamente um sorriso convidativo e cheio de segundas intenções.
_ Coloca sobre a mesa de centro! - Ele disse caminhando em direção á cama — já pode sair Tia! - Ele disse quando a jovem continuou parada.
_ Claro senhor! - Ela disse já caminhando para a porta.

Tia demorou a fechar porta e conseguiu ver o exato momento em que Edward  se sentava na cama depositando um beijo no ombro mal coberto da esposa que dormia. Isso fora o bastante para a jovem Tia sair bufando do quarto do homem e assim que entrou na cozinha tirou o celular  e digitou uma mensagem de texto enviando para alguém.
....


Edward beijou o ombro dela, tentando acorda-la de um jeito carinhoso onde ela não se assustasse, com um toque calmo e gentil ele tocou seu rosto e afastou alguns fios de cabelos da jovem e sussurrou em seu ouvido.
_ ¹ Temps de se réveiller la belle endormie! – De um jeito carinhoso ele disse em seu ouvido em francês — Bella querida você precisa acordar!

 Ela gemeu e se mexeu na cama, girando o corpo e se espreguiçando ela abriu os olhos e piscou algumas vezes devido a claridade que havia no quarto. Edward sorriu quando ela olhou para ele e tocou a sua bochecha que estava corada.

_ Como se sente? - Ele quis saber.
_ Melhor, mas estou com fome! - Ela disse sorrindo.

Claro que Bella não havia esquecido o que aconteceu na noite passada, mas era a primeira vez que ele estava sendo gentil com ela e além do mais estava sendo carinhoso, coisa que ela pouco teve e a única pessoa que lhe deu carinho durante todo esse tempo de vida fora o pai e receber carinho de outra pessoa ainda mais sendo do sexo oposto era raro e estava sendo prazeroso.

_ Sente-se! - Ele disse ajudando ela a arrumar os travesseiros — vou trazer a bandeja aqui pra você comer!

Edward fez exatamente o que disse, pegou a bandeja e colocou sobre a cama para que Isabella pudesse comer.

_ A banheira está cheia! - Ele disse chamando a atenção dela — quando terminar pode ir tomar banho, não precisa ir trabalhar hoje já avisei na empresa.

_ Obrigada! - Ela disse quando ele ficou de pé.
_ Volto depois para ver como você está! - Ele disse beijando a sua testa — coma tudo, e – ele pensou em como tocar nesse assunto — acho que precisamos conversa sobre ontem.

 Bella nada disse apenas acenou com a cabeça um sim e Edward saiu do quarto dando espaço para ela, ele estava na sala quando a campainha tocou, Tia abriu a porta e Irina entrou com duas pastas nas mãos.

_ Por que tanta demora! - Edwad disse ficando pé e pegando as pastas — anote todas as ligações e recados, amanhã quero ser informado de tudo Irina! - Ele disse dando ás ordem para a jovem.

_ Claro! - Ela disse olhando em volta vendo a nova empregada dele, ela conhecia Sue já esteve na casa dele, e com ela. — vai passar o dia em casa tudo por que ela não pode trabalhar? - Irina questionou chateada.

_ Não, vou passar o dia em casa, pois a minha esposa precisa descansar! - Ele disse áspero — agora volte para o seu trabalho não tem mais nada para fazer aqui senhorita Jonas.

Irina conhecia bem as mudanças de humor do chefe e sabia bem que um passo em falso com ele era adeus para o seu emprego e tudo mais que tinha com ele. Ela respirou fundo e se preparava para sair quando viu Isabella descendo as escada, a cara da jovem estava pálida e abatida, uma camisa grande cobria o seu corpo e ela com toda certeza estava com um short por baixo daquela camisa, os cabelos molhados, deveria ter acabado de tomar banho com todo certeza. Mas não fora isso o que chamou a atenção dela, fora as marcas em tonalidade amarelas e algumas ainda roxas que  a jovem tinha, algumas nas pernas e várias nos braços e no pescoço, as do pescoço com toda certeza eram marcas de chupões, ela olhou pra o chefe que tinha a mesma expressão no rosto e voltou a olhar para Isabella que agora já estava na sala, parada olhando para os dois, o casamento não era de fachada Irina acabou de comprovar isso.

_ Irina! - Ele chamou a atenção — volte para a empresa e me mantenha informado.
_ Claro! - Ela disse arrumando a bolsa e saindo da casa do chefe bufando de raiva — maldita hora em que comentei aquela merda toda sobre essa songa monga! - Irina murmurou dentro do elevador — aaaaaaaaaah! - Ela gritou batendo com as mãos na parede de metal do elevador — você me paga Isabella Swan, me paga!
....

Logo após a saída da jovem, Edward se voltou para Isabella deixando de lado as pastas com o trabalho que era para ele.

_ Devia estar na cama! - Ele comentou olhando para ela — está descalça por quê?
_ Está tudo bem! - Ela disse virando os olhos, nunca vira ele tão atencioso assim com ela — acho que precisamos conversar!
_ Sim, acho que sim! - Ele disse pegando as pastas que tinha deixado de lado e segurando-as — venha comigo, estou indo para o escritório!

Ambos fizeram o caminho calados, Bella estava muito pensativa afinal tinha muita coisa ali, ela precisava pensar com calma em o que dizer e o que continuar a esconder. Edward segurou a porta para ela e assim que estava dentro e devidamente acomodados ele fez sinal para ela começar.

_ Sobre ontem eu sinto muito! - Ela disse mordendo os lábios, estava nervosa — não é sempre que acontece isso, eu juro!

 Edward sabia que estava sendo difícil para ela, ele sabia o que ela estava tentando dizer, mas era preciso ela falar e não ele simplesmente dizer eu sei o que aconteceu e sei por que você é assim.

_ Você tem razão quando diz que sou fraca! - Ela disse de cabeça baixa, Edward fez uma careta perante as palavras dela — eu tenho os meus motivos para tentar ficar o mais invisível possível da sociedade.

E como tinha, não era fácil para ninguém passar pelo que ela passou e ainda ficar de pé do jeito que ela tentava sempre ficar.

_ Era o meu primeiro ano no ensino médio! - Ela começou — escola nova, turma nova, amigos novos, eu não estudava mais na reserva de La Push, era na escola estadual de Forks. — ela se calou um pouco — escola legal, pessoas legais, era o que eu pensava - a mente de Isabella viajava criando imagens que ela tanto tentou esquecer — Mike Newton era capitão do time da escola, garoto popular e o sonho de toda garota, e fora meu pesadelo durante longos anos.

Duas lágrimas escorreram pelo rosto dela, Edward sentiu o peito apertar, não era pra ela chorar já tinha passado, por que isso ainda doía tanto nela.

_ Ele aceitou o meu convite para ir ao baile da rosa, era a garota quem convidava! - Ela mordeu os lábios — era tudo uma armação, tudo uma vingança besta de uma garota invejosa e Mike aceitou fazer parte disso — a voz dela estava alguns tons mais alto — eles me humilharam no meio da escola toda, jogaram tinta em mim, e como se não fosse o bastante, a namorada dele ainda  rasgou o meu vestido, eu tive que voltar para casa além de suja de tinta praticamente nua para casa.

Bella tinha os olhos longe, era como se as imagens estivessem vivas dentro dela, e que aquilo tudo que ela falava estivesse acontecendo agora.

_ Não melhorou nada, as semanas foram passando e as brincadeiras foram ficando pior! - Ela disse — Tânia andava com eles, mas nunca ligou sempre dizia é só brincadeira Bells relaxa — eles continuaram e continuaram até que um vídeo meu fora parar na internet, foi horrível — ela sussurrou — eu fui piada da cidade toda, meus pais quase tiveram infarto quando viram o vídeo, foi uma vergonha grande para toda a família. — ela olhou para Edward pela primeira vez desde que tinha começado a conversar — eu achei que tinha acabado com o vídeo, mas Mike queria mais ele disse que só ia retirar o vídeo da internet se eu me encontrasse com ele em uma casa abandonada que tinha na saída da cidade.

 O corpo de Bella tremia, suas mãos pareciam não parar quietas e seus olhos estavam sem foco algum.

_ Estava escuro, não havia muita claridade! - Ela disse — a casa estava empoeirada, mas tinha muitas garrafas de cerveja espalhadas e eu chamei por ele, até que ele apareceu bêbado e com mais alguns amigos — ela ficou pálida e passou as mãos pelo corpo como se tentasse limpar algo — eu tentei correr, mas eles eram mais fortes, eles me agarram e eu gritei, eles estavam rindo e eu estava com tanto medo...


_ Isabella calma! - Edward disse puxando ela da cadeira e abraçando-a — já passou ninguém vai tocar em você de novo eu prometo.

_ Eles me amarram em uma árvore e tiraram várias fotos minha! - Ela sussurrou entre soluços, nem Isabella se deu conta que chorava - toda a escola viu e comentou, meu pai abriu um processo contra a família Newton, mas fora inútil, pois a família dele tinha dinheiro, e tudo o que Mike teve que fazer fora prestar serviços para a comunidade como pena alternativa. — Edward ainda a mantinha em seus braços — eu voltei a estudar na reserva, quando me formei vim embora, não suportava mais aquela cidade e nem ouvir a minha mãe falando que eu coloquei o nome da família na lama!

_ Eu sinto muito! - Edward sussurrou e por mais estranho que fosse de se entender ele sentia mesmo.

_ Tânia sempre fora a preferida, a mais querida, a mais amada! - Ela disse, já não soluçava mais — ela sempre fez questão de mostrar isso, até quando eu arrumava namorado ela dava um jeito de estragar tudo!

_ Sua irmã é uma boba! - Ele disse segurando o seu rosto e limpando as lágrimas silenciosas que caiam — já passou, não precisa ficar lembrando-se disso, não precisa! -  Ele disse voltando a abraça-la.

Bella não era tão diferente dele, na escola Edward tinha Demitri e Félix para infernizar a sua vida, seu primo Jazz como era conhecido, tinha o talento de se enturmar rápido, Félix e Demitri tinham prazer em ridicularizar o jovem em meio a toda escola, então veio Maggie, líder de torcida, uma garota linda que do nada começou a se interessar pelo magrelo e fraco Edward Cullen, fora o que faltava para aumentar a raiva de Demitri e Félix, Maggie fora uma paixão louca e avassaladora de Edward, uma paixão que causou muitos estragos e muita mudança na vida dele, mas ainda não era a hora de alguém saber o seu passado ainda, não era hora...

Continua...

 Notas finas
  ¹Temps de se réveiller la belle endormie—que dizer – bela adormecida hora de acorda!

Um comentário:

  1. ai tadinha da Bella, o Edward está sendo um marido ideal, será que esta fazendo isso´por causa da aposta ???
    eu acho que não!!!
    esperando o proximo capitulo.
    bjs adoro suas historias..............

    ResponderExcluir