Jul M

Oi

domingo, 16 de setembro de 2012

Capitulo 14 -- Um Erro E Dois Acertos


Festa Igual a confusão igual a briga.
Isabella estava segurando a barra do vertido, ela estava muito nervosa não sabia o que espera dessa festa, ser apresentada a família do senhor Cullen não era algo de deixa alguém calma. Isabella se perguntava como eles eram, como os pais e a irma dele eram. Ela tinha duvida e se fosse com Cullen que ela já conhecia, sim Isabella conhecia bem temperamento do Edward, ora gentil ora duro, ora agressivo e muitas ver frio, ela tava aprendendo a lidar com essa grande mudança de humor do Edward mais ainda sentia raiva dele e de algumas atitudes.
–- Esta tão quieta! Edward comentou—Nervosa?
Isabella olhou para ele acenou não com cabelo, ela mentira estava tão nervosa que estava suando frio, ela sabia se porta mesa sabia usa talheres, ela sabia ser educada, mais Isabella também sabia que não sabia levar ofensas para casa sem revida na mesma moeda e medo da família dele não gosta dela era isso que estava incomodando.
–- Isabella! Edward chamou e ela olhou assustada
Isabella estava tão perdida em seu pensamento que não conseguiu nota que eles já haviam chegado ate Edward chama ela pelo nome e Le oferecer a mão para ajuda ela sair do carro e ambos caminharem para dentro. Isabella ficou chocada com grande beleza da casa da irma do Edward era tão linda quando dele, com uma grande diferença tinha passarela de vidro que leva para jardim o lugar onde a festa estava acontecendo.
Edward bufou irritado como ele mesmo já esperava Rose exagerou de novo, a irmã tinha armado um circo todo luzes por todo jardim mesa espelhada também uma grande movimentação de gente algumas conhecida outras totalmente estranha para Edward a final ele so conhecia as pessoas que realmente lhe interessavam o resto ele descartava com papel velho, Edward viu o amigo Emmett vindo em sua direção amigo e cunhado.
–- Bellita! Emmett disse rindo ao ver Isabella—Esta linda!
Edward olhou feio para Emmett que gargalhou e deu soco leve no braço do chefe e cunhado.
–- Onde esta Rose? Edward perguntou—Por que não me avisou o que ela pretendia fazer?
Emmett deu de ombro olhando pelo jardim, em busca da esposa ele viu ao longe sua esposa estava trajando lindo e longo vertido vermelho cor de sangue e com vasto decote deixando boa parte da maças do seios a mostra.
–- La esta ela! Ele disse orgulhoso—Bom, so fiquei sabendo de tudo quando cheguei!
–- Já inventaram uma coisa chamada celular! Edward disse de mau humor
Bella apertou o braço de Edward que suspirou, por um momento ele tinha esquecido que ela estava do seu lado.
–- Qual e minha mesa? Edward perguntou
Emmett olhou para Edward com sorriso, meio de culpado, Edward acompanhou o olhar dele e deparou com rasto antigo e mais muito conhecido.
–- Por que ela esta aqui? Edward perguntou e Emmett sabia bem de quem ele falava
–- Ela não esta sozinha, esta com irmão! Emmett disse—Ela e nova sócia de Rose, Edward não posso fazer nada a respeito dos convidado dela.
–- Não ficarei na mesma mesa que ela! Edward disse já buscando outra mesa com olhos—Vou me senta ali com Jacob e noiva!
Emmett tentou protesta mais Edward saiu andando e levando junto Isabella claro que muito olhos caíram sobre ele e sobre sua acompanhante.
–- Edward! Jacob se levantou para cumprimente o chefe e também amigo pois mesmo sendo Edward seu chefe Jacob sempre viu como amigo.—Bella você veio! Jacob disse surpreso e sem entende.
–- Nessie! Bella disse surpresa ao ver a amiga da escola que ate então estava distraída
–- Bellinha! Ela disse se levantando e indo ate amiga abraçando—como você veio para aqui!
Como se Nessie estivesse, levando choque ela juntou as coisa que amiga havia contado para e juntou que o homem que Isabella tanto falava era mesmo homem que era chefe do seu namorado. Nessie ia abrindo boca para falar mais Jacob puxo namorada para seu lado.
–- De onde você se conhecer? Edward perguntou em to frio
–- Escola! Isabella disse rápido—Nessie e minha amiga da escola.
–- Bom saber! Jacob disse dando olha estranho para namorada que se encolheu e voltou para seu lugar.
Edward puxou a cadeira para Isabella e logo em seguida se sentou, Edward odiava esse tipo de festa, achou que era so janta em família mais sua irmã passou do limites como sempre Edward nunca entendera como a irma ficou assim. Edward olhou para Jacob e com olhos fez sinal para jovem saísse da mesa junto com ele e assim fizeram
–- Nada de gracinha Isabella! Edward sussurro no seu ouvido ao se levanta da mesa seguido por Jacob.
Ambos caminharam e mais atrás Emmett seguiu eles e ambos entraram na casa, Isabella acompanhou eles com os olhos assim como Renesme quando ambos sumiram elas se encararam.
–- Entao? Nessie perguntou
Isabella não precisava ouvir as pergunta com todas letras para saber o que jovem queria saber ela suspirou e olhou em volta ainda estava meio abobalhada com grande beleza da festa e da casa.
–- Sim, Edward e mesmo Ed que Le falei! Isabella disse e Nessie sorriu—O que qual motivo dos risos.
–-Bom! Ela começou também olhando em volta— Eu entendo você agora, Edward muito gostoso, confesso que ate eu já cheguei a baba por ele quando conheci ele, mais ainda assim não troco meu lobinho por ele.
Isabella sentiu ciúmes pelo modo que amiga falou do homem com quem ela passou umas das melhores noite da sua vida, mais ela não entendeu por que a amiga chamou namorado de lobinho. Isabella entendia Nessie, e não ficou com raiva do comentário feito por ela ,a final Edward era um homem linda e com muita presença, ela já devia saber que muitas mulheres babavam por ele.
(...)
Dentro da casa Edward, Emmett e Jacob conversavam na biblioteca, Edward não sabia muita coisa sobre novos sócio da irma Rose tinha agencia de modelos e grife que levava nome dela, claro tudo bancado pelo dinheiro do irmão.
–- Por que Jane e Alex Volturi estão fazendo aqui? Edward perguntou para Emmett
–- Edward já falei Jane e nova sócia de Rose!
–- E por que ela não me disse! Edward soco a mesa fazendo alguns objetos caíram—Emmett eu tenho quase certeza que Volturi que estão por trás do desvio de dinheiro da minha empresa e dos roubo da minha cargas.
–- você não e único apensa assim! Jacob disse—Eu também tenho quase certeza disso chefe.
–- Fique de olhou na Rose! Edward disse—Jane pode ser uma enfeltrada como foi no passado.
–- Se ela fiz mau a minha Rose eu mesmo mato ela! Emmett disse sentido frio gelado percorre sua espinhas
Ambos saíram da biblioteca Edward disse que depois conversaria com Emmett e planejaria algo pra pode ajuda ele a proteger em sua irma ,Edward quebrou a cara uma vez por causa de Jane não deixaria isso acontecer com irma.
(...)
De volta ao jardim Edward buscava por Isabella que não estava na mesa, apenas Nessie permanecia sentada e ver isso o coração de Edward aperto e ele caminhou a passo largo passado pela multidão indo ao encontro da moça que já estava ao lado do namorado que chegou minutos antes de Edward na mesa.
–- onde esta Isabella? Ele perguntou em tom grosseiro.
–- Foi ao toalete! Nessie disse e apontou o caminho que menina fez.
–- Jacob ligue celular! Edward disse dando uma ordem a amigo.
Edward mais uma vez passou pela multidão como furacao indo direto ao toalete feminino e sem se importa se havia alguém ou não dentro ele entrou de uma so vez.
–- Isabella! Edward chamou
A menina saiu de cabine e estancou ao ver Edward dentro do banheiro feminino, primeiro ela olhou surpresa e depois sorriu ao ver ele olhando para ela com um olhar estreito.
–- Não sabia que precisava de baba para vim no banheiro! Isabella alfinetou
–- Eu mandei você se comporta! Edward disse
–- E o que to fazendo de errado? Apenas vim no banheiro isso e crime? Ela perguntou já lavando sua mãos – Edward você ta ficando psicopata já
–- to esperando você do lado de fora! Foi tudo que ele disse e saiu
Não demorou muito Isabella saiu do banheiro e encontrou Edward na porta com havia dito estava esperando do lado de fora.
–- Como bom cão de guarda! Isabella alfinetou de novo
–- Espero que não tenha esquecido da noite passada! Edward disse segurando sua mão e colocando em volta do seu braço —Se continua a me provoca deixarei seu belo bumbum vermelho com marca dos meus dedos.
Isabella engoliu seco lembrando do que havia acontecido na noite passada, seu corpo todo teve pequeno espalmo devido lembrança e ao olha para Edward viu que maior estava com sorriso divertido nos lábios.
(lembrança de Isabella)
–- Onde pensa que vai? Edward perguntou – Eu falei que iria fuder você ate não tem mais nem gota de sêmem no pau. Eu apenas comecei menina....

Isabella lembrava com Edward pegou em beijo urgente que deixo ofegante, e movimento rápido Edward subiu Isabella que passou pernas em volta da sua cintura em ambos subiram para quarto. Assim que chegaram no quarto nem um minuto durante o trajeto a boca deles se desgrudo a não ser quando Edward soltou menina sobre cama. Ele caminhou em direção ao seu closet buscado algo, Isabella olhou sem entende ate que ele levou mãos para onde ficava uma caixa e lugar estava vazio.
Isabella sentiu seu corpo todo se arrepiar, ela lembrou bem onde estava caixa, e se fosse essa caixa que ele procurava ela estava com problemas. Edward olhou para menina que se encolheu na cama e a passo lento ele caminhou em direção a cama.
–- Onde esta? Edward perguntou com calma afrouxando a gravata e abrindo a camisa, vendo que menina nada dissera ela voltou a pergunta— Isabella onde esta caixa que estava ali!
–- não sei! Isabella disse tão rápido deixando claro sua culpa
–- O que você fez com caixa Isabella? Edward perguntou ele já estava sem camisa e descalço, ela solto o cinto e puxo fazendo o som do atrito do tecido com coro soar alto-- você sempre fazer algo para me provoca!
Isabella olhou assustada, quando ele dobro o sinto ao meio e segurou firme com uma das mãos. Isabella se arrastou e levantou rápido pronta para com correr quando noto o planos de Edward, mais como das outra vezes Edward pegou ela.
–- Me solta! ela disse já agitada —não se atreva a me bater!
Edward gargalhou e mordeu ombro da menina, ele voltou com ela pra cama colocando ela deitada sobre seu colo, e ainda assim Isabella debateu.
–- aaaah! Ela gritou quando sentiu coro do cinto sobre sua bunda deixando uma ardência no local.
–- Quero minha caixa de volto no local! Edward disse dando outra lapada em sua bunda fazendo Isabella grita novamente.
–- Aaaaaaah! Seu cretino! Ela disse fazendo Edward gargalha de novo
Jogando cinto no chão Edward puxo corpo de Isabella, jogando na cama e ficando por cima dela..
–- Coloque de volta no lugar ou deixarei sua bumdinha mais vermelha do que agora!
E dizendo isso Edward tomou mais uma vez a boca da menina em beijo urgente e afoito.
(fim da lembranças de Isabella)
De volta ao mesa Jacob e Nessie conversavam distraído Edward obsevava do seu lugar todo movimento da festa, gente de mais ele não gostava muito disse e sem falar que Isabella estava quieta de mais, entediada seria certo, Isabella não conhecia ninguém daquela festa fora amiga Nessie, e com ela estava meio difícil de conversa ela estava intertida em conversa com namorado.
–-O que você tem? Edward perguntou tomando em gole so uísque dele.
–- Isso esta chato Edward! Isabella disse suspirando e mordendo lábios— Devia ter me deixado em casa!
–- você reclama que não deixo você sair! Ele comentou olhando volta para ver se acha outro garçom—Não reclame, não ficaremos muito tempo!
–- Ate la já morri de tédio! Ela disse suspirando
Edward ficou tenso ao ver sua irma vindo em direção ao sua mesa, ela não estava incomodado com irma e sim com sua acompanhante que vinha a tira colo. Edward olhou para Jacob lançando um olhar direto que deixo o Black em alerta, Emmett se encontrava do outro lado jardim comprimento alguns amigos e convidados.
–- Edward! Rose chamou irmão já próximo ao sua mesa—Por que não sento junto comigo e meus convidados?
–- Rose já fique feliz por eu ter vindo! Comentei meio irritado.
–- Edward essa e Jane Volturi, minha nova sócia! Rose fez apresentações e loira ao seu lado sorriu olhando pra Edward.
–- já conheço a senhorita Volturi! Edward disse meio azedo
–- Serio? Jane por que não me disse? Rose perguntou
–- Eu não tinha certeza! Jane disse ainda com sorriso nos lábios—eu conheci seu irmão quando ele usa sobre nome Masen!
–- Bom depois você me conta isso! Rose disse vendo um novo convidado seu chegando—Já voltou! Ela disse saindo
Edward manteve um certo olha frio para loira com rosto angelical, mais com caratê muito duvidoso. Jane caminhou para perto dele e sentou na cadeira vazia do seu lado. Jacob se retirou da mesa levando junto Nessie com desculpa que iriam dança.
–-Edward, não parece feliz em ver! Ela comentou arrastando mão tento pega a mão do jovem—Senti tanto sua falta!
Edward engoliu seco Jane sabia ser provocadora quando queria o rostinho angelical era so uma boa aparência, por que a mulher era diabo em pessoa quando queria.
–- Não posso dizer o mesmo! Edward disse puxando sua mão que estava sobre mesa.
–- Não seja tão cruel Edward! ela disse já alisando o terno preto que Edward trajava com dedos—Aposto que você não esqueceu nossa noites quentes em Londres!
–- Jane! Edward começou falar mais jovem levou dedo para seu lábios silenciando
–- Nossa noite de amor e pura paixão Edward! ela disse com voz melosa e grudenta—você me amava, assim como eu ainda amo você.
Jane sabia muito bem o que estava fazendo, leva Edward mais uma vez para sua cama era algo que ela deseja dês do momento que viu ele entrando no jardim, o final do relacionamento dos dois fora bem conturbado e cheio de coisa que não foram dita, Edward não cederia assim, e Jane sabia disso muito.
–- sinto falta do seu corpo sobre meu amor! Ela disse chegado mais perto e aproximando lábios do dele.
–- Se você tem algum pingo de amor vida não faria isso se fosse você! A voz rouca e nada gentil ecoou atrás da loira.
Isabella segurava copo de uísque, ela mesmo se ofereceu para ir busca já que o garçom não chegava na mesa e Edward estava impaciente. Edward olhou para menina assim como Jane também olhou querendo saber que lhe ameaçava a loira sorriu ao ver a menina com copo de uísque.
–- Sair! Isabella disse sem menor gentileza fazendo Edward olhar surpreso para ela assim com Jane—Ta no meu lugar loira burra!
Edward mordeu lábios para não sorri ,ele melhor do ninguém sabia a capacidade de Isabella para da apelidos e ridiculariza as pessoas ele sofrera e ainda sofre com esse péssimo habito da menina.
–- Eu aposto que você não e tão burra assim! Isabella disse já meio impaciente—Não vai quere que eu desenhe, vai?
Jane olhar sem acredita no que ouvira ,ninguém nunca destratou dessa maneira, todos sabiam de ela era filha e seu sobrenome era como passaporte livre para todos os lugares.
–- você saber com quem ta falando menina? Jane perguntou irritada com tratamento
–- Bom, não sei e nem quero saber! Isabella disse curta e grossa—Agora cair fora do meu lugar ou vai quere que tire a força?
–- Ora sua piralha! Jane disse já ficando de pé ela já levantava mão para Isabella quando Edward segurou seu pulso—Me solta Edward, ninguém falar assim com Jane Volturi!
–- Muito prazer sou ninguém! Isabella provocou
Algumas pessoa já começavam a nota a pequena discursam que se passava na mesa, Jane acabara de envergonhada por uma garota de dezessete anos que estava rindo ainda de sua cara.
–- Isabella compartisse! Edward disse ela tentava a todo custo conter a vontade de ri.—Jane acho que ainda não te apresente minha acompanhante, Isabella essa Jane Volturi!
–- Oi! Isabella disse com todo ironia contida na voz
–- Não sabia que estava frequentando creche Edward! Jane disse com sacamos-- Que tal a menininha ir brinca enquanto os adultos conversão!
Isabella estreitou os olhos e sem menor sutileza ou delicadeza levantou mão mostrando dedo do meio pra loira que ficou surpresa com atitude da menina, e nessa hora foi impossível para Edward não gargalha, Isabella realmente sabia ser uma lady quando queria.
–- Edward! Jane disse como se tivesse ofendida—você deveria educa essa menina!
–- Deixe Isabella em paz! Edward disse entre riso—E você que não bem vinda em meu meio!
Jane deu olhar mortal para Edward e depois se virou para Isabella que ainda estava rindo de sua cara, e passando pela menina empurrando com ombro caminho, o caminha de Jane foi tão rápido pois vertido longo que usava foi pisando a calda por Isabella, que ao fazer isso fez vertido da loira se rasga de cima a baixo.
–-Isabella! Edward disse quando Jane começou a grita e correu tentou cobri suas peças intimas com mãos pelo jardim—você não tem jeito menina! Ele disse sabendo que seria tolice discutir com ela agora.
–- Admira! Isabella disse ainda sorrido—Ela bem que mereceu isso!
Todos na festa comentavam o corrido, não havia mais clima para fica naquele lugar, e Rose viria para cima dele logo depois que terminasse de ajuda a amiga. Vendo que situação não terminaria bem pro seu lado Edward se levantou da mesa olhando Isabella.
–- Vamos! Ele disse oferecendo a mão para menina—você realmente sabe animar uma festa! Edward comentou enquanto eles caminhavam para fora do jardim
–- Faço o que posso! Isabella disse
Edward achou melhor da volta no jardim, passa por dentro da casa seria loucura ainda mais com duas mulheres que provavelmente estariam cuspindo fogo. Ao chega no carro ele abri porta para Isabella, e fico tempo muito curto admirando como elas tava bonita, caminhou para seu lugar e logo ligou carro indo para casa.
(...)
–-Chegaram cedo! Marta disse ainda não era nem dez da noite
–- To com forme Marta! Isabella disse fazendo becinho que não passou despercebido por Edward—Ainda tem comida?
–- Não, como vocês iam janta fora não fiz janta! Marta disse
–- Marta por favor faça dois sanduiche e leve por meu quarto! Edward disse—Suco também!
–- Claro, dois minuto estará la! Marta disse já saindo
–- você mocinha! Edward disse em tom serio mais divertido—suba daqui apouco subo, vou conversa com você!
Edward se caminho em direção a biblioteca quando Isabella chamou
–- Edward! ela disse com voz baixa e ele virou
–- Sim!
Isabella tinha um tom vermelho no rosto, Edward so lembrou duas vezes que a viu assim e duas vezes foi na noite passada
–- Meu quarto ou seu? Ela perguntou com voz ao sussurro
Edward achou engraçado o fato dela ter corado com uma pergunta simples, mais ele não podia culpa ainda era tudo novo para ela ainda mais quando o assunto era eles dois..
–- Meu quarto! Ele disse voltando a anda para biblioteca.
(...)
Isabella estava no quarto como Edward havia mando no quarto dele, ela não sabia o que fazer Marta levou sanduiches que ele mandou fazer, mais devido nervosismos que ela se encontrava não sentiu fome apenas beliscou pequenos pedaços e deixo de lado. Já tinham se passo mais de meia hora e nada de Edward ir por quarto, a menina não sabia mais o que fazer anda de lado pro outro não estava mais ajudando.
–-Ele faz de propósito! Isabella comentou se jogando na cama cansada de anda de lado para outro.
Ela chutou sapatos para longe e ficou deitada de barriga para baixo com cabeço sobre travesseiro, travesseiros que tinham cheiro do Cullen. Isabella se distraiu inalando cheiro que continha no travesseiro que não ouviu quando a porta foi aberta, e Edward passou por ela a passo lento ele entrou sem fazer barulho e a porta fechou no trinco, ela sabia que Isabella não iria fugir dele, mais queria passa a manha de sábado na cama sem incomodo.
–- Dormi-u Isabella! Ele sussurrou a beija seu ombro que estava exposto.
Isabella sentiu frio percorre sua espinha ate ultimo fio de cabelo, Edward não se fez de arrogante, ele precisava de uma distração ou sua cabeção ia explodir de tantos problemas, e Isabella seria uma ótima distração. Edward passo mãos pelo ombro da menina removendo fina alça do vertido que ela usava deixando seu ombro ainda mais exposto, com uma mão ele fasto cabelo dela colocado para lado dando beijos por seu ombro ate nunca causando forte arrepios na menina. Isabella estava ofegante e sentia seu corpo quente, essa era segunda vez que ela por livre e espontânea vontade estava cedendo as vontade dele e ela não tinha a menor vontade de para-lo.

As ágil de Edward trabalharam rápida em remover o vertido de Isabella deixando jovem so com um minúscula calcinha de renda preta, Edward sorriu ao ver pequena calcinha e a contata que jovem não usava sutiã. Os beijo do jovem que estavam concentrado na nuca e no ombro da menina desceram por toda sua costa, onde fez um caminho de beijos e leve mordida, descendo mais em baixo Edward deu leve mordida na bunda da menina do lado direito.
–-Aaah! Isabella deixo escapa gemido quando ele fez isso.
–-Por um momento achei que tivesse dormindo! Edward sussurrou contra pele da menina enquanto beija ela fazendo caminho de volta para sua nuca. Puxando as mãos de Isabella levando para cabeceira da cama e juntado amarrou sua mãos com gravata que ele mesmo havia colocado encima da cama. O corpo de Isabella ficou tenso, ela lembrava muito bem a ultima vez que ele fizera isso, e essa lembranças ainda mexia com ela de certa maneira.
–- Fica calma! Edward disse beijando seu nuca e mordiscando —Apenas sinta, se você não gosta me diz e eu parou Isabella.
Edward voltou a concentrasse nos beijos entre seu ombro e sua nuca para ver se menina assim relaxava mais. e ao poucos o corpo da menina voltou a sede ao seu toques e com pouco mais de ousadia ele passo sua mãos para frente podendo assim toca e massagear os seios sensível da menina. Como para o senhor Cullen tudo tinha que estremo e glorioso ele torturo a menina dando leve aperto no bico do seios de Isabella fazendo menina se contorce de prazer abaixo do seu corpo, uma tortura deliciosa e ao mesmo tempo excitante.
–- você fica linda assim! Edward disse se afastando pra pode termina de tira roupa—Ficara mais linda quando estive sendo fudida por mim!
Isabella mordo lábios prendendo gemido que queria salta para fora,sua minúscula calcinha já estava encharcada dês da hora que Edward começou com doce tortura e agora ele falando desse jeito tão imoral e descarado so fez ela fica ainda mais molhada. Edward terminou de tira toda sua roupa, e na hora que Isabella virou rosto foi a mesma hora que Edward abaixo a box preta revelando sua grossa e grande ereção.
–- Huum! Isabella gemeu vendo toda potencia do homem
–- Pelo visto gosta do que ver! Edward provocou
Isabella sentiu colchão afunda, e mãos do Cullen passado por sua costa, dando palmada em sua bunda deixando pele com tom rosado
–- Aaah! Foi impossível para Isabella não gemer com isso
–- Saber que foi menina muito levada hoje Isabella! Cullen sussurro em seu ouvido—Agora a menininha travessa vai leva um surra de pau.
Dizendo isso Edward apertou centro pulsante da menina constatando que ela estava mais do que pronta para o que ele tinha para lhe da.
–- tis tis,! Edward sussurro no ouvindo de Isabella—Já esta molhada neném , e olha que festa nem começou.
Isabella gemeu alto esse homem estava levando ela ao pleno desespero emocional e racional também, ela não conseguia mais pensa e nem formulada nada que não fosse gemido de anciã e tezao por ele. Em um movimento brusco e radical por assim dizer Edward puxo a calcinha minúscula de Isabella fazendo menina grita pelo susto e pela ardência que ficou em sua pele onde a calcinha foi arrebentada. Outra palmada veio em sua bunda fazendo ela geme vergonhosamente contra travesseiro.
–- Nada de gritos Isabella! Edward disse circulando a entrada da menina com ponta do dedo—A não ser que você esteja gritando meu nome.
–- Aaaaah! Ela gemeu e mordeu lábios com a outra palmada que Edward deu em sua bunda.

Ele voltou beija sua nuca, ombro ate mesmo sua costa, chupando e dando leve mordia por toda sua costa. Quando ele cansou de brinca com sua costa passou a tortura a menina com pau roçando em sua entra melada, algumas vezes deixando a cabeça do seu membro penetra outra vezes do torturando fazendo atrito entre ambos os sexos.
–- Edward! Isabella gemeu nome dele em clemência—Por favor!
Edward sorriu ao ouvir a menina lamuriar por prazer, e como ela sempre conseguia tira ele do serio, ela descobriu um lugar onde ele podia controla tudo em volta deles e esse lugar era na cama.
–-Por favor o que Isabella? Ele provocou com muito gostos—Se não disse o que quer não terá!
–- Por favooor! Ela gemeu alto quando ele voltou a penetra so cabeça do membro
–- Por favor o que? Edward provocou deitando mais corpo por cima do dela para pode leva sua boca ao pe do seu ouvido—Diga Isabella usa essa boquinha que muitas vezes falar palavras suja para pedi o que neném!
Edward mordeu a orelha da menina arrancando dela mais um gemido e corpo de Isabella todo tremeu dando espalmo forte, Isabella acabava de goza, sem nem amenos ter sido tocada por ele, que dizer toda ela foi mais ainda não tinha sido fudida por ele.
–- Não acredito que neném já gozou! Edward mordiscou a orelha dela—Agora neném vai goza no pau do senhor Cullen, e quero ouvir sua linda vozinha gritando meu nome.

Isabella não teve tempo de processa tais palavras Edward aproveito que boceta da menina estava completamente melada e a penetrou em uma estocada so fazendo Isabella ver estrela e grita.
–- Nada de grito neném! Edward disse saindo para volta a entra com força nela de novo—So meu nome!
Isabella gritava e gemia a cata estocada, Edward estava literamente dando um surra de pau nela, e ela estava vibrando a cada invertida dele.
–- Diga Isabella, o que acontecer com menininhas travessa! Edward perguntou a penetrando mais profundo ainda
–- Oooooh! Isabella gemeu sentindo atingir seu útero
–- Não to ouvindo Isabella! Edward disse segurando a cabelo dela em rabo de cavalo e socando com mais força na sua boceta
–- Ela ,ela, elas uma surra! Isabella praticamente gritou entre gemidos
–- Surra de que Isabella! Edward retirou todo seu pau de dentro dela deixando so cabecinha—vamos Isabella surra de que?
–- surra de paaaaaaaaau! Ela gritou sentindo pau dele entra de uma vez nela fazendo ela assim grita enquanto gozava
Edward ainda socou mais algumas vezes, dentro dela e quando estava preste a goza retirou seu pau começou massageado não demorou muito para jorra todo seu sêmen na bunda e costa de Isabella deixando ela toda suja com seu prazer. Edward estava ofegante e respirando com dificuldade, levou as mãos ate cabeceira da cama soltando as mãos de Isabella so então ele notou que menina tinha desmaiado após o orgasmo
Edward se afasto do quanto indo no banheiro e pegando toalha molhada para limpa a menina, Edward chegou a duas conclusão enquanto removia seu sêmen da costa e bunda da menina, uma ele precisa leva Isabella no medido, a final já era impossível para ele não transa mais com ela, e a outra sexo com Isabella so se fosse sem camisinha pois ela já tava acostumado a sentir calor da boceta da menina em volta do seu pau. Assim que terminou de limpa a menina cobriu ela com lenço e voltou para banheiro ele precisava de banho e de uma boa noite de sono...

Nenhum comentário:

Postar um comentário