Jul M

Oi

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O Casamento-- Capitulo 22-- Um Coracão!


Um coração!

                (trilha sonora--With Me--Sum 41)
                                                  With Me
                                    I don't want this moment
                                               To ever end
                                   Where everything's nothing
                                               Without you
                                                  Comigo
                            Eu não quero que este momento
                                            Tenha um fim
                                      Onde o tudo é nada
                                               Sem você

Isabella dormia calmante enquanto os dedos de Edward desenhavam linhas imaginárias em sua costa, Edward passava os dedos com tanta delicadeza que era como se ele nem tivesse tocando-a. Ele estava perdido em pensamentos, seu corpo estava ali no quarto, mas sua mente estava tão longe, tão longe que ele nem sabia dizer se as lembranças eram boas.

I'll wait here forever just to
To see you smile
'Cause it's true
I am nothing without you
                                         Eu esperaria aqui para sempre só para
                                                           Para te ver sorrir
                                                           Porque é verdade
                                                      Eu sou nada sem você

(lembrança de Edward Cullen)

Maggie era tão linda e perfeita do seu jeito, Edward sabia que tudo era perfeito demais para ele estar na escola, ser o melhor aluno da turma e ter uma namorada como Maggie Scott filha de empresário francês que era dono de uma fortuna sem cálculo e sem fim. Sua família tinha dinheiro e grande prestígio, mas a família Scott também.

_ Você é o melhor namorado do mundo! - Maggie disse beijando mais uma vez Edward.

_ Você ainda não respondeu a minha pergunta! - Edward disse interrompendo o beijo — você daria a honra de ir ao baile comigo?

_ Claro que sim seu bobo! - Ela sorriu e cobriu a boca dele com um beijo - eu amo você Edward Cullen!

(fim das lembranças de Edward Cullen)

Nunca fora real, nada que saia daquela boca era verdadeiro, Maggie mentiu o tempo todo e nunca aquelas palavras foram verdadeiras, como ele pode se enganar tanto?  Se alguém tinha culpa dele ser assim tão frio e praticamente sem coração a culpa com toda a certeza seria de Maggie Scott.

Through it all
I made my mistakes
I stumble and fall
But I mean these words
                                                             Apesar de tudo
                                                        Eu cometi meus erros
                                                        Eu vou tropeçar e cair
                                             Mas eu quero dizer essas palavras

Mas tinha algo estranho, Edward sentia, por mais que ele gostasse de tirar Isabella do sério havia algo diferente, não era como acontecia com Maggie era diferente, principalmente o sexo, de algum modo era mais intenso, mais forte, mais profundo, havia uma ligação entre os dois, até mesmo quando ela estava com raiva ela se rendia sem reservas, sem resistência, Isabella era completamente diferente de Maggie, disso Edward já sabia, mas conhecendo ela um pouco mais acabou sabendo que  a diferença entre as duas era bem maior do que ele um dia ousou comparar.

_ Deveria dormir! - A voz sonolenta de Isabella ecoou no ouvido dele — você vai acordar cedo! - Ela sussurrou.

_ Tudo bem! - Ele disse aprofundando o carinho em seus cabelos, fazendo Isabella bocejar — volte a dormir, já, já eu estarei dormindo também!

Outro bocejo e Isabella adormeceu de novo, claro que o cafuné que Edward fazia em sua cabeça ajudou ela a dormir bem mais rápido, ele sorriu, Isabella era a única mulher que tinha todos os motivos para odiar Edward e ainda assim se preocupava com ele, Edward balançou a cabeça e suspirou, de todas as mulheres que ele podia escolher pra entra nesse acordo com ele Isabella fora a melhor escolha, um tiro no escuro que acertou em cheio o alvo, ela era gentil e doce, tinha uma inocência viva nos olhos, e por mais duro que tenha sido seu passado ela seguiu em frente e por algum motivo ainda tinha esperança na humanidade.

I want you to know
With everything, I won't let this go
These words are my heart and soul
I'll hold on to this moment, you know
'Cause I'd bleed my heart out to show
That I won't let go
                                                      Eu quero que você saiba
                                     Com tudo, eu não vou deixar isso acabar
                                      Essas palavras são meu coração e alma
                                   Eu vou me segurar nesse momento, você sabe
                                      Porque eu sangro meu coração para mostrar
                                                 Que eu não vou desistir

O sol entrava pela janela quando Anthony invadiu o quarto dos pais se jogando na cama por cima dos dois. Edward acordou assustado e Isabella já fora mais receptiva ao menino, abraçando-o e beijando seus cabelos.

_ Não deveria estar dormindo? - Isabella perguntou enchendo ele de beijos — você não tem aula hoje, devia dormir até tarde!

_ Acordei cedo! - Ele disse entre risos — não quis ficar na cama! — ele gargalhou quando Isabella começou a fazer cosquinhas nele — para mamãe, para mamãe! - Ele sussurrou entre risos.

Isabela ria, mas parou com as cosquinhas no menino, Edward olhava tudo meio abestalhado, o estado de espírito de Isabella era bem melhor do que o do dia anterior, ela tinha os olhos brilhantes e um sorriso grande nos lábios, Anthony e Isabella estavam olhando para Edward, por sorte Isabella se vestiu depois da rodada de sexo com o marido e Edward acabou por sua vez vestindo a boxer.

_ O que foi? - Edward perguntou vendo os olhos dos dois encarando ele — por que estão me olhando assim?

_ Cosquinhas no papai! - Isabella disse e tanto ela e quanto Anthony pularam em cima dele.

_ O quê? Não, para com isso! - Edward disse, mas ambos ignoraram o seu pedido.

 Anthony dava doces gargalhadas fazendo cosquinhas no pai com ajuda da mamãe dele, Isabella ria mais da cara e boca do menino do que do ato em si. Edward acabou rindo e entrando na graça junto com os dois.

_ Cosquinhas na mamãe ou não tem sorvete hoje! -  Edward disse e Anthony se juntou com ele indo pra cima de Isabella.

_ Não, não, para! - Isabella disse rindo e se contorcendo com as cosquinhas dos dois — isso não é justo, são dois contra um.
As risadas ficaram mais altas e os pequenos gritos de Anthony eram escutados até fora do quarto, Sue sorriu ao ouvir as risadas que vinham do quarto dos patrões, há muito tempo que ela não ouvia risos nessa casa.

Thoughts read are spoken
Forever in doubt
And pieces of memories
Fall to the ground
                                                   Pensamentos lidos e ditos
                                                     Para sempre em dúvida
                                                      E pedaços de memórias
                                                             Caem ao chão

 Isabella ajudou a dar banho em Anthony no próprio banheiro deles, depois tomou seu banho, ela iria trabalhar hoje e Edward provavelmente também. Ela deixou Edward terminar de se arrumar e fora para a sala junto com Anthony tomar café. A manhã havia começado ótima para ela, Anthony estava com um sorriso radiante e bastante animado.

_ Bom dia Sue! - Bella disse puxando a cadeira e colocando Anthony sentado — como você está?

_ Estou bem senhora! - Sue disse e Tia entrou na sala com uma jarra de suco colocando sobre a mesa — e a senhora se sente melhor?

_ Sue pode me chamar de Bella! - Ela disse sorrindo — me sinto uma velha quando me chama de senhora!

_ Tudo bem! - Ela disse retribuindo o sorriso.

_ Bom dia! - Edward disse entrando na sala — Sue, Anthony vai ficar em casa hoje, não tem aula pra ele.

_ Claro menino! - Ela disse e Edward beijou a testa dela. — vamos comer, estou com bastante fome hoje.

_ Que bom! - Ela disse sorrindo e ajudou a servir o café deles.

....

Bella ainda não se sentia confortável com a nova empregada, ela não sabia dizer, mas tinha algo nela que deixava Isabella com um pé atrás, apesar das boas recomendações a jovem Tia não despertava a confiança de Bella.

_ Algum problema? - Edward perguntou parando no sinal, eles estavam indo para a empresa.

_ Nada não! - Ela disse — acho que vou sair com a Ângela hoje, vamos ver umas coisas para minha casa, vou começar a reforma nela.

_ Devia coloca-la á venda! - Edward disse, por algum motivo esse assunto incomodou ele — você está presa á mim por quatro anos e com o dinheiro que vai levar dá para comprar uma casa nova em um bairro melhor.

_ Eu gosto da minha casa! - Ela disse dando de ombros — além do mais é perto do trabalho e não gasto muito tempo.

_ Melhor mudarmos de assunto! - Ele disse — eu pego você na saída, apenas me ligue e busco você.

_ Não precisa! - Bella disse — eu sei pegar um táxi e ir para casa.

_ Apenas ligue ok!

_ Tá! - Fora tudo o que ela disse.


I know what I did and how so
I won't let this go
'Cause it's true
I am nothing without you
                                                     Eu sei o que fiz e então
                                                   Não vou deixar isso acabar
                                                      Porque isso é verdade
                                                      Eu sou nada sem você



Edward entrou na empresa ao lado de Isabella, ela estava meio constrangida, apesar dos meses terem passado, ninguém ainda entendia o porquê desse casamento, Isabella estava vestindo um vestido solto no corpo com um casaquinho, sandálias de salto fino e a bolsa de lado, a roupa não era das piores, mas sim a cor dela que era horrível, verde cor de vômito, em um gesto que pegou tanto Isabella e até mesmo todos os que olhavam para ele, Edward pegou a mão de Isabella entrelaçando junto com a sua e caminhou ao seu lado para dentro do elevador.

_ O que está fazendo? - Isabella perguntou aos sussurros, ela não entendia o motivo desse ato.

_ Nada demais! - ele disse curvando o rosto e beijando os lábios dela de leve bem na hora em que a porta se abriu e todos que estavam do lado de fora ficaram abobados com a cena — apenas deixando claro algumas coisas!

E dizendo isso ele a puxou para fora do elevador ainda com as mãos entrelaçadas e acompanhou Isabella até a sua mesa.

All the streets
Where I walked alone
With nowhere to go
Have come to an end

                                                           Todas as ruas
                                                  Por onde eu andei sozinho
                                                           Sem lugar pra ir
                                                       Eu cheguei a um fim
Edward entrou em sua sala e pela primeira vez desde que ela começou a trabalhar na empresa Irina não entrou logo em seguida com a desculpa de lhe passar a agenda do dia. Mas para a sua surpresa não era Irina quem estava á esperar por ele e sim seu amigo Emmett.

_ Fiz o que você mandou! - Emmett disse — e você não vai acreditar no que descobri.

 No mesmo dia em que Isabella lhe contou o que havia acontecido, Edward ligou para o amigo e mandou-o investigar tudo sobre esse tal de Mike Newton, tudo que era informação sobre esse cara.

_ Esse tal Mike Newton é um dos sócios do seu pai! - Emmett disse pegando Edward de surpresa — bom, é sócio minoritário, mas ainda é sócio, ele cuida das filias pequenas do seu pai, ele e mais outros sócios minoritários.

_ Descobriu mais alguma coisa? - Edward disse já planejando o que seria feito contra esse idiota.

_ Quase nada! - Emmett disse — só o que sei é que esse cara é como um fantasma, nada de muitos detalhes e tudo o que descobri é que ele é sócio também de James Bloom, em outra companhia.

_ Esse James que você fala é o mesmo James Bloom que tivemos problemas? - Edward perguntou.

_ O próprio! - Emmett disse — Edward seja lá o que esse Mike fez o cara não é nada confiável.

_ Obrigado Emmett! - Edward já estava sentado em sua cadeira — mas esse assunto é pessoal.

_ Claro chefinho! - Ele disse em um tom mais brincalhão — mas me conta como anda a missão seduzir a Swan! - Ele riu.

_ Muito prazerosa meu caro amigo! - Ele disse dando um sorriso sínico para o amigo — nunca pensei que fosse me divertir tanto com algo tão simples.

 Emmett gargalhou e ficou de pé, Emmett olhou para o amigo e apoiando as mãos sobre a mesa curvando o corpo para frente ele disse.

_ Sexo não é amor! - Edward olhou para o amigo — ela tem que se apaixonar meu amigo, enquanto ela não se apaixonar por você, nada será válido.


I want you to know
With everything, I won't let this go
These words are my heart and soul
I'll hold on to this moment, you know
'Cause I'd bleed my heart out to show
That I won't let go
                                                   Eu quero que você saiba
                                          Com tudo, eu não vou deixar isso ir
                                       Essas palavras são meu coração e alma
                                   Eu vou me segurar nesse momento, você sabe
                                   Porque eu sangro meu coração para mostrar
                                                   Que eu não vou desistir

Mal sabia Emmett que essa sua aposta maluca poderia gerar bem mais do que paixão, mal sabia que ele estava dando início a algo bem mais forte do que ele conseguiria imaginar. Bella passou a manhã toda revendo o projeto e analisando dados para seu chefe, Jasper viajaria no começo da semana e precisaria disso pronto. Era quase hora do almoço, ela sabia por que sua barriga estava dando sinal de vida, mas ela sentiu algo estranho, um medo, talvez, como se algo dentro dela estivesse se quebrando, ela olhou em volta e não havia ninguém a não ser as mesmas pessoas de sempre, ela tentou voltar a se concentrar nos papéis que tinha nas mãos, mas uma nova onda de sensações tomou conta dela, um desejo, talvez uma vontade, na verdade uma necessidade de algo. Ela olhou em volta e por mais loucura que isso parecesse a única pessoa que vinha em sua mente era Edward Cullen. Fora como levar um choque ou como entrar em combustão, Isabella saiu de seu lugar deixando tudo que tinha sobre a mesa, ela caminhou pelos corredores da empresa indo em direção á algum lugar.

 A manhã para Edward tinha sido toda perdida já que ele não conseguiu fazer nada depois que Emmett deixou a sua sala, e o fato dos olhos de Isabella estarem o perturbando desde o momento que ele coloco os pés dentro daquela sala também não ajudou. A noite passada o modo com que o corpo dela se encaixava perfeitamente no dele o deixava mais distante do que ele deveria fazer. Por que justamente perto do horário do almoço ele sentiu uma grande necessidade de beijá-la, porque as imagens dos lábios dela não deixavam sua mente, como gelo sendo derretido pelo fogo.

_ Inferno! - Ele disse jogando os contratos sobre a mesa e ficando de pé.

_ Edward aonde você vai? - Irina perguntou, mas fora completamente ignorada.

Edward andou pelos corredores indo em direção á sala de Isabella, ele não entendia bem o porquê, mas desejava muito vê-la, ele precisava só olhar para ela, pra ver se essa vontade louca de beijá-la passava e que esse sentimento estanho que estava tomando conta dele também fosse embora. Fora rápido, o corpo dele se chocou com o dela no meio do corredor deserto, Edward olhou pra Isabella como se ela fosse sua água da juventude eterna, por algum motivo ele também viu o mesmo brilho nos olhos dela, como se tivesse acabado de achar os Oásis dele e levado por impulso Edward fez o que tanto desejava, tomou a boca dela em um beijo.

In front of your eyes
It falls from the skies
When you don't know what
You're looking to find
                                                    Na frente dos seus olhos
                                                           Isso cai do céu
                                           Quando você apenas nunca sabe
                                        Você está procurando para encontrar

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário