Jul M

Oi

domingo, 16 de setembro de 2012

Capitulo 19 -- Um Erro e Dois Acerto


Ela se apaixonou.
Já tinha se passado uma semana dês que Isabella tinha voltado de viajem com Edward, depois daí ficou difícil ambos terem contato, primeiro Edward andava chegando tarde de mais, e ela ainda tinha escola durante os dias da semana, e trabalho dele estava tirando todo tempo dela, então ela so sentia ele noite entra em seu quarto primeiro para ver como ela estava e depois sempre beijava o cabelos delas e sussurrava “ boa noite Isabella”. Pela manha quando ela acordava ele já estava na empresa e depois que Isabella ganhou seu novo carro Erick passou a dirigi para ela ate menina tira a carteira de motorista, quando as aulas terminavam Isabella ia para casa, duas vezes nessa semana ela foi fazer compras com Nessie mais ligou para Edward avisando e Erick foi junto como de costume.
–- você ta estranha! Nessie disse olhando amiga que estava distraída na sala de aula—o que aconteceu nessa viajem?
–- nada! Isabella disse focando o quadro negro
–- qual e Isabella vai mentir pra mim agora? Nessie pressionou a amiga
Isabella suspirou frustrada, ela precisa falar com alguém sobre o que estava se passando com ela, mais ela tinha medo do que iriam falar sobre.
–- me conta? Nessie disse—saber que não vou conta pra ninguém
–- ele! Isabella disse
–- o que ele fez dessa vezes?
–- fez eu me apaixona por ele! Isabella disse com voz que não passava de sussurro.
Nessie conteve a vontade de grita, era impossível Isabella ainda não ter notado o modo como homem poderoso olhava e cuidava dela. Nessie sempre ouviu tudo que Isabella dizia a respeito do Edward e confirmava tudo com que Jacob falava o poderoso Cullen estava apaixonado por uma menina e Isabella não via isso como ela podia não ter visto isso ainda?
–- e isso e ruim? Nessie perguntou
–- eu não sei! Ela disse desanimada—Nessie ele e Edward Cullen, pode ter a mulher que quiser, ate aquela entojada da Jane Volturi viver correndo atrás dele, e ela e muito bonita.
Isabella suspirou e baixou os olhos sem, olhar para menina que estava do seu lado estava frustrada de mais com seus pensamentos.
–- e daí? Nessie perguntou
–- por favor Nessie, eu sou so ex menina de rua que esta sendo a distração dele agora, quando ele se cansa eu serei descartada.
Nessie não podia dizer a Bella o que Jacob havia lhe contado ate por que era so suspeita assim como ela também suspeitava que Edward estava apaixonado na verdade ela tinha certeza, mais não seria ela a dizer para menina seria invasivo de mais, ate pra ela mesmo sendo sua amiga não era adequado a final e se ela tivesse errada sobre Cullen seria pior para Isabella.
–- eu...
–- não Nessie, não comece com seu falatório! Bella disse ignorando a
Menina
–- mais Bella! Nessie retruncou a menina
–- mais o que Nessie? Ele não gosta de mim ta na cara, que sou so seu passa tempo, já tem uma semana que ele não procura o enquanto ta se desfazendo.
Nessie olhou para menina que estava com duas rugas no meio da testa, como se tivesse bastante irritada com que ela mesmo acabava de dizer.
–- então faça ele se apaixona por você! Nessie disse ríspida para amiga—não banque a frágil e ofendida, você não e assim ,provoque como sempre fez, faça ele se ele se apaixona por você.
Isabella olhou para amiga como se acabasse de leva um tapa na cara. Ela não havia pensando nessa condição a final se ela que acha ser impossível se apaixona por alguém se apaixonou pelo todo poderoso Cullen por que não. O que ela tinha perde mesmo? Nada ela não tinha nada a perde...
(...)
Edward estava na empresa nunca sentiu tanto gosto de trabalha nessa empresa como agora, mandou Emmett se encarrega de contrata outra secretaria já que antiga teve que ser demitida por ele pois Isabella não gostava nada da jovem, so que Emmett so conseguiu isso hoje já na sexta e devido ao trabalha extra e acumulado passou a semana toda chegando tarde da noite, o que deixo ele sem tempo para Isabella, a única coisa boa que descobriu foi que Isabella tinha adora o presente novo o carrinho que ele comprou para ele, teve coloca Erick como motorista ate ela tira a carteira.
–- Sr. Cullen! Sua nova secretaria entrou Irina Jones – esse e ultimo contrato que tem que assina!
Irina trajava uma camisa branca com vasto decote, e uma saia preta super justa com lascado nas costa, seus salto era fino como agulha, mais tinha leve maquiagem no rosto, ela era uma mulher bonita isso era visível mais os olhos de todo poderoso estavam em outra, que nem era mulher e nem ao menos menina, era uma mistura das duas coisa que acabavam deixando ele fascinado.
–- estão aqui! Edward entregou os papais para nova assistente—tenho boa noite senhorita Jones.
Edward ficou de pé e pegou seu palito e sua pasta, essa primeira vez nessa semana que ele chegava cedo em casa, estava cansado mais sentia saudade de menina petulante que esperava todas noites por ele. Marta contou que menina fica ate altas horas esperando ele chega, mais sempre acabava dormindo antes do Cullen chega, Edward ficava feliz de saber que ela esperava por ele, ficava triste de não ter podido chega antes para vela antes de dormi, se bem que no estado que ela andava a única coisa que ele iria fazer com Isabella era dormi.
–- deseja mais alguma coisa senhorita Jones? Edward perguntou ao ver que jovem ainda estava parada em sua sala
–- não! Ela disse pegando pasta da mesa—tenha boa noite senhor Cullen
–- boa noite! Edward disse saindo antes da moça da sala
(...)
Quando Edward chegou em casa era quase nove horas da noite, as luzes da hall de entrada estava ligada e a luz da sala principal estava ligada, ele entrou em casa e esperou que Marta aparecesse para receber, mais ela não apareceu então ele subiu direto para quarto na esperança de encontra Isabella. A porta do quarto da menina essa semana ela voltou a dormi em seu quarto pelo fato dele esta chegando tarde talvez esse motivo tenha levado ela volta para seu quarto. Assim que ele entrou viu que tudo estava em seu lugar assim como a roupa da cama estava perfeita ninguém esteve nesse quarto. Ele saiu e foi para seu ele precisa de banho e do calor do corpo dela, mais assim que entrou no quarto percebeu que ali ninguém esteve ande será que Isabella estava.
–- mais que merda! Edward resmungou reirando a gravata e jogando sapato para canto—onde essa menina se meteu!
Edward tomou banho rápido tão rápido que não sabia dizer se realmente tinha banho, vestiu a calça moletom e saiu do quarto com cabelos úmido e peito nu ando as presa pelo corredores e indo para anda de baixo, passou pela sala de janta e foi ate cozinha tudo estava vazio nem uma sinal de Marta ou de Jessica e para deixa ele ainda mais nervoso ele não tinha visto Isabella ainda. Voltou para sala principal foi quando ele ouviu um barulho vindo da biblioteca e seguiu imediatamente para la.
–- Isabella! Ele chamou enquanto caminhava para porta da biblioteca – Isabella esta ai menina?
Nada veio em resposta Edward já estava ficando sem paciência ate sua fome já havia passado, so fato de algo ter acontecido com Isabella já o deixa nervoso, ele sabia que não era normal sentir isso, e não lembra quando foi ultima vez que sentiu isso por alguém que não fosse de sua família. Ele abriu a porta da biblioteca e viu no chão que alguns objetos haviam sido derrubado o que deixo ele ainda mais intrigado a final não havia sinal nem um naquele lugar que pudesse indica que outra pessoa estiva la ou estivesse la. Edward entrou na biblioteca ficando um pouco longe da porta quando foi surpreendido por trás alguém lhe cobriu a visão, mais devido movimento e ato ele foi pego de surpresa e ágil como seu extinto mandou ele rapidamente prendeu corpo do seu “agressor” contra parede levando o braço contra seu pescoço para imobilizado.

–- merda! Ele disse assim que viu que era Isabella o suposto agressor
–- surpresa! ela disse entra lufada de ar
A garota tinha rosto vermelho e agora uma macha vermelha no pescoço devido a força que Edward usou para imobiliza a jovem, seu corpo ainda estava contra parede e o corpo de Edward um pouco afastando dela deixando um certo espaço entre os dois.
–- ficou louca menina! Ele a repreendeu não com mesma frieza de outro tempo agora tinha algo diferente em sua voz talvez uma certa preocupação de tela machucado—nunca mais faça isso Isabella eu podia ter te machucado.
Sim ,Edward Cullen estava preocupado com menina, e não era uma preocupação comum era algo mais forte que fez seu peito doe so de imagina Isabella ferida por sua mãos isso ele provavelmente não suportaria.
–- o que pensa que estava fazendo? Ele perguntou sua voz era dura mais a preocupação estava ali presente
–- queria fazer uma surpresa pra você! Ela disse pegando ele de surpresa por essa atitude—você e forte, e rápido! Ela constatou. Já respirando sem dificuldade
– uma surpresa? Edward pergunto so agora se dando conta no estado que Isabella se encontrava.
A menina estava com cabelos soltou, e com pés descalço ela usava uma camisa social azul que pertencia ao próprio Edward, a camisa não estava fechada completamente os dois primeiro botões de cima estava aberto e os dois ultimo botões
–- que tipo de surpresa? Edward pergunto passando os olhos por todo corpo da menina.
Isabella olhou para Edward dando sorriso travesso que a muito tempo Edward não via nos lábios da menina. E ficando nas pontas do pés Isabella levou a boca ate ouvindo dele sussurrando.
–- terá que me pega primeiro Sr. Cullen!
Dizendo isso Isabella saiu correndo pelos corredores deixando um homem meio abobado. Edward levou um certo tempinho para entende o que se passava, ele já estava velho para essa brincadeira de pique e esconde, mais era impossível resistir a essa menina que tanto perturbava.
Assim que Edward entendeu jogo saiu correndo atrás da menina pelos corredores, no meio da escada a camisa da menina estava jogada no chão, Edward subiu a escada correndo e no meio do corredores que levavam para quartos estava sutiã da menina caído no chão, ele caminhou em direção ao quarto dele, e bem na porta pendurado na maçaneta estava um minúscula calcinha Edward pegou mesma levando ate nariz e cheirando ,um ato bem ousado mais misturado com desejo que ele tava sentindo e saudade que se misturava junto fazendo um misto de emoção. Ele sabia que Isabella estava la dentro e sabia que ela estava completamente nua em algum lugar daquele quarto e puxando ar para seu pulmões ele girou a maçaneta da porta para se depara com visão da sua perdição...


Isabella estava deitada na cama de Edward completamente nua, sobre cama com lenços branco tinha alguma petulas de rosas, e nos seus labios um morango bem suculento, cobrindo o seios em cada uma havia uma petulas de rosa e cada seios, e sobre seu sexo tinha um bilhete escrito em negrito surpresa..
Edward engoliu seco, seu olhos se fecharam em fenda como se ele fosse da bote a qual quer momento em sua presa, presa essa que estava se oferecendo de livre agrado. Ele caminhou em direção a cama so então notou que havia pequeno caminho de petulas no chão. Ele não sabia como uma garota tão nova sabia enlouquecer ele desse jeito e pior mexia que seus desejo mais secretos. Para sorte dele ele não teria muito trabalho de se livra de sua roupas, a final ele estava usando apenas calça moletom e nada mais.
–- então era essa surpresa! ele disse com admiração pela menina e visão da jovem semi nua na cama—um ótima surpresa!
Edward pegou papel que cobria seu sexo, e removendo ele dali pode ter visão da sua boceta depilada sem nem pelinho ,olhando para ela com morango na boca ele curvou corpo e mordeu morango tirando pedaço para ele e deixando um para menina.
–- esta delicioso! Edward disse beijando lábios da menina
Desejo era esse que controlava e guiava corpo dos dois, Edward aprofundava cada vezes mais beijo, seu corpo um boa parte estava por cima da menina, as mãos estava passeando livre mente pela sua barriga e descendo cada vez mais para baixo. Isabella gemeu quando sentiu dedos Edward tocando seu sexo, ela estava molhada e seu corpo cada vez mais quente. Edward começou a brinca com lábios maiores da menina fazendo leve movimentos com dedos estimulando ela cada vezes, seus dedos estavam molhado da própria lubrificação da menina.
–- tão deliciosa! Edward sussurro mordendo lábios dele e descendo para pescoço da menina.—senti sua falta! Ele disse dando leve mordidas
–- oh! Ela gemeu—Tambem senti!
Isabella disse com você tremula e sentindo dedos de Edward a penetra. Edward não era nem um jovem inexperiente ele sabia muito bem o que estava fazendo e como fazer. Edward sabia usa não so dedos como língua e outras coisa mais. movimentando os dedos dentro da menina fazendo o corpo de Isabella ter leve tremores o que indicava que ela esta tão próximo sua boceta já começava a aperta os dedos dele.
–- Edward oh eu vou..
–- não, você não vai! Edward disse parando com movimentos—você ainda não vai goza minha querida.
Edward retirou dedos de dentro da menina e levou na boca chupando o gosto dela a cada dia ficava melhor mais viciante. Ele se levantou e tirou calça ficando assim como Isabella completamente nu, Isabella tinha lábios inchado e bochechas coradas, seu cabelo estava meio desalinhado e seu corpo tinha leva camada de suor estava linda para Edward.
–- vem ca! Edward disse sentando na beirada da cama—quero que você me chupe!

Ela sabia o que ele queria, so não sabia se ia acerta fazer, das ultimas vezes que eles tentaram isso ela era desastres, não conseguiu fazer muito bem. Saindo da cama e indo para frente dele ficou de joelho no meio de sua pernas. Com mãos tremulas Isabella seguro pau Edward entres sua mãos, fazendo como ele havia lhe explicado na primeira vez ela fez leve movimentos de vai e vem deixando seu membro ainda mais duro em sua mãos, com cuidado ela aproximo cabeça passando língua na glândula vermelha e rosada chupando.
–- delicia! Edward gemeu segurando cabelos dela—acho coloca na boca Isabella!
Ela gostava quando ele falava assim, era sinal que ela estava fazendo certo, com cuidado ela foi colocando na boca e logo estava chupando ele como se fosse picolé. Sua língua lambuzava tudo pau de Edward e calor da boca de Isabella estava levando Edward a loucura, o que levou ele para soca seu pau todo ate talo na boca da jovem que no começo se engasgou com susto mais logo foi relaxando a garganta e deixo Edward fuder sua boca como se fosse sua própria boceta, Isabella sentia cada vez mais o pau de Edward inchar dentro de sua boca, sem aviso Edward gozo com força dentro da boca de Isabella que se assustou e tentou afasta cabeça mais Edward não deixo.
–- engole! Sua voz era rouca devido a momento mais ali estava voz autoritária e de comando.
Isabella fez o que ele disse engoli todo seu semem, ate gostou não era tão ruim ela pensou enquanto terminava chupa o pau de Edward deixando ele limpo e novamente duro em sua boca.
–- boa garota! Ele disse fazendo carinho em seu cabelos—agora vem aqui e senta essa boceta no pau.

Era assim, quando assunto era sexo Edward era objetivo mais quando todo desejo estava saciado ele era atencioso e ate carinho com Isabella, mais quando carne falava mais alto, era sempre abaixo de ordem. Não que Isabella se importasse ela já estava acostumada com atitudes do jovem, e nessa hora ela sempre se deixa leva pela luxuria e como boa cadelinha ela acabava fazendo tudo que ele mandava.

Com cuida ela ficou de pé e sentando no colo colocando um perna em cada lado da cintura dele, Isabella roçou sua boceta melada no pau dele arrancando rosnado dele.
–- eu mandei você senta essa boceta no pau! Edward disse dando palmada na bunda dela fazendo ela geme—agora para de me provoca e engole logo meu pau sua putinha!

Isabella tinha nos olhos brilho de desejo misturando com seu tezao, com mão meio tremula ela levou o pau dele direto para sua entrada, e foi descendo com cuidado fazendo seu pau entra fundo arrancado dos dois gemidos altos.
–- merda! Edward disse apertando sua cintura com forma mantendo ela para—sempre aperta, adoro isso.

Segurando firme a cintura dela, Edward fez Isabella subir e descer em seu pau, fazendo menina arfa por ar, e geme ao mesmo tempo de prazer. Isabella sentia cada centímetro do membro de Edward a preenchendo. Logo guiada pelo prazer Isabella já cavalgava com meretriz sobre Edward fazendo ambos gemeres. A boca de Edward matou saudade daquele corpo que tempo ele não tocava ,o pescoço da menina era seu alvo preferido mordia chupava e lambia, fazendo Isabella delira no seu colo. Os seios da menina foram outro lugar onde ele atacou deixando marca de seu dentes e fazendo Isabella urra com isso.
–- Edward eu vou.. Isabella disse sentindo seu corpo todo treme logo ela gozaria
–- não você não vai! Edward disse tirando menina do seu colo—de quatro!
Como boa cadelinha la estava ela de quatro sobre cama, não demorou muito para Isabella ser preenchida de novo por Edward, socando força a ponto de fazer Isabella ver estrelas, Edward penetrava com força e virgo..

–- aaaaaaaah ,mais forte Edward! Isabella gemeu e ganhou sonoro tapa na bunda.
–- já disse que senhor Cullen quando tiver te comendo! Edward repreendeu a menina.
–- me fode senhor Cullen! Isabella gemeu por dois motivo para provoca-lo e para deixa ele ainda mais excitado.
–- vou fuder você a noite inteira sua putinha! Ele disse socando com mais força.
Limite e prazer, não tinha limita para eles dois., Isabella gostava do modo como ele a tratava  na cama, como seu brinquedinho sexual, ou como ele havia dito para ela uma vez na biblioteca logo depois deles voltarem de viagem, a única manha que Isabella encontrou Edward em casa. Edward comparou Isabella a cadelinha fiel, que gostava de ser bem fodia e obediente ao dono. Na hora Isabella ficou bem furiosa, mais vendo do outro lado e com cabeça mais fria era mesmo assim ,Edward dava ordem e la estava ela fazendo, mais isso so se aplicava na cama quando ela tava coberta por desejo. E no final de tudo o que valia para dois era prazer que conseguiriam no final do ato, Edward sabia já havia notado algumas reações de Isabella ainda mais quando ele chamava ela de putinha ou cadelinha, mais ela tinha uma reação bem maior quando ele coloca palavra “MINHA” antes desse “doce elogios”.
–- Edward! Isabella gritou depois de muito tempo sendo devidamente fudida por ele.
Isabella havia gozado e não foi so ela Edward também foi junto com menina ,ele apoio peso do seu corpo sobre braços para não desaba encima da menina. Naquela noite Edward havia passado dos limites não que Isabella estivesse reclamando ate por que ela apagou logo após do orgasmo que teve. Edward fez Isabella fazer loucura naquele quarto, eles transaram de vários jeitos e formas e posições. De quatro de lado na forma conchinha, Isabella de costa e ele por cima dele., Isabella contra parede sendo devidamente fodida, Isabella em frango assando sendo devidamente espetada pelo belo mastro que Edward tinha entre pernas, Isabella no chão ,Isabella no seu colo, Isabella em “v”. essa foi uma das mais divertida para Edward. Fez Isabella manter pernas para cima formando “v” e assim ele preencheu ele divinamente com seu pau.
Devidamente fodida e gozada Isabella caiu no inconsciente, como de costume Edward beijo a menina em sua testa saindo da cama indo para banheiro, não demorou muito para Isabella sentir seu corpo flutuando em água morna abriu os olhos meio que forçada seu corpo estava doendo não tanto mais ainda estava.
–- Edward ,por que to na banheira? Ela perguntou ainda sonolenta
–- você não ia dormi suada! Edward disse passando mãos pelo corpo dela deixando Isabella consciente de que estava com costa apoiada em seu peito—e não e que eu não gostes de ter meu cheiro grudado em sua pele, mais amanha você acordara menos dolorida depois desse banho.
Dando beijo castro no pescoço da menina Edward terminou de lava Isabella e ale mesmo saindo com ela no colo Edward levou de volta para cama e la mesmo ele enxugou tanto ela quando ele. Isabella mau conseguia manter os olhos aberto e quando Edward terminou de enxugar ela, a menina caiu na cama adormecendo tão rápido que Edward não conseguiu esconder sorriso, ele levantou para pega um coeca mais deixo de lado vendo Isabella completamente nua deitada na cama, e se ela iria dormi assim ele também iria a final era domingo amanha e poderia dormi ate mais tarde.
–- não tem ideia do quanto me faz bem menina! Edward sussurro beijando cabelos dela—durma e cuidarei de você minha pequena.
Algo que ele so podia fazer e dizer quando ela estava dormindo, ele estava tão envolvido com menina que cada dia mais estava em sua mãos e cada vezes mais envolvido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário